Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!

Criador do tópico

dattodasilva

Aprendiz

#1075990 Boa noite, rapaziada!
Reflexão: pessoas que se alimentam do ego são bastante sucetíveis a “manipulação” da situação social.
Galera, vim falar sobre a experiência que tive com algumas garotas que marcavam o encontro, ou aceitavam o convite, e no dia “PUM” desmarcavam.
No início, eu ficava bastante frustrado com a situação, já que eu criava uma expectativa em relação ao encontro. Remarcava, dai PUM, outro migué.
Vou colocar em 3 tópicos três experiências com garotas me colocaram nessa situação e que tive que refletir sobre o game pra avançar:

1: rapport insuficiente - a garota ainda não se sentia tão a vontade para sair comigo a sós, então ela me parecia querer mais conversa confortante para poder se sentir segura para então sair. Nesse caso, achei que a garota estava desinteressada, mas mostrava muitos indicadores de interesse. Nos encontramos por acaso na faculdade um dia, conversamos bastante e foi KC. Depois de 3 saídas, eu já tava comendo. Ela curtia ter um rapport legal. Tanto que viajamos juntos, tínhamos programas de casal, mas nunca fomos efetivamente namorados.
2: frame de abundância - essa foi a que faltou na última, mesmo ela sabendo que tenho opções, eu dei a chance de ela furar comigo 2x. Na terceira ela deu um migué e falou: podemos marcar de ir no “cine drive in - é tipo um cine de carro, que na verdade funciona como um motel. Quando ela falou isso, eu disse: não rola, você já gastou todas as chances que tinha comigo. Ela falou: tudo bem :shii . Dei um tempo de 3 semanas, pra dar esse gelo, voltei a falar com ela, marcamos e foi FC ontem. Foi um gela do tipo (respeita o tempo que você tem comigo/poderia ter)

3: entrar na zona onde você alimenta o ego dela: Nesse caso, ela saber que tem opções, marcar, desmarcar, mostra pra ela mesma que você tá ganho. Nessas condições, o que mais vi dá certo foi cessar sua disponibilidade pra ela. Por exemplo: demorar pra responder, as vezes falar pouco pra ela vir investindo mais e PARAR de fazer elogios por um tempo, pra ela se esforçar para reforçar o ego dela e você ficar dando migalhas pra ela ir entrando em campo.
Nota: esse tipo de garota, nas minhas experiências, costumam ser as mais gatas e “mendigas de ego”. Bastante fácil para adotar um frame bastante dominante.

Obs: os três andam juntos, separei porque as vezes o erro em um deles me deu uma dorzinha de cabeça pra saber aonde estava errando. Você pode se dar bem sem ser tão forte em um deles, vai depender do contexto.
Qualquer acréscimo da galera que já passou por isso, ou que tem algo a falar, é bem vindo.

Espero que o texto tenha uma utilidade reflexiva pra quando você tá no meio do caminho, mas nunca chega lá.

Abraços :rolf

ANÚNCIOS

Avatar pua
daia - MEMBRO EXCLUSIVO
#1076045 Ótimos pontos, considero extremamente importante não alimentar o ego do alvo. Uma das histórias que servem de embasamento para o que considero: Recentemente, estava mantendo uma 'amizade colorida' e percebi que, quanto mais receptivo eu ficava com a HB, mais ela me menosprezava e, consequentemente,mais furos e menos FC. Quando eu tacava o foda-se (gelo, 'menosprezo', etc), mais receptiva ela ficava e...sem furos e mais FC.

Moral da história: Não dê a atenção que ela não merece e ela dará a atenção que você merece.
Avatar pua
Alex Turner

Aprendiz

#1076064 O ponto 3, de alimentar o ego, eu infelizmente já estive ai, porém quando notei, toda vez q a HB desmarcava um café ou um açaí, eu saia com outra HB no mesmo local q tinha marcado com ela, e postava no instagram (Só de zoas kkkkk), e ai eu percebia q ela(A faminta por ego) começava a falar mais, ate que chegou em um ponto que eu realmente cansei e hoje nem falo mais com ela.

para vcs verem a situação, estou claramente desinteressado nela, mas ela continua mandando mensagem, e eu tenho certeza que se eu chamar ela para sair vai acontecer o mesmo de sempre. kkkkkkkkkkkkk
(Vida q segue, o jogo nao para)