Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
eu4992 - MEMBRO EXCLUSIVO
#1029630 Opqf, aquele abraço meu amigo!!!!

Na minha humilde opinião você foi bem na entrevista, pois, como vc mesmo disse não é sedução e sim uma busca de emprego, apesar de que muita coisa da sedução pode ser usada nessas horas. A questão do certificado da empresa foi uma boa sacada sua e mostrou inteligência e velocidade de ação e percepção. Sua interação foi boa, penso que a limitação de horário e não ter carteira de motorista podem até influenciar, mas, em termos de bate-papo você demonstrou confiança e uma boa postura e linguagem. Forte abraço meu amigo e sucesso na vida e no jogo. Abraços!!! :ae

ANÚNCIOS

Avatar pua
ric19

Veterano - nível 9

#1029632 belo relato cara.... tecnicas totalmente calibradas.na minha opinião impecável..mais acredito que vc deu um tiro de canhão em uma formiga. algumas empresas independente do seu porte os entrevistadores ficam receosos perante a pessoas muito qualificadas, com medo de em breve ameaçar o emprego deles ou de alguém que eles tem maior afinidade.
P.Schelotto

Veterano - nível 10

#1029637 Mandou bem na criação de Rapport, mas olhou sempre nos olhos? Escalou toque?(Não como no PUA, mas ao tocar a mão, dar um toquezinho no cotovelo, outro no ombro, dar uma levantadinha rápida na sobrancelha, usar uma linguagem ericksoniana, falando por metáforas e dando sugestões de leve no meio da conversa, algo como... "Eu entendo, as vezes você está preocupada em entregar um trabalho, com uma sensação parecida de quando você fez vestibular, você é formada aonde, Cláudia? E de repente, você tem um pico de confiancia, e pensa 'sou a melhor para fazer isso'". Percebe a confusão mental? Ela só vai pegar a última parte, mas também vai ver que como ela, você passou pela tensão do vestibular e etc...
No mais, não acredito que tenha sido a falta de rapport que você não foi contratado, ela já conhecia o outro candidato, você mandou bem, mas sempre há o que melhorar. Dá uma olhada maior sobre a Hipnose Ericksoniana, que é a base da PNL.