Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua
TSálvio
#574214 Este artigo visa ensinar homens tímidos e inseguros a se defender de um ataque verbal injusto que acontece frequentemente por pessoas levianas. Me inspirei a escrever por observar pessoas (principalmente amigos) que recorrem a mim pedindo ajuda e acabam achando solução em se isolar com medo de sofrer ataques verbais. Socialmente, do meu ponto de vista um dos pilares principais da timidez é o medo de ser atacado por motivos fúteis. As regras citadas aqui não é de nenhum livro de autoajuda escrito sobre o tema, apenas são lições aprendidas ao observar a vida social das pessoas. Sendo praticante de MMA e amante de autodefesa como Krav Magá, Kombato e Kali Silat trago aqui estas autodefesas só que em forma verbal, pois é estudando autodefesa “física” que apliquei à autodefesa “verbal”.

Em primeiro lugar devemos entender que legítima defesa tanto física como verbal só acontece em uma situação: Quando há um ataque injusto a você ou outra pessoa, sendo assim viável parar aquele ataque na hora. O lado ruim é que as pessoas devem ter certo conhecimento para poder se defender com exatidão, o lado bom é que aprendido não precisa temer a nada.

Vamos entender os 8 principais motivos das autodefesas verbais se tornarem um fracasso total:

1 - Querer Humilhar ao outro de maneira “perfeita”: É um dos principais fracassos, pois é nessa preocupação em que a pessoa fica sem saber o que falar, e ainda acaba gaguejando. Aprendemos isso pelas novelas e e filmes onde o protagonista consegue contra-atacar humilhando a outra pessoa a deixando completamente desarmada, esse é o objetivo da autodefesa verbal, porém devemos entender que nas novelas caso tenha um erro por parte do ator, simplesmente param as gravações e começam novamente, o que na vida real não acontece. Por isso é um fracasso tentarmos nos defender humilhando a pessoa de uma maneira “perfeita” o que não acontece.

2 - Pensar no que falar prevendo a discussão: É outro fracasso total... Pois o ser humano é algo quase totalmente imprevisível. Nisso a pessoa pensa por muito tempo para elaborar uma resposta esperada e chega na hora é geralmente a situação é outra. Vamos imaginar um lutador de MMA que vai para um combate esperando que o adversário dê apenas socos e por isso ele espera se defender apenas de socos. Na hora da batalha o inimigo dá pelo menos um soco, mas também dá joelhada, cotovelada, chutes, cabeçadas e ainda sabe mobilizar. Esse sujeito, coitado, fracassou. Na vida das discussões é a mesma coisa, podem vir muitas coisas e não apenas uma. Por isso ensaiar mentalmente o que dizer, quase nunca dá certo.

3 - Decorar cada situação para usar em determinados momentos: Nunca li livros de autoajuda sobre o tema, mas imagino que essa seja a fracassada realidade: O indivíduo decorar respostas. Para isso solto a mesma resposta do segundo tópico. De nada adianta o sujeito gastar horas tentando decorar situações para usar quando for preciso, pois de nada adianta você saber falar o que falar mas não saber como falar, e nisso ficar gaguejando, falar rápido demais, e por ai vai.

4 - Discutir por muito tempo: Essa quem irá responder não será eu, e sim o maior General de todos os tempo, Sun Tzú: "Durante os combates, busque uma vitória rápida, Caso contrário, o armamento se desgastará, seus homens ficarão cansados e o ânimo se dissipará.”. Discutir por muito tempo resulta em um cansaço tremendo onde dificilmente alguém sai ganhando, serve apenas para aumentar o rancor de um pelo outro e ainda facilitar que venha a vir um outro conflito semelhante futuramente.

5 – Deixar para se “defender” depois: Se o ataque foi ontem e você quer se defender hoje, então não será mais defesa e sim vingança, a defesa deve acontecer na hora, sem ser deixada para depois. Caso contrário o indivíduo estará provocando uma outra discussão, só que dessa vez foi ele quem começou.

6 – Tentar conversar pacificamente: Isso funciona raramente, pouquíssimas pessoas são compreensivas, será um fracasso tentar conversar pacificamente com uma pessoa estúpida. Caso a outra pessoa não seja estúpida vai apenas dizer que não irá repetir determinada situação, mas na verdade sempre acaba fazendo. E além disso, tentar conversar pacificamente com um estúpido demonstra uma fraqueza e submissão a ele. Vamos ilustrar uma situação semelhante: Uma mãe sempre diz à criança que é errado colocar o dedo na tomada que se colocar vai levar choque. A criança diz que não vai mais fazer isso, mas sempre a mãe tem que ir e pegá-la no colo para e lhe dizer para não fazer isso, e a situação sempre se repete. Agora vamos imaginar que tal mãe dissesse apenas uma vez, e deixasse a criança ver por conta própria o que acontece quando se coloca o dedo na tomada. Ela vai, coloca e toma um choque, assim ela não irá repetir novamente aquele ato, pois aprendeu pelo resultado do próprio ato. O mesmo acontece com pessoas estúpidas e sonsas.

7 - Gritar: Isso demonstra um total desequilíbrio emocional, quando é um homem fazendo isso fica mais escroto ainda. A pessoa que grita tenta é impor o medo na outra apenas pelo volume da voz. Isso às vezes da certo, mas é socialmente humilhante. se defender de pessoas assim é fácil, quando elas gritarem apenas dê um sorriso olhando para os olhos dela, e ela irá ficar mais furiosa ainda ou então vai se acalmar por ver que o showzinho não está surtindo efeito.

8 – Contra-atacar uma pedrada com um tiro de bazuca: Seria a situação cuja pessoa ataca, a outra vai se autodefender, mas se defende por excesso, isso pode até causar danos judiciais onde ambos serão punidos. E isso pode resultar no medo de todas as pessoas que convive em nosso meio social, que é o que veremos agora.




Medo X Respeito

Sabe a diferença entre ambos? Acha que para as pessoas te respeitarem, elas têm que ter medo de você? Medo é uma coisa, e respeito é outra. Vale mais a pena ser temido do que amado, concordo com isso, mas depende das pessoas. Não podemos tratar com respeito aqueles que nos desrespeitam. O problema é quando achamos que devemos tratar todas as pessoas com mãos de ferro para sermos respeitados e isso resulta no medo dos outros e na nossa exclusão social.

Imaginemos uma situação física: Um homem ataca o outro. O outro vai se defender em legítima defesa, afinal é um direito dele. Mas deixa de ser legítima defesa quando o mesmo consegue desmaiar o outro e mesmo assim continua batendo, causando um espancamento que resulta da invalidez física do outro.

Verbalmente seria a mesma coisa, só que óbvio, com palavras ao em vez de socos. Por isso iremos nos defender somente das pessoas que nos atacar e mesmo assim será algo calculado visando acabar com a discussão e sairmos protegidos emocionalmente ao mesmo tempo.

Geralmente os “valentões” que saem arrumando briga com todas as pessoas à sua volta, são muito medrosos emocionalmente, e esse medo é a base de sua valentia, por isso o valentão vive querendo briga para se auto afirmar que não é medroso. Pessoas assim geralmente morrem cedo envolvidos em brigas, ou por problemas de saúde, já que está cientificamente comprovado que pessoas que vivem sobre stress possuem o sistema imunológico deficiente.



Existe o bom samaritano?

Existe sim, porém vive apanhando o tempo todo dos outros, quando leva um tapa no lado esquerdo do rosto ele vira o direito e toma outro, ai quando alguém está muito nervoso ou quer se divertir, procura um saco de pancadas feito de ossos, carne e emoções, logo procura o “bom samaritano” para se “divertir”. Este também morre cedo, só de desgosto.

Thiago, perai, não estou te entendendo... Você diz que o valentão que se defende é um medroso e morre cedo, mas diz também do bom samaritano que todos batem, você está sendo contraditório!

Não, não estou sendo contraditório, estou querendo mostrar é uma coisa chamada meio termo. Tem uma frase de Machado de Assis que diz mais ou menos isso: “ Se você é muito doce as pessoas de devoram, mas se você é muito azedo as pessoas te vomitam.” Sempre sugiro que nos defendamos apenas legitimamente. Legítima defesa nada mais é do que atacar, só que de forma justa para acabar com a agressão logo ali.

Afinal? Estamos defendendo o quê?

A defesa verbal é algo meramente emocional, se não tivéssemos emoções não iríamos nos defender verbalmente da mesma forma que não iríamos atacar, pois o ataque injusto nada mais é do que um estado emocional desajustado por parte do atacante.

Tipos de ataques

Curtos: A pessoa apenas da uma “patada” e aquela coisa acaba logo ali, antes mesmo de você se defender. Percebi que as pessoas gostam mais de usar esses ataques quando estão perto de muitas outras pessoas pois possuem a falsa ideia de que são fortes socialmente e ainda faz os demais não esquecer dela como a ''pessoa forte''.

Longos: São as discussões, quando o objetivo da pessoa é te esculachar ou mostrar que você está errado. Geralmente é usado por pessoas sonsas ou então por pessoas que estão certas, mas que estão discutindo no campo emocional e não no campo lógico.

Indiretos: Quando a pessoa te ataca de uma maneira que não pareça um ataque, geralmente não chega a ser um ataque e sim uma provocação.

"Acidentais": O indivíduo te ataca e logo te pede desculpas e coloca a mão na boca com algumas risadas do tipo de “estou sem graça por ter falado isso.” o que é mentira. Geralmente quando essa situação acontece é por que a pessoa queria há muito tempo dizer aquilo e estava segurando ou por que ela quer ter minutos de fama perto dos outros. Nem sempre é um ataque injusto pois as vezes somos nós que prejudicamos aquela pessoa e ela não tem coragem de conversar abertamente sobre o assunto.

Quando e como agir?


Você só vai agir quando você se sentir emocionalmente pressionado, mas também da mesma forma vai usar a lógica para saber se será justo, caso contrário será você o injusto. O objetivo principal é você contra-atacar com um ataque 50% mais forte, mas este ataque tem que ter uma finalidade, se a sua finalidade for destruir a outra pessoa, desista, pois irá surgir uma discussão que gerará tensão entre ambos, mas se seu objetivo é atacar para acabar com o ataque logo ali, fazendo o ataque da pessoa voltar contra ela mesma e ainda saindo vitorioso, estará no caminho certo.


O objetivo principal é acabar com a discussão o mais rápido possível e de uma maneira simples da mesma forma que você sai protegendo suas emoções. Sendo assim você vai agir quando suas emoções forem pressionadas, você vai saber disso quando sentir um desconforto perante uma ação. Por isso no momento da discussão se pergunte “ Como acabar com isso e por que o adversário está fazendo isso?” Isso descarta as tentativas fracassadas de decorar o que falar e quando agir, ao em vez disso você irá usar suas emoções momentâneas.

Dê apenas três chances: O grande problema das pessoas tímidas e inseguras é quererem seguir exemplos religiosos de “perdão e compaixão” e assim tolerar tudo que os outros fazem, sendo o mundo é predominado por pessoas sonsas cuja atitude é sempre de pedir desculpas com um sorriso falso e logo voltam a repetir o mesmo e assim sempre pedem desculpas e sempre repetem . A ato de perdoar sempre a mesma pessoa é uma fraqueza pois exige um desgaste emocional muito grande. Como disse no artigo O Profano feminino e a Carência Masculina - Parte 2 . As pessoas carismáticas de verdade geralmente são as mais severas. Soa contraditório? Não! Não conheço nenhuma pessoa carismática de sucesso que não seja severa. E quanto aos líderes religiosos? Estes principalmente! Dalai Lama, Jesus, Gandhi, todos eles têm algo em comum: São carismáticos sem perder a postura emocional deles. Dalai Lama pode ser pacifista, mas experimente difamá-lo para ver o resultado! E Jesus?! Essa é a história que os religiosos distorcem muito a respeito de seus líderes. Por isso o quanto mais severo você for com suas leis mais as pessoas vão gostar de você pois a todos passam a ver essa pessoa como segura e independente e assim irá mover multidões, em um mundo caótico todos querem ficar perto dessas pessoas. Por isso durante as ofensas diga “ - Essa foi a primeira, irei tolerar, a segunda também irei, mas a terceira é certeza absoluta que isso nunca mais vai acontecer!” Sendo assim a pessoa perde sua amizade. Parece algo sem sentido?
Caso a pessoa extrapole essas leis só a perdoe depois de anos, e quando tiver que fazer alguma atividade ao lado dele não dê sorrisos, não converse, não seja amigável, não dê uma palavra sequer, da mesma forma não a agrida. Essa pena se chama rejeição, e a rejeição é o maior medo das pessoas, por isso que todos querem o tempo todo a agradar a todos e quando se sentem rejeitadas, se sentem no fundo do poço, por isso vão tentar puxar assunto, vão tentar te agradar, mas se você ceder, logo irão perceber que você é um banana e logo voltarão a fazer o mesmo.

Ao puni-las não dê justificativa longa: Pessoas sonsas adoram mostrar falsamente o quanto elas estão sendo injustiçadas e por isso vão querer te questionar para assim refutar logicamente as coisas que você disser e isso gera discussão onde você será o “injusto”, ao te questionar elas sabem muito bem o que fizeram mas querem que você seja visto pelos outros como injusto para assim poderem mostrar que estão sendo injustiçados por você, quando é mulher elas chegam até a chorar para tentar comover aos outros. Por isso seja direto e reto, use apenas uma frase para dizer tudo, caso a pessoa pergunte mais alguma coisa, a ignore, dê as costas e saia andando como se ela fosse uma mulher querendo discutir a relação com o marido. Isso irá fazer com que ela se sinta novamente rejeitada e ainda não vai ter o que ela quer: Atenção de todos sobre o quanto você é injusto.

Entender os motivos dos outros: as “três chances” tem um ponto fraco: Só funciona com quem faz parte do nosso cotidiano, por isso não vai funcionar contra pessoas desconhecidas, pois para eles não importa se vão perder sua companhia, afinal não te conhecem. Então quando tiver uma pessoa estúpida que você não conhece direito e te atacar o jeito vai ser você descobrir os motivos e usar isso contra mesma pessoas. Não adianta você perguntar para ela o que ela quer, pois nunca irá dizer, afinal, é algo emocional e não lógico, as pessoas são guiadas por suas emoções e a maioria das pessoas não conhecem as próprias emoções e por isso não sabem o que querem e sempre agem inconscientemente. Por isso nesse momento devemos nos colocar no lugar dela e perguntar “ Se eu tivesse no lugar dessa pessoa agindo dessa forma, quais seriam meus motivos?” Conseguida esta resposta basta dizer a ela “ Você quer isso, mas não vai conseguir por que blablablabla,” e ela mesma irá ficar espantada. Essa defesa é difícil demais para os homens, pois eles não reparam muito nas pessoas, já para as mulheres é muito fácil. Mas nem tudo é o que parece, por exemplo: Uma mulher reclama sobre o marido não trabalha em casa. Quais os motivos dela? Que o marido trabalhe? Não, o que ela quer é o marido dela deixe de ficar o dia inteiro grudado nela. Por isso devemos estar cientes que quando uma pessoa diz que quer X na verdade ela quer Y e é esse Y que temos que expor, pois é esse o motivo da pessoa não quer revelar sobre maneira alguma e irá ficar muito sem graça. Suponhamos que você está discutindo com um “valentão” que gosta de passar em cima de todo mundo, O X é que ele quer passar em cima de todo mundo por que “no seu passado foi muito pesado”, mas o Y é que ele tem medo demais de todos e esse medo o faz ser “valentão” e essa contradição exposta é que vai deixá-lo sem reação e se reagir será para negar até a morte, o X da negação é “ você está errado”, mas o Y é “ Você tocou na minha ferida e ninguém pode saber disso!”. Entendeu? Complicado para os homens, mas fácil para as mulheres rs.

Faça uma lista: Das pessoas e das coisas que te incomodam, o objetivo não é decorar listas, pois isso é um fracasso, e sim refletir sobre ela, pensar, questionar e assim automaticamente passa a fazer parte de sua crença, sem precisar decorar. Suponhamos que você não goste de homens com atitudes de crianças, nisso coloque na lista que você não gosta disso, descreva, pense sobre, questione, e assim pronto. Faça uma lista de tudo que você odeia nas pessoas e reflita sobre.


Os testes

Depois de algum tempo que as pessoas sabem que estão erradas e você já as puniu elas vão querer te testas para ver se ainda você está mal com elas. Assim vão puxar assunto apenas para te testar e ver se você já não é mais assim. Ai vai de você se vai querer ou não conversar com a pessoa, tem algumas que vale a pena esquecer os erros do passado e voltar a falar. Mas tem outras, como as sonsas que eu adoro esculachar quando tentam puxar assunto, pois essas são falsas demais, se você ceder a conversar com elas elas irão continuar com os testes para saber se ainda você continua com as mesmas regras para assim voltar a fazer o mesmo que fazia antes.

Seja um exemplo daquilo que você faz

De nada adianta você impor às pessoas algo que você não quer mais que você faz. Suponhamos novamente que você não goste de homens com mentalidade de criança, mas você seja um, está vendo a contradição? Neste caso as pessoas irão te contra-argumentar e você irá ficar sem respostas.

É pessoal, espero que possa ter lhes ajudado a serem mais seguros em suas vidas sociais que é o pilar principal de nossa felicidade da mesma forma de nossa tristeza. Um abraço a todos!
Avatar pua
Anonymous™
#574230 Gostei do artigo, me ajudou a resolver uma situação séria com alguém que dizia ser meu amigo...
BananaVirgem1
#784428 Excelente artigo. Realmente útil !! não entendo porquê tao poucos feeds..
Avatar pua
adrieldbz
#784438 Também não entendi a pouca quantidade de feeds, agradeci favoritei e digo gostei muito tentarei colocar isso em pratica ao máximo, pois com um conhecimento desses a vida se torna muito mais fácil e sem stress.
Avatar pua
Mutante
#784443 Cara, vc mando muito bem.. agora ja sei como não levar uma surra verbal
uhsauhsauhsauh
Mas vc por outro lado ja é algo como um faixa preta de defesa pessoal verbal
uhsauhsauhasuhsa

abraço
Jeffbeck
#785697 Muito bom artigo, ajudou-me muito. Valeu por compartilhar seu conhecimento conosco.. Abraço
Zeembrook
#785721 Bixo, tinha um livro sobre isso que eu tava querendo ler mas não acho pra baixar em lugar nenhum, isso aqui ajudou muito, valeu =D
Avatar pua
disturbed
#785784 Defenda-se e Contra-Ataque!
Valew jogador! Mandou bem Imagem
Avatar pua
Mrsstinson96
#785895 Nossa cara, adorei esse artigo foi muito abridor de mente! Agora tem que saber usar né?!
Avatar pua
Djack
#785903 muito bom, um dos tópicos de mais qualidade que vi recentemente, sério!