Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

Veikko

Aprendiz

#829965
MOVIDO DE: Relatos de Campo

As áreas do fórum foram criadas para manter ordem e fácil acesso a tópicos de mesmo assunto. É importante respeitar essas áreas senão o fórum vira uma bagunça. Crie seus tópicos nas áreas certas e ajude a manter o fórum organizado.Na página principal, abaixo do nome de cada área tem a sua respectiva descrição. Essas áreas e descrições não foram feitas para que o fórum seja "bonitinho". Elas mantêm a ordem no fórum, dando fácil acesso ao assunto que você procura. Pense no fórum sem as áreas definidas. Seria uma bagunça, não seria?! Então respeite o fórum e crie seus tópicos nas áreas corretas.

Seja esperto.


Lendo sobre mitologia grega encontrei um texto sobre Eros (ou Cupido) filho de Afrodite, deusa do amor, e Ares, o turbulento deus da guerra.

Interessante como podemos aprender com esses mitos. Umas compreensões de Eros é que o jogo amoroso é um desafio e um risco, pois aquele que aceita o desafio, aceita um risco, podendo tanto fazer amar quanto tornar-se vítima das suas próprias artimanhas. O próprio Eros feriu-se com suas famosas flechas capazes de mudar o coração de homens e deuses.

Eu estive envolvido em alguns romances (gosto dessa palavra em vez de relacionamento) correndo um risco enorme de torna-me presa do amor. Mas por que tive medo? Simples, amar, ou seja, ficar focado fisicamente e afetivamente a apenas uma mulher, representava o fim de minhas experiencias com "the game" e eu ainda tenho tanto que aprender, na época eu era apenas um nerd noviço, curioso e querendo adquirir traquejo entre as damas.

Houve uma vez, lembro como se fosse hoje, encontrei uma garota na biblioteca, ela era a mais linda que meus olhos já tinham visto. Era perfeita em todos os quesitos que eu exigia. Iniciei um cerco, mas tão desajeitamente, tão infantilmente, que não obtive a vitória. Ficou apenas a experiencia que tempos depois analisei à luz dos novos conhecimentos adquiridos, então puder entender o que fiz de errado.

Estar apaixonado e sem o domínio do arsenal bélico que tão persistentemente buscamos a maestria, eu não tinha a menor chance. Por isso hoje penso: Amor é a desculpa dos caras que não pegam ninguém. O real caçador busca apenas a superficialidade do afeto, nada tão profundo a ponto de correr o risco de afogar-se, mas o suficiente para refrescar-se depois de um dia de sol e poeira.

P.S: hoje amanheci meio filosófico. kkk. Abraço, amigos!

ANÚNCIOS

Avatar pua
guipinheiro

Melhores PUAS

#830053
Veikko escreveu:Estar apaixonado e sem o domínio do arsenal bélico que tão persistentemente buscamos a maestria, eu não tinha a menor chance. Por isso hoje penso: Amor é a desculpa dos caras que não pegam ninguém. O real caçador busca apenas a superficialidade do afeto, nada tão profundo a ponto de correr o risco de afogar-se, mas o suficiente para refrescar-se depois de um dia de sol e poeira.


Faaaaala @Veikko, dando uma olhada aqui nos posts da galera me deparei com o seu. Bem bacana, mas existe uma coisa que eu discordo, que é só um refresco.

Você obviamente deixou todos os relacionamentos mais românticos, já eu tenho uma visão mais racional de tudo, o que não é grande problema nem pra mim nem pra você. Mas eu não acho que amor é a desculpa dos caras que não pegam ninguém.

Aqui, darei minha opinião pessoal, o que não é uma verdade absoluta e sim a minha verdade:

O amor é uma parada poderosíssima, mas você tem que entender o que ele realmente é. Isso vai um pouco mais fundo que uma desculpinha. Primeiro temos que entender o que realmente é DHV/DVS

A galera da comunidade se perde muito com o conceito de DVS / DHV e não entende muito bem que isso não é contar uma história ou estar cercado de mulheres. É o porque você tem essas histórias e o porque mulheres te rodeiam. Quando você é o objeto brilhante, você se torna uma pessoa que magnetiza os outros (carisma e charme).

O fato de você ser uma pessoa que agrega, e oferece valor real (é gentil, é engraçado, é líder, acredita e vive por suas crenças) vai fazer de você uma pessoa que transborda valor real. E quando eu digo valor real, estou falando de oferecer sem querer nada em troca. Ter PLENA CONSCIÊNCIA que você não precisa de nada do que vier em troca de suas atitudes. Se você tiver retorno, bom. Se não tiver, bom também.

Depois de entender o que é transbordar valor, você pode começar a pensar em amor. Amor é o sentimento que você tem por alguém que você quer ver bem, que você quer livre, feliz e fazendo coisas que gosta.

Como exemplo, vou falar do meu amor por minha ex-namorada. A alguns meses atrás estava namorando uma garota sensacional, ela era engraçada, decidida, gostosinha, gentil, companheira. Era um pacotinho completo do que eu gosto, mas devido ao fato de ser um instrutor de pickup, antes de começar a namorar ela eu avisei ela o que fazia e as implicações que existiam em ter um relacionamento comigo (como me ver em videos beijando e chegando em outras garotas e ter plena ciência de que eu continuaria fazendo isso por muito tempo).

Ela aceitou, mas com o tempo fui vendo o quão triste e frustrada ela ficava comigo. Que ela gostava de mim, fazia muito por mim, se entregava completamente e eu não conseguia retribuir com o COMPLETAMENTE de volta. Ela me oferecia todo o valor que podia e eu não fazia o mesmo por ela. Não tinha como eu, que amo essa garota até hoje ficar vendo minha " princesa ", que tanto gosto sofrendo.

Então tive que terminar, porque amo ela, e sabia que não estando comigo ela ia achar alguém que pudesse oferecer o que ela precisa e não seria eu.

Amar é entregar e talvez receber. Não tem ego, é altruísta. Caso lhe interesse, veja interpretações bíblicas do amor, são MUITISSIMO interessantes.

Um abraço, Gui.