AlexIn

Aprendiz

#663475 Willian, meu querido, eu entendi e gostei da ideia que tu quis nos passar.
Só que do vídeo em si, não.
A captação do áudio tá precária e algumas partes é difícil entender o que tu tá falando. Não tiro o mérito do tópico, mas esse tipo de problema desestimula.
E a leitura do material não foi feita de forma natural, nem mesmo os xingamentos. Com o perdão do trocadilho, achei superficial de maaaasis, uma leitura enlatada.
Tenho que dizer que já vi outros vídeos da C.I. e neles tu tem participação fundamental, com aquela viola tocando... Eu sei que o Zera põe muita fé em ti e diz que tu é o cara. Eu também acho. Mas nesse vídeo, tu tava longe de ser o Willian que eu conheço.
Espero que voçês possam fazer as correções porque a C.I. é muito importante para muita gente aqui no fórum.
Abraço.

ANÚNCIOS

Avatar pua
>>Psychokiller<<

Entusiasta

#663602
CharmingPrince escreveu:Cara gostei muito do vídeo e já disse isso.

Uma analogia que eu gosto de fazer da sedução é com as artes marciais,a um tempo atrás eu li o Jeet Kune do do Bruce lee e vou citar aqui uma parte interessante que ele chama de:

"Os 3 estágios da cultivação:
O primeiro é o estágio primitivo. É um estágio da ignorância original em que uma pessoa não sabe nada sobre a arte do combate. Numa luta, ela simplesmente defende-se e golpeia instintivamente sem preocupação ao que é certo e errado. E claro, ela pode não ser o que se chama de científico, mas, de qualquer maneira, é ela mesmo, seus ataques e defesas são fluidos.

O segundo estágio é o de sofisticação, ou estágio mecânico. Começa quando a pessoa começa o seu treinamento. Ela aprende as diversas maneiras de bloqueio, ataque, chute, posição, respiração e mentalidade – inquestionavelmente, ganha conhecimento científico para o combate, mas infelizmente seu Eu original e senso de liberdade são perdidos, e suas ações não mais fluem de seu interior.

Sua mente tende a paralisar em vários movimentos para fazer cálculos e análises, até pior, ela pode se chamar de expert e manter-se fora da realidade de fato.

O terceiro estágio é o estágio da não-arte, ou estágio espontâneo. Ocorre quando, depois de prática séria e esforçada, o aluno percebe que afinal, Kung fu não é nada de especial. E ao invés de tentar impor-se a mente, ajusta-se ao oponente como água pressionando uma parede de barro. Flui até pela menor fissura. "

Acredito que a grande maioria aqui se encaixa no segundo estágio,e é por isso que acredito que o vídeo faça tanto sentido!

Abrazo!

Interessante, na PNL existe um conceito semelhante, e quando ouvi o Bruce Lee falando sobre ser natural pela primeira vez, e explicando da maneira como você colocou ai eu me lembrei logo deste artigo abaixo.

Joseph O'Connor e john Seymour escreveu:
"Segundo o ponto de vista tradicional, a aprendizagem é uma habilidade que se divide em quatro estágios. Primeiro, temos a incompetência inconsciente. Não sabemos fazer algo, e não sabemos que não sabemos. Alguém que nunca dirigiu um carro não tem a mínima idéia do que isso significa.

Então a pessoa começa a aprender a dirigir e logo descobre suas limitações. Já nas primeiras aulas, aprende conscientemente a usar os instrumentos, o volante, a embreagem, e a manter-se atenta ao caminho. Toda a sua atenção volta-se para isso, mas a pessoa ainda não é
competente e dirige apenas nas ruas de menor movimento. Trata-se do estágio de incompetência consciente: mudamos mal as marchas, esquecemos a embreagem e provocamos ataques cardíacos nos ciclistas. Embora este estágio seja desconfortável (sobretudo para os ciclistas), é nele que mais aprendemos.

Isto nos leva ao estágio da competência consciente. Podemos dirigir, mas precisamos de muita concentração. Aprendemos a técnica, mas
ainda não a dominamos.

Por fim, e este é o objetivo do nosso empenho, chegamos à competência inconsciente. Todos os pequenos padrões que aprendemos com tanto esforço juntam-se numa harmônica unidade de comportamento. E, a partir de então, podemos ouvir o rádio, admirar a paisagem e conversar enquanto dirigimos. Nossa mente consciente estabelece o objetivo e deixa que a mente inconsciente cuide dele, liberando a atenção para outras coisas.

Depois de um treinamento prolongado, conseguiremos atingir este quarto estágio e formar hábitos. Neste ponto, a habilidade tornou-se
inconsciente." [Introdução à Programação Neurolingüística - Como entender e influenciar as pessoas, 1995, p. 25]

Os quatro estágios da aprendizagem
1. Incompetência inconsciente.
2. Incompetência consciente.
3. Competência consciente.
4. Competência inconsciente.
Avatar pua
Victors2

Veterano - nível 9

#663613 Caralho mano, você parece com aquele cara do CANAL AWAY kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk' mesma coisa falando batendo na mesa lol pkaoekoakeoo'


Parabens ficou legal o video :D
Avatar pua
>>Psychokiller<<

Entusiasta

#663628
Mr.Goodtrips escreveu:Aee curti o seu video Will.
Existem dois caminhos que foram muito bem explicados pelo Psychokiller.
Que é o caminho de se internalizar certas rotinas o que acaba saindo naturalmente.O caminho externo!

Valeu Goodtrips, realmente eu falei sobre o primeiro caminho, o jogo externo.

Mr.Goodtrips escreveu:E o caminho de seguir uma estrutura ou uma filosofia. Uma estrutura flexível, onde você usa sua intuição e sua capacidade de improvisar. Tudo isso com um sentimento interno vindo de seus mantras , mindsets e regras te deixando mais alerta e consciente do momento. :)

Este é o segundo caminho e é o conceito de nautral mais abordado na comunidade de sedução, ele é baseado no jogo interno, em estados emocionais, em crenças, em valores e em mind-sets, e de maneira geral também se encaixa como natural da mesma maneira com o primeiro (Jogo externo) pois todos estes fatores citados acima como crenças e mind-sets, são apesar de fortalecidos as vezes de maneira consciente por nós, na hora em que estamos em ação e vivenciando o momento a maioria deles permanecem inconscientes, e só tomamos consciência deles se direciornamos a nossa atenção para eles, algo que não é necessário. E por isso basear teus comportamentos de sucesso no jogo interno é uma maneira eficiente de agir naturalmente, pois a maior parte do tempo estes comportamentos nascem de maneira automática e natural, por que os fragmentos internos que dão origem a eles em sua grande maioria e parte do tempo permanecem como processos inconscientes.

O Mukeka disse que a parti do momento em que começamos a estudar sedução, deixamos de ser naturais, e isso é verdade, por um tempo claro, porque se o cara trabalhar teu jogo interno como propoem a maioria dos gurus de sedução "naturais" e o teu jogo externo da maneira como Bruce Lee e a Psicologia ou a PNL ensinam, mais cedo ou mais tarde você atingira o nível automático e inconsciente de se comportar, e isso fará com que teus comportamentos fluam naturalmene, e "Vualá!" você se tornou um sedutor natural, não como antes de conhecer o mundo da sedução, quando era natural mas não obtinha sucesso, agora está dotado de recursos como conhecimentos e habilidades eficientes, e elas fluem de maneira natural.

:ae
Avatar pua
Lucas Ribeiro Matos

Veterano - nível 3

#663641 é típico da galerinha que sabe de mais e que já superou o MM, dizer que é natural pra chamar os indiretos de enlatados. E o mais engraçado é que a maiorida desses naturais hipócritas ainda assim, mesmo que espontaneamente, não largam mão dos principios básidocs do Mystery, como A,C,S ; negs, social prof, principio selecionador. Tipo, tenho a impressão que no geral, eles falam como se ser natural, fosse apenas não utilizar as rotinas escritas do mystery,.
Avatar pua
Sedutor Alpha - MEMBRO EXCLUSIVO
#663705
>>Psychokiller<< escreveu:
CharmingPrince escreveu:Cara gostei muito do vídeo e já disse isso.

Uma analogia que eu gosto de fazer da sedução é com as artes marciais,a um tempo atrás eu li o Jeet Kune do do Bruce lee e vou citar aqui uma parte interessante que ele chama de:

"Os 3 estágios da cultivação:
O primeiro é o estágio primitivo. É um estágio da ignorância original em que uma pessoa não sabe nada sobre a arte do combate. Numa luta, ela simplesmente defende-se e golpeia instintivamente sem preocupação ao que é certo e errado. E claro, ela pode não ser o que se chama de científico, mas, de qualquer maneira, é ela mesmo, seus ataques e defesas são fluidos.

O segundo estágio é o de sofisticação, ou estágio mecânico. Começa quando a pessoa começa o seu treinamento. Ela aprende as diversas maneiras de bloqueio, ataque, chute, posição, respiração e mentalidade – inquestionavelmente, ganha conhecimento científico para o combate, mas infelizmente seu Eu original e senso de liberdade são perdidos, e suas ações não mais fluem de seu interior.

Sua mente tende a paralisar em vários movimentos para fazer cálculos e análises, até pior, ela pode se chamar de expert e manter-se fora da realidade de fato.

O terceiro estágio é o estágio da não-arte, ou estágio espontâneo. Ocorre quando, depois de prática séria e esforçada, o aluno percebe que afinal, Kung fu não é nada de especial. E ao invés de tentar impor-se a mente, ajusta-se ao oponente como água pressionando uma parede de barro. Flui até pela menor fissura. "

Acredito que a grande maioria aqui se encaixa no segundo estágio,e é por isso que acredito que o vídeo faça tanto sentido!

Abrazo!

Interessante, na PNL existe um conceito semelhante, e quando ouvi o Bruce Lee falando sobre ser natural pela primeira vez, e explicando da maneira como você colocou ai eu me lembrei logo deste artigo abaixo.

Joseph O'Connor e john Seymour escreveu:
"Segundo o ponto de vista tradicional, a aprendizagem é uma habilidade que se divide em quatro estágios. Primeiro, temos a incompetência inconsciente. Não sabemos fazer algo, e não sabemos que não sabemos. Alguém que nunca dirigiu um carro não tem a mínima idéia do que isso significa.

Então a pessoa começa a aprender a dirigir e logo descobre suas limitações. Já nas primeiras aulas, aprende conscientemente a usar os instrumentos, o volante, a embreagem, e a manter-se atenta ao caminho. Toda a sua atenção volta-se para isso, mas a pessoa ainda não é
competente e dirige apenas nas ruas de menor movimento. Trata-se do estágio de incompetência consciente: mudamos mal as marchas, esquecemos a embreagem e provocamos ataques cardíacos nos ciclistas. Embora este estágio seja desconfortável (sobretudo para os ciclistas), é nele que mais aprendemos.

Isto nos leva ao estágio da competência consciente. Podemos dirigir, mas precisamos de muita concentração. Aprendemos a técnica, mas
ainda não a dominamos.

Por fim, e este é o objetivo do nosso empenho, chegamos à competência inconsciente. Todos os pequenos padrões que aprendemos com tanto esforço juntam-se numa harmônica unidade de comportamento. E, a partir de então, podemos ouvir o rádio, admirar a paisagem e conversar enquanto dirigimos. Nossa mente consciente estabelece o objetivo e deixa que a mente inconsciente cuide dele, liberando a atenção para outras coisas.

Depois de um treinamento prolongado, conseguiremos atingir este quarto estágio e formar hábitos. Neste ponto, a habilidade tornou-se
inconsciente." [Introdução à Programação Neurolingüística - Como entender e influenciar as pessoas, 1995, p. 25]

Os quatro estágios da aprendizagem
1. Incompetência inconsciente.
2. Incompetência consciente.
3. Competência consciente.
4. Competência inconsciente.


Eu já ia procurar isso para postar mas o Psychokiller postou na frente. heheheh.
heheheh

Gostei do jeito despojado Will! Curti.
Rept

MEMBRO PROFISSIONAL

#663865 Fala ae Will!!
Vi seu feed no meu artigo e vim aqui deixar o meu...

Que bom que pensamos igual parceiro, é por essas e outras que a comunidade nao esta perdida. Ainda temos pessoas que sabem como funciona a evolução e respeitam o PU.
Afinal se nao fossem tais modelos de jogo vai saber como seriam nossas vidas..kkk
Avatar pua

Criador do tópico

[OMCM] M.E.L.O.C.R.O - MEMBRO EXCLUSIVO
#663871 AlexIn
Criticas construtivas são sempre bem vindas.
Esse é o meu primeiro video...

A minha maior preocupação foi com o assunto abordado,
Há Hipocrisia do Natural que não usa rotinas

Eu entendo de arrebentar pregas,
Videos é uma nova etapa

A Evolução é a Lei da Vida, o Número é a Lei do Universo, a Unidade é a Lei de Deus.
"Pitágoras"


MuYsTyLe
È toda a mesma formação
C.I Central de inteligência