Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

Elohim - MEMBRO EXCLUSIVO
#350238 Aqui no japão venho estudando o Pick UP deles e achei incrível. Não tem nada a ver com o nosso.

NANPA ( ナンパ ) , na cultura japonesa é um tipo de flerte e sedução popular entre os adolescentes e as pessoas em seus vinte e trinta anos.


Hoje fui em um local aonde esses caras se concentram, analisei o jogo deles e abordei um deles para conversar sobre.

O cara que eu abordei se chama Koji e me explicou que quando eles começam nessa arte (caminho) no começo eles em um dia ficam subindo e descendo as ruas e chegam a abordar mais de 100 garotas e sem sucesso nenhum. Ele me disse que demora em torno de 6 meses para ter resultados mais concretos e ir conseguindo mais consistência no Nampa para conseguir um resultado mais rápido e consistente.



Não é a toa que eu confundia a maioria desses caras como entregadores de panfleto ou carinhas que ficam chamando para conhecer a loja ou restaurante para as pessoas que passam no meio da rua.

Fui olhar um deles, novato e vi na cara desse garoto que deve ter entre 20 ~ 25 anos e senti uma dó e um orgulho intenso ao mesmo tempo.
O cara abordava as garotas com openers de vendedor, perguntando idade e tudo mais (algo que o PUA não faria) e levava bota, abordava outra e levava bota.
Vi o cara suando, com a testa cheia de suor. Mas ao mesmo tempo vi a determinação dele, o olhar dele de que achava que aquilo iria transformar ele em uma maquina de comer melhor que o James Bond.


Acima citei a palavra caminho porque eles consideram uma arte realmente.Eles encaram como um DO, caminho. Como karate-DO, o caminho das mãos vazias, desarmadas. Ou o Ju-DO que significa caminho suave, caminho da elasticidade.

Eles tratam o NANPA como uma arte marcial que se você treinar muito irá ficar imbatível.


Os mais avançados são demais! Os caras são os mestres do street-game.
O Nanpa em grande se não no todo se baseia em streetgame.


E vendo tudo isso eu me lembrei de um dos que já foi um dos maiores fracassados do Japão: Soichiro Honda.

[centro]Imagem[/centro]
Prazer, sou Honda. Um dos que fracassaram muito mas agora sou podre de rico.

Soichiro Honda, fundador da corporação que traz o seu nome. Como todas as companhias, independente de seu tamanho, a Honda começou com uma decisão e um desejo apaixonado de produzir um resultado.

Em 1938, enquanto ainda estava na escola, o Sr. Honda pegou tudo o que tinha e investiu numa pequena oficina, onde começou a desenvolver seu conceito de anel de piston. Queria vender seu trabalho à Toyota Corporation, e por isso trabalhou dia e noite, todo lambuzado de graxa, dormindo na oficina, sempre acreditando que era capaz de produzir o resultado. Chegou inclusive a empenhar as joias da mulher para permanecer no negócio. Mas quando finalmente terminou os anéis de piston e os apresentou à Toyota, disseram-lhe que não atendia aos padrões da firma. Voltou à escola por mais dois anos, ouvindo a risada de deboche dos professores e colegas, quando comentavam como eram absurdos seus objetivos.

Mas em vez de focalizar na dor da experiência, ele decidiu continuar focalizar em seu objetivo. Até que por fim, após mais dois anos, a Toyota deu ao Sr. Honda o contrato com que ele sonhava. Sua paixão e convicção deram certo, porque ele sabia o que queria, entrou em ação, observou seu trabalho, e foi mudando o foco até conseguir o que desejava. Surgiu então um novo problema.

O governo japonês se preparava para a guerra, e negou a Honda o concreto de que precisava para construir sua fábrica. Ele desistiu? Focalizou-se na injustiça da situação? Achou que significava a morte do seu sonho? Absolutamente não. Mais uma vez, Honda decidiu utilizar a experiência, e desenvolveu outra estratégia. Ele e sua equipe inventaram um processo para fabricar seu próprio concreto, e a fábrica foi construída. Durante a guerra, foi bombardeada duas vezes, ficando destruída grande parte das instalações. A reação de Honda? Imediatamente convocou sua equipe, e recolheram os bujões de gasolina extra que os aviões americanos descartavam. Chamou-os de "presente do presidente Truman", porque lhe proporcionaram a matéria-prima de que precisava para o seu processo industrial - matéria-prima que naquele tempo não era disponível no Japão. Finalmente, após sobreviver a tudo isso, um terremoto arrasou a fábrica. Honda decidiu vender sua operação de pistões para a Toyota.

Aqui está um homem que claramente tomou decisões fortes para ter sucesso. Acreditava e tinha paixão pelo que fazia. Possuía uma grande estratégia. Agia com determinação. Mudava sempre de foco, mas ainda assim não produzia os resultados por que se empenhava. Decidiu perseverar.
Depois da guerra, uma tremenda escassez de gasolina atingiu o Japão, e o Sr. Honda não podia sequer sair no seu carro para comprar comida para a família. Em desespero, adaptou um pequeno motor à sua bicicleta. Num abrir e fechar de olhos, os vizinhos pediram para que lhes construísse aquelas "bicicletas motorizadas". Um após outro, todos foram sendo atendidos, até que ele ficou sem motores. Decidiu então construir uma fábrica para produzir os motores para sua nova invenção, mas não dispunha do capital.

Como antes, tomou a decisão de encontrar um caminho, fosse qual fosse! Sua solução foi apelar para os 18.000 proprietários de lojas de bicicletas no Japão, escrevendo a cada um deles uma carta pessoal. Disse-lhes como podiam desempenhar um papel na revitalização do Japão através da mobilidade do seu invento, e convenceu cinco mil a adiantarem o capital de que necessitava. No entanto, seu produto foi vendido apenas aos mais entusiasmados, por ser grande e pesado. Ele fez um ajustamento final, e criou uma versão muito mais leve e em escala reduzida de sua bicicleta motorizada. Tornou-se um sucesso "da noite para o dia", e valeu uma recompensa do Imperador. Mais tarde, passou a exportar suas motos para a Europa e Estados Unidos, prosseguindo nos anos setenta com os carros que se tornaram tão populares.

Hoje, a Honda Corporation emprega mais de cem mil pessoas nos Estados Unidos e Japão, e é considerada como um dos maiores impérios automobilísticos japoneses, ultrapassando todos os demais, exceto a Toyota, nos Estados Unidos. Isso aconteceu porque um homem compreendeu o valor de uma decisão vigorosa a servir de base para a ação, não importa em que condições, numa base contínua.

"O sucesso é construído de 99 por cento de fracasso."
- Soichiro Honda



Eu, Kenzo, Já levei bem mais, mas BEM MAIS de 3.000 foras mas foi desses 3.000 foras que construiu o que EU sou hoje. E EU tenho orgulho de cada fracasso que tive. E você que está com medo de fracassar, você consegue mais que eu?

Você acha que eu sou diferente de você, que eu tenho mais direito de levar foras que você?


Quem tem AA e não consegue superar ela é o maior dos fracassados. Não é trabalho para psicólogos e nem tratamento médico e sim trabalho da pessoa parar de ser gay e ir abordar. Estou mais de 3.000 foras na sua frente garotão. :D


FontesHistória de Honda - Desperte o seu gigante interior

ANÚNCIOS

The SAINT

Veterano - nível 9

#350246 Grande Post!!!! :)
Não tem haver só com PickupArts e Mulher, tem tambem haver com vida, construção da personalidade e riqueza!!!
Kenzo, você tem grande sorte em viver perto de grandes mestres do innergame como esses!!!!
Este Post deve ficar na area dos melhores Posts do forum, isso é para aqueles que ficam na zona de conforto e não lutam para CONQUISTAREM aquilo que querem!!!!

Abraço e Sucessos Kenzo :) :)
Avatar pua
Hamunaptra

Entusiasta

#350278 Os orientais, principalmente os japoneses, a persistência e fé desse povo é uma qualidade milenar. Se todos os alunos, independente de sua ciência tivessem esse espírito, com certeza as pessoas enchergariam as coisas de modo diferente e não teriam tanto medo do fracassso. Pena que o ser humano na sua maioria não sabe que o fracasso é parte de um todo, e que na verdade, elel é a alavanca mais preciosa para o crescimento.
E há man, eu já estou lá com meus 2000 foras ! :legal :ajoelhar
iBranko - MEMBRO EXCLUSIVO
#350300 Tópico sensacional, Kenzo!

É o que muitos precisavam ler. Caraca, sério, fiquei arrepiado lendo isso tudo.

Determinação é a palavra chave de tudo. Sem ela, não se vai a lugar nenhum.
Tenha uma meta, se jogue de cabeça nela, não desista por nada e por ninguém, e com certeza, verá o seu resultado antes do que espera :ae

Parabéns à todos que não desistem!
Avatar pua
malbeque

PUA EXPERT

#350440 [centro]Sensacional Kenzo![/centro]

Nunca nos comunicamos muito e pouco sei sobre você, mas me surpreendi com esse seu post e tiro o chapéu para você. E eu fico imaginando a cara de todos os "colegas" e professores do Honda hoje, ao verem ele podendo limpar a bunda com dinheiro...

Eu vou ser um fracassado também!