Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

statham - MEMBRO EXCLUSIVO
#1085119 Amigos, existe muita coisa foda por aqui, e quando me deparo com algo interessante e o tópico está trancado, gosto de re-postar, eternizando o post e também sugerindo novas discussões acerca do tema.

Link original: [http://www.puabase.com/forum/arte-indiferenca-russo-t66977.html]

Créditos: RussO [http://www.puabase.com/forum/member70995.html]

Texto Original:
E aí PEGADORES, depois de um tempo pesquisando, achei um artigo interessante na internet, e então decidi coloca-lo aqui para vocês e fazer minha primeira contribuição para o PUABASE. Espero que vocês gostem, pois gastei um tempo editando esse artigo para vocês, acho que mereço no mínimo um FEED.


INDIFERENÇA: "Desinteresse em face de alguém ou alguma coisa. Apatia. Negligência. Insensibilidade. Inconsciência."

Mário Quintana: "A indiferença é a maneira mais polida de desprezar alguém."

A ARTE DA INDIFERENÇA

Geralmente pensamos sempre em dois sentimentos: amor e ódio. Amamos e odiamos muito facilmente. Mas podemos colocar aí uma terceira categoria: a indiferença.

Para odiar alguém, precisamos reconhecer que esse alguém existe e que nos provoca sensações, por piores que sejam. Para odiar alguém, precisamos de um coração, ainda que frio, e raciocínio, ainda que doente. Odiar nos dá fios brancos no cabelo, rugas pela face e angústia no peito. Para odiar, necessitamos do objeto do ódio, necessitamos dele nem que seja para dedicar-lhe nosso rancor, nossa ira, nossa pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo. O ódio, se tivesse uma cor, seria vermelho, tal qual a cor do amor. Talvez por isso muitos falam que o ódio é o sentimento mais próximo do amor.

Já para sermos indiferentes a alguém, precisamos do quê? De coisa alguma. A pessoa em questão pode saltar de bung-jump, assistir aula de fraque, ganhar um Oscar ou uma prisão perpétua, estamos nem aí. Não julgamos seus atos, não observamos seus modos, não testemunhamos sua existência. Ela não nos exige olhos, boca, coração, cérebro: nosso corpo ignora sua presença, e muito menos se dá conta de sua ausência. Não temos o número do telefone das pessoas para quem não ligamos. A indiferença, se tivesse uma cor, seria cor da água, cor do ar, cor de nada.

E é meio irônico isso. Por que gostamos de quem é indiferente com a gente? Já repararam que, entre aquele carinha que demonstra carinho, afeto e fica atrás da gente, vamos sempre optar (ou quase sempre optar) por aquele outro, que ao contrário deste primeiro, não liga pra gente, não retorna uma ligação ou mesmo dá desculpa para tudo.

Seria a indiferença a mais nova arma de conquista do novo milênio?

Acho que uma boa explicação para isso seria que, no fundo no fundo queremos sempre o que é mais difícil, aquela velha frase "o que é mais difícil é mais gostoso". Mas acho que até nisso aí teríamos que colocar um limite. Desprezar alguém, ser indiferente é a essência da desumanidade.

O oposto do amor não é o ódio, mas sim a indiferença.

Abraços, RussO.



Opiniões?

#statham

ANÚNCIOS

Avatar pua
Jonah Hex

PUA Avançado

#1085127 Só funciona se a pessoa em questão tiver algum grau de significado na vida da outra, e significado nesse contexto não quer dizer afeto, eu venho criando um teoria de como fazer pessoas desconhecidas participarem dos seus projetos pessoais de forma que se demonstre minimo interesse, até o ponto em que se cria o "significado", ai sim é quando se cria o significado que se pode lançar mão da indiferença, jundo com demonstrações de pré-seleção. Uma estrategia voltada para cidades pequenas, que é um assunto pouco abordado (Até o tempo do online game, influencia).


Tente ignorar alguém que não gosta de você, a pessoa simplesmente vai cagar e andar
Avatar pua
Blood Raven - MEMBRO EXCLUSIVO
#1085133 Grande statham
Até que ponto ser indiferente e saudavel ? (porque sou indiferente na maioria das coisas)
Tambem penso que indirença para o PU, a pessoa tem que estar interessada para dar certo, se nao vao ser dois indiferentes...

#GameOn :ae
Avatar pua

Criador do tópico

statham - MEMBRO EXCLUSIVO
#1085144
Blood Raven escreveu:Grande statham
Até que ponto ser indiferente e saudavel ? (porque sou indiferente na maioria das coisas)
Tambem penso que indirença para o PU, a pessoa tem que estar interessada para dar certo, se nao vao ser dois indiferentes...

#GameOn :ae


Fala Blood

Então ser indiferente só é "saudável" a partir do momento que vc não espera nada em troca, de verdade! No caso de a pessoa não estar interessada, ser indiferente não vai fazer ela se interessar, MAS não vai te colocar em posição inferior a ela. É igual um tópico que li esses dias, o cara pergunta; "sumir até que ponto" ou seja ele tava sumindo com esperança da HB vir atrás, isso não é saudável, acho que a indiferença está muito ligada no conceito de escassez, tudo que tem menor disponibilidade tem maior valor na mente das pessoas.

#statham
A Redencao

Aprendiz

#1085152 Otimo topco. Durante anos estudei varios conceitos dessa comunidade e a maioria se mostraram muito eficazes e a indiferenca eh um deles. Eu como um tremendo egocentrico e timido sempre tive uma vida no meu canto e sem dar a minima para o mundo e isso sempre me deu uma vantagem com as HB's afinal as pessoas querem o que nao tem ou nao podem ter. A primeira grande definicao de amor foi de platao e ele definiu o amor como eros, amor pelo que nao se tem, amor pelo que nos falta
A Redencao

Aprendiz

#1085154 continuando e me apoiando nos comentarios acima a indiferenca so funcionaria para aqueles que ja tem um alto valor, amigos, namorados e pessoas que por diversos aspectos se destacam na vida da outra pessoa eh que podiam tirar vantagem se passassem a ser indiferentes. um ilustre desconhecido so tiraria vantagem da indiferenca se tivessem sinais claros que ele tem um alto valor
Avatar pua
Mestre dos Desejos

Aprendiz

#1086776 Pode ser de um jeito "torto", talvez eu até esteja enganado, mas concordo plenamente com isso.
Vou contar um histórinha da "professora da academia", de modo prático.
HB nota 9, visto que é professora na academia, é comunicativa e popular, fala com todo mundo.
Tudo ia muito bem, apliquei vários negs, push e pull, escalação de quino ótima, até que...fiz merda...
Isso mesmo...forcei demais no neg, ela se retraiu, deve ter ficadodo brava, começou a me ignorar.
O que fiz? Indiferença...total, por uns dois meses, ou mais, só a cumprimentava quando não tinha mesmo jeito, duas ou três vezes na semana.
Conversava com outras pessoas, menos com ela. No começo ela nada demonstrou, mas de uns dias pra cá, fica muito tempo me olhando, me observando.
Recomecei devagarzinho, voltando a cumprimentá-la mais carismáticamente, mas ela ainda se mostra arredia, mas a ignorância por parte dela diminuiu muito. Espero poder recuperar o set, mas, para mal ou para bem, acho que a indiferença sempre vai mexer com as emoções, afinal, todos querem atenção, ainda mais caso se trate de uma pessoa comunicativa e popular, quando alguém as ignora, é uma "pedra no sapato". No final, pode abrir portas ou foder com tudo de vez. Abraços.
Avatar pua

Criador do tópico

statham - MEMBRO EXCLUSIVO
#1086794
Mestre dos Desejos escreveu:Pode ser de um jeito "torto", talvez eu até esteja enganado, mas concordo plenamente com isso.
Vou contar um histórinha da "professora da academia", de modo prático.
HB nota 9, visto que é professora na academia, é comunicativa e popular, fala com todo mundo.
Tudo ia muito bem, apliquei vários negs, push e pull, escalação de quino ótima, até que...fiz merda...
Isso mesmo...forcei demais no neg, ela se retraiu, deve ter ficadodo brava, começou a me ignorar.
O que fiz? Indiferença...total, por uns dois meses, ou mais, só a cumprimentava quando não tinha mesmo jeito, duas ou três vezes na semana.
Conversava com outras pessoas, menos com ela. No começo ela nada demonstrou, mas de uns dias pra cá, fica muito tempo me olhando, me observando.
Recomecei devagarzinho, voltando a cumprimentá-la mais carismáticamente, mas ela ainda se mostra arredia, mas a ignorância por parte dela diminuiu muito. Espero poder recuperar o set, mas, para mal ou para bem, acho que a indiferença sempre vai mexer com as emoções, afinal, todos querem atenção, ainda mais caso se trate de uma pessoa comunicativa e popular, quando alguém as ignora, é uma "pedra no sapato". No final, pode abrir portas ou foder com tudo de vez. Abraços.


Se for parar pra pensar, não existe um "Neg" melhor do que a indiferença, porque ela é o mais absoluto mistério!

#statham