Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

manhealth - MEMBRO EXCLUSIVO
#889016 Fala, seus PUA´s ! rs

É o seguinte. Chega a ser um axioma do mundo PUA a máxima “a atração não é uma escolha” e, como diria o mestre BadBoy, que tive o prazer de participar de sua palestra no último dia 19-04-2014, essa escolha é nossa! Pois bem. Só agora me lembrei dessa seguinte passagem do livro “Desvendando os segredos da linguagem corporal” de Alan & Barbara Pease:

“Todos os estudos sobre a corte dizem, porém, que em 90% dos casos são as mulheres que tomam a iniciativa. A mulher envia uma série de sinais visuais, corporais e faciais ao homem-alvo, que, se for perceptivo o bastante para captá-los, responde a eles. alguns homens se aproximam de mulheres em clubes ou bares sem ter recebido o sinal verde. Embora possam ser bem-sucedidos na busca de parceiras, seu índice de sucesso é relativamente baixo por não esperarem ser convidados – eles apenas jogam com as estatísticas”.

Portanto, duas opiniões diametralmente opostos! O que vocês acham? Quem estaria certo e por que?

ANÚNCIOS

Avatar pua
>>Psychokiller<<

Entusiasta

#889109 Não a contradição entre os dois pontos de vista. Badboy afirma que somos nós que escolhemos porque somos nós que decidimos abordar ou não uma mulher. Uma mulher pode mandar os sinais de interesse que desejar, se o homem não percebe-los ou não estiver afim, ela não terá chance alguam de conquista-lo. Já o homem, por ser aquele que aborda,mesmo quando a mulher não esta afim logo de cara, ele pode reverter o jogo enquanto interage com ela.

Já o livro citado por você, afirma que estudos dizem que são as mulheres que tomam a iniciativa e não que seja elas que abordam.

Mulheres dificilmente abordam (é contra-cultural), elas se concentram em despertar a atenção do pretendente através da demonstração evidente de sinais de interesse. O estudo provavelmente apontou que as mulheres tomam a iniciativa de demonstrarem estarem interessadas antes que os homens na maioria dos casos porque as mulheres demonstram muito mais sinais de interesse do que os homens (Já que elas dificilmente abordam) para conseguir chamar a atenção dele, e já que aparentemente a maioria dos homens só abordam quando sentem que a garota já esta interessada é justificavél que um estudo aponte isso de fato.

O estudo ou a teoria abordada no livro no entanto deve desconhecer os PUA's ou sedutores naturais eficientes, que não necessitam de um sinal de interesse como sinal verde para abordar, já que ele pode consegui-los facilmente depois da abordagem. No entanto a maioria dos homens da sociedade não possuem as habilidades e recursos internos necessários para alcançar resultados de sucesso assim quando a mulher não estava afim logo de cara. A quantidade de homens realmente eficiente em seduzir mulheres não deve passar de 5%.

Abraços!
hugoky86

Veterano - nível 9

#889152 A idéia não é que a menina simplesmente escolhem tal cara e sai com ele, mas por exemplo ela pode ver um cara adentrando na festa, balada, sala de aula, escritório, ônibus, enfim ela pode ter um interesse a primeira vista por n motivos, estilo, corpo, beleza ela emitirá sinais; meche o cabelo, olha e disfarça, sorri, emite sinais. Se um outro a abordar ele terá que trabalhar muito para conquistar, mas ele também pode conseguir ( atração não é uma escolha), mas se aquele em que ele já selecionou previamente a abordar, se ele fizer o básico da sedução ele vai *ganhar*. Isso da a sensação que quem escolheu foi ele, mas não, foi ELA quem deu o sinal primeiro, e o cara bom observador entendeu fez o feijão com arroz e levou.
O outro lado da moeda é que essa mulher não sabe exatamente por escolheu esse cara, de forma racional ela poderia escolher vários dentro da teia social dela, porém acaba não se interessando por aquele que poderia ser um bom companheiro ( um rapaz amoroso, compreensivo, não muito bonito, fiel ) só que ela não tem esse poder de *decisão*, ela simplesmente por N motivos teve mais atração pelo fulano que adentrou na balada, festa e etc. Assim como nesta mesma festa, balada derrepente um cara pode aborda-la e despertar o interesse dela de acordo com as atitudes dele, ou seja ela pdoe até pensar pensar: eu nunca vou sair com um cara que eu conheci no ônibus, mas se do ônibus jogar bem, ela num vai ter escolha, acaba se sentindo atraída ( Entrando no exemplo dos 10%, em que o *cara do bus* selecionou).
maningue_nice

Aprendiz

#890490 Atração não é uma escolha, se aproximar das mulheres sem Elas darem sinal verde é o corecto, porque demostrar que quer ter uma relação com ela em muito dos casos gera atração
Avatar pua
Über

Veterano - nível 3

#890567 Creio que você não escolhe se sentir atraído por alguém. Atração é algo que foi forjado no nosso âmago ao longo de bilhões de anos de evolução. Podemos achar aquela nossa amiga muito simpática, mas se ela for feia, simplesmente não haverá atração e não há como lutar contra isso.

O livre arbítrio é um engodo. Somos máquinas a serviço dos replicadores, ou genes, se preferir. Máquinas essas moldadas ao longo do tempo para externar o que os genes tem de melhor para oferecer e garantir sua sobrevivência, sempre juntando parte de si com outra carga genética, a melhor possível.

Não há como fugir disso. Fomos condicionados a nossos estímulos sensoriais. Se você revisitar a História, perceberá que o padrão de beleza nem sempre foi o mesmo. Prova disso é a vênus esteatopígica: uma estatueta de uma mulher que transborda gordura de todos os lados. E por que esse era o padrão de beleza nos "tempos das cavernas"? Porque o frio rigoroso exigia uma prole "gordinha" para que não perecessem no frio.

Atração não é uma escolha. Somos escravos perpétuos dos replicadores, embora não percebamos isso.