Artigos sobre sedução e afins. Tópicos com 60 dias sem resposta vão para área de Arquivos. Não poste dúvidas nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Mr. Fisher

Veterano - nível 4

#1058351
Blaidd escreveu:Rapaz, que isso! Muito boa a rotina e toda a didática. Combinaria perfeitamente com meu estilo, se não estivesse namorando.. :(
Algo muito importante também é não demorar muito para o kc ou pelo menos ejetar com o pc, por se tratar de uma rotina em que você vai fazer amizade com a garota e muito provavelmente com os amigos dela, talvez com o passar do tempo fique mais desconfortável para isso.

Gostei demais, Mr. Fisher. Ótimo ver mais um membro ativo, e tenho a impressão que estou presenciando o nascimento de um novo mito na comunidade. :ae


Ô, mano, por isso que eu não namoro kkkkkkk vou deixar de testar as rotinas, pô? Num vô hehehe. Fico com água na boca todo fds pra tentar algo novo, não daria certo :omg

Na verdade, essa foi a rotina que me rendeu menos amizades com grupos de todas. Praticamente não interagi com os grupos dos quais peguei alguém com ela. O que é bem divertido, haha. Você passa pela galera que parece um fantasma e chega na nega pegando FOGO. Um ponto positivo do abraço quando aceito é que mesmo que você ejete o set depois, fica parecendo que você tava falando com uma amiga sua. Um ponto negativo é que se nem o abraço tiver aceitação (o que já ocorreu umas 3 vezes, provavelmente devido a um nível de energia descalibrado da minha parte), sua social proof vai lá pra baixo. Não é brincadeira. Ocorre um momento constrangedor mesmo. Não entendi a parte do desconfortável, mas TMJ.

Mr. Fisher

ANÚNCIOS

Avatar pua
Fellipe Andreas

Veterano - nível 9

#1058363
Mr. Fisher escreveu:EDIT: As meninas ou realmente acreditaram que eu era conhecido enquanto me aproximava e abraçava, ou não



Nota aos críticos que dizem que podem existir "problemas de congruência":
Muito boa a técnica, me lembra quando comecei a praticar o pick up. Sempre me interessei por saber o que está por trás da técnica e gerar a essência de uma boa interação dentro de mim. Dessa forma nunca me senti, nem fui, incongruente em minhas interações. No livro Revelation é dito bem claro que não se trata de parecer algo mas de se tornar o que se quer ser. Da mesma forma uma técnica é um exemplo que mostra um ideal a ser alcançado e que por ser ideal não deve NUNCA ser imitado mas sim adaptado a realidade pessoal de cada um.

Nota ao autor da técnica:
A técnica já foi teorizada anteriormente mas não lembro de ter visto uma exemplificação tão meticulosa. Admito que algumas vezes fiz esse tipo de abordagem e, como sempre, o que importa é a entrega principalmente pelo fato de que as mulher que reagem positivamente sempre pensão assim:
"-Que importa se eu conheço ele ou não? O cara é foda e to toda molhadinha por ele."

Nota aos companheiros AS (adotei o termo
Mr. Fisher escreveu:
, nada mais de PUA, agora é so AS, se bem que em inglês a pronuncia é uma merda kkkkk):
Devemos lembrar que nosso objetivo é ter experiência prazerosas e cada vez mais profundas com as mulheres. Isso significa que quem nós somos é mais importante do que que técnica usamos. Na realidade a técnica somente funciona por sermos realmente pessoas que se esforçam e se tornam cada vez mais interessantes e geradores de valor para a sociedade. É essa atitude que traz o interesse genuíno das pessoas por nós e é nisso que todo o pick up é construído.
Avatar pua

Criador do tópico

Mr. Fisher

Veterano - nível 4

#1058364
Fellipe Andreas escreveu:
Mr. Fisher escreveu:EDIT: As meninas ou realmente acreditaram que eu era conhecido enquanto me aproximava e abraçava, ou não



Nota aos críticos que dizem que podem existir "problemas de congruência":
Muito boa a técnica, me lembra quando comecei a praticar o pick up. Sempre me interessei por saber o que está por trás da técnica e gerar a essência de uma boa interação dentro de mim. Dessa forma nunca me senti, nem fui, incongruente em minhas interações. No livro Revelation é dito bem claro que não se trata de parecer algo mas de se tornar o que se quer ser. Da mesma forma uma técnica é um exemplo que mostra um ideal a ser alcançado e que por ser ideal não deve NUNCA ser imitado mas sim adaptado a realidade pessoal de cada um.

Nota ao autor da técnica:
A técnica já foi teorizada anteriormente mas não lembro de ter visto uma exemplificação tão meticulosa. Admito que algumas vezes fiz esse tipo de abordagem e, como sempre, o que importa é a entrega principalmente pelo fato de que as mulher que reagem positivamente sempre pensão assim:
"-Que importa se eu conheço ele ou não? O cara é foda e to toda molhadinha por ele."

Nota aos companheiros AS (adotei o termo
Mr. Fisher escreveu:
, nada mais de PUA, agora é so AS, se bem que em inglês a pronuncia é uma merda kkkkk):
Devemos lembrar que nosso objetivo é ter experiência prazerosas e cada vez mais profundas com as mulheres. Isso significa que quem nós somos é mais importante do que que técnica usamos. Na realidade a técnica somente funciona por sermos realmente pessoas que se esforçam e se tornam cada vez mais interessantes e geradores de valor para a sociedade. É essa atitude que traz o interesse genuíno das pessoas por nós e é nisso que todo o pick up é construído.


KKKkkkk, ow, mano, vamo adaptar AS para Ás que é só um acento de diferença mas tem um significado que também faz referência ao mundo PUA e uma pronúncia melhor em inglês (Ace). Onde você viu essa abordagem antes? Juro que não copiei de canto nenhum da internet. Construí a partir de exxperiências próprias.
Avatar pua
Fellipe Andreas

Veterano - nível 9

#1058369
Mr. Fisher escreveu:KKKkkkk, ow, mano, vamo adaptar AS para Ás que é só um acento de diferença mas tem um significado que também faz referência ao mundo PUA e uma pronúncia melhor em inglês (Ace). Onde você viu essa abordagem antes? Juro que não copiei de canto nenhum da internet. Construí a partir de exxperiências próprias.


Fixado Ás então kkkkkkkk

No speed seduction (sim, eu ja li isso e coisa muito pior) ja existia uma idealização desse tipo de abordagem. A própria teoria de rapport tembém abre espaço para uma abordagem voltada a criar esse tipo de conexão. Se não me engano no livro The Game também é comentado que é importante criar esse tipo de conexão e no MM também existe citação a criar essa impressão que ja se conhecem a tempos.
Avatar pua
Fellipe Andreas

Veterano - nível 9

#1058383
Mr. Fisher escreveu:Humm... Interessante. Como assim coisa pior? Você não curtiu speed seduction? É um livro ruim?


Eu nunca lí um material do ponto de vista de que é uma técnica a ser seguida a risca, sempre procurei ver qual processo psicológico está por trás da técnica, sendo mais específico: "Por que essa porra funcionaria?".
Desse ponto de vista não existe material ruim ou bom, sim material verdadeiro (que fala de coisas que existem) e material falso (que é viagem da cabeça de alguém).

Assim classifico o speed seduction como um material VERDADEIRO, funciona sim mas seu ponto negativo é que ele não leva NUNCA o sujeito a se desenvolver como um ser humano. É uma crítica muito semelhante a que tenho pela RSD, muita técnica, muito mapinha para um cara seguir. São promessas que nunca se concretizam e levam os desesperados a ficar gastando oque tiverem (seja tempo ou dinheiro) para conseguir mais e mais conteúdo sem nunca conseguir o que eles realmente precisam.

Na verdade esse é um problema das empresas de dinâmica social como todo, mas tenho sentido que, ao longo da ultima década, isso está mudando drasticamente através das pequenas empresas do ramo e dos materiais independentes que tem saído.

Meu conselho para que se aventura é sempre transcender essa cortina de fumaça que existe no pick up e ver o mundo como realmente é. Isso não significa que apenas ler que isso existe vai mudar algo e a pessoa vai enxergar como as coisas realmente são. Na verdade o melhor caminho para isso é se expor, sair e abordar muito mais do que esquisar e ler conteúdo. Somente a experiência densa e profunda faz o sujeito entender o que estou querendo dizer aqui.
Avatar pua
eric-mendes

Veterano - nível 9

#1058394 Muito bacana hein!!

Eu nunca recebi um AI desse jeito, mas é interessante saber o que fazer QUANDO acontecer.

Eu não li os comentários da galera, pois o tópico bombou... então ainda não tive tempo de ler tudo.

De qualquer forma, eu sou um pouco mais direto quando recebo AI. Menos brincalhão.

Os vídeos do YouTube do Steve Jabba são massa!

:legal
Avatar pua
thegreys1

PUA Avançado

#1058418
Mr. Fisher escreveu:
thegreys1 escreveu:
Mr. Fisher escreveu:De fato, a falta de espontaneidade mata qualquer interação, mas pelo que vivi, digo que algo não precisa ser espontâneo para parecer espontâneo para a mulher. Um bom PUA sabe atuar e entende que a sedução envolve mais que palavras... Mas que também envolve palavras. A maior dificuldade dos PUAs com as rotinas é que eles acham que basta citar. Nesse sentido, a rotina vira uma muleta e te coloca na zona de conforto, mas o contrário também ocorre. Muitos, por não conseguirem empregar corretamente as rotinas, concluem que as mesmas não funcionam. E entram na zona de conforto de não querer elaborar nem decorar quaisquer rotinas, por menores que sejam. Mas garanto: Se você incorporar bem suas rotinas, elas darão certo. Se você puder testar e me contar o resultado depois, agradeceria. Obs: em tempo, não descarto jogo direto, até porque o pratico tanto quanto o indireto. E sim, essa rotina tá funcionando que só uma beleza.

TMJ, abraços

Mr. Fisher.


Posso te garantir que a maioria das minas percebem que não é natural na hora. Só o fato do cara chegar nela sem pressão e com uma desculpa esfarrapada..já ta ótimo! Rotinas que funcionam tão bem quanto são:
Tu chegar na mina e dizer:

Vanny:Rafaela?
HB:Oi?? Acho que me confundiu.
Vanny:aaah,você parece tanto uma amiga minha. hahaha. tudo bom?

É uma rotina simples,de boa..e que causa os mesmos efeitos que a sua.

Pela foto do seu perfil(não sei se é mesmo você)você parece ser boa Pinta. Eu acredito sinceramente que a rotina ta sendo 1% do teu jogo aí...ela só ta servindo pra tirar a pressão do momento,algo que tu pode fazer com milhares de outras coisas.

Outra ponto interessante que eu vejo,é você se colocar no lugar da menina. Se ela soubesse você usou uma Rotina pra criar conforto e pegar ela,como acha q ela reagiria? Se a resposta é negativa,eu não vejo razão para continuar com isso..você não deve ter vergonha das coisas que faz.

Abraços!!
Vanny


Brother, você tá confundindo fingir ser conhecido com chegar como se fosse conhecido, agindo como um conhecido, abraçando como um conhecido. São coisas diferentes e cujos resultados são bem diferentes também. Chegar como um conhecido é chegar com a confiança de que vai abraçar a garota do mesmo jeito que ela abraçaria um amigo. Fingir que conhece é dar uma de escamoso pra chegar tentando fazer parecer que não queria chegar (o que fica claro que é mentira, mulheres tem um faro ótimo pra esse tipo de pala). Desse último jeito você parecerá fraco e será facilmente rejeitado.


Se eu fosse uma mulher e um homem chegasse olhando para mim e me abraçando... Eu me sentiria bem puta por ter deixado um desconhecido me abraçar... A não ser! Que meus amigos pensassem que ele é conhecido e eu até tivesse essa impressão no começo e pudesse usar isso de desculpa pra ter abraçado ele logo de cara ;)

Se ela souber que é uma rotina, obviamente não vai gostar. Mas é por isso que tem aquela parte da rotina em que você não conta que é uma rotina hehe... E eu jogo pra ganhar, negão. E você? Se você joga pra ser certinho, não ser falso, beleza. Mas eu não tenho vergonha de apontar um revólver pra quem me puxa uma espada e nem de jogar areia nos olhos durante a briga. A mandinga é isso aí mesmo. Não se vende, não se compra: vem da raiz. Se você não nasce com ela (meu caso), então se aprende. Na guerra e no amor, não jogue de igual pra igual ou em desvantagem. As mulheres já saem na frente em experiência social. Você acha que chegar com rotina é errado? (se puder responder essa pergunta, agradeço). Usar rotina é no mínimo equilibrar o jogo, as mulheres estudam PickUp sem querer todos os dias quando diversos caras chegam nela durante o dia. Tudo isso gera uma experiência enorme para elas, principalmente para as mais bonitas.

Sou eu na foto sim. Mas eu não sou boa pinta não, mano. Sou normal. Agora: Eu me arrumo bem, é diferente. Procuro trabalhar os traços do rosto e ter uma barba, cabelo e acessórios que os harmonizem. Você visse uma foto minha há 9 meses atrás diria que sou normal se não dissesse feio.


Parecer fraco e ser facilmente rejeitado? Olha amigo...sinto que você vive completamente na teoria...Eu vivo fazendo coisas que na teoria são estúpidas mas na prática..dão super certo...É conhecimento básico o fato de *o que você diz não importa..e sim COMO você diz.*. Acredite,amigo..a maioria das vezes você só precisa de uma desculpa esfarrapada pra chegar na mina sem pressão..só isso! Não precisa fazer malabarismos. :palhaco