Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

ThEGoDFatheR

PUA EXPERT

#1089120 CONTEM SPOILERS DO LIVRO, SE QUISER CONTINUAR, SAIBA QUE RESUMIREI O LIBRO AQUI.

Salve camaradas.
Parte III na área, se derrubar é pênalti.

Sem enrolações, vamos aos novos ensinamentos de Dale Carnegie em seu guia clássico, Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.

PARTE III - COMO CONQUISTAR AS PESSOAS A PENSAREM DO SEU MODOPRINCÍPIOS ENSINADOS NA PARTE III


Princípio 1 – A única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a.

Princípio 2 – Respeite a opinião dos outros, nunca diga: “você está enganado”.

Princípio 3 – Se estiver errado, reconheça o seu erro rápida e enfaticamente.

Farei um só comentário, mas que abrangerá os três primeiros princípios ensinados na Parte III da obra, até porque estão conectados um ao outro. Carnegie expõe a importância de se evitar discussões para não desgastar seu relacionamento com a outra pessoa, ao passo que também demonstra as consequências positivas advindas do gesto de reconhecer os próprios erros. Se você mesmo reconhece o seu erro, a outra pessoa nada terá outra coisa para dizer que não seja tentar amenizar as coisas, te consolar. Mostra também a importância de discordar sem ser direto e efusivo, sendo completamente errado dizer, por exemplo, “você está enganado”.


Princípio 4 – Comece de maneira amigável.

Iniciar uma conversa, diálogo ou qualquer outra coisa do tipo em um tom alto e ignorante é a receita perfeita para desavenças e desgastes, seja nas relações pessoais ou profissionais. Aqui, Dale mostra como líderes de sucesso de grandes empresas e instituições fazem para chamar a atenção de seus funcionários sem desmotiva-los, evitando assim rancores e climas pesados no ambiente. Elogio sempre em primeiro lugar.


Princípio 5 – Consiga que a outra pessoa diga “sim, sim”, imediatamente.

Se você precisa que outra pessoa faça algo para você, mas acaba pedindo de forma errada e logo de cara recebe um não, as chances de esse não ser revertido são improváveis.
Mas se você tem o “dom da palavra” e a medida que a conversa avança você consegue vários “sim”, é sinal de que você está no caminho certo e provavelmente irá conseguir o que quer.


Princípio 6 – Deixe a outra pessoa falar durante boa parte da conversa.

Novamente o autor mostra a importância de falar menos e ouvir mais. As pessoas gostam de falar de si, de suas experiências, de suas vitórias. Deixe-as falar.


Princípio 7 – Deixe que a outra pessoa sinta que a ideia é dela.

Carnegie conta a história de um executivo que ficou milionário depois de uma negociação bem-sucedida usando esse princípio. Como um dos meus objetivos é incentivar os senhores a lerem mais (não apenas esse livro), não darei detalhes do que aconteceu. Mas garanto que se lerem a obra não se arrependerão das histórias narradas pelo autor.


Princípio 8 – Procure honestamente ver as coisas do ponto de vista da outra pessoa.

É sempre importante se colocar no lugar do outro. Assim temos uma noção mais limpa do que é a realidade no momento da situação anunciada.


Princípio 9 – Seja receptivo às ideias e desejos de outra pessoa.

Tenha interesse em saber o que a outra pessoa pensa e deseja. Absorva o máximo de boas informações que conseguir, mas sempre de maneira honesta. Esteja aberto a ouvir o que a pessoa tem a dizer.


Princípio 10 – Apele para os mais nobres motivos.

Extremamente interessante. O autor conta histórias em que pessoas famosas tiveram sucesso em suas presepadas usando essa estratégia. Ele inclusive conta a história de um famoso que não gostou de um determinado jornal publicar foto de seus filhos. Ao invés de entrar em contato com o jornal e rasgar o verbo, o famoso apelou para um motivo nobre: ter a imagem de suas crianças em jornais era algo perigoso e que as atrapalhariam na escola. E mais, se fosse possível retirar as fotografias do ar, ele ficaria imensamente grato. Algo dúvida de que o resultado foi positivo?


Princípio 11 – Dramatize suas ideias.

Coloque emoção em suas ideias. Seja diferente, chame a atenção das pessoas. A mídia faz isso o tempo todo, principalmente em jornais e novelas. Não à toa são verdadeiros sucessos de público e audiência.
Dramatize!


Princípio 12 – Lance, com tato, um desafio.

História interessantíssima aqui também. Se trata de uma fábrica onde os homens não estavam conseguindo alcançar suas cotas de produção. Até que o dono da empresa usou essa tática e...
É tão legal a história que não darei detalhes desse princípio também.
E de novo, mais uma vez, novamente e/ou todas as terminologias do gênero, repito: não se arrependerão das histórias.


Essa foi a terceira parte do livro, restando apenas a última para ser postada.

Tamo junto.
Avatar pua
marinov - MEMBRO EXCLUSIVO
#1089251 eaaee jovem gafanhoto!
muito boa essa breve síntese do livro.... mais para frente pretendo ler ele e ainda mais com esse resumo da pra ter uma boa noção!! :legal