Área exclusiva para artigos e debates focado a pessoas que estão namorando.
De tudo para saber como AGIR no namoro.
Avatar pua

Criador do tópico

Ludovicus

Veterano - nível 9

#766104 E aí, pessoal, tudo bem?

Imagem

Bem, antes de mais nada aviso que nesse tópico não quero comentários do tipo "sou o pica das galáxias" ou do tipo "eu sou o macho alpha do universo"! Quero comentários de quem realmente tem experiência com namoro, com relações a dois de longo prazo e que não venham aqui expor traumas e mais traumas... Dito isso, posso começar.

Bem, antes de mais nada, devo dizer que talvez alguns membros mais antigos do fórum lembrem de que eu só entrei no PU por causa de uma paixonite minha, pois queria conquista-la e acabei conseguindo isso, depois de três árduos anos (sim, eu acho que valeu a pena). Há cerca de 1 mês e meio iniciei um namoro com essa antiga paixonite, e acabei descobrindo que essa paixonite já vinha gostando de mim há cerca de 1 ano e meio também... Enfim. Acho crucial aqui fazer uma espécie de perfil dessa minha namorada (HB8, na minha opinião)...

Perfil dela:

Imagem

Ela é daquele tipo de menina que é mais racional que as demais, não gosta de futilidades e essas coisas que meninas normalmente curtem, como sair pra festas e esse tipo de interesse, sei que por baixo dessa racionalidade há uma carência devido a alguns problemas com o pai dela, e que por baixo dessa "casca de durona" existe uma menina frágil que só quer um abraço. Ela diz que não é romântica e sente certa dificuldade em expressar sentimentos, pois é meio que fechada.

O problema

Quando iniciei o namoro, pensei que tudo seria mil maravilhas, mas não tá sendo bem assim... O fato é que ela é minha primeira namorada e eu sou o primeiro namorado dela (ambos temos dezoito anos) e estamos aprendendo a lidar com essa situação tão nova. Eu sou acostumado a lidar com garotas que geralmente são dependentes emocionais de mim e que procuram a minha atenção (traços da relação que tenho com a minha mãe), e é aí onde eu me fodo, pois a minha namorada é meio que o "oposto". Ela pode até sentir falta, mas pra ela vir atrás de atenção é meio que quase impossível, pois ela é meio "durona".

O fato

Imagem

O fato é que nesses últimos dias eu ando meio triste, pois tenho certa insegurança em relação ao futuro. Falando disso eu me acho ridículo e penso se seria realmente necessário criar um tópico com esse assunto, mas depois de "ignorar" tantas vezes esse problema e ver ele voltando a tona (pra mim) e me machucando, decidi expô-lo aqui. A minha insegurança se dá no futuro, pois eu carrego comigo certa dependência emocional, procuro que as pessoas ajam de um determinado jeito que nem todas as vezes é correspondido e isso me deixa triste... Pra terem uma ideia... O fato de ela demorar a me responder por um chat de Facebook já me deixa meio desconsertado... Sei que isso é ridículo, mas tem horas que eu sinto como se eu me tornasse mulherzinha, caras!

Não sei se isso acontece com vocês, mas é como se de um estado de macho alpha eu me tornasse um macho beta dependente e carente. Num momento eu sou aquele cara que dá risadas, conversa sobre tudo e todos, fala de assuntos interessantes e participa do mundo dela ativamente e pega ela pela mão pra participar do meu, e noutras horas sou o cara beta que não tem vontade de conversar com ela, fica enciumado se ela tá conversando com os amigos, fica triste se ela não responde no Facebook e não vê vontade de fazer nada na vida.

Outra coisa que sinto é que tô colocando ela como o centro de tudo e sei lá, recebo tantos conselhos de partes diferentes que se contradizem entre si que fico meio que bombardeado de informação, pois levo tudo muito a sério.

Nossa, ficou uma bíblia, mas espero que os experientes em namoro possam me dar boas dicas de como um namoro pode se tornar cada vez mais saudável, pois são essas coisas bestas que me deixam meio cabreiro.

P.S.: Outro fato que também me deixa meio triste é que quando estamos à sós e o clima vai "esquentando" ela frequentemente pára a situação, quebra o clima com frases do tipo: "Ai, vamos lá pra fora!" ou "Vamos ver tal filme!"... Inicialmente essa resistência não existia, pq acham que isso pode estar acontecendo? Eu conversei com ela e ela disse que um dos motivos é que tá indo rápido demais (família conservadora e ela é católica praticante, talvez eu mesmo já tenha respondido à pergunta)... Mas sei lá, no começo ela não tinha isso! Enfim, nem precisam responder esse post scriptum, mas se responderem, considerarei como bônus.

ANÚNCIOS

albuquerque

Veterano - nível 10

#766116 aprenda a ser desapegado isso vai ajudar muito. pois não vai ficar em cima o tempo todo dela sufocante. e também sendo desapegado você não corre o risco de se machucar a
quando ela agir diferente de como você espera. não tente muda.lá. mude você mesmo. quanto a outra pergunta. se ela não se sente segura pra ter um contato íntimo com você não force a barra. mas fale sobre suas necessidade a ela,Ela sincero com ela e principalmente com você mesmo.
Avatar pua

Criador do tópico

Ludovicus

Veterano - nível 9

#766224 Albuquerque,

Então... Eu meio que já tinha chegado a essa conclusão de que me desapegar seria a melhor solução, mas toda vida que eu consigo esse desapego, logo regrido ao que era antes, o famoso cara dependente e tal. Eu sinceramente espero que eu possa aprender algo com essa situação o mais rápido possível! :P
Avatar pua
Core - MEMBRO EXCLUSIVO
#766285 Boa noite meu caro,

Não é incomum esse tipo de sentimento, mas uma coisa fundamental, que você precisa fixar na cabeça se quer levar seu relacionamento pra frente é: Ela não é sua! No sentindo literal, sua namorada não pertence a você!

Tem um artigo top no blog do MDJC falando sobre ciúmes e muito mais...
Li esses dias e contém dicas valiosas! É só reservar alguns minutos, e tudo que quero dizer pra você, será melhor apresentado no artigo: http://manualdojogadorcaro.com.br/artigos/yngyang/ciume-e-um-sentimento-comum/

Depois da leitura, tenho certeza que ficará tranquilo e mais maduro sobre esse novo sentimento que está te preocupando.

Só acrescentando, sobre SMS, chat, facebook... Esqueça isso, se possível, faça com que o único meio de sua amada se comunicar com você, seja fisicamente ou por alguma ligação.
Por quê? Você já deve ter aprendido aqui com o fórum, mas vou reforçar.

Tôm de voz, linguagem corporal, contato visual, toque! SMS todos os "caras legais" enviam paras as garotas, é impossível concluir com exatidão o que ela está pensando através de uma mensagem de texto, é uma linguagem limitada! Seja o mais objetivo possivel, use somente em casos necessários, do contrário meu amigo, ligue pra ela :D, converse, diga o que quer. Agora, se ela não atender sua chamada... É outra história.

Durma tranquilo, é só o começo. Abração!
Avatar pua
caio_sp

PUA EXPERT

#766308 Olha cara, vc vê claramente no seu texto toda a lógica básica do Pick-Up acontecendo!! Tenta reler o texto como se fosse outra pessoa que escreveu, pra vc entender o que eu to te falando!

Qualquer relação só é boa mesmo quando tá num plano de equilíbrio, ninguém tá correndo atrás de ninguém.

Quando esse equilíbrio é desfeito, a coisa dá uma descambada e a relação passa a ser menos satisfatória.

Ela usa coisas como "PUSH & PULL" com vc (mesmo que ela não saiba o nome e nunca tenha lido sobre isso, é o que ela faz) e fica totalmente no controle.

O objetivo dos PUAs de manter o controle da situação deve estar combinado com o objetivo de manter a relação saudável. Se a mina fica totalmente emocionalmente dependente de vc, também não é bom! Vc passa a dar cada vez menos valor pra ela, e vai enchendo o saco dela... Por mais gostosa que ela seja, acredite!

Então eu recomendo que vc comece a ter atitudes buscando tirar sua namorada desse posto de controle, e não ficar sendo ciumento, reativo, inseguro...

Se vc não mudar isso, vc vai continuar infeliz.
Avatar pua
Surf

Veterano - nível 9

#766688 Fala Ludovico, pretendo te ajudar, pois já passei por algumas das situações relatadas e cá estou, com ano e um mês de namoro.

Mas antes preciso que tú respondas algumas perguntas:

1. Quando começastes a namorar, você estava apaixonado por ela?
2. Você acha que ela estava apaixonada por voce ou voces começaram pela sua "insistencia"?
3. Voce tem medo de perde-la?
4. Voce se preocupa com o que ela faz sem que voce esteja por perto? Em qual intensidade, e em qual frequencia?
5. Voces já transaram? Se sim, qual, em média, a frequencia?
6. Voce acha que ela é "muita areia para o seu caminhaozinho"?
7. Voce se acha atraente?

Estas perguntas vão servir para ajudar a compreender se você é dependente ou qual a intensidade de dependencia emocional que você têm. Se quiser nao precisa responder, mas por meio das resposta fica mais facil dar um conselho bem fundamentado!
Avatar pua
Raphael Botelho

Veterano - nível 9

#766755 Cara, já namorei 3 vezes até hoje nessa vida.
Meu primeiro e terceiro namoro foram paixonites em que a coisa era beeeeem similar ao que você disse ai em cima por betisse minha.
Meu segundo namoro foi com uma garota que conheci através de um amigo, ficamos no dia em que nos conhecemos e foi desenvolvendo, achei ela bacana e começamos a namorar dentro de um certo tempo. Resultado: Eu não era loucamente, perdidamente apaixonado com ela, não havia essas neuras extremas com qualquer coisinha e era uma relação bem mais saudável. Porém na época meus estudos e práticas de PU eram quase nulos..
Estava assistindo o filme "Ghosts of Girlfriend Past" em que diz numa parte que "o poder de um relacionamento está nas mãos de quem se importa menos" e pelo que vivenciei e experienciei, é exatamente isso, no meu segundo namoro, a garota me procurava, me dava o poder de liderança na relação sem problemas, já nos outros, eu tinha até medo de liderar achando que a garota podia achar algo ruim e não dizer.
Tem até um bocado de PNL nisso eu acho, não sou nenhum experto, mas provavelmente você condicionou seu subconsciente á ter a crença de que você precisa dela pra se sentir feliz, confortável ou algo do tipo, talvez você possa fazer exercícios para reverter.. eu tenho feito exercícios de PNL para reprogramação mental e vou te dizer que tem dado resultados gigantescos em minha personalidade. Já internalizei muita coisa.
Não sei se isso pode exatamente te ajudar, mas espero que tenha entendido o que eu queria passar... ou talvez dado uma iluminada ai sobre o que fazer.
Valeu!

Abraço!:ae