Área exclusiva para artigos e debates focado a pessoas que estão namorando.
De tudo para saber como AGIR no namoro.

Criador do tópico

AGV10

Aprendiz

#919419 Bom, sempre fui um cara descolado, saia muito com os amigos e sempre procurei não começar um relacionamento sério, pois via meus amigos só se dando mal e eu estava mais querendo curtir mesmo a vida e estudos, na intenção de ter uma estabilidade boa.

No começo deste ano, através de uma conversa normal, me vejo falando com uma HB 7,5 que me desperto um certo interesse, e com o passar do tempo nos conhecemos melhor, ficamos algumas vezes, e comecei a namorar (foi a minha primeira) e eu o 3 dela.

O problema é que ela sofreu com os dois caras antes e decidiu que não ia por um bom tempo entrar em um relacionamento, curtiu a vida de solteira, e saía muito com as amigas(por sinal nenhuma com namorado, todas encalhadas), ficou nisto por um ano e pouco, mas depois que me conheceu disse que não queria mais, e valia a pena namorar comigo pois me queria muito (sempre usei a tática de se mostrar indiferente e ser o prêmio dela), só que fiquei com um pé atrás no começo pra não me envolver tanto.

Não sei como explicar, mas nos primeiros meses foi maravilhoso, saiamos constantemente, algumas vezes com suas amigas junto(visto que estas estavam com muito ciúmes dela), sexo constantemente, fui romântico, carinhoso, até seus pais (que são separados) eu conquistei e em pouco tempo já me sentia da família dela, podia dormir la sem problema algum e vice-versa.

Sempre procurei ser pé no chão, não deixava as coisas irem rápido demais, mais aí ela começou a falar coisas de queria ter filhos futuramente, casar, montar uma família, de morarmos junto e eu nunca tocava neste assunto primeiro, sempre ela que começava, daí resultado comecei a me entregar completamente ao namoro, e amando ela cada vez mais, comecei a acreditar que poderia realmente ter uma família com esta garota e me deixei levar pela emoção e o amor que estava pulsando dentro de mim.

Durante nosso namoro, apesar de ter sido muito bom, ela passou por muitas dificuldades, problemas de saúde complicados da mãe, da família por pate da mãe e ainda problemas no trabalho, e eu sempre dava aquele apoio no que eu podia e mostrava que estava ali para o que der e vier.

Nos últimos 2 meses que finalmente as coisas começaram a melhorar, ajudei ela com a conseguir um excelente emprego, cuidei da mãe dela mesmo não sendo minha responsabilidade algumas vezes, enfim, pensei que as coisas iam ser melhores daqui pra frente, porém não foi da mesma forma que imaginava.

Saíamos mais vezes para ir em lanchonetes, barres, boates, e não muitas vezes em festas boas, visto que por seus problemas que enfrentava não dava muito para ir, mas sempre que íamos, da minha parte procurei me divertir ao máximo, porém ela a maioria das vezes estava cansada e ficava mais na dela, mas suas amigas ficavam la conosco se divertindo até o final.

Bom, daí sem problema, porém eu notei que o sexo começou a diminuir no último mês, que ela andava muito cansada e ficava sem ter tempo para mim, tinha a casa e a mãe para cuidar e não tinha mais tempo para ela mesma, e eu vendo isto tentei conversar com ela pra tentarmos de uma forma diferente, mas ela disse que não precisava, pois não tinha problema.

Mas não deu outra, ela terminou comigo, não conseguia mais manter a vida de casal e queria voltar a ter a vida de solteira, suas amigas sempre a chamavam para sair e ela não podia pq estava namorando e elas não gostavam que eu estivesse junto, pois na maioria como disse era só eu de homem, a mãe dela que sempre me tratava bem e eu o mesmo, no final se mostrou outra pessoa, estava contra o namoro já, não queria que a filha continuasse comigo e gostou de termos terminado e ainda por cima minha ex vem enfrentado problemas pessoais agora, está fazendo tratamento psicológico e psiquiátrico, e realmente agora ela quer ficar sozinha pra fica tranquila.

Eu mesmo sem entender direito o pq do término(já faz um mês e meio), procurei respeitar a decisão dela, até tentei uma reconciliação, não tenho nada contra ela, pois ela foi ótima, nós só discutíamos algumas vezes por coisas bobas, porém fico frustrado, pois mesmo não tendo mais contato com ela (cortei qlqr tipo de comunicação, não ligo, não mando msg e parei de seguir no face), mas por suas amigas eu fico sabendo que elas vão em festas que até antes não ia comigo, até fora da cidade, que vive um momento bom e não quis passar comigo o mesmo, sendo que no momento ruim nenhuma amiga dela estava lá pra ajudar só eu, nem a família dela se preocupava muito, e apesar de não ter sido um cara grudento, respeitava o espaço dela, carinhoso e romântico até certo ponto, engraçado, estudioso, não sou daqueles que não querem nada com a vida, e ela mesmo reconheceu isto em mim, dizendo que fui a melhor pessoa que ela já teve mas que não está num momento certo pra se relacionar com ninguém, só me deixa mais angustiado e magoado, pq eu sempre dei o meu melhor para que ficássemos juntos e felizes, e ela decide terminar assim.


Nas três primeiras semanas, foi muito pesado, até comecei a falar com uma psicóloga, pois pensamentos de culpa ficavam na minha cabeça, em saber o que eu não fiz e o que poderia ter feito, até que finalmente começo a enxergar que não fiz nada de errado, fui eu mesmo e dei meu melhor, mas como está recente, tem dias que tenho recaída e fico triste pelo fim além do mais qdo as amigas dela esfregam no face que estão indo pra baladas fora da cidade e curtindo, e dias que me desapego e nem sofro, com o tempo vai amenizando a dor, mas fico com receio de um dia ela vir atrás de mim e eu não saber como me comportar, e acabar "betando".

O intuito aqui é só desabafar mesmo, tem algumas coisas que eu queria falar para ela, mas resolvi que não vai valer a pena, não muda o fato de não sermos mais namorados, se alguém quiser opinar ou dar alguma sugestão fiquem a vontade.

Obrigado desde já.
Avatar pua
AldosAz

Aprendiz

#919423 Fala AGV10,

E barra fim de relacionamentos, mas e algo que ocorre o tempo todo e por isso é muito importante nunca se entregar por inteiro em uma relação pra não sofrer tanto quando ela acabar

O melhor que vc tem a fazer e ocupar o seu tempo livre pra não ficar pensando nela, e pelo que o que contou vc tem as amigas dela no seu face, então cancele o feed de noticias delas também, para não ficar tendo recaída vendo elas em festas.

E na questão de namorar mulher "baladeira" e natural ela querer voltar pra vida de solteira, elas podem ate sossegar por um tempo mas e inevitável, ela vai sentir falta da vida de "farra" ainda mais com as amigas pondo fogo pra ela sair.

Agora e seguir em frente, e se lembrar que mulher não vai manter uma relação com vc como forma de "gratidão". A partir do momento em que ela começar a acha que a relação não esta sendo boa pra ela, vc recebera um pé na bunda sem que a mesma pense 2 vezes

Espero ter ajudado
Abraços
Avatar pua
Ser - MEMBRO EXCLUSIVO
#919424 Parabéns pelo seu desabafo! Tudo o que vc falou segue um padrão comportamental feminino atual. Bem vindo a realidade!

Te indico esses meus 4 artigos:


Ela terminou e você quer voltar?
ela-terminou-voce-quer-voltar-t96473.html

Elas não são legais com você acorda-elas-nao-sao-legais-com-voce-t92231.html

Mulher Baladeira mulher-baladeira-por-sua-conta-risco-t96079.html

Mulheres Para Casar mulheres-para-casar-olha-hein-t96290.html

Abraço!
Avatar pua
Pela - MEMBRO EXCLUSIVO
#919427 Mulheres não são necessariamente ruins, elas são seres humanos normais iguais a nós, se engana quem acha que pode ser promíscuo a vida toda, transar com diversas mulheres e quando cansar disso vai achar uma mulher ideal que te aceite mesmo sabendo do seu passado e que tem uma vida incrivelmente limpa de burradas.

Esqueça esse padrão.

O erro que você cometeu foi simplesmente abrir mão da sua vida e viver a dela, perceba que você saía com as amigas dela com frequência e chegava ao ponto de cuidar de coisas que são totalmente de responsabilidade dela. não se entregue tanto com atitudes, faça o que puder, esteja ao lado dela com opiniões e apoie as ideias dela mas nunca, NUNCA, abra mão das coisas que você gosta de fazer pra fazer as dela, pense um pouco e lembre da ultima vez que você praticou um hobbie seu, seja ler um livro, assistir ao jogo do seu time ou simplesmente conversar de madrugada com aquele seu amigaço que sumiu depois que você começou a namorar, geralmente você esquece um amor quando começa a lembrar da sua vida e tirar a vida dela de cima de você.

Abraço e legal você desabafar aqui pode contar com a gente pra tentar de dar uma opinião.

Pela

Criador do tópico

AGV10

Aprendiz

#919432 Valeu pessoal aí por compartilhar suas ideias.

Então Ser e AldosAz, nós sabemos dos riscos que podemos correr né, mas nunca acreditamos que irá acontecer conosco, tudo parecia ir tão bem, e acabou assim rapidamente, sendo que este mês de outubro era o que eu mais precisava dela do meu lado, além de ser meu aniversário, meu melhor amigo morreu há uns anos atras, tínhamos uma viagem marcada, mas bola pra frente agora.

E ae Pela, realmente meus amigos disseram a mesma coisa, ela também me apoiou quando eu tentei abri um negócio com um amigo, mas não deu certo e quase perdemos a amizade, só que eu sempre fui mais na minha, não precisava de tanta ajuda, me virava sozinho na maioria, porém eu a ajudei bem mais, família dela é muito desunida, era muito mais problemas que o meu e eu não conseguia ver ela passa por aquilo sozinha sendo que poderia fazer algo pra aliviar a pressão, e diante disto, mesmo nós não querendo inconscientemente esperamos que a pessoa reconheça aquilo e dê mais valor no relacionamento, mas ninguém pensa igual a outra pessoa. E também acertou, abri mão de sair com amigos, era mais difícil sairmos junto com os meus, na maioria era com os dela, mas vivendo e aprendendo, da próxima já estarei mais esperto.

Obrigado ae pessoal.