O crescimento pessoal é fundamental para se ter uma vida melhor, considera tão ou mais importante quantos o estudo da sedução. Educação Financeira.
Vamos deixar de ser focados só em mulheres!
Avatar pua

Criador do tópico

jahpz

Melhores PUAS

#267915 wazzup.

[centro]Nível de dificuldade do artigo:
Fácil
Você pode usufruir dos conhecimentos sem precisar entender os conceitos básicos de PNL.[/centro]

Este artigo não é meu, é criação do grande Steve Connirae, um grande coach/practioner em PNL do qual eu particularmente respeito, e muito.

É possível que você se identifique com um ou mais estilos descritos, esses 4 são os mais comuns, o fato de se identificar com um não exclui o outro.


[centro]- O motivador negativo -[/centro]


Muitas pessoas motivam-se pensando nosdesastres que acontecerão caso não façam alguma coisa. Pensam que serão despedidos se chegarem atrasados ao trabalho. Pensam que a família as abandonará se não forem atenciosos. Pensam que o carro vai ficar completamente arruinado se não cuidarem dele. Entretanto, pensar em coisas ruins é desagradável e geralmente não motiva as pessoas rapidamente. Um estilo de motivação negativo ou "desastroso" pode ser muito eficiente para algumas pessoas e tarefas. Em algumas situações, é útil pensar no que vale a pena evitar. Os advogados geralmente pensam no que pode dar errado antes de escreverem contratos meticulosos que levem em conta possíveis problemas. Um construtor que tinha alcançado um nível excepcional de segurança usava uma estratégia "de rejeição aos desastres" para lembrar-se continuamente de que poderia dar errado se não fosse cuidadoso. Há coisas que vale a pena evitar, sobretudo em contextos perigosos. Entretanto, se alguém se motiva apenas pensando naquilo a ser evitado, provavelmente sentirá uma grande carga de estresse e sensações desagradáveis. Outro problema da motivação negativa está contido no velho ditado: "Saltar da frigideira para cair no fogo". Ao se concentrar apenas naquilo que está evitando, a pessoa pode estar indo em direção a algo pior ainda. Reagir a fatos negativos não deixa muito espaço para pesar as coisas positivas que se deseja obter. No caso de muitos motivadores negativos, foi muito útil acrescentar motivações positivas.

Se o estilo de motivação negativo estiver funcionando e levando a pessoa a fazer o que deseja tomamos sempre muito cuidado ao sugerir mudanças. Por exemplo: Zé era um banqueiro bem-sucedido, que se motivava pensando no dinheiro que poderia perder. Como dava valor ao sucesso e não queria modificar sua motivação, não lhe propusemos nenhuma mudança. Se tivéssemos sugerido uma mudança no estilo de motivação de Howard, teríamos de ter muito cuidado para preservar sua eficiência como banqueiro.

[centro]
- O estilo de motivação "ditatorial" -
[/centro]


O ditador se motiva dando-se ordens num tom de voz exigente e desagradável. A voz às vezes se parece com a dos pais ou de outras pessoas que exerciam autoridade no passado. A pessoa que tem essa abordagem em geral usa frases do tipo: "TER DE", "DEVERIA " ou "DEVE". A pessoa que usa esse estilo pode se motivar mais facilmente se mudar o tom de voz e transformar a ordem num desejo, substituindo as expressões "TER DE" e "DEVE"
por "Será bom...", "Será útil...", "Eu quero...".


[centro]- O estilo de motivação de "imaginar-se fazendo" -[/centro]


Há pessoas que pensam como seria desempenhar uma tarefa, ao invés de vê-la já pronta. Como Jennifer, essas
pessoas podem motivar-se com facilidade a fazer coisas prazerosas, porém não suas "obrigações". É difícil motivar-se a fazer algo que não seja inerentemente prazeroso, e a falta de motivação torna-se um obstáculo ao sucesso e à eficiência.

A solução é pensar na tarefa já pronta, ao invés de imaginar-se executando-a. Eventualmente, será necessário dar um passo à frente e pensar por que é importante completar a tarefa. Se realmente não houver nenhum benefício, talvez não valha a pena completar a tarefa. Se houver um benefício valioso em se completar a tarefa, pode-se
visualizar esse valor para facilitar a motivação.


[centro]- O estilo de motivação opressor - [/centro]


Há pessoas que imaginam a tarefa toda como uma massa imensa, ameaçadora e indistinta, e sentem-se, naturalmente, oprimidas. Se pensarmos em ter de arrumar a casa inteira como uma única tarefa, podemos nos sentir oprimidos. Se pensarmos em escrever uma dissertação ou um livro como uma imensa tarefa a ser cumprida agora, pode parecer impossível realizá-la. Quando alguém se sente oprimido, geralmente se imagina incapaz até de começar a tarefa, e a tendência é deixá-la de lado.

Em geral, o primeiro passo é afastar a imagem da tarefa e diminuir seu tamanho. Isso torna a tarefa mais "acessível". Depois, fazemos o que se chama de "segmentação para baixo". É como a velha piada: "Como se come um elefante?" A resposta é: "Um pedacinho de cada vez!"

Pode-se começar a ver a tarefa e depois observar as pequenas etapas necessárias para realizá-la. Por exemplo, posso ver a casa arrumada e depois as etapas necessárias para terminar o trabalho: tirar o pó, limpar vidros, encerar o assoalho, um cômodo de cada vez etc.

Posso ver cada uma das etapas feitas, para que possa me sentir motivada a terminar cada etapa, uma de cada vez. Em vez de me defrontar com uma única e imensa tarefa, estou diante dê uma série de pequenas etapas, cada uma perfeitamente realizável. Se alguma delas me parecer grande demais, posso subdividi-la em etapas ainda menores. Se não souber como proceder, posso pedir ajuda a outra pessoa, ler um livro ou uma revista sobre o assunto ou fazer qualquer outra coisa para reunir as informações necessárias.

Portanto, o primeiro passo em direção ao meu objetivo passa a ser a coleta de informações. Como adotar um novo estilo de motivação. Para algumas pessoas, basta entender o que não funciona e que estilo de motivação seria mais adequado. Entretanto, a maioria das pessoas precisa passar por uma seqüência de passos para aprender uma nova estratégia de motivação até que ela se torne automática. Normalmente, meia dúzia de repetições são suficientes para assimilar a nova seqüência.


[centro]
- Conclusão -
[/centro]



Essa é uma das razões por que a PNL difere de simples conselhos. Conselhos do tipo "Pense de maneira positiva. Pense nos benefícios que terá e vai se sentir motivada" nem sempre funcionam. O que torna a PNL muito mais eficiente é que sabemos dar instruções específicas de como repetir uma nova estratégia, para que ela se torne
automática. Sabemos como levar alguém a usar uma parte específica da mente em cada etapa e utilizar indicadores não-verbais para confirmar se a pessoa está realmente fazendo as mudanças necessárias. Também sabemos oferecer sugestões se a pessoa não tiver compreendido bem o processo ou se tiver problemas ou encontrar obstáculos.

A importância da motivação positiva é amplamente reconhecida, porém a forma utilizada tem sido por tentativa e erro. A PNL oferece uma abordagem sistemática, que pode ser adaptada às necessidades específicas de cada pessoa.

ANÚNCIOS

Laurent

Veterano - nível 8

#267938 Já tinha lido isso aí!
Apesar de funcionar, se motivar negativamente é menos eficiente. Eu já estou tentando mudar este hábito. Para me motivar eu penso sobre experiências passadas (referências) em que tudo deu certo. Isso acaba consolidando minhas convicções.
Ótimo artigo :ae , parece simples mas pode ajudar muita gente!

Abs!
Uomini

Veterano - nível 10

#268170 Ótimo post!

Ta ai uma prova de que programção neurolinguistica (PNL) não serve somente para sargear. A PNL pode ser considerada um "estilo de vida" também.

Abraço
anarchy

Veterano - nível 10

#268205 Hahaha a solução apresentada pra motivação opressora é a que eu mais utilizo..
Na academia, durante as séries, nos exercícios muito difíceis quando tem por exemplo 15 repetições eu conto até 10 pra depois contar até 5. Acho que isso é uma boa maneira de enganar o cérebro xD
Clark_Kent

Veterano - nível 10

#269327 Muito bom! vou observar como estou me motivando... e fazer as modificações necessárias.
:rolf

Internet estava travando aqui, mandou a mensagem duas vezes.
:bravo
maronn - MEMBRO EXCLUSIVO
#270581 Estava lendo sobre isso antes de acessar puabase , achei muito interessante estou usando estes conceitos de metaprogramas ( estou certo ? ) para reescolher uma profissão .

PNL e simplismente fascinante