O crescimento pessoal é fundamental para se ter uma vida melhor, considera tão ou mais importante quantos o estudo da sedução. Educação Financeira.
Vamos deixar de ser focados só em mulheres!
Avatar pua

Criador do tópico

lucasrato - MEMBRO EXCLUSIVO
#323287 Bom, já vi alguns tópicos por aqui falando sobre uso de vírgulas, a diferença dos "porquês", uso de hífen e etc. Mas ainda não vi nenhum falando dos erros que muitos comentam apenas nos feeds. Resolvi fazer uma pesquisa sobre a forma certa de escrever cada coisa, baseando nos erros que eu identifiquei em muitos tópicos por aqui. Peço à moderação que envie isto para uma área mais adequada, não creio que "Desenvolvimento Humano" seja a certa.

Aí vai:

1. Mas - Mais
Mas: conjugação, palavra invariável que une termos de uma oração ou orações. Pode ser substituido por porém, entretanto e contudo.

Exemplo:
Meu carro está com um problema no motor, mas eu levarei no mecânico para consertar.
Carol perdeu seu celular, mas vai comprar outro.
Você não estva lá na hora que eu precisei, mas não tem problema.

(notem que geralmente existe uma vírgula antes dele)

Mais: advérbio de intensidade. Pode modificar também adjetivos e advérbios. O contrário de menos.

Exemplo:
Eu tenho mais irmãos do que você.
Meu irmão é mais velho que eu.
Julia comprou mais um carro.



2. Dês - Desde:
Dês é uma forma reduzida, arcaica, de desde; era extremamente comum nas cantigas de amor e nas cantigas de amigo do Português medieval, mas não está mais em uso, o que é indicado pelo rótulo de “antiquado”, tanto pelo Aurélio como pelo Houaiss. Eu vejo dês, de vez em quando, no estilo de alguns autores da área jurídica que procuram deliberadamente escrever como no tempo das Ordenações; infelizmente, esse “toque” arcaizante, consciente em poucos, está se alastrando pelo estilo de muitos que tentam, coitados, imitar o que consideram um estilo “bonito”.

O que não existe, em hipótese alguma, é dês DE. O dês já é desde; o que certo, é 'dês que', que significa, em vernáculo, 'desde que'. Quanto ao fato do Word, tão moderno, reconhecer essa forma tão antiga, não te espantes: certamente ele pensa que estás usando o subjuntivo do verbo dar, “que tu dês“. Todos os corretores que vêm nos processadores são ridiculamente primitivos; os americanos costumam exemplificar com a frase “two bee or not two bee”, forma macarrônica de “to be or not to be”, que passa fácil por qualquer corretor. Jamais confies neles. Abraço.



3. Compania - Companhia
A palavra “companhia” vem da antiga palavra “companha” que significava grupo de pessoas que seguem juntas, aonde foi acrescentado o prefixo “ia”. É fato que se você procurar no dicionário pela palavra “compania”, você não irá achar, pois está errada. Procure no dicionário e veja que a palavra certa é “companhia” que pode ser definida de várias formas, como: ação ou resultado de acompanhar; presença de algo ou alguém que acompanha; grupo organizado de pessoas reunido para um fim comum. Entre outras definições. Compania não existe.



4. Concerto - Conserto
Use concerto quando tiver significado de audição musical, harmonia de instrumentos ou vozes, composição musical extensa.

Use conserto quando tiver significado de reparo, restauração, reforma, remediar, corrigir, colocar algo em bom estado.



5. Escrita errada de palavras
Essa parte será escrita por mim mesmo. Não sou nenhum professor de português, nem tenho grande formação na área, mas seria bom se todos se esforçassem um pouco mais, certo? Vejo muitas pessoas escrevendo as palavras de modo errado, muitas vezes até por estarmos na internet.

Não vou citar aqui o modo certo de escrever, mas dou uma dica: Se está em dúvida de como se escreve uma palavra, digite ela no google, ele provavelmente irá consertar se estiver errado, como "Você quis dizer:".



Bônus:

6. a, à e há
'a' tem os seguintes valores morfológicos:

a) artigo definido: determina substantivos concordando com eles em gênero e número:
A vida é bela.
As crianças brincam no parque.

b) pronome pessoal oblíquo: substitui substantivos na função de objeto direto:
Esta casa me pertence.Comprei-a com muito sacrifício.
Palavras, não as digo inutilmente.

c) pronome demonstrativo: é substituível por aquela(s):
A que esta de branco é minha irmã.
Observe as que estão sentadas à direita do palco.

d) preposição: é invariável e liga duas outras palavras:
O ladrão foi morto a tiros.
Iremos a pé até a cidade.

'à' com crase. É a fusão de dois fonemas vocálicos idênticos, por exemplo: preposição a + artigo feminino a.
Irei à cidade.
Refiro-me à que está vestida de branco.

(dica: se estiver em dúvida se usa crase ou não, pense em substituir a palavra que vem depois dele por qualquer palavra do gênero masculino. Se esse "a" mudar para "ao", usa-se a crase).

'Há' é o verbo haver conjugado no presente do indicativo. E substituível por existe(m) ou por faz (na indicação de tempo decorrido):
Há seres vivos em outros mundos? (Existem…)
Há anos que não vejo o mar. (Faz anos…)



7. Menos e menas

Menas não existe. Simples.

--------

No mais, creio que é só isso mesmo.


Abraços





-LucasRato

ANÚNCIOS

maateuus

PUA Avançado

#323320 Boas dicas.Só não entendi o "à" com crase.Devemos trocar pelo ao é a palavra que vem depois?É muito confuso entender a crase.
Avatar pua

Criador do tópico

lucasrato - MEMBRO EXCLUSIVO
#323328
maateuus escreveu:Boas dicas.Só não entendi o "à" com crase.Devemos trocar pelo ao é a palavra que vem depois?É muito confuso entender a crase.


o ao deve ser trocado pelo "à" mesmo. Pegando o exemplo que está no texto:

Refiro-me à que está vestida de branco.

substituindo o que vem depois para algo masculino (de vestida de branco para vestido de branco)

a frase ficaria assim:
Refiro-me ao que está vestido de branco.

Percebeu? Ao trocar o que vem depois do "a" (nesse caso "à") por algo no gênero masculino, é preciso mudar para "ao" para fazer sentido.

Abraços



-LucasRato
maateuus

PUA Avançado

#323448
lucasrato escreveu:
maateuus escreveu:Boas dicas.Só não entendi o "à" com crase.Devemos trocar pelo ao é a palavra que vem depois?É muito confuso entender a crase.


o ao deve ser trocado pelo "à" mesmo. Pegando o exemplo que está no texto:

Refiro-me à que está vestida de branco.

substituindo o que vem depois para algo masculino (de vestida de branco para vestido de branco)

a frase ficaria assim:
Refiro-me ao que está vestido de branco.

Percebeu? Ao trocar o que vem depois do "a" (nesse caso "à") por algo no gênero masculino, é preciso mudar para "ao" para fazer sentido.

Abraços



-LucasRato


Agora entendi.Valeu por explicar.Mas mesmo assim acho que a crase deve ser excluída da língua portuguesa.Ela só atrapalha.E o pior de tudo é que erros ortográficos são descontados em concursos,uma crase colocada incorretamente ou não colada quando deveria,é motivo para descontar pontos.
Abraços. :ae
twelve

PUA EXPERT

#323596 Ótimo tópico cara! Parabéns!

Pessoalmente Eu nem leio tópico quando eu percebo que há um monte de erros de português ou mesmo
muitas "gírias de internet" ex: vc, hj e essas coisas...

Vlw Cara gostei do tópico, :ae
Avatar pua
bissucat

Veterano - nível 8

#323651 Boa iniciativa,
o mais/mas e o menas, são os erros mais comuns para mim, dentro e fora da internet.

Em questão do que o twelve falou, não acho nada de mais usar as abreviaturas que são típicas da internet (vc, hj, bj...); afinal, você esta na internet de uma forma mais relaxada e tal. Mas claro, sem exageros.

Outra dica, é usar o google chrome, ele tem corretor ortográfico ;p
Avatar pua

Criador do tópico

lucasrato - MEMBRO EXCLUSIVO
#325394
maateuus escreveu:Agora entendi.Valeu por explicar.Mas mesmo assim acho que a crase deve ser excluída da língua portuguesa.Ela só atrapalha.E o pior de tudo é que erros ortográficos são descontados em concursos,uma crase colocada incorretamente ou não colada quando deveria,é motivo para descontar pontos.
Abraços. :ae


Sem problemas. Qualquer coisa pode comentar à vontade. (sim, creio que se usa crase aqui hehehe)
A crase só é útil mesmo quando se trata da escrita, por exemplo na frase "Vou ao jardim", significa você "vai a" "o jardim", se eu trocasse por rua, seria a rua, então ficaria "vou à rua" que significa que você "vai a" "a rua", como são dois 'a's, coloca-se a crase.
Na fala as pessoas costumam ler a crase dobrando o 'a', vejo até jornalistas dizendo isso, mas o correto é dizer um a apenas, como se não houvesse nada demais.

matheuskayko escreveu:Tem membro aqui que exagera no péssimo português.

Vamos lá galera, não precisa ser nenhum professor, mas escrever algo que de pra entender, NO MÍNIMO!

E belo tópico, parabéns!


Obrigado, realmente existem tópicos que ficam até ruins de se compreender por causa do péssimo português.

twelve escreveu:Ótimo tópico cara! Parabéns!

Pessoalmente Eu nem leio tópico quando eu percebo que há um monte de erros de português ou mesmo
muitas "gírias de internet" ex: vc, hj e essas coisas...

Vlw Cara gostei do tópico, :ae


Muito obrigado. As gírias tornam o texto muito enfadonho, mesmo que se entenda, fica chato ler, eu pelo menos fico muito incomodado ao ver essas coisas.

bissucat escreveu:Boa iniciativa,
o mais/mas e o menas, são os erros mais comuns para mim, dentro e fora da internet.

Em questão do que o twelve falou, não acho nada de mais usar as abreviaturas que são típicas da internet (vc, hj, bj...); afinal, você esta na internet de uma forma mais relaxada e tal. Mas claro, sem exageros.

Outra dica, é usar o google chrome, ele tem corretor ortográfico ;p


Realmente, também creio que essas sejam as mais comuns.
Eu concordo um pouco com o twelve. As gírias típicas da internet são mais para bate-papos, onde a interação é mais dinâmica, algo rápido com frases curtas. Para textos longos, artigos e relatos creio que seria melhor um português mais correto.
Existem também extensões para o Firefox que adicionam um corretor ortográfico.

Matheus D. escreveu:como não escrever certo:

nossa, ha muito tempo atras venho cometendo esses erros
mais derrepente tudo mudou, concerteza vou continuar melhorando

kkkkkkk


Hahaha, apenas te ajudando um pouco mais, é "com certeza" quando eu juntar mais 5 erros coloco este junto ok?


E aderindo à campanha:

[centro]Imagem
Se o que eu escrevi somou algo para você então agradeça!
Caso não saiba como agradecer um membro basta clicar na imagem acima.[/centro]


Espero seus agradecimentos.


Abraços





-LucasRato