Aqui é a caixa de pandora das dúvidas antigas ou resolvidas.
Imagem
Lembre-se de agradecer se alguém realmente te ajudou. Membros que não agradecem são INSTRUÍDOS a não ajudarem mais o membro.

Criador do tópico

caiocarv1

Aprendiz

#1056193 Bom dia Puas!

Já frequento a comunidade há um tempo e li diversos materiais, porém não encontrei algo relacionado a essa situação de agora.

Fico com uma HB 7/10 que me queria faz bastante tempo, só que na época eu namorava. O tempo passou e eu terminei, a vontade dela era a mesma, então acabamos ficando.

Ocorre que essa HB é bem, digamos, "solta". Fica com vários caras, inclusive já ficou com alguns amigos meus que frequentam o mesmo bar que nós, mas em relação a isso, tudo tranquilo. Depois de já ter ficado com ela algumas vezes, não passei nenhuma intenção de querer algo a mais, só que estabeleci alguns limites.

Certa vez ela ficou com alguns caras no bar e depois veio me beijar, eu neguei e ela se surpreendeu, ficando sem entender na hora e depois vindo me procurar pra saber o motivo. Confesso que minha atitude foi meio de quem se importava, refletida pela minha linguagem corporal, mas depois eu disse que era a porque meu estilo era ficar só com uma mulher na noite e por ela ter feito isso eu não ficaria aquele dia. Ela falou que queria me levar pra casa dela e tal, mas caguei e ela percebeu.

Nós conversamos muito por WhatsApp, talvez até mais que deveria, mas eu gosto de me envolver na vida das mulheres que fico (JÁ TRANSAMOS) e deixei isso claro pra ela.

Recentemente ela veio na minha casa e nós só dormimos juntos, por algumas peculiaridades que aconteceram na minha casa, nós não tínhamos o conforto de transar a qualquer momento, então acabou que a mãe dela ligou quando dava e ela teve que ir, só que isso era o que eu tinha entendido.

Vale ressaltar que conversamos assuntos bem pessoais da vida dela, problemas com a mãe dela e afins.

Por não termos transado, no dia seguinte queria que ela fosse pra minha casa à noite pra concluir, porém ela não foi, e no dia seguinte a ela não ter ido que minha dúvida começa.

Encontrei com ela num bar e ela estava beeem chapada de maconha, e aí ela começou a falar de uma situação bem mais pessoal e que facilmente eu vi como isso a destrói, pois logo as lágrimas se formaram no olho.

Tem problemas com o pai, grandes problemas, creio que o chamando complexo de pai, e disse que por eu querer saber demais e ela ter me compartilhado isso (puxei âncoras bem ruins), não conseguia mais separar "alguém que sabe disso" e outro que seja só pra transar, pois às vezes ela só queria alguém pra dormir junto e por isso não foi na minha casa à noite.

Eu demonstrei empatia e disse que era meu jeito mesmo e não disse mais nada, só a confortei. Depois disso ela me beijou e ficamos próximos um tempo.

Porém agora que começa a ficar esquisito: depois de se afastar de mim ela chamou um amigo meu que ela já tinha ficado uma vez pra uma rua onde tem outro bar que frequentamos, falando que uma amiga queria ficar com ele, mas depois pediu pra ele ficar com ela na fila do local, tendo antes inclusive passado da fila, mas ele não acompanhou (confio muito nesse meu amigo, então sei que é verdade).

Na fila, ele disse que ela falou de mim e que comentou "que eu ficava em cima, né?". Meu amigo desconversou e nesse momento me viu vindo na rua, foi quando ela também viu e parou de falar. Eu fui lá pois tinha que falar com ele sobre irmos pra outro lugar.

Após isso, ela me ligou 2x pois eu não atendi a primeira e perguntou se eu ia lá onde ela estava, pois queria que eu fosse pra casa dela com ela. Eu falei que já tinha compromisso e que se os horários de ir embora batessem, eu poderia ir (também estava chateado com a situação pela ação dela, pois não deu pra saber se ela queria ficar com ele ou quis causar ciúmes, mesmo na minha mente pesando pra primeira opção, eles só ficaram uma vez há tempos).

Por volta das 4h, várias mensagens no meu celular dizendo que tentou me ligar várias vezes e que ficou sem bateria, que a casa dela estava liberada e queria que eu fosse, que já tinha avisado à mãe que eu iria e que ela não estaria em casa (ela já falou de mim pra família). Por eu não ter ido, ela ficou na tia dela, falando que aquele seria um ótimo dia pra eu ter ido e tudo o mais, dizendo inclusive pra eu ir pra casa da tia dela porque ela não estava, que até pagava meu uber.

Por eu não responder rápido pois já estava chapado e no elevador, ela disse que ia dormir, claramente demonstrando que estava chateada, e eu falei que até iria, mas ela não respondeu mais.

No dia seguinte, encontrei com ela de novo em um bar, a cumprimentei normalmente com beijo no rosto e a deixei. Ela estava com um cara que ficava há muito tempo, mas ela dá essas alternadas em quem ela fica, o cara já esteve lá e ela quis ficar comigo, enfim.

Olhei pouco pra ela, mas a vi me olhando algumas vezes e até esse meu amigo que ela havia chamado pra se afastar estava, e ele comentou que ela parecia estar com uma cara de "arrependida".

Na hora de ir, ela veio na minha mesa se despedir de mim e foi com o cara, provavelmente pra casa dele, e assim chegamos ao agora.

Minha dúvida é: devo demonstrar que exclusivamente quero transar ou posso continuar sendo desse meu jeito participativo, mas talvez em outro momento?

Pois adoro saber da vida das mulheres que transo e se possível tentar ajudar e deixá-las bem em seus problemas. Por mim, que fico feliz em altruísmo e por ela também, pra tentar melhorar sua vida, mas sem nenhuma expectativa de recompensa nem conquistar, faço por achar interessante.

Gosto de ficar com ela, é uma pessoa boa, mas fora essas expectativas que espero de alguém que fique, que seja como eu, que parece que não foram correspondidas, consigo facilmente me desvencilhar.

Gostaria da opinião de vocês a respeito dessa situação e todas são bem vindas, sei que ficou longo mas quis deixar bem explicado pra vocês levarem tudo em consideração.

Abraços!

ANÚNCIOS

Gorious

Aprendiz

#1056195 Bom dia meu amigo, vamos lá:

Eu particularmente me afastaria um pouco por algumas questões:

* Ela tem problemas com drogas
COMENTÁRIO - Me chame de conservador, "careta" ou o que for.. Mas não é um bom indicativo se envolver com pessoas que fazem uso de entorpecentes (não sei se você também faz uso, pois em uma parte do relato você disse que estava chapado no elevador, mas não especificou com o que..) enfim.. é algo ilícito que pode causar problemas contigo, com ela, com o pessoal que esteja acompanhando ...

* Essa "empatia" pelas mulheres
COMENTÁRIO: Sendo bem direto, você deve ter alguns problemas no seu dia-a-dia e ainda vai se envolver com o problema dos outros.. acumulando problemas para si, gastando tempo e energia com algo passageiro - já que não é relacionamento sério. Sei que parece algo egoísta inicialmente, mas evite acumular problemas alheios na sua vida. Entendo que a situação dela é delicada mas acho que tem dosar um pouco nível dessa empatia.. ela é uma ficante.. não é nada a longo prazo.. ou algo sério..
(Isso vale não para esse caso citado, mas para a geral.. )

* Tem outras HB's por aí
Eu sei que gosta de ficar com ela.. mas olhe para outras Hb's.

Espero ter ajudado em alguma coisa man, e boa sorte para lidar com a situação.

Criador do tópico

caiocarv1

Aprendiz

#1056199 Olá, meu amigo!

Quanto à questão de drogas, sei que é uso esporádico e apenas recreativo, nada que vá dominar a vida dela. Nesse quesito sou bem flexível, eu citei no intuito de ela poder ter agido "conforme ela realmente quisesse, sem travas por estar sob o efeito".

A respeito da empatia, eu concordo com a sua colocação! Deveria focar mais em criar momentos divertidos em vez de me aprofundar na vida dela. Procurar não ficar indagando para saber de tantas coisas a não ser que ela queira me contar, talvez? Realmente não a vejo numa relação de namoro, apenas uma fuck friend, então acho que vou dar uma saída de cena mesmo e continuar o jogo com todas as outras :p.

Obrigado pelo reply!
Avatar pua
eric-mendes

Veterano - nível 1

#1056201 Muito detalhado seu relato cara, parabéns! A galera aqui costuma postar relatos muitos resumidos, que a gente nem sabe como ajudar.

Mas pelo que vi, você não tem problema de PU com ela. Você escorrega em alguns pontos, mas seu jogo é bem sólido. Pelo que vi, você quer saber o que a GENTE acha do seu relacionamento... se você vai adiante ou deixa pra lá.

E isso é algo que VOCÊ tem que decidir. É você que tem que decidir se esse relacionamento vale à pena mergulhar mais ou ficar só na superfície mesmo.

DEPOIS de decidido isso, aí você segue com as táticas necessárias.

Você NÃO precisa da nossa aprovação para seguir com esse relacionamento... o único que deve aprovar é VOCÊ.

De qualquer forma, minha opinião:

- se começar a namorar com ela, é uma EXCELENTE oportunidade para ter um relacionamento aberto (se isso for bom pra você);

- se começar a namorar com ela, é uma EXCELENTE oportunidade para ter alguns ménages (ela parece ser do tipo aberto);

- se não começar a namorar com ela, use-a como social proof pra pegar outras e FIQUE ATENTO aos seus sentimentos (quando você menos esperar, pode estar mega apaixonado por ela...);

:legal

Criador do tópico

caiocarv1

Aprendiz

#1056208 Pensei nisso ao ver a maioria dos relatos.

Eu falho um pouco nessa questão do EU decidir. Eu consigo por mim mesmo decidir o que quero e o que me deixaria mais contente, mas eu penso muito no que as pessoas ao meu redor podem achar de eu estar com mulher "rodada" ou o que acharão de quem eu apenas fico, tenho que mudar isso URGENTEMENTE, pois acabo me preocupando com opiniões que eu deveria ignorar totalmente.

De qualquer forma, minha opinião:

- se começar a namorar com ela, é uma EXCELENTE oportunidade para ter um relacionamento aberto (se isso for bom pra você);

- se começar a namorar com ela, é uma EXCELENTE oportunidade para ter alguns ménages (ela parece ser do tipo aberto);

- se não começar a namorar com ela, use-a como social proof pra pegar outras e FIQUE ATENTO aos seus sentimentos (quando você menos esperar, pode estar mega apaixonado por ela...);


Acho que eu falharia! Hahahaha. Tô acostumado a namorar pra ficar na monogamia, então acho que devo manter do jeito que está, apenas proporcionando diversão e só conduzi-la em problemas que ela quiser me contar. Fora que um ménage é sempre bom e ela por sinal fica com mulheres! Hehehehe.

Quanto a ficar apaixonado, preciso ficar atento pra não me envolver mesmo, essa coisa de querer saber da vida sempre me leva pra um lado mais sentimental com algumas mulheres e acabo perdendo o foco, acho que ela é uma dessas.

Obrigado pelo reply, meu amigo!