Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua
Lennon_

MEMBRO PROFISSIONAL

#566942
jahpz escreveu:
É tranquilo!Assim como você que está começando, ou até mesmo você que já está a algum tempo nesse ramo, eu também sinto medo de perder a interação. - 1

Gostaria de pedir que não tomem essa simulação como base pra trabalhar na vida real, mesmo sabendo que você vai fazer isso, prefiro que não faça, é sério. - 2





Imagine que você está em uma balada com um lounge, som ambiente, eu estou com você. Avistamos um set com 4 SHB's, lindas, corpo escultural, elas estão conversando, dando risada, se divertindo.

Você está com medo, hesitando, suas mãos começam a suar frio, e milhões de coisas passam na sua cabeça "como vou interagir, como vou interagir?!". Então, interrompendo subitamente o turbilhão de pensamentos e sensações você me ouve falar "sua bixa". Você me olha assustado, e ouve seu ego dizendo "vai deixar ele falar assim com você?".
- 3

Seu ego ferido, você rapidamente levanta e vai em direção das HB's senta-se do lado delas invasivamente e as cumprimenta. Elas te olham com aquela cara clássica "que que esse cara ta querendo?". Você começa a falar como se não se importasse com o que elas fossem fazer, você não se importa, elas já não são suas, então tanto faz. - 4


Então eu me levanto e te acompanho na interação. A interação é sua, eu estou apenas acompanhando e seguindo o seu caminho. As SHB's não parecem estar interessadas ainda, corpo virado para o o outro lado, poucas risadas, então você ouve aquela voz na sua cabeça "sua interação está desmoronando". Ao olhar pra mim numa tentativa de me pedir ajuda, eu apenas falo com os lábios, sem som, "sua bixa!".
- 5

De repente, aquela sensação, de ego ferido, volta e você pra provar que não é um bosta, se mantém, intacto, como um verdadeiro líder, me usando pra que a interação ficasse mais dinâmica, passa a alternar de interlocutor, ironia, você percebe que ironia é a sua melhor defesa.
- 6

Sua sincronização então, começa a calibrar sua interação, aos poucos você percebe, a interação está se tornando sua. Ah a euforia, como é bom sentir isso, não é? Você, controlando uma interação com 4 SHB's, finalmente!
- 7

Então, uma das SHB's diz para as amigas, não para você, nem pra mim, "vamos pra pista?". Novamente, aquela sensação de desespero em que você vai perder a interação volta, só que mais forte, por que você chegou perto, muito perto. Mas peraí, você controlou a interação por um tempo, por que não pode controlar agora? por que? - 8


Eu desvio sua atenção e te pergunto "o que vamos fazer depois daqui?". Você, meio confuso sem saber por que eu estava deixando você perder a sua interação me responde. Então quando as SHB's se afastam um pouquinho te puxo mais pra perto e falo "pergunte aonde elas estão indo como se não tivesse prestado atenção", você então, executa. - 9

As SHB's respondem, então eu sussurro pra você, a interação é sua, de novo, eu estou com você. - 10



1: Preposição de que sentimos medo.

2: Negativa + preposição de que a gente vai usar esse tópico como sabe para a vida real (indução para que nós usemos-o realmente, talvez?)

Aqui começa uma ancoragem de estado na frase "Eu estou com você" - eu à destaquei em vermelho negrito no texto

3: Eliciação do estado de medo e inicio de ancoragem na citação "sua bixa"

4: Eliciação do estado de confiança, liderança e principalmente, de irreatividade (sentimento âncorado em "sua bixa")

5: Eliciação do estado de medo + reativação da âncora "sua bixa"

6: Novamente, eliciação do estado de confiança, liderança e irreatividade + preposição de que você, Jahpz, é uma arma poderosa para se usar em uma interação (frase me usando pra que a interação ficasse mais dinâmica) + alguma coisa que não sei explicar na seguinte frase:

..passa a alternar de interlocutor, ironia, você percebe que ironia é a sua melhor defesa. (talvez algo relacionado à sua técnica bouncing, que, pelo que eu lembre, consiste em alternar de interlocutor ?)

7: Àpice do estado âncorado em "sua bixa" + tag retórica (Ah a euforia, como é bom sentir isso, não é)

8: Eliciação do estado de medo, novamente

9: Preposição de que, quem esta liderando o leitor na simulação, é você, Jahpz (Você, meio confuso sem saber por que eu estava deixando você perder a sua interação + te puxo mais pra perto e falo "pergunte aonde elas estão indo como se não tivesse prestado atenção", você então, executa)

10: Estado de liderança, confiança e superação, que foi a emoção mais eliciada ao decorrer do tópico, âncoradas em Eu estou com você (talvez uma âncora que tu planeja ativar quando for fazer uma abordagem com alguém aqui do fórum que tenha lido esse tópico ?)


Eu creio que seja isto. E creio, também, que em boa parte, eu deva ter falado muita merda, mas enfim.
Abraços.

ANÚNCIOS

Avatar pua
Bloody !

Aprendiz

#569994 Cara, curti o artigo, acho que você falando 'sua bicha' você interrompe meu padrão de pensamentos (negativos) e fazem eu pensar em mostrar pra você que eu não sou bixa, dando o melhor de mim no set!

Bom essa é minha opinião!

Abraço, curto muito seus artigos e relatos!
playerD

PUA EXPERT

#570028 Não entendo muito de pnl, mas vou tentar.

Gostaria de pedir que não tomem essa simulação como base pra trabalhar na vida real, mesmo sabendo que você vai fazer isso, prefiro que não faça, é sério. - 2


Aqui você reforça para que "aconteça" o que você pediu para "não acontecer", acredito que sugestão negativa.


Imagine que você está em uma balada


Acredito que nessa hora você tentou ativar o cinestésico, para criar alguma espécie de âncora futuramente, fazendo a pessoa imaginar o ambiente e sentindo como se estiesse em campo.

Sua Bixa


Quebra o que a pessoa está sentindo no momento, como se estivesse tirando ela daquele frame. E nas seguintes situações, está tentando extinguir o resto do frame.


Esses foram os pontos que consegui avaliar, mas em suma, acredito que você tentou usar o recurso cinestésico do leitor, fazendo ele criar o cenário na imaginação, dessa forma ativando as emoções negativas e quebrando os padrões, trocando por positivas.


É isso ae,


Abraço, no aguardo do seu feed.
GhostShadow - MEMBRO EXCLUSIVO
#586118 pnl aos montes no texto novamente, uma ate me lembrou muito o livro do Ross kkkkkkk
mas vamos as que eu encontrei aki
o inicio falando que é para procurar por indicios de pnl já faz o leitor ter mais atenção, ler devagar, isso ja aumenta a chance do procedimento funcionar
primeiro você se põe como um igual, que a confiança fraqueja e tudo mais. Exemplo, um kra costuma se sentir horrivelmente feio perto de um modelo, quando se diz que também fraqueja a pessoa ja se sente perto de um igual, pronto criou conexao.
"A primeira é não perder a interação, a outra é me preocupar em não perder a interação." dá duas opções, mas obviamente se diz de um jeito que qualquer um escolheria a mesma que você kkkkkk
você diz para não seguir como exemplo, mas depois de ler tudo o kra vai ver isso na mente dele toda vez que encontrar alguma situação parecida.
começa o texto e ja manda a gente imaginar as SHB's, ninguem se nega a imaginar algo do tipo, mesmo que se negue a pessoa ja pensa
é tipo nao pense em um gato preto. BANG voce ja pensa
em nenhum momento você realmente participa da interação, é sempre o leitor que faz tudo sozinho. Parece que a conciencia do leitor se chama jahpz kkkkk
exemplo toda vez que teoricamente tem AA vc o chama de bixa depois o ego do cara diz algo
tem isso no texto varias vezes, ai toda vez que o cara tem AA vai lembrar disso kkkkkk
meio que linkou a AA do leitor a algo que a venca e empurre o kra para as HB's
"Sua sincronização então, começa a calibrar sua interação, aos poucos você percebe, a interação está se tornando sua. Ah a euforia, como é bom sentir isso, não é? Você, controlando uma interação com 4 SHB's, finalmente!" essa foi a cara do Ross kkkkkk, vai descrevendo a sensacao, pausadamente, conduzindo a imaginacao, fazendo a mente do kra que le ir exatamente onde você quer
vai até no final com uma obstaculo, uma voz empurrando, superação do obstaculo. Quando se poe na mente que se pode superar obstacu-los, parabens vc tem a confiança.
no final tem uma "moral da historia", todo mundo lê essa parte com atencao, reflete, medita, poe como estilo de vida kkkkkkk. Ainda mais quando ela vem com comandos embutidos kkkkk
deve ter muitas coisas que não percebi, se tiverem conselhos, explicações ficarei muito agradecido
Avatar pua
forty-seven

PUA Avançado

#586153 Blz Japa Mandou bem !

A auto confiaça é o primeiro passo para tudo na vida primeiro temos que nos conhecer para poder conhecer garotas, mulheres, e Monumentos!
Se vc está bem tudo Flui! Abrir é ficar calmo e saber que Ninguem vai de Espancar por que você puxou conversa!
Se a garota diz sai daqui IDIOTA! ( adivinha quem passa a ser Idiota quando você Diz): Ok desculpe achei que vc éra uma pessoa educada mil perdões, xau!

47:. vlw japa forte abraço!
Avatar pua
anymind

PUA EXPERT

#586158 Curti muito topico, quando tiver aa vou me chamar de bixa etc. Assim acho que perco a aa.
quanto a pnl eu li muito pouco sobre, mas como eu senti a cena e me deu vontade de usar a técnica de se auto desqualificar ouve script e indução.
DAAN - MEMBRO EXCLUSIVO
#658033 Muito bom o post.. Muito interessante a ideia que explico o contexto.
Venho acompanhando seus post faz algum tempo, realmente são ótimos, você usar o pnl no seu dia-a-dia, como se você já tivesse nascido com a tal técnica.

Aguardando o próxima parte.

Abraço.
Avatar pua
Third

Aprendiz

#944323 SENSACIONAL! A forma como você aborda, deixando tudo explícito e claro para o leitor, e também as técnicas que usa durante o artigo, ficaram bem claras! ;)

Abraço!