Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

gameplayer - DOADOR

Veterano - nível 9

#993377 Como prometido anteriormente e devido aos feeds que estou recebendo, isso me motivou muito a escrever a segunda parte do artigo, principalmente pelo numero de pessoas que acredito que irei ajudar. Se meu artigo fizer a diferença na vida de alguém mesmo que só para uma pessoa, já ficarei satisfeito. Passar por essa experiência não é nada agradável, porém na época não tive ninguém para me orientar nesse quesito, tive que aprender por conta própria, na raça, hoje sei que se tivesse alguém para me orientar naquela época, tudo teria sido diferente, é isso que pretendo fazer com você que passa por esse mesmo problema.

Este artigo ficou um pouco maior que o primeiro, principalmente pelo fato de ter uma quantidade razoável de informação, prefiro passar tudo de forma organizada e bem estruturada do que muito compacta e resumida, o que deixa muitas dúvidas no ar. Optei por fazer 3 partes ao invés de duas, pois, quando me dei conta, a segunda parte ficaria muito extensa pela quantidade de informações que quero passar. Na terceira parte falarei de algumas verdades que alguns não percebem (crenças em geral). Peço que leia este artigo quando estiver relaxado e bem atento, pois ele pode mudar sua vida se aplicar os conceitos aqui passados. Se não leu a primeira parte, então leia, é fundamentar ler ela antes dessa. Vamos ao que interessa...

Citei uma parte da minha história no artigo passado, porém não especifiquei o por que de ter começado a ser zoado, tudo o que disse foi: "Eu era um cara lotado de amigos na infância, ria muito por qualquer coisa, era divertido, amigável e todos queriam estar ao meu redor. Eis que ocorreu um problema em certa época da minha vida, aquele estilo brincalhão e infantil parecia não dar mais certo, não conseguia mais fazer tantos amigos. Parecia que todos me tratavam como alguém sem importância e me zoavam sem motivo." Pois bem, na época não entendia o por que daquilo, hoje depois de refletir muito analiso o quadro geral e fica claro o por que disso ter começado, analise junto comigo:

-Eu era um cara muito brincalhão e infantil (durante a aula por exemplo muitas vezes ficava brincando de forma infantil, como uma criança de 7 anos ao invés de me dedicar aos estudos)
-Minha diversão era provinha basicamente de videogames e TV
-Nunca tinha ficado com ninguém
-Tentava parecer "descolado" e amigo de caras "populares" mesmo que me tratassem mal fazia de tudo para agradá-los achando que assim iriam gostar de mim
-Não praticava nenhum esporte ou atividade fora da escola
-Era sempre um cara mediano, muitas vezes ia mal nos estudos, fazia somente o suficiente para tentar passar na recuperação
-Não ligava para minha aparência
-Só sabia falar de videogames

Ai está, se você tiver bom senso chegou na mesma conclusão que eu. Um cara que faz de tudo para agradar os outros, sem moral, sedentário, preguiçoso, sem dedicação, pega-ninguém e sem muitos amigos, as pessoas olhavam e pensavam: " - Ai está, esse é o alvo perfeito! ". É claro, esse meu perfil e estilo de vida funcionou muito bem durante a infância, porém obviamente que não serviu para a adolescência, principalmente onde muitos colegas amadureciam mentalmente e a idade da "pegação" começava.


Imagem



Demorou, mas não sei o por que, felizmente quando estava no fundo do poço comecei a refletir e cheguei nessa visão que acabei de citar para vocês, comecei a pensar nisso e vi realmente que era um cara "fracassado", vi que era hora de mudar, sabia que isso ia custar muito tempo e esforço, sem contar que seria uma mudança a longo prazo, e que principalmente não veria um resultado imediato. Porém decidi que era hora de mudar ou aceitar aquela realidade tomar conta da minha vida. Duas coisas comecei a fazer quase que de imediato: Passar a realmente estudar para me destacar perante meus colegas (havia pego inúmeras recuperações no passado, porém recuperei tudo e com muito esforço virei um dos melhores da sala em relação a notas), e também busquei algo na minha rotina que me desse prazer e que não fossem videogames. Ai que descobri um mundo totalmente diferente, comecei a fazer lutas e musculação, o que além de me dar uma confiança maior, um físico atraente e saudável, me trazia felicidade e motivação no dia-a-dia.

Imagem



Se sua única felicidade e motivação do dia-a-dia provém de videogames e youtube, um dia você se estressa e cai para a realidade, ainda mais vocês que estão nesse fórum e procurando mudar suas vidas. Uma coisa que aprendi nesse processo é que se você não é feliz com a pessoa que você é, e não tem orgulho de ser você mesmo, você nunca vai ser feliz. Seu mundo exterior é reflexo do seu interior. Um conselho de dou de imediato é nunca se "alterar" e fingir ser quem não é com a intenção de agradar os outros. Por exemplo, se alguém fala algo que você não concorda e perguntar sua opinião, jamais mude de ideia para tentar agradar quem está perguntando, por mais que sua ideia seja oposta, se você defendê-la fortemente, as pessoas em muitos casos (não sendo algo preconceituoso ou extremo) vão respeitá-las. Isso cai em uma outra regra, não fique saindo ou fazendo coisas só porque seus amigos estão te pressionando, faça se tiver vontade. Voltando o que disse sobre suas ideias anteriormente, quando digo para defender suas ideias, digo para defendê-las de modo confiante, de nada adianta você defender suas ideias se nem você tem confiança e acredita nelas (pense em dois vendedores por exemplo, eles vendem o mesmo produto. Um deles não transmite confiança, não tem orgulho de vender aquilo e não acredita no potencial de seu produto, o outro garante que o produto que ele vende é o melhor do mercado, fala como um líder e contraria as pessoas quando elas criticam o que ele vende. Eai, qual deles parece ser um melhor vendedor?). Uma outra dica que te dou também de imediato é: cuide da sua aparência, se vista de forma elegante, melhore seu físico e mude seu corte de cabelo se não gosta do atual. Quando digo para se vestir de forma elegante não estou falando para andar como se fosse um empresário, mas sim de uma maneira bem arrumada (pode ser algo bem simples). Uma ótima combinação é uma camisa preta sem estampa, uma calça jeans e um sapatênis.

Na terceira parte do artigo irei comentar sobre erros comuns e falar algumas verdades. Por exemplo, o que vejo muito, se você estiver sendo zoado em uma roda de pessoas, 90% das pessoas vão falar para você rir e aceitar numa boa, o que descordo totalmente em muitos casos (e vou explicar por que). Também vou comentar sobre mais algumas dicas de o que fazer caso o seu quadro de zoação seja mais grave, etc... Aguardem a terceira parte.

ANÚNCIOS

Avatar pua
saulo

Aprendiz

#993383 Ei bro, curti bastante a ideia do seu tópico pois a inner game é o que faz tudo acontecer e um cara que é zuado de forma humilhante concerteza nunca vai conseguir usufruir de sua total inner, se der pra fazer, seria legal um tópico abordando qual seria a zueira aceitavel, aquela que voçe aceita mas que saiba que não degrida sua moral
Avatar pua
DanielRO

Veterano - nível 9

#993384 Eu comecei a ser zoado na pré-adolescencia e um dos motivos que acredito ter sido é minha introversão e não saber se impor.
Por exemplo eu era um cara quieto e vinha um cara que eu nem conhecia e fazia graça comigo, eu não me impunhava eu simplesmente aceitava, meio que por medo de brigar e dó do adversário.. então era só ouvindo e aguentar calado até o dia que eu estourei com um cara e dei um soco bem na cara dele.. mas depois eu igual um idiota me arrependi e pedi desculpas.. e voltei a ser zoado

Ou seja eu era bonzinho demais por isso era zoado, aliás ainda sou bonzinho mas pretendo mudar isso :mau

Excelente topico parabens
Matheus Carioca

Aprendiz

#993719 Gostei muito da redação!
Ela, na verdade, confirma tudo o que penso.
Mas aí, na boa... tem situações que a zoação é uma forma de agressão; a pessoa na verdade te detesta, e por saber que tu fica puto com a zoação, daí que ela faz. Nesse caso, nada que você fizer irá resolver o problema. O negócio é você também não confundir as coisas, e se magoar a toa com algum conhecido, ou, em alguns raríssimos casos, com amigos brincalhões. Pois esses irão te zoar a vida toda, mas sempre de forma reservada e íntima, numa linguagem que somente vocês compreendem. E não vai ser toda hora. Além de ser uma forma de interação, que é quando ambos se zoam.
Agora, neguin que fica toda hora fazendo piada contigo, querendo te zoar na frente dos outros, com brincadeiras humilhantes? Com esses você tem que ser ríspido, curto, e grosso. Tente se afastar, pra evitar problema a toa. Se mesmo assim o cara vier atrás de tu e continuar com as mesmas práticas? Se tu não aguenta na mão: pega um taco de basebol. Se não sabe brigar, tem medo: arrume uma forma de registrar a ocorrência e leve até a justiça.(Apesar de eu achar que os juízes tem mais o que fazer, pra ficar nessa de julgar esses casos. Mas ainda é uma solução.)
No mais, estou de acordo com a redação. O cara tem que ter uma imagem apresentável. E de preferência que esteja no estilo da época, ou, do meio que se quer frequentar. Do contrário, além de ser zoado, você acabará sendo ignorado. É assim mesmo que funciona; como se fosse uma ditadura, só que de forma subliminar. Uma forma de entender esse fenômeno é estudar sobre o conceito do inconsciente coletivo; que é uma parada que ocorre naturalmente em nossas mentes, responsável pela formação de diversos tipos de estereótipos. Essa fase, denomina-se de consciente coletivo; que é responsável para designar os gostos pessoais. Só procurar aí na net que vocês acham. Até mais! :D
Avatar pua
fwardkoff - MEMBRO EXCLUSIVO
#993737 Tão bom quanto a primeira parte, estava esperando por este artigo desde que escreveu o primeiro. Lendo sua descrição sobre como você era no passado me faz lembrar muito de como eu era, eu era muito "bobo" e muitas vezes passava por crianção, ficava sempre jogando e tava nem aí para os estudos (ainda não estou, tenho que adquirir o hábito logo de estudar).

Enfim, ótimo artigo com grandes informações.

Parabéns e fico no aguardo da parte 3.