Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#849145 Prezados amigos,

em especial, ao caro amigo @# T7 #, pois esta é minha retórica ao seu artigo:

A MAIOR mentira que você conta para si mesmo.

Existem pontos de seu artigo em que discordo veementemente e desejo apresentar meus argumentos da melhor forma possível, sem desrespeitar suas opiniões, mas fornecendo-lhe novas perspectivas, que talvez, possam preencher questões pendentes em sua analise e convicções. Como o feed seria um artigo dentro do seu, preferi apresenta-las neste formato.

Não apresentarei minhas ponderações em ordem cronológica, mas nos pontos em que discordo.

# T7 # escreveu:"...Assim eu pude constatar que:
Você não possui um dom, eu não possuo dom algum, ninguém possui dom.

Mas nós podemos trabalhar para ter competência. Você tem as mesmas capacidades que qualquer outro ser humano, basta querer adquirir competência. A partir daí os caminhos tendem a ser mais claros e reais ao invés de surreais e ilusivos."


As palavras, TALENTO e APTIDÃO, são sinônimos de DOM, e para especificar :

- Talento é palavra de origem latina, é a inclinação natural de uma pessoa a realizar determinada atividade. O talento facilita o sucesso nesta atividade. A palavra tem origem no Cristianismo, é uma referência à Parábola dos Talentos. Na parábola, um homem entrega a três servos, respectivamente, cinco talentos, dois talentos e um talento; os dois primeiros investiram o dinheiro e dobraram o capital, porém o terceiro enterrou o talento e o devolveu ao seu senhor. Os dois primeiros recebem elogios, mas o terceiro é punido

- Aptidão é o valor adaptativo de um fenótipo é uma medida simples de sucesso reprodutivo, onde aqueles que sobrevivem e produzem maior número de prole capaz de se reproduzir, garantem a manutenção do pool gênico da sua população.O valor adaptativo de um fenótipo é uma medida simples de sucesso reprodutivo, onde aqueles que sobrevivem e produzem maior número de prole capaz de se reproduzir, garantem a manutenção do pool gênico da sua população.(fonte:Wikipédia)

Assim sendo, cada individuo possui aptidões (predisposição genética) e Talentos (capacidade inata), mesmo entre irmão é raro que ambos tenham as mesmas aptidões e talentos idênticos ou 100% compativeis.

Portanto, em minha avaliação, todos possuímos uma PREDISPOSIÇÃO para o sucesso , SE, desenvolvermos as HABILIDADES necessárias para que este talento e aptidão sejam devidamente aproveitados e estimulados, mas hoje em dia, os talentos, pelo menos no Brasil, são massacrados desde cedo.

Imagem


Se voltarmos no tempo, para as aldeias com 200 pessoas, estes talentos seriam rapidamente reconhecidos e desenvolvidos, porque os talentos e as aptidões eram essenciais para a sobrevivência do grupo, assim, um caçador nato, seria o líder das caçadas, teríamos o curandeiro, a parteira, o sábio das tradições e o chefe, cada um com dons natos e habilidades desenvolvidas que lhe trariam méritos e sucesso, pois eles eram necessários a sobrevivência do grupo.

Na sociedade contemporânea, a sobrevivência da MATRIX depende de quantidade, de uma grande massa na base da piramide, que sustente aqueles poucos que estão no topo, bem como Carl Jung disse:

Imagem

Como disse, todos podemos trabalhar a nossa COMPETÊNCIA, mas nem todos vão chegar a EXCELÊNCIA, não podemos negar a existência de Steve Jobs ou Bill Gates, só vou citar estes dois, pois são unanimidades e se avaliarmos a historia por trás de ambos, veremos que vai muito alem da competência. Assim chegamos a outro ponto de discordância:

# T7 # escreveu:Exemplos de pessoas vencedoras, pessoas que venceram e vencem a cada dia, não nasceram com dom especial algum, mas com a vontade e perseverança de adquirir COMPETÊNCIA para aquilo que almejavam.
Alguns exemplos conhecidos mundialmente: Newton, Einstein, Lincoln, Obama, Luther King, Gandhi, Mandela, e assim sucessivamente.


Apesar de conhecer bem a biografia de três citados, Einstem, Gandhi e Mandela, apesar de não ser um especialista, posso assegurar que existe muito mais do que apenas competência por trás deles. Não posso esconder minha predileção por este cara:

Imagem

# T7 # escreveu:Einstein foi melhor do que você como ser humano? Não. Mas se falarmos se Einstein foi mais competente que você quando o assunto era FÍSICA, a resposta é unânime. Mas não insuperável.


Creio que ele foi um ser humano bem melhor do que eu, pois além de ser o primeiro físico teórico, era um filosofo, pacifista e humanista. Suas contribuições vão muito além da física, que é a mais conhecida. Ele influenciou presidentes, rainhas e milhares de pequenos físicos, que ainda hoje o tem como exemplo, não por ser um físico, ou um exemplo de homem, já que tinha seus defeitos, mas como um ideal, um aventureiro, um objetivo.

Hoje temos um novo nome, Stephen Hawking, talvez ele o supere, não apenas na física, pois não posso deixar de questionar se a busca pela competência na física é o que move este "cérebro preso a um corpo", talvez a busca pela excelência, pela superação pessoal que o mantem vivo e produtivo, como Einstein, notadamente, ele tem algo a mais, que nos inspira. E sim, creio que ele é um ser humano melhor do que eu, sua tenacidade e inteligencia me fascina, invejo o legado que deixara as novas gerações.

Não podemos restringir a palavra COMPETÊNCIA a diversidade de características, aptidões e talentos que o ser humano possui, nem podemos acreditar que somos o melhores da especie, pois a renovação é constante e as necessidades mudam, assim, novos talentos vão surgir e novos seres humanos, dotados de aptidões vão obter sucesso e destaque onde outros fracassaram.

Todos nos somos capazes de desenvolver as habilidades necessárias para sermos competentes em alguma atividade produtiva necessária a sobrevivência de nossa especie ou grupo, mas sempre haverá aqueles que possuem um algo a mais, "um Dom ou Talento especial", mas o que importa realmente é como esta característica especial é usada.

Vocês acham mesmo que Adolf Hitler era um cara comum??? Sem nenhum Dom em oratória? Sem nenhum carisma especial? Sem nenhum talento estratégico? Em nada de diferente dos demais?

Como foi que este cara jogou o mundo em uma guerra mundial? Como foi que este cara conseguiu o controle absoluto e doentio de um povo inteiro???

Acham mesmo que se consegue isto sendo apenas "competente"? Desenvolvendo suas habilidades de comunicação você pode se tornar um Hitler? Desenvolvendo sua competência comercial e empreendedorismo" vai ter o mesmo sucesso de um Steve Jobs ou um Bill Gates da vida??? Tem que haver algo mais....

Então, chegamos ao cerne de minha perspectivava:

Imagem

# T7 # escreveu:A maneira como a sociedade impõe valores é algo que você precisa buscar cautela e orientação própria, nestas horas vemos que muitos podem destruir sonhos e regredir degraus em sua escalada para a competência exatamente por prestar atenção nessa imposições de valores, nas imposições de dons feita geralmente por todos, á todo tempo mostrada e estampada pela sociedade


Os DONS, TALENTOS E APTIDÕES não são impostos pela sociedade, eles são heranças genéticos, você herda um pequeno cromossomo da sua mãe, que veio de seu bisavó, que predispõe seu cérebro a usar mais o lado direito que o esquerdo, pronto, você terá uma ampla facilidade pra pensamentos racionais, ou sera ótimo em abstrações, ou terá uma memoria acima da media, ou facilidade com matemática financeira, ou será um poliglota fantástico.(apenas um exemplo)

Cabe a você reconhecer estes Dons e desenvolver as HABILIDADES necessárias a se tornar competente, mas com esta pequena predisposição genetica, existe uma chance bem maior de que você conquiste a excelência no que faz, se descobrir que DOM é este, coisa que muitos não sabem. Mesmo assim, você não será um prodígio em outras coisas, provavelmente será um idiota com relação as mulheres se não aprender a jogar, um jogador futebol mediano, mesmo que treine muito, etc, etc, etc. Por falar nisso, sabiam que o Messi tem uma versão "branda de altismo", isso o tornou o melhor jogador de futebol do mundo, pois ele tem o potencial de concentração e repetição de ações muito acima da media, portanto ele cria menos que o Neymar, mas quase não erra quando uma situação similar surge, portando, é goooolllllll.(só p/ ilustrar)

O problema, não estão nas heranças genéticas, mas nas outras heranças que nos são passadas pelo mundo em que vivemos.

Imagem


Se me perguntarem, como superar toda esta herança "imposta socialmente", minha resposta vem de um grande imperador romano, todo mundo conhece, pois é o mesmo do filme "Gladiador", Marcus Aurelius, "Compete a Você."

Espero que minhas ponderações tenham contribuído para ampliar a visão de todos, fornecendo uma argumentação com o devido respeito e clareza ao artigo do # T7 #.

Grande abraço e sucesso, na vida e no jogo.

ANÚNCIOS

Avatar pua
Takay

Veterano - nível 9

#849153 Concordo.
Uma pessoa competente e esforçada, será boa na tarefa pela qual esta direcionando suas forças, porém uma pessoa competente, esforçada e predisposta será melhor, será excelente, você pode passar 30 anos da sua vida jogando futebol, dando tudo de si pelo esporte, provavelmente não será um Lionel Messi ou demais gênios do futebol, o mesmo aconteceria se estes mesmos jogadores tentassem ser jogadores de basquete.

A grande maravilha da vida é justamente essa, todos temos nossos dons, talentos e aptidões, senão teríamos uma fábrica de mesmices no mundo (pior do que já existe).

Você pode não ser o melhor no que faz, mas deve dar o melhor de si em tudo que fizer.
Avatar pua
Bastter

Veterano - nível 5

#849161 Riker.T, parabéns por esse excelente tópico. Foi bem esclarecedor no que diz respeito ao tema posto (dons, aptidões e talentos). Imagem

Por isso é sempre importante se estimular habilidades predispostas geneticamente. Isso pode melhorar e muito na qualidade de vida social, pessoal, profissional de uma pessoa.. O que também não deve impedir de se trabalhar para evoluir em pontos fracos, como muitos aqui que chegam no PB todos os dias em busca de ajuda para evoluir no processo de sedução (por exemplo). Mesmo que nessa caminhada alguns PUA's se destaquem mais do que outros (motivo explicado perfeitamente nesse tópico), todos nós podemos desenvolver tais habilidades de sedução e chegarmos em um nível avançado ou satisfatório. Imagem

ABRAÇOS DO BASTTER! Imagem
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#849913 Prezados,

Bastter e Takay, Obrigado pelos Feeds, fico feliz que tenham manifestado suas opiniões, estou honrado.

Percebo que muitos são apenas leitores passivos e que não manifestam suas opiniões, mesmo quando discordam de uma posição, quando duas visões antagônicas são colocadas, restringindo o debate sobre o um tema tão pertinente a comunidade.

O debate e a defesa de uma posição, só tem a fortalecer a comunidade como um todo, ampliando o conhecimento e a capacidade de cada um em reconhecer suas características e potencial de sucesso, seja na vida ou na sedução.

Grande abraço e sucesso, na vida e no jogo.
Avatar pua
puabrother

Veterano - nível 10

#849923 Olá, gostaria de parabenizá-lo por mais um artigo os quais eu leio, admiro o trabalho que faz pelo fórum.

Concordo nas partes em que você diz de pessoas que "nasceram pra coisa", mas não concordo em outras, como no exemplo do Hitler. É evidente que ele nasceu pra liderar, mas ninguém nasce sabendo - pessoas como estas, e todas as outras que se encontram no poder (salvo exceções como o Tiririca) são pessoas de extrema inteligência. Tudo o que eles dizem, pensam e fazem são resultados de muitos estudos, ou pelo menos de instruções passadas por alguém que estudou. Essas pessoas podem nascer com aquele algo a mais para o que fazem, mas com certeza estudaram e muito pra estar aonde estão hoje. É como dizer que um médico nasceu pra isso, pode ter nascido com essa vontade, ambição, mas ele com certeza estudou muito pra chegar aonde chegou.

Não disse que o seu tópico desmereceu o trabalho desses "gênios", mas acho que pra algumas interpretações ele pode acabar limitando a mente de boa parte das pessoas daqui do fórum, que acabam por usar de desculpa o fato de não terem nascido pra algo e entrar na zona de conforto (claro que nem eu nem você temos haver com o descaso dessas pessoas com elas mesmas, mas enfim...) ou desistir de alguma ambição.

Abraço e sucesso!
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#849987 Prezado @puabrother,

usei Hitler propositalmente, na esperança de que alguém questiona-se, fico feliz que o tenha feito.

Em sua historia pregressa, não a que esta em seu livro "Mein Kampf", que possuo e já o li, sendo portanto, um pouco questionável e não muito confiável, já que ele estava se promovendo e criando sua politica e diretrizes. Mas segundo historiadores, Adolf Hitler foi um 'João ninguém", um soldado normal, mensageiro na 1a. guerra, um estudante e artista medíocre. Até o dia em que foi convidado a participar de uma reunião do que se tornou o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, O partido NAZI, não me lembro se foi nesta reunião ou em outra, mas ele subiu ao palanque para manisfestar suas opiniões e ideologias, foi quando mostrou-se um ótimo orador, dotado de um carisma e influencia praticamente hipnótica.

Os caçadores de TALENTOS do partido logo perceberam suas qualidades, seu carisma, sua oratória, sua capacidade de inflamar a plateia, nascia ali o futuro Chanceler e Ditador Alemão.

Suas habilidades foram trabalhadas pelos "caciques do partido", até que um dia, viram-se dependentes dele, foi ai que mostrou que alem de bom orador, era um grande estrategista politico, o resto, é historia.

Não creio que meu artigo vá limitar a "mente de boa parte das pessoas daqui do fórum", devido a uma interpretação incorreta, creio que fui claro ao dizer que todos estamos PREDISPOSTOS AO SUCESSO, sendo que alguns vão conquistar a COMPETÊNCIA e outros, com talentos e aptidões conseguiram a EXCELÊNCIA.

Foi por isso que usei Hitler, do nada ao poder absoluto, da inteligencia a loucura, todos podemos alcançar a excelência em alguma coisa, um parafuso pode fixar a madeira, mas não é um prego. Vou ilustrar estas palavras.

Imagem



Grande abraço e sucesso, na vida e no jogo.
Avatar pua
# T7 #

Entusiasta

#853994 @Riker.T

Não só respeito teu artigo como também aplaudo-o. E é um privilégio para todos presentes neste tópico e nesta ilustre ocasião a mim, (referência para a sua publicação) termos debates destes níveis no PUABASE.

Sobre o que escreveu,

O texto com certeza alimentou-me ainda mais de minha fome pelo conhecimento. E pra mim, T7, o conhecimento é o caminho, a chave. É obvio que eu não seria tolo em ignorar a ciência nos pontos que levantou em sua argumentação.

Enfim, na minha opinião dentro do contexto:

Herança genética: ciência, contra fatos não há argumentos, mas o que quis levantar no meu artigo, foi exatamente a questão de refletirmos sobre a concepção do que chamam de dom.

Para mim:

Dom: hipótese cientificamente não comprovada que em seu artigo fora muito bem colocada usando uma referência bíblica. E nesses aspectos por exemplo, Jesus Cristo seria nossa principal referência neste ponto de estudo como uma pessoa que possuía dons sobrenaturais. E até mesmo da existência de deus, criador do céu e da terra para os cristãos e que ainda não fora provada pela ciência.
E sabemos que a discussão perduraria já que “Ciência x Religião” mostram dois nichos distintos para tentarmos buscar explicação para tudo.

Mas, repare quando você da referência a Talento e Aptidão encontramos distinções:

- Talento, argumentação com referência bíblica.
- Aptidão, argumentação com referência ciêntífica.

Mesmo que pudesse com infinitas outras explicações em relação a isso, serão apenas ideias, opiniões e eu gostei muito do que expressou em sua retórica.

Mas pra mim, "dom" é algo totalmente impossível de explicarmos através da lógica exata porque haverá esse eterno conflito.

A minha colocação sobre “dom” no meu artigo refere-se a posição de dádiva, capacidades provindas de divindades. Porém logo tenha outras infinitas interpretações, por exemplo: as que foram empregadas por você na sua colocação pra mim tornam-se uma opinião válida, mas contrária a minha.

Sobre minha referência a Albert Einstein e sua opinião, tenho absoluta certeza e é óbvio para mim de que para a humanidade ele foi infinitamente mais notável muitas pessoas, incluso nós deste humilde fórum e é claro, de outros físicos na física teórica, mesmo que analisemos outros aspectos, onde Einstein tenha desenvolvido atividades humanitárias e a tido muitas influencias políticas distintas a isso pela sua inteligência, eu usei esta referência como um exemplo aleatório.

Penso que, talvez da maneira com que eu tenha me expressado em minhas palavras no meu artigo, possa ter-lhe trazido uma falsa impressão de que quis dizer que o que ele construiu para a humanidade possa ter sido algo de baixa importância, mesmo que cordial, notei um leve desconforto. Afirmo de convicção em meus atos de que essa não foi essa a intenção no artigo, mas sim de mostrar que apesar do feito e por maior que ele seja e ecoe através dos séculos para a ciência e o globo terrestre, isso não o torna insuperável, seus feitos impossível de ser melhorado ou melhor explicados com outras teorias ou que ele fora um possuidor de um dom sobrenatural que fora inexplicável aos olhos das pessoas. Em comum acordo, por exemplo podemos ver casos como Stephen Hawking

Ambos nos casos desenvolveram-se a isso na minha opinião. Como? Estudando, trabalhando.

Pouco? Acredito que não! Ainda mais Hawking que possui limitações físicas mas não intelectuais.

Em referência a Hitler, confesso que pensei em usa-lo no artigo ao invés de citar o exemplo de Einstein até mesmo para dar mais sustância caso eu fosse dar uma ênfase maior nesta vertente, porém assim me estenderia muito no artigo e poderia trazer muita complexidade ao propósito da mensagem, por isso optei por não fazê-lo. Gostei da sua colocação mas continuo não concordando pelos pontos anteriormente explicados e pelas nossas concepções sobre o que é dom.

Voltando a Hitler, pra mim por muitas vezes ele agia de uma forma tão perturbadora que acredito que ele realmente acreditava ser um ser de poderes sobrenaturais, como Deus. E pra mim talvez seja pelo poder que o cargo de lhe chanceler lhe proporcionara. Seu apreço por napoleão, etc. :grump

Me despeço e peço-lhe desculpas pela enorme demora na resposta, vi só hoje o artigo.

Mais uma vez, muito obrigado por dedicar seu tempo levantando este debate. Adorei o tópico!


Um abraço

T7
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#854147 Prezado @# T7 #,

também fico muito feliz quando contraposições de ideias são debatidas em alto nível, com argumentos claros e exemplos didáticos que podem contribuir e estimular a evolução de outros membros desta comunidade.

Creio que, para sanarmos duvidas, teríamos que entrar em uma analise Hermenêutica da palavra DOM, mas não creio que esteja qualificado para tal ação em profundidade, mas, gostaria de esclarecer um pouco mais meu conceito sobre tal palavra.

Se procurarmos no Google e na Wikipedia veremos DOM como um titulo de nobreza, e como disse, se procuramos DADIVA, encontraremos DOM associada a ela. Se continuarmos a analogia, chegaremos a TALENTO e APTIDÃO.

Na antiguidade, quando não se conhecia o motivo pelo qual tal fato ocorria, ou porque alguém era mais eficiente na caça, na pesca, na construção, na tradição, dizia-se que ele foi agraciado com um DOM, uma dadiva divina que o fazia sobressair sobre os demais, era MÍSTICO.

Ainda hoje, na cultura popular, algo inexplicável ainda é associado ao divino, ao sobrenatural, a uma dadiva, milagre ou maldição, residindo no campo Mistico. Para a ciência é um fato que ainda não foi explicado, ou que a tecnologia e conhecimentos atuais não foram capazes de explicar, criando uma lacuna de conhecimento, só isso.

Quando redigi minha retorica, tentei abordar os dois temas, o cientifico e o mistico, pois acredito que algo existe em todos os seres humanos que vai alem do que a ciência consegue explicar, pois acreditamos em coisas que simplesmente ainda não podemos explicar, tais como, alma, deus, vida apos a morte, etc,etc.

A Ciência pode explicar a genética, o DNA, cromossomos e até mesmo, em breve, alterar as aptidões físicas e intelectuais dos futuros seres humanos, mesmo assim, a questão dos Talentos que estes novos indivíduos vão desenvolver, ainda serão desconhecidos.

Esta é a defesa que faço em meu artigo, existe características humanas que ainda são desconhecidas para a ciência, portanto não podemos explica-las, mas isso não significa que elas não existam, apenas ainda não foram explicadas, residindo no território mistico. Por mais algum tempo....

Quanto a Hitler, bem, é fácil de explicar sua loucura, "O poder corrompe, o poder absoluto, corrompe absolutamente." Além disto, ele era membro de uma sociedade secreta que acreditava na origem divina da raça ariana, mesmo conceito dos faraós egípcios. Suas ações, assim com as do Primeiro Imperador da China, eram de unir a raça ariana e criar um REICH, ou seja IMPÉRIO ALEMÃO, ou seja, o III Reich.

Acreditava que seu destino era unificar e elevar esta raça ao domínio de todo o planeta, portanto sua megalomania era patológica, alem de suas neuroses e fobias, alias, foi o medo de perder o poder que o fez desmembrar o comando de suas forças militares de forma a que a ultima palavra fosse sempre dele, o que possibilitou o sucesso da invasão da Normandia, caso contrario, o mundo de hoje, seria bem diferente.

Sei que continuamos com pontos de vistas diferentes, mas é isto que enriquece o debate e nossa caminhada, meu objetivo não é faze-lo mudar de ideia, mas estimular a participação de outros com suas opiniões e ideias, mostrando que a evolução depende de questionamentos saudáveis, positivos e construtivos.

Obrigado por suas retorica.

Grande abraço e sucesso, na vida e no jogo.
Avatar pua
# T7 #

Entusiasta

#854165 @Riker.T

Fico feliz pela resposta, espero que isso motive pessoas a defenderem posições.
No meu artigo citei nas palavras de que ainda não tive como defender outra posição e opinião exatamente pelo motivo de ainda não tê-lo descoberto e convencido. E ela ainda prevalece.

Talvez por certo ceticismo e outra em relação a complexidade e necessidade de tempo neste tipo de interpretação, etc. E, que conforme você mesmo sugeriu, agradeço-lhe e como um companheiro de fórum digo que se sinta-se a vontade a me indicar materiais caso possa, será de grande valia para que eu possa procurar novos meios de reflexão sobre isto, visto que não consigo ainda me convencer.

O motivo é claro, em sua analogia eu não consigo relacionar e me convencer em relação a DOM com Talento e Aptidão, porque na minha opinião Talento e Aptidão são habilidades desenvolvidas com preparo e trabalho.

É exatamente por isso que mantenho minha opinião entrando em acordo com você justamente na mesma colocação: Existem características humanas desconhecidas pela ciência. Mas até serem desenvolvidas e comprovadas serão teorias. Por isso existirão debates como estes. A x B!

Me despedindo, sobre Hitler li diversos livros durante a minha adolescência e inserção a fase adulta. Você foi categórico em sua resposta, podemos conversar qualquer hora dessas e expormos nossos pontos de vista.

Não se esqueça do meu pedido no segundo parágrafo.

Agradeço pela sua atenção, humildade e gentileza.

T7
Avatar pua
Telles18

Veterano - nível 3

#854296 Isso que é debate de alto nível e, não poderia ser pra menos com tanto conhecimento existente aqui. Imagem

Com debate assim o fórum só tem a ganhar por ter, alem de respeito pela opinião do outro, um debate rico em conhecimento e bastante diversificado.

Bom presenciar esse debate Imagem
Vlw