Artigos sobre sedução e afins. Tópicos com 60 dias sem resposta vão para área de Arquivos. Não poste dúvidas nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Leukos

Veterano - nível 9

#1031654 Círculo Social – RSD LUKE (NOTAS)

Essa é uma compilação de notas que fiz sobre círculo social, retiradas de vários vídeos do instrutor Luke, da Real Social Dynamics.

São anotações minimalistas, minhas e feitas primeiramente para minha compreensão, mas acho de valor compartilhá-las. Vale ressaltar que o conteúdo de maneira alguma é meu, e todo mérito deve-se ao Luke, porém aqui é adicionado a partir de minha perspectiva, utilizando uma classificação também minha.

Tomo essas notas como de grande utilidade para mim, e espero que, eventualmente, possa ajudar alguém que venha a ler esse tópico.

Para quem quer ir direto a fonte, aqui algumas formas de entrar em contato com o conteúdo do Luke:
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC2XMvfBq5w2P4_ZYOsMlxVg
Snapchat: lukegerhard

Vamos ao que interessa.

Círculo Social


Para facilitar a compreensão, dividi em três módulos.
1. Conceitos Essenciais.
2. Interações.
3. FOMO (Fear of Missing Out)
CONCEITOS ESSENCIAIS


· Círculo social é resultado de um bom jogo.
Se você tem um bom jogo, e está conhecendo novas pessoas, o resultado, inevitavelmente, será ter um círculo social. Pode acontecer de você não estar dando ênfase a ele, mas ocorre como subproduto de um bom jogo de cold approach (abordagem fria).

· Engenharia reversa do objetivo.
Esse é um conceito interessante, que é muito utilizado pelo Luke, e se refere a possuir um objetivo e voltar do objetivo até onde você está agora, visualizando todos os passos que devem ser tomados até atingir esse objetivo. Assim, em vez de você iniciar, ter um objetivo, no entanto não saber como atingi-lo, você compreende todos os passos para atingir esse objetivo.
Um exemplo, MEU, que estou a elaborar (ainda não coloquei no papel) seria possuir um círculo social grande que me proporcione sexo com várias mulheres (Objetivo final), e para isso, eu sei que preciso coletar contatos (meta), frequentar regularmente os melhores ambientes que me proporcionem isso, como X balada e Y restaurante (meta), ter X números de amigas bonitas que me proporcionem uma boa imagem perante as outras (meta).

· Ter domínio sobre o seu momentum e dos outros.
A compreensão que tenho sobre isso, é de que o “jogo” necessita de consistência e evolução (estar fora da zona de conforto). Isso cria o que pode ser considerado momentum, que não é nada mais do que estar tão imerso numa tarefa, que ela parece fluir sem precisar força-la. CONSISTÊNCIA e EVOLUÇÃO (Estar fora da zona de conforto).
Um exemplo, MEU, que estou aplicando atualmente é o de frequentar o mesmo pub semanalmente, e lentamente criando uma característica de frequentador regular desse local. Isso me dá social proof (influência social) ali. Eu e um amigo, nós procuramos conhecer novas pessoas e adicioná-las aos nossos círculos sociais dessa maneira, e assim, como benefício secundário (ou primário), ampliamos o círculo social e conhecemos novos amigos/garotas/etc.

· Coletar pessoas.***
Se você for pudesse aprender somente uma coisa desse tópico, imagino que seria isso. Quantas vezes você abordou uma garota, e infelizmente não conseguiu closar, e a relação morreu…? Imagina se todas as vezes que isso aconteceu você tivesse pegado o número do celular dessa garota e mantido contato, feito dela sua amiga. Ela tem acesso a, no mínimo, 10 outras garotas que você poderia ter closado. É nesse sentido que pode ser interpretado esse conceito. Mas não só. Coletar pessoas faz referência a ampliar de toda e qualquer forma seu nível de influência social, multiplicando o número de contatos que você tem. Desde o segurança da balada, até a garota que você abordou e não resultou em nada, nada disso deve se tratar como “jogo perdido” ou inútil. Colete o contato. A influência social não ocorre baseada em conexões profundas com as pessoas. Saiba o nome dessa pessoa. Procure saber quem a pessoa é e que contatos têm. Uma frase que vale ouro é “Esses são seus amigos? Nos apresente!”.

· YOU-ARMY.
Esse é um resultado do jogo em círculo social. YOU-ARMY pode ser traduzido em algo como “SEU EXÉRCITO”, e quer dizer que as pessoas que você tem próximas de você procuram sempre o melhor pra ti, e não num sentido unicamente emocional, mas literalmente as pessoas investem tempo e recursos em ti. Um exemplo disso, o Luke ressalta que faz com que seus amigos e conhecidos saibam exatamente o tipo de mulher que ele prefere, e que detalha para eles minuciosamente as qualidades e a aparência. E o círculo social dele, quando vê esse tipo de garota, trabalha como um cúpido para fazer essa interação acontecer.

· Seja o ursinho de pelúcia com um pinto.
Isso é extremamente relevante! E fez minha mente paralisar por um tempo. Em vez de ser “o cara”, que sabe seduzir uma garota, que deixa todas as mulheres loucas, dá para jogar o jogo de outra maneira... Sendo exatamente o amigo friendzone, porém agora com um pinto. É muito inteligente isso! E o Luke muitas vezes destaca que ele coloca a maioria das garotas na friendzone. VOCÊ coloca a garota na friendzone, e deixa-a ali, no entanto você precisa ser o homem que flerta com todas, e que é sempre um pouco sexual, e assim quando você eventualmente quiser puxar o gatilho e transar com sua “amiga” você o faz. Ninguém vai ficar sabendo, por que você é considerado o amigo inofensivo, e é muito fácil de tornar essa situação recorrente, e possuir várias dessas “amigas”.

INTERAÇÕES


1. O que me faz rir?
Tanto fisicamente quanto verbalmente, você deve saber a resposta nos mínimos detalhes.
2. Não jogue fácil e seguro.
Fale um pouco mais alto do que deveria, seja um pouco mais “animado” do que deveria, seja um pouco mais sexual do que deveria.
3. Faça as pessoas se sentirem bem estando perto de você.
4. Sempre esteja se divertindo, em qualquer lugar.
Tanto faz se você está no dentista, ou na sala de aula, ou na balada.
5. Crie conexões com as pessoas.
6. Conversas chatas podem ser um “bom jogo”.
Sim. Às vezes, ficar cutucando, sem parar, as emoções das pessoas (garotas), com intenção de criar atração, pode não ser o mais efetivo. Até por que não é sustentável manter uma interação desse jeito.
7. Procure saber sobre a pessoa com quem está falando.
8. Dê espaço para a pessoa investir em você.
9. Use a escalação física como recompensa.
Na psicologia behaviorista, isso é chamado de reforçamento positivo. Quando alguém faz algo que você gosta, você reforça esse comportamento. O interessante é que aqui a escalação física é o reforçador, então a garota falou algo que te agradou (ela investiu em ti, é um bom exemplo), você a abraça, ou encosta-se a seu braço como sinal de afeto.
10. Vá em direção ao maior prêmio, não conseguindo, volte aos outros.
Sempre vá em direção ao objetivo final, não conseguindo retorne ao anterior. Você saiu com uma garota da balada, procure leva-la direto para sua casa, caso não seja possível, leve ela a algum lugar fazer um lanche, e não ao contrário.
11. A estrutura da conversa.
Crie conexão a partir de coisas em comum. Faça a pessoa com quem está falando, falar o máximo possível. Dê feedback verbal positivo. Reforce positivamente com escalação física (toque no braço, etc.)

FOMO (Fear of Missing Out) - Medo de ficar de fora.


Esse é um conceito interessantíssimo, que pode ser usado de várias maneiras.
A maneira que o Luke venceu a ansiedade de abordar foi, segundo ele, inverter os papéis. Criar mais ansiedade por não abordar do que por abordar. Ou seja, em sua mente você tem mais ansiedade por não ter abordado, e imaginar o que poderia ter acontecido, do que se você abordar e não resultar em nada. Então agora o problema não é abordar, mas sim deixar de abordar. É genial.

E isso se aplica de diversas formas. Algumas situações que o Luke ressalta:
· Viver fora da zona de conforto: Viver na zona de conforto é o que faz com que as outras pessoas desrespeitem você. E que mesmo fazer loucuras, coisas erradas e fora de série, é melhor do que ficar na zona de conforto.
· Frequente “aqueles” lugares: Se você não está indo nas melhores festas, você não está conhecendo as melhores pessoas, nem as mais belas mulheres.
· A calibração é supervalorizada: Se você está “calibrado”, significa que está confortável, e isso quer dizer que está na zona de conforto, e portanto, você é congruente com a pessoa que é agora, o que pode significar “falta de evolução”.
· Se você quer resultados com as mulheres, o único jeito é fora da zona de conforto.
· Crie uma história com cada pessoa que for conhecer.
· Tenha o máximo de experiências que puder.
· Crie uma cena: Crie o grupo das “crianças legais”, seja a pessoa que amplia a energia do grupo, faça coisas além do esperado, seja exagerado e excitado. Surpreenda.
· O jogo nas mídias sociais = FOMO = De que maneira você quer viver sua vida? Crie e publique. Esse ponto é interessante. No snapchat que passei no inicio do tópico, você pode observar que esse cara é amigo de caras como o Dan Bilzerian, tem amigas modelos e capas da playboy americana, tem orgias (com até 5 garotas), e tudo isso ele publica no snapchat, que é uma baita maneira de atrair mais garotas e pessoas de sucesso.

Algumas outras ideias que merecem estar aqui mas não coloquei no corpo do tópico:
.Pré-seleção é a maneira mais comprovada cientificamente de gerar atração, e essa ocorre através de influência social.
.Frequentar lugares de relevância social e fazer amizade com as pessoas de lá.
.Você pode queimar o círculo social para transar como uma garota e reconstruí-lo.
.Se você quer pegar “HBS10” e “HBS9”, a única maneira é através do círculo social. As modelos de instagram/atrizes/elite social geralmente frequentam festas e eventos privados.

De maneira alguma pude cobrir todos os ensinamentos. Mas acredito que fiz um bom trabalho.

ANÚNCIOS

Avatar pua
AbutrePUA

Aprendiz

#1031784 Curti, objetivo e extremamente útil! São pontos que todos deveriam se esforçar em praticar. Inclusive recomendo o livro "Como fazer amigos e influenciar pessoas", sei que é bastante conhecido mas pra quem não leu fica a dica :ae
Avatar pua
pablofdd5

Aprendiz

#1032018 Confesso q eu n conhecia esse cara, mesmo ele fazendo parte da RSD. Gostei bastante das dicas. Espero ampliar bastante meu circulo social ainda esse ano.