Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.

Criador do tópico

beginner - DOADOR

PUA EXPERT

#906675 O texto abaixo é a transcrição traduzida de um vídeo da Real Social Dynamics, que pode ser acessado aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=1uarCaupZBY

Vou falar para vocês o que me permitiu ter um monte de novas experiências. Por que eu tive tantas experiências de vida, enquanto outras pessoas não.

Aqui na RSD falamos da idéia de abundância. Então, por exemplo, digamos que você tem uma garota e você gosta muito dela. Você não deve ficar tão apegado nela, porque você deve perceber que existem tantas outras mulheres que você pode sair e conhecer. E é muito saudável ter o senso de abundância, porque você não vai ficar pegajoso e necessitado da garota e, portanto, afastá-la de você.

E seu dissesse a vocês que, na vida, eu acredito muito em escassez? E uma forma de escassez que eu creio, é a escassez de oportunidades. Eu acredito que oportunidades são raras. Eu acho que raramente temos oportunidade de fazer o que queremos na vida. E sempre que eu tenho a oportunidade de fazer algo, eu aproveito. E eu acho que a maioria das pessoas deixa passar oportunidade atrás de oportunidade. E a principal razão disso, é que elas acreditam que oportunidades são abundantes! Elas acham que terão outra chance. Eu rio disso. Olhem para a Real Social Dynamics [a empresa de pickup do Tyler]: quando eu percebi que a comunidade de pickup tinha uma chance de construir uma empresa se bootcamps, eu imediatamente disse a mim mesmo:

"Existe uma pequena janela de tempo em que eu posso fazer algo com isso, e então estará acabado"

E eu construi a RSD. Quando o livro "The Game" saiu, eu disse: "há uma pequena janela de imprensa positiva sobre a RSD aqui. Eu vou trabalhar duro por três anos, de manhã até de noite para aproveitar desta oportunidade raríssima". A mesma coisa sempre valeu pra mim com relação a viagens. Por exemplo, eu sempre disse a mim mesmo: eu nunca sei se um dia perderei a habilidade de viajar. Então, por exemplo, digamos que a RSD vá mal por um tempo e acabe. Poderia se passar uma década até que eu pudesse viajar de novo. Então eu sempre aproveitei a oportunidade de viajar. Ou se eu acidentalmente engravidar alguma mulher, e ela dissesse "olha você pode viajar, mas me sentiria mais segura se não viajasse para fora dos EUA?" Se acontecesse... Bom na verdade isso aconteceu. Mas antes, eu consegui viajar pela Europa, Australia, Africa, América do sul, México... Então eu pude ver o mundo, porque eu via isso como uma oportunidade rara.

Eu me lembro quando estava indo para Roma, e havia um stopover em Dublin. Eu disse: "Nossa! Nós podemos conhecer Dublin!". A menina que estava comigo disse: "podemos apenas ver por 2 ou 3 horas...". Eu respondi "Que se dane! Essa pode ser minha última oportunidade que eu terei!" Então eu pulei do avião, fui conhecer Dublin. Consegui um bom tour. E... Nunca pude voltar. Adivinhem: alguns anos depois, eu a engravidei. E não poderia ir conhecer Dublin agora. As pessoas dizem: "Ah você poderia ir...". Mas esse foi o acordo que eu fiz com a mãe dos meus filhos, então não farei isso. Vejam: eu realmente perdi essa oportunidade. Eu creio que as pessoas perdem oportunidades o tempo todo, e elas deveriam ver a vida e oportunidades como extremamente raras.

Frequentemente eu acordo, e vou contar a vocês como me sinto sobre minha vida. Eu penso "Puta que pariu! Aconteceu um big bang, fez aparecer um planeta, apareceu vida neste planeta, e então por alguma razão louca, existe essa pequena janela de oportunidade, onde vida inteligente existe. E estamos antes da destruição do ambiente natural! Então tem este monte oportunidades e coisas legais, como ambientes naturais, coisas assim. E eu posso ir conhecer agora! Agora mesmo! Estou vivo agora! E isso me deixa chocado.

Eu fiquei doente outro dia, pela primeira vez depois de anos. Eu deitei lá, sentindo literalmente que ia morrer. Foi provavelmente uma das piores sensações da minha vida. E enquanto estava lá, me ocorreu o seguinte: "Quando eu estiver mais velho, será exatamente assim, exceto que ao invés de durar 2 ou 3 dias, eu irei piorar, piorar, até morrer. E você já era! Porque a vida é escassa. Oportunidades são escassas.

O que as empresas de desenvolvimento pessoal vão te ensinar, é que você deve ver a abundância de oportunidades. Esse é o outro lado da discussão, porque um monte de gente vive dominado pelo pensamento de massa. Tem um trabalho medíocres e veem oportunidade como algo assustador, então eles não fazem nada. Eu estou sugerindo uma pequena variação disso.

Existem oportunidades. Não diria que são abundantes, mas que há oportunidades. Elas certamente são mais abundantes que a mentalidade "Sou uma vítima das circunstâncias, sou uma pessoa que segue a mentalidade de massa.". Então não é como pensaria uma pessoa assim, que "não há oportunidades e a vida é injusta". Acima da escassez, há abundancia. Mas eu diria que, acima da abundância, existe escassez, completando um ciclo. Porque quando vemos a oportunidade, temos que aproveitá-la.

Agora deixem-me contar um pouco da minha história. Eu lembro quando Nick, meu parceiro comercial, tentou me convencer a voar para San Diego para fazer um bootcamp. Era a primeira vez que iríamos tentar fazer um. E eu nunca tinha deixado minha pequena cidade no Canadá, entre Toronto e Montreal. Eu disse "Nick, eu vou a San Diego mais tarde". Ele me respondeu "Cara, venha pra San Diego agora!". Eu tinha um monte de motivos. "Eu tenho tudo que eu preciso aqui: Toronto, Ottawa, Montreal tem tudo que eu preciso. Por que iria até San Diego?". Nick insistiu tanto que eu nem sabia mais o que ele estava insistindo para eu fazer.

Naquele momento eu não percebi que eu tinha um bloqueio com relação a sucesso. Pessoas com isso bloqueiam oportunidades que poderiam servir para expandir sua mente, porque querem ficar naquela zona de conforto. Eu não conseguia perceber isso. Estava totalmente convencido que vivia no melhor lugar do mundo.

No final, acabei sendo forçado a ir. Eu nem tinha passaporte, tive que convencer a imigração a me deixar passar sem passaporte. Então foi quando comecei a mudar. Eu me lembro de quando o avião passava por Chicago. Eu olhei aquela cidade enorme e pensei "Que diabos está ali embaixo? O que será que tem em Chicago? Eu preciso ver isso". Passei pelas montanhas rochosas, Grand Canyon... E aí estava impressionado, cativado pelo resto da vida. Porque fui forçado a isso.

Não é engraçado que até eu ser forçado a isso, achava que o lugar que eu vivia era demais? Esse pequeno canto do Canadá era incrível. Não que não seja ótimo, mas o mundo é enorme.

O que eu percebo é que todo mundo diz que quer fazer coisas. Todo mundo diz que quer fazer isso ou aquilo. Mas não vão fazer nada. A razão é que as pessoas não são do jeito que você imagina, ou do jeito que elas se imaginam. Uma pessoa é uma entidade biológica. Não é diferente de uma planta. Uma vez que a planta tenha uma boa fonte de água, nutrientes, saiba que não vai morrer, ela quer ficar parada ali. Não quer ser removida e correr o risco de morrer em outro lugar.

Então as pessoas em geral não querem ir fazer coisas. Este lugar de onde falo é cheio de estradas de uma pista só. Os carros tem que desviar dos outros para passar, e é assustador dirigir aqui. A maioria das pessoas vem aqui e fica nos resorts. Jamais deixam os resorts. Não sabem o que tem aqui fora, ou o que estão perdendo. Eles não querem saber. Porque mesmo que alguém seja aventureiro o suficiente para vir aqui, preferiria ficar no Resort, onde a mente deles não tem nenhuma perturbação.

Este é o motivo: viajar parece divertido. Mas a realidade de viajar inclui planejamento, você precisa sair do piloto automático, pensar, engajar sua mente. E a maioria das pessoas prefere não fazer isso. Elas dizem que querem viajar. Olham pra mim e me dizem:

"Você tem tanta sorte!". Eu digo "Deixe-me te levar comigo". Elas dizem não. Eu me ofereço pra pagar por elas. Elas concordam, mas acabam não indo. É loucura, mas as pessoas não querem fazer coisas.

Muitas pessoas tem curiosidade sobre os amigos que eu escolho. As pessoas acham que eu quero ser amigo das pessoas com status muito alto. Não! De jeito nenhum! Sabem quem são meus amigos? Caras que querem sair e fazer coisas. Eu quero sair e conhecer mulheres gatas. Quero dormir com elas. É errado? Não! Eu tenho uma vida curta. Escassez de oportunidade. Eu quero transar que nem doido, com mulheres lindas, enquanto meu pau ainda funciona. Essa é outra forma de escassez. Por quanto tempo seu pau vai funcionar. Então você deve estar transando com mulheres lindas, agora mesmo, enquanto ainda pode.

Na mesma linha: construir um negócio. Uau! Essa é muito escassa. E vejam por que: você acha que vai ter a energia para construir um negócio quando estiver velho? Vocês viram as coisas que eu fiz: eu estive por ai dormindo no chão, viajando sem nenhuma certeza, sem dinheiro guardado. Fazendo palestras no Starbucks, em prédios de escola. Você acha que um cara com 30 ou 40 anos faria isso? Claro que não. Se você é jovem suficiente e tem energia, faça coisas!

Que tipo de amigos eu tenho? Amigos que querem fazer coisas. Se eu estou em Miami, posso querer conhecer o Florida Keys. Tem que dirigir 3 horas até lá. É irritante. Você acha que não me incomoda, que gosto de ficar em um carro sentado por 3 horas? Claro que não! Mas vou lá conhecer. Porque quanto mais estimulo você coloca em sua mente, mais você sai do piloto automático.

Essa é uma razão importante que eu amo o pickup. Qualquer um, mesmo que esteja quebrado, pode ficar sentado no meio de uma cidade e sair do piloto automático quando queira.

Nem todo mundo tem os recursos para fazer tudo, viajar o mundo inteiro. Tudo bem, consiga os recursos. Sabe como fizemos? Pegamos vôos super baratos, dormimos no chão, encontramos nosso caminho. Se você tiver na sua mente "Eu irei fazer isso, não tem nenhuma escolha além dessa, irei arrumar uma maneira de fazê-lo". Você ira conseguir.

Não significa que a vida tenha que ser sempre assim. Não significa que você não possa parar e sentir o cheiro das rosas. Você deve querer ir fundo nas suas experiências, mas ao mesmo tempo você quer espremer o suco da vida o máximo possível.

E o que quero dizer pra vocês, não tem relação com ver as coisas pra postar no facebook. Não é sobre fazer uma egotrip, competir quem viu mais lugares ou fez mais coisas. É sobre se manter acordado. Estímulos novos te mantém acordado. Você não deve ir para um nível baixo de consciência, e "dormir" por anos da sua vida.

Eu vou te contar uma coisa: quando vou de cidade em cidade, e volto e vejo as pessoas trabalhando no mesmo lugar, parecendo 1% mais velhas ou lentas, mais inconsciente, e aí começo a pensar "o que diabos aconteceu? Eu quero acordar!"

Eu vejo muitas oportunidades, mas quando vejo a escassez... Eu faço acontecer. É a mesma razão que me faz transar com muitas mulheres, aliás. EU vejo uma mulher que quer transar comigo, levo a sério e vou até o final. Ao invés de pensar como alguns, "eu vou conhecer outra", e acabam não transando com ninguém.

Então: aproveite sua vida. Pense no que é importante pra você, no que você quer ver. Resista a vontade de dizer "hum... Não, vou relaxar. Eu faço mais tarde." Você não vai fazer mais tarde. Não vai acontecer nunca.

Todos os meus amigos que eu convidei para ir a lugares, pensaram que eu continuaria os convidando. Tenho que ser honesto, tenho novos amigos agora, não os convido mais. Quando eles me ligam, anos depois e me perguntam se podemos ir agora, eu respondo "desculpa irmão, não posso"

Aproveite a oportunidade escassa. Você ficará feliz de ter feito isso. "

ANÚNCIOS

Avatar pua
Bira

Aprendiz

#906716 Eu sempre pensei da mesma forma, apesar de, diversas vezes, colocar a cabeça no travesseiro e pensar que eu poderia ter aproveitado ainda mais o dia.

Ótimo artigo!