O crescimento pessoal é fundamental para se ter uma vida melhor, considera tão ou mais importante quantos o estudo da sedução. Educação Financeira.
Vamos deixar de ser focados só em mulheres!
Avatar pua

Criador do tópico

Buffalo

Veterano - nível 9

#268008 Segundo estudos realizados pelo psicólogo Daniel Goleman, autor do livro "A Inteligência Emocional", 90% da diferença entre as pessoas que obtém grande sucesso pessoal e profissional, e aquelas com desempenho apenas mediano, se deve a fatores relacionados a competências comportamentais, mais do que às habilidades aprendidas na escola.

O conjunto destas competências é o que podemos chamar de Inteligência Emocional. Elas têm cinco componentes principais:


Autopercepção: que é a capacidade das pessoas conhecerem a si próprias, em termos de seus comportamentos frente às situações de sua vida social e profissional, além do relacionamento consigo mesmo.
Autocontrole:
É a capacidade de gerir as próprias emoções, seu estado de espírito e seu bom humor.
Auto-motivação: capacidade de motivar a si mesmo, e realizar as tarefas e ações necessárias para alcançar seus objetivos, independente das circunstâncias.
Empatia: habilidade de comunicação interpessoal de forma espontânea e não verbal, e de harmonizar-se com as pessoas.
Práticas sociais: capacidade de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipe.


Analisando estes fatores comportamentais que compõem a inteligência emocional, percebemos que eles estão intimamente relacionados ao sucesso e às realizações pessoais.

Em qualquer área da atividade humana, pessoas com estrutura emocional sólida, conseguem melhor produtividade, e, por isto, destacam-se entre as demais.

Um esportista que não estiver bem, emocionalmente, mesmo sendo um atleta de destaque, dificilmente obterá vantagem sobre aquele que se apresentar com alto quociente emocional. Também nas empresas ocorre o mesmo, o profissional instável emocionalmente, tem sua produtividade prejudicada ao desempenhar suas funções.

Baseado nos estudos atuais é possível afirmar que a Inteligência Emocional tem maior impacto na realização pessoal, profissional e na felicidade de uma pessoa, do que o QI, quociente de inteligência. Por isto é tão importante aprendermos a desenvolver nosso quociente emocional, ou QE.

No entanto, surge uma questão: é possível desenvolver a Inteligência Emocional? E como fazer para desenvolver esta habilidade tão importante?

[centro]Desenvolvendo a Inteligência Emocional[/centro]

Um programa para desenvolver a inteligência emocional de uma pessoa, precisa cumprir as seguintes etapas:

* Relacionar as principais competências comportamentais desta pessoa em relação ao seu contexto, pessoal e profissional.
* Fazer uma avaliação destes comportamentos, comparando o grau atual destas competências, com o grau desejável naquele contexto.
* Executar um treinamento, em relação aos comportamentos pouco desenvolvidos, com ações práticas.
* Controlar os resultados até conseguir atingir as metas pretendidas.

Depois de saber quais os pontos fortes e as limitações, a pessoa deve ser orientada a desenvolver as competências comportamentais que mais estão prejudicando seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Habilidades como empatia, flexibilidade, espírito de liderança, poder de persuasão, motivação, comunicação e relacionamento interpessoal, entre outras, devem fazer parte do programa de desenvolvimento de sua Inteligência Emocional.

É preciso que a pessoa faça uma planilha com as competências que precisa desenvolver e aproveite todas as situações de sua vida pessoal e profissional para praticá-las.

[centro]Treinando, treinando, treinando[/centro]

É como andar de bicicleta, é preciso praticar até tornar estas competências algo natural em sua vida. Se alguém tem dificuldade de falar em público, e esta competência é fundamental para o desenvolvimento de sua carreira, então será preciso praticar esta atividade até tornar-se espontânea.
O cérebro emocional aprende através de experiências repetidas. Portanto, depois de identificar seus pontos fracos, é preciso centrar forças neles até desenvolvê-los. É necessário enxergar as oportunidades do dia a dia para praticar suas competências em desenvolvimento.

[centro]Lembre-se que nunca é tarde para o crescimento pessoal. [/centro]

Todas as pessoas se beneficiarão ao desenvolver sua Inteligência Emocional. Estudantes conseguirão melhor aproveitamento na escola. Jovens terão melhores condições de conseguir seu primeiro emprego, e construí uma carreira de sucesso desde o início. Profissionais terão melhores oportunidades de crescimento e condições de assumir cargos de chefia. Chefes terão melhores condições de liderar suas equipes. Enfim, a Inteligência Emocional poderá ser a diferença entre uma trajetória bem sucedida, com uma vida cheia de realizações, ou uma carreira medíocre.

Esse texto foi enviado para mim por um amigo, como eu gostei, eu o editei e coloquei aqui pra compartilhar com vocês. :ae espero que gostem e trabalhem a sua inteligência social.
Como eu apenas juntei as partes que nos interessavam, sintam-se livres pra copiar e colar onde quiserem.

ANÚNCIOS

Berserk

Veterano - nível 2

#274120 O tópico faz muito sentido e talvez seja a base da base do desenvolvimento pessoal e do sucesso em qualquer área da vida.


Perdi muitas oportunidades e anos da minha vida por não conseguir manter o foco.


Quando me chamavam pra sair, eu ficava em casa. Quando via uma HB, eu não a abordava.
Quando conhecia uma guria não tinha coragem de fazer as coisas acontecerem.


Hoje estava jogando basquete, e pensei numa coisa: Eu e todos meus amigos aprendemos juntos a jogar esse esporte, e pelo próprio instinto de competição todos queriam se tornar os melhores jogadores e algums poucos se tornaram realmente bons naquilo. Nós sempre jogávamos a mesma quantidade de tempo e dedícavamos esforços parecidos ao esporte. Então pq algums ficarão bons e outros não?


E cheguei a conclusão: Os que se tornaram melhores foram aqueles que decidiram lutar por si próprios e não pelo time. Não esperavão que a bola caíse em suas mão ou que seus colegas de time ganhassem o jogo por eles.

Esse era o meu problema: Eu achava que as coisas caíriam nas minhas mãos sem que eu precisasse correr atrás.

Eu achava que tudo aconteceria naturalmente.

Esperei, esperei e as coisas nunca acontecerão. Então decidir chutar tudo pro alto e começar do zero, por que era justamente alí onde eu estava. Nada nunca veio fácil. Passei meses me dedicando somente a isso. Me cobrava tanto que cheguei mais de uma vez a chorar sozinho em casa depois de alguma sarge mal sucedida.. Dedicava todo o meu tempo ao PU. Toda vez antes de dormir colocava um áudio de PNL nos meus ouvidos, só pensava nisso o dia inteiro, eu di todo que eu tinha, eu di 200% de mim!

Quando se está no PU, as vezes assim como na vida existe aquela sensação de que as pessoas farão alguma coisa por você. Seu wing, seus amigos. O caras aqui no fórum. ILUSÃO. A palavra final é SUA, somente SUA, e cabe a VOCÊ fazer acontecer, assim como será somente SEU o prazer que obterá com o sucesso.
Avatar pua
fairplayer - MEMBRO EXCLUSIVO
#285782 Bom tópico! Sugiro uma pesquisa no google sobre este assunto. Com certeza encontrarão muito material de qualidade. Existem ótimos livros que podem esclarecer ainda mais o assunto.
Uma indicação interessante seria aproveitar a pesquisa e buscar coisas do tipo "como trabalhar com os dois lados do cérebro".
Recomendo!
ScarLP

Aprendiz

#288625 mto bom! vlw pelo tópico :ae
eu tinha um colega que sempre me dizia:
"Inteligência emocional é mais importante que Q.I."
e eu sempre caguei p/ isso.
Enfim o que conta é que eu transcendi essa ignorância e estou evoluindo, aconselho que pratiquem
a sua Inteligência emocional.