Artigos sobre sedução e afins. Tópicos com 60 dias sem resposta vão para área de Arquivos. Não poste dúvidas nessa área.
Avatar pua
statham
#1078525 O título desse artigo é "Existe Sexo sem amor?"

A resposta é: Existe. Mas por quanto tempo isso pode durar?

É possível que haja uma relação sexual sem amor (sexo casual) e também é possível uma relação sem sexo (namoro religioso), mas Sexo e Amor andam juntos, e um relacionamento (amoroso) depende dos dois para durar!

Logo temos relações que começam com uma paixão louca e um sexo desenfreado, e vai virando Amor. Outras relações podem começar com algum tipo de amor (caso de amigos que viram namorados) e depois chegam ao Sexo, mas Sexo e amor não sobreviem um sem o outro, e a paixão é o elo de ligação dos dois!

Sexo <=> Paixão <=> Amor

O Amor e o Sexo estão conectados/unidos pela paixão, a paixão (nesse contexto) liga Sexo e Amor

A partir desse pensamento podemos entender porque casamentos não duram...Em um casamento conforme o tempo passa, a paixão acaba, isso é inevitável e a partir daí o casal passa a ter um amor sem sexo, (cada vez menos sexo porque a paixão acabou) e o único tipo de amor sem sexo é amor de irmãos, de família, etc... Esse é o grande desafio do casamento, e por isso muitos casamentos acabam!

É possível verificar também relações extra-conjugais, que com o tempo viram amor, e complica demasiadamente a vida da pessoa, pois no início era só Sexo...Mas desenvolveu-se a paixão, e consequentemente ligou no amor. Existem ainda casos de pessoas que acabam terminando casamento/namoro e ficando com o/a amante, na esperança (tola) de que aquela paixão maravilhosa continue por toda eternidade...

Conclusão:

- Muito sexo casual com a mesma pessoa, com o tempo vai virar uma paixão forte que se transformará em amor
- Poucas relações sexuais com a mesma pessoa é um sinal de enfraquecimento da paixão e resultará no fim do amor (marido/mulher)

Finalizo esta reflexão e aguardo opinião dos amigos.

#statham
Avatar pua
usery
#1078555 Gostei da reflexão mano, acho não tinha parado pra pensar dessa forma. Mas você acha que a paixão só acaba quando a atração vai embora? Seja por um fator (demonstração de valor inferior ou qualquer coisa do tipo) por parte do homem/mulher?
Valeu!
Avatar pua
statham
#1078561 Acho que sim! Mas não atribuiria essa queda na paixão somente nas dvi's.... Existem outras coisas que propciam isso, por exemplo com o tempo vms enxergando defeitos/incompatibilidades na outra pessoa.

#statham
Arpano
#1078563 Estes dias perguntei muito a algumas amigas e todas falaram que mulher seria capaz de transar sem Amor e sem paixão.
É muito complexo este tema paixão, amor , tesão...
O que faz tesão virar o Amor, tem muitas variáveis, muito complexas e sem formula.
Mas há mulher que transa e não tem o AMor....e sem envolvimento
armageon
#1078564 Sim, mulher transa sem amor, mas por ela ter investindo tanta acaba se apaixonando por vc, pq o que ela ta arriscando ficar gravida, e ter que cuidar do filho resto da vida, mesmo que use camisinha isso ainda esta implantado nelas.
Avatar pua
victor_ac
#1078571
Arpano escreveu:Estes dias perguntei muito a algumas amigas e todas falaram que mulher seria capaz de transar sem Amor e sem paixão.
É muito complexo este tema paixão, amor , tesão...
O que faz tesão virar o Amor, tem muitas variáveis, muito complexas e sem formula.
Mas há mulher que transa e não tem o AMor....e sem envolvimento



Uai, basta olhar as GP, as mulheres que traem pra se vingar, e se vc olhar mais de perto, vai ver que tem pessoas veem sexo como um parque de diversão, pelo menos é o que acho que passa na cabeça da galera praticante de swing e outras variantes, as gurias que vão na balada e transa com caras que nunca viram.



E Tanto no seu comentário, quanto no post, tudo parece convergir pra atração, se houver atração, pode haver amor(=apego), sexo dos mais variados tipo (apaixondo, ou luxurioso), casual, foda fixa, e/ou sentimentos profundos, etc.

Tire Atração da equação, e não há casamentos que dure, namoros sequer tendem a começar, não tem nem mesmo apego de mulheres carentes,.


Particularmente, eu, minha pessoa, crê veementemente que a atração é a peça chave das relações, que dela é que deriva todo o resto, tire a atração, e não haverá nada ^^
Avatar pua
statham
#1078588
Uai, basta olhar as GP, as mulheres que traem pra se vingar, e se vc olhar mais de perto, vai ver que tem pessoas veem sexo como um parque de diversão, pelo menos é o que acho que passa na cabeça da galera praticante de swing e outras variantes, as gurias que vão na balada e transa com caras que nunca viram.

E Tanto no seu comentário, quanto no post, tudo parece convergir pra atração, se houver atração, pode haver amor(=apego), sexo dos mais variados tipo (apaixondo, ou luxurioso), casual, foda fixa, e/ou sentimentos profundos, etc.

Tire Atração da equação, e não há casamentos que dure, namoros sequer tendem a começar, não tem nem mesmo apego de mulheres carentes,.

Particularmente, eu, minha pessoa, crê veementemente que a atração é a peça chave das relações, que dela é que deriva todo o resto, tire a atração, e não haverá nada ^^



Olha gostei muito das suas colocações! No caso das GPs elas não podem nunca se apaixonar pelos clientes, e no swing tbm, o objetivo é mesmo somente o sexo/prazer! Mas são contextos diferentes, é sexo, mas não estamos falando em Paixão, é somente sexo.

Trazendo isso para relações casuais, o ponto chave não é bem se existe ou não (até porque definimos que existe), e sim por quanto tempo pode durar algo assim dentro do contexto relacionamento (homem /mulher).

Agora em relação a Atração, vc falou algo interessante, deve sim ser colocado na equação:

Sexo (Pode ser casual ou não) <=> Paixão (Atração/admiração) <=> Amor (Pode ter paixão ou não)

Penso então que a peça chave para a paixão é a Atração/admiração, sem atração não se forma Paixão e sem paixão não há conexão entre Sexo e amor.

Sem essa conexão haveria então Sexo sem compromisso, ou amor de irmão (sem sexo).

Excelentes pontos de vista! Aguardo novos comentários!

#statham
Avatar pua
iluminado
#1078593 Acho difícil, é como as âncoras pnl, durante o sexo você terá certa emoção, e após várias vezes do ato vc vai associar tal emoção a pessoa em questão, e dai já era...Quantos caras vão transar sem compromisso e acabam se "apaixonando", é bioquímica pura.
Avatar pua
Tatianafasuolo
#1079343 Na minha visão, paixão e amor são processos neuroquímicos antes de qualquer coisa.
Paixão é um vício, fisiologicamente falando. Semelhante ao vício por drogas estimulantes, de certa forma. Seu cérebro libera mais dopamina quando você está com aquela pessoa, e na ausência da pessoa alvo da paixão, ficamos em abstinência.
O desejo sexual é intimamente ligado à dopamina. Tanto que tudo que aumenta a liberação de dopamina aumenta a libido junto. Vide ritalina, cocaína, bupropiona, etc.
E esse processo é essencial para a propagação da espécie. Uma paixão, desde que não contestada por um término, dura entre 18 e 30 meses, segundo pesquisas. Ok, hoje em dia pesquisa prova o que bem quer, mas algo nós sabemos por observação: paixão depois de um tempo acaba. Ela serve para pelo menos dar tempo da mulher engravidar, a genstação acontecer, a criança nascer e crescer um pouquinho, tendo o pai ali perto.
O Amor: quando amamos uma pessoa, liberamos serotonina e ocitocina. Esses hormônios naturalmente diminuem a liberação de dopamina. Ou seja: conforme vamos passando a amar uma pessoa, a paixão naturalmente diminui. E isso é normal, se nos analisarmos sob a ótica biológica. É quando senimos aquela tranquilidade, plenitude, por estar ao lado da pessoa amada. O amor não é o principal player para a propagação da espécie, em termos de êxito de passar os genes adiante. Mas uma vez os genes passados, o amor é o diferencial em termos de sobrevivência: dois duidando dá mais conta que um. Mesmo que um cuide em casa e outro busque alimento, não importa, são dois. Percebe que nessa fase, sexo não é mais o objetivo principal?
Lembrete importante: Por mais que paixão e amor sejam processos mentais diferentes e aparentemente antagônicos, eles podem coexistir. Falo como ao final.
O sexo: Quando a gente goza, homens e mulheres, liberamos ocitocina; é o empurrãozinho da natureza para nos apegarmos àquela pessoa com quem transamos. Claro que se a pessoa for uma porta de burra ou algo equivalente, a gente não vai ficar de abracinho depois da foda com a pessoa, a gente só quer que a pessoa vire uma pizza. Mas se é alguém ok, nós abrimos uma porta para a pessoa com quem transamos, sentimentalmente falando. Ou nos apegamos mais ainda.
Daí vocês podem tirar 2 respostas fáceis:
- Fazer sexo bastante vezes com uma pessoa pode SIM levar a um apego maior. Mas não é algo escrito em pedra; pode não acontecer.
- Tem um motivo biológico pra gente ir parando de transar conforme um relacionamento fica mais sólido: a gente vai ficando mais tranquilo com a pessoa, e menos ansioso para te-la a todo momento. Se no início queremos respirar o mesmo ar da outra pessoa, depois de um tempo ficamos mais relaxados. Não sei se estou conseguindo passar pra vocês o que eu vejo, mas basicamente estou descrevendo um processo de transição de paixao para amor como um processo de se livrar de um vício fisiológico, mesmo.
A pergunta que fica: como nao deixar de fazer sexo numa relação longa então?
Pois é. Outra coisa sobre dopamina: liberamos dipamina antes e durante o momento de ter o objeto de desejo. Bem, porque o papel da dopamina é te tirar da cadeira e ir atrás daquilo que se quer, e recompensar imediatamente ao conseguir o que se quer.
Então, na minha humilde opinião, não tem muto segredo: faz a outra pessoa sentir que pode te perder. haha. Eu sei, parece malvado, mas é para o bem da relação. E não falo de trair, dar em cima das amigas da mulher, etc. Quer dizer, se essa é a praia de alguns de voces, go for it. Mas se não for, basta vocês se manterem no mercado: Chegue em outras mulheres pra nao cair na besteira acreditar que a sua mulher é a única mulher do mundo, se mantenha vaidoso, se mantenha com personalidade, etc, etc. Vocês parecem saber melhor que eu como fazer isso, pelo que leio aqui no fórum. Sua parceira não pode NUNCA olhar pra vc e pensar "nunca que ele vai me largar".
Para alguns, cuidar da auto estima deve bastar. Para outros, deve-se manter o flerte. Chego a dizer que para alguns caras, o caras sequer deveria se manter fiel nesse cenário. (Observação un passant: Imagino que ler isso de uma mulher deve ser curioso, mas basicamente existe uma diferença abissal entre o que as muheres acreditam que querem e o que elas realmente querem.)
Avatar pua
Gangsta 97
#1079345 Não irei aprofundar muito mas existe sim, porém depende do contexto.