Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

alfamg - MEMBRO EXCLUSIVO
#934395 Belo Horizonte,23:00h,dia 25/03/2015.

Saindo do hospital após uma exaustiva jornada de trabalho,decidi revigorar minha energia em mais uma sessão de nightgame na Woods (relato futuro).
Senti meu carro trepidar quando entrei na avenida do Contorno.Parei-o e liguei o pisca alerta.Rapidamente um rapaz mal vestido atravessou a rua e veio conversar comigo:


Rapaz-Hey cara,preciso falar com você.
alfamg-Pode falar..
Rapaz-Então,sabe o que é?............(aqui começou uma lamúria para pedir dinheiro,dizendo estar incapacitado para o trabalho por conta de um disparo de arma de fogo sofrido recentemente,misturando a necessidade de comprar um medicamento para a filha doente).
alfamg- (estava preocupado com o pneu traseiro checando sua pressão.Uma preguiça danada de ter de trocar.Felizmente,um alarme falso.
Aí continuou:
Rapaz-Por quê ninguém me dá atenção?


Me senti o Martin Kaan (personagem de Don Cheadle,da série House of lies :
Imagem

Off topic:
Para quem não conhece a série,congela-se algumas cenas em que ele interage em seus negócios para detalhar seus insights.

Pensei : Se este cara não acredita em si próprio,porque eu deveria?
Ele continuou repetindo por alguns instantes seus pedidos,me dizendo que havia angariado apenas 6,00 reais naquela noite.
Após entrar em meu carro me dando por satisfeito com a checagem do pneumático,entreguei-lhe uma moeda de 1 real.Agora,eram 7,00 reais conquistados.
Se ele estava ajudando a filha, a si próprio, se ia comprar pinga,uma arma ou uma pedra de crack não me diz respeito.
Mas o que me diz e o que me incomoda é como ele busca a forma de se ajudar.Pois acesso todos os dias o site e vejo irmãos da comunidade,velhos ou mais novos que eu mendigando ajuda por aqui.Em vez de estarem buscando como alcançar o seu primeiro milhão ou um harém de mulheres,estão vagando em busca das migalhas,das mulheres fáceis e complicadas,das paixões mal resolvidas,daquela boceta que julgam serem a tábua de salvação de suas vidas.
Como um cristão católico convicto,creio no livre-arbítrio e assim procedo na minha existência,respeitando às decisões alheias,mesmo que sejam diferentes das minhas.
Mas em verdade lhes digo que mendigar é viver uma vida miserável,em todos os aspectos.Como médico,tenho profunda compaixão com o sofrimento humano,especialmente daqueles que desconhecem o caminho para as mudanças profundas.
Porém, muitos que aqui ingressam conseguem descobrir o caminho das pedras e mesmo assim,relutam em percorrê-lo,consciente ou inconscientemente.
Rogo-lhes que façam o banimento definitivo da mendicância de suas vidas.Implodam suas crenças equivocadas e limitantes.Ajudem aos outros que aqui estão e principalmente a si mesmos.
Acreditem em si próprios que eu acreditarei em vocês.

Sucesso e boa sorte para todos!

ANÚNCIOS

beginner - DOADOR

PUA EXPERT

#934404 Ótimo topico. Curioso que quando um mendigo se aproxima de você, já é possível sentir aquela energia de alguém que está querendo algo que voce tem, sem ter nada pro oferecer (e não falo especificamente de dinheiro). Você se sente incomodado, antes mesmo do cara abrir a boca.

E analogia com a galera que quer tudo mastigado é muito válido. Por favor, resolva meu problema, me mostre o caminho para que eu não precise estudar nem dar a cara a tapa. Eu não quero aprender, quero a solução simples e fácil pra voltar pra minha zona de conforto correndo!

Eles não percebem que este tipo de atitude é a causa do problema que estão vivendo. Não tentando se tornar homens melhores, não tentando lidar com a própria dependencia emocional, esperando que outra preencha seu vazio. A maneira de pedir ajuda é simplesmente um sintoma.

Infelizmente, superar isso não é para todos. Torcemos sinceramente para que seja, mas a verdade é que a maioria prefere ficar reclamando confortavelmente.
Avatar pua
LuckBrown

Aprendiz

#934420 Interessante tópico. Há uma pequena história de um professor meu que, ao se compadecer com um mendigo, não lhe deu dinheiro, mas, sim, um livro de empreendedorismo com litígios de grandes empresários a respeito de como se tornar, mentalmente, rico, porque, antes de "sermos ricos" monetariamente, necessitamos ser ricos em nosso modo de agir. Digo-lhes para disseminar, exonerar, eximir-se de todo pensamento ESTÚPIDO e OBSOLETO acerca de pensamentos "ricos" e pensamentos "pobres".
Ser pobre não recai exclusivamente em ser alguém humilde. Pelo contrário, conheço pessoas extremamente ricas, juristas extremamente experientes e requisitados que, em aparência, tampouco ligam para tanto, mas que, ao fim do mês, recebem, em média, 70/120 mil reais por mês, inclusive um professor de faculdade disse que o piso salarial de aposentadoria estava especialmente baixo para quem se acostumou a ganhar muito -- procurem sobre o piso dos aposentados atualmente e ficarão, como fiquei, embasbacados com tamanha foturna que um ser "nada humilde" (segundo a sociedade) ganha. (Adendo: para mais rápido entendimento, em 2014 o reajuste foi para aproximados 4,3 mil, aumentando, segundo estatísticas, para 4,5 mil aproximados em 2015).
Devemos exorcisar, como você colocou muito bem, essa falsa modéstia, essa falsa humildade. Sejamos humildes? Sim! Precisamos saber que pouco sabemos, ponto. Agora, a partir desse ponto, procurar avançar mais no âmbito do aprendizado! Tenhamos méritos pelas conquistas, pois é mais proveitoso quando um objetivo é alcançado através de nossa dedicação constante e interminável.
O Universo conspira para todos, mas é a partir da própria ação que se começará a ter frutos.
Quanto ao senhor que recebeu aquele maravilhoso conteúdo? Disse, "rico filho da p***! Rouba nossos dinheiro e ainda por cima, pra se sair o melhor, me dá um livro... acha que vou comer ele, babaca?" (modificado). Nada impede que ele venda o livro, de maneira que consiga um lucro e vá comprar balas para revender com um pequeno preço elevado do normal. Aí, pronto, já se tem um negócio pequeno.
Não lhe dê o peixe na próxima vez, e sim, maneiras para pescar seu próprio peixe. Às vezes um incentivo lhe proporcionasse mais motivação para buscar o que almeja... ou não, rs.
Grande abraço! :D
Avatar pua
LuckBrown

Aprendiz

#934423 *Errata*
Ouvi falar que não se denomina pessoas desse porte como "mendigos", mas "moradores de rua". Porém, nesse caso, segundo o próprio léxico, mendigo se aplicaria bem por representar uma nomeação de pessoas que VIVEM DE ESMOLAS. Contradições linguísticas, a gente vê por aqui, hahaha.
Abçs!
Avatar pua
NakedSnake

Veterano - nível 1

#934436 Cara, você é foda!
Você acabou de dar o tapa na cara que eu precisava. auauahuahuah
Agora mesmo, minha mente tenta racionalizar, dizendo que existe alguma coisa mais fácil, que eu posso ficar na minha zoninha de conforto e que eu não preciso evoluir. Mas essa informação que tu passou, me deu um insigh interessante.
Obrigado!
gui.gui - DOADOR

Veterano - nível 10

#934443 O seu insight é válido para quem tem condições, uma condição de vida minimamente adequada, acesso a oportunidades e não é esmagado pela sociedade diariamente dizendo que ele não presta. A vida é muito fácil para ficar nesse mimimi. Quando a pessoa é pobre ou paupérrima, história é completamente outra e o buraco beeem mais em baixo.
Temos que ter a humildade de, as vezes, saber enxergar as coisas através dos olhos das pessoas e não do nosso. Acredito fortemente que quem é capaz de fazer isso sente a vida mais leve.

Na verdade, não entendi se você está criticando o mendigo ou apenas o povo aqui do fórum. De qualquer forma, a minha resposta pras duas possibilidades estão aí.
Avatar pua
NakedSnake

Veterano - nível 1

#934455 Você não entendeu o que eu disse.
Eu não critiquei ninguém.
O que eu disse foi que a ideia por trás do texto me ajudou a entender uma coisa de errado que eu estou fazendo.
Sheike - MEMBRO EXCLUSIVO
#934457 Muita gente provavelmente se identifica com o que você falou, mas pensam que o mendigo faz parte da personalidade, como algo que está colado a você e determina quem você é.

Em total acordo com o que o alfa falou, complemento que o 'mendigo' é nada mais que uma postura que adotamos. Fazemos isso o tempo todo consciente ou inconscientemente.

Para aqueles que, como alfa falou, querem aflorar a fé em si mesmo, mentalizem a ideia de guerreiro. Cabe aqui, sua interpretação.

Fiquem com Deus.
Avatar pua
PharaoWarlord

Aprendiz

#934460 Que tópico excelente!! "Exorcise o mendigo que habita em você" ... acabe com esse preguiçoso... busque uma solução para teus problemas... saia da zona de conforto ... acabe com tuas crenças que só te limitam, que não te tiram da tua zona de conforto ...
Agora, querer tudo mastigo já um sintoma de mendicância, mas o que podemos fazer para tirar o "mendigo" da zona de conforto? Deixar ele falando sozinho no tópico é uma solução. Responder com links para área de iniciantes é outra. Enfim. O mais importante é fazer as pessoas acreditarem que elas mesmas podem resolver seus problemas. Essa é a grande lição do tópico.
gui.gui - DOADOR

Veterano - nível 10

#934465
NakedSnake escreveu:Você não entendeu o que eu disse.
Eu não critiquei ninguém.
O que eu disse foi que a ideia por trás do texto me ajudou a entender uma coisa de errado que eu estou fazendo.


Na verdade, eu não falei da sua resposta e sim do tópico.
Eu deveria ter elaborado melhor o meu texto.