Área exclusiva para artigos e debates focado a pessoas que estão namorando.
De tudo para saber como AGIR no namoro.
Avatar pua

Criador do tópico

Ser - MEMBRO EXCLUSIVO
#916832 Eu acredito que a sua avó, pai, mãe ou pessoa mais velha que lhe disse - “Diga-me com quem andas e te direi quem és!” - Não estava querendo propriamente julgar as pessoas a sua volta, mas manifestou uma preocupação/cuidado para com a sua pessoa, querendo afastar as más influências da sua vida. Essa pessoa experiente (que viu muitas coisas por ai) sabe o que está dizendo!

Se estamos sempre em contato (amizade ou companheirismo) com pessoas de "comportamento inadequado", vejo 4 opções basicamente:

1. Estamos sendo influenciados (É a preocupação dos pais...etc);
2. Estamos ajudando essas pessoas (buscando tirá-las desse caminho, somos "missionários" rs);
3. Estamos neutros (acho difícil, mas...);
4. Somos parecidos com essas pessoas (É o que está em pauta neste artigo).


Um homem deve avaliar as amizades da mulher com quem pretende namorar. Se a HB só têm amigas ou amigos de "comportamento estranho" (e não preciso listar aqui), fique atento, existem grandes chances dela ser semelhante as amigas (os), a não ser que ela seja um "missionária" ali rs.

As pessoas geralmente se unem com base em interesses comuns, elas não se unem ou se agrupam por acaso. Eu tenho um amigo místico que sempre fala (não sou obrigado a concordar 100 % com isso, mas tem seu fundo de verdade): "Semelhante atraí semelhante". A lógica disso o que ele diz é essa: "Você pode se achar diferente daquela pessoa(as) que convive com você, mas se ela está junto a você e lhe influencia de alguma forma, é porque é semelhante a você"... Acho interessante esse pensamento e acrescento que muitas vezes pessoas diferentes se unem também, quando uma é má intencionada e quer tirar vantagem da bem intencionada.

Já imaginou se envolver com uma mulher que não tem nada haver com vc, mas que simula um comportamento para lhe fisgar? Chega uma hora em que você percebe que a "natureza" de vcs era diferente e vê que perdeu seu tempo. É o caso da vaca com amigas vacas que se faz de santa para fisgar um cara de boa índole, pois quer casar e ter filhos e sabe que agindo como quem é não vai arrumar nada.

Conheço casos em que a mulher é uma pessoa com as amigas/os (mostra quem de fato é) e é outra pessoa com namorado ou marido. O cara nunca descobre quem ela é (quando é muito otário), ou descobre tarde demais.

Nós não sabemos direito quem são as mulheres com que nos envolvemos, por isso um homem deve observá-las de maneira ampla, não só com base no que elas dizem, ver o que fazem, como se comportam, as amizades... É como disse David X certa vez alertando seus alunos sobre os perigos relacionados as mulheres: "Quem sabe o que são essas mulheres?"

E eu repito: Quem sabe o que são essas mulheres?


De olho nelas!

Ser
Avatar pua
FelipeFT - DOADOR

Veterano - nível 9

#933104 Essa questão levantada no tópico é bem pertinente, não gosto de generalizar, mas as amizades mostram um pouco da sua personalidade, acredito muito na "lei do magnetismo".

Já vi aconteceu com um amigo o que você citou no tópico: a mulher parecer santa, mas suas amigas serem vulgares e vagabundas, não preciso nem falar que quando terminaram ela mostrou sua verdadeira face e fez tudo ao contrário do que falava e nos surpreendeu, se mostrou igual e até pior que as amigas, que muitas vezes ela até condenava ( ironia né).

Se você anda com pessoas de má índole, de certa forma você aprova o que ela faz, etão devemos tomar cuidado e analisar bem as companhias de nossas parceiras, não digo que só isso deve ser levado em conta, mas é de grande ajuda na hora de escolher uma mulher, que somado à outros fatores você vai analisar se vale a pena ou não arriscar.

Parabéns pelo tópico, abraços e evolução