Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

yg0zera

Aprendiz

#898635 Fala galera, tudo na paz? espero que estejam, bom o que eu vou relatar aqui é uma coisa que ao meu ver foi uma das maiores loucuras que eu fiz usando o PU. Espero que sirva de algo pra vocês

[legend=Vamos ao que interessa]Bom o relato aconteceu em uma dessas festinhas que o pessoal aluga uma chacará, cobra um valor X e faz open bar etc. É bem normal isso pelo menos aqui, e pra quem tem bastante amigos é uma ideia que fica de ganhar algum dinheiro o pessoal sempre tem um lucro com isso, se alguem quiser saber mais sobre como organizar isso me deixa msg no pvt aí eu já organizei um.

Estou passando por um momento legal da minha vida, apesar de estar cansativo e com pouco tempo, a vibe está bem legal. Ando com o ego muito inflado, e isso tem seus beneficios e maleficios.

A festa não estava tão legal pra mim, apesar de estar com dois amigos, eu não vou muito com a cara do pessoal que organizava, hoje me acho bem diferente das pessoas acho todas quase iguais, tem que ser algo bem legal mesmo pra atrair minha atenção, mas mesmo assim eu fui.

Esse tipo de festa é bem diferente de balada, o pessoal se não se conhece de já ter conversado se conhece de vista. Aquela noite eu queria dividir com alguma garota (ou até mais de uma) o momento que estou passando na minha vida, mas ao mesmo tempo estava sentindo a pressão social. Eu digo que foi o melhor de mim porque eu senti DEMAIS a pressão social, como nunca havia sentido antes, uma rejeição ali "todo mundo ia ver"

Tem uma menina que já foi paixonite antes do PU, e eu já perdi tantas oportunidades em outras festas de ficar com ela, até uma vez uma das maiores lições que eu tive aconteceu justamente com ela, de tanto eu ser frouxo e ficar pensando o que falar e como falar chegou um cara e pegou ela.

Eu tenho um artista que gosto bastante do trabalho dele, alguns aqui já devem conhecer ou pelo menos ter ouvido falar do Kanye West. Um dos mais impactantes artistas da nossa geração. O cara tem o ego muito grande, esses dias tava ouvindo um som dele e apareceu nos videos relacionados uma parada que aconteceu com ele em uma premiação, vou deixar o vídeo pra vocês verem aqui. O vídeo tem haver com o titulo e da forma que eu agi.

Um outro fator que influenciou o meu relato, foi algo que eu vivi recenmente. Estava lendo um livro sobre linguagem corporal que no capitulo falava sobre espaço e invasão de espaço, e me veio na cabeça um dia que no trabalho estava uma bagunça eu ia levantar da minha mesa e falar um monte pro outro cara, e o meu chefe colocou a mão no meu peito me impedindo de fazer algo, na hora eu fiquei paralisado. Realmente é incrivel o poder da linguagem corporal, o movimento que ele fez foi de esticar o braço e com indo com palma da mao de encontro ao meu peito.

Voltando ao que interessa, eu vi essa menina na festa e nunca tinha pensando tanto em chegar nela como naquele dia. Ela estava em um grupo, eu conhecia as pessoas mas só de vista, e percebi que tinha um cara que tava lá em cima, também pela linguagem corporal percebi que estava afim dela, pela forma que inclinava em direção a ela e tal. Esperei. Se ela estivesse interessada nele iria corresponder logo, e daí não adianta ter atitude e bla bla bla, eu vejo como quase impossivel, se eu chegasse lá fazendo o que fiz caso ela estivesse interessada nele sairia como o grande babaca.

Passou uns 25-30 minutos eu observando vi que não ia dar em nada, eu estava muito ansioso e nervoso, cara eu nunca tive tanta pressão em cima de igual eu tive esse dia. Mas eu pensei nas vezes que eu havia deixado de abordar ela, não respeitei a regra dos 3 segundos que tanto se fala aqui.

A caminhada até o grupo foi mais longa do atravessar o Brasil a pé. Quando eu cheguei no grupo não comprimentei ninguém eu peguei no braço dela e disse:
- HB, tenho uma coisa pra conversar contigo, vem comigo
Na hora o cara parou e pegou no meu braço também, o pessoal ficou achando que ia sair briga etc, ele falou - Cara não ta vendo que a gente ta conversando?
- Eu deixo você terminar de conversar com ela mais tarde, acho que tenho algo mais interessante p/ falar do que você. OK IMA LET YOU FINISH E fiz o movimento de empurar ele com a palma da mão aberta sem força nenhuma, e dai tirei o braço que ele havia me tocado e saí com a HB andando.

Ali passou mil coisas na minha cabeça, ele poderia vir por trás dar um soco, eu sai andando como um badass, a HB poderia se recusar a vir, até chegar num lugar mais reservado da chacará eu pensei até em que eu poderia tropeçar nesse momento kkkk

A primeira coisa que ela me falou com cara de assustada foi, - O que é isso? falei - Calma, você já vai saber.. e ri, eu liberei toda a tensão na risada, me senti menos nervoso, apartir daquele momento era só comigo.

Me coloquei de costas pra parede e então ela chegou, não tão perto, e falou:
-Pode começar e então eu ri, foi a unica coisa que veio na minha cabeça, ri do que eu fiz, no momento eu não pensava em mais nada paralelamente, então ela disse - Qual a graça? não entendi
- Seus amigos parecem que não estão acostumados com pessoas como eu. Mas olha eu te garanto que você não vai se arrepender de ter vindo., contato visual intenso, ficou uns 10 segundos depois que falei isso só a gente se olhando, esperei que ela fosse falar alguma coisa.
- Sabe, eu sempre te achei muito meiga, e de alguma forma isso me atrai em você. Me sinto confortavel com você, é como se você fosse o mesmo tipo de pessoa que eu, sinto que com você posso fazer qualquer lugar com você sem se importar com nada. Uma outra pessoa não iria viver esse momento, eles tem medo de se abrir, medo de viver momentos como esse.
Ela falou meu nome e me olhou com uma carinha que pqp e aí eu já sabia que era só balançar a rede -Olha, eu não sei se você faz isso de propósito, mas eu sei que eu to gostando. KCCCCCCCCCCCCCCC

Eu já conhecia ela antes, se isso não ficou claro em outras partes que fique agora, como eu disse ela já tinha sido uma paixonite, mas não aquela paixonite platonica. Ficamos lá um pouco cerca de 15 minutos aí ela falou pra irmos de volta p/ onde tava concentrada a festa. E eu falei Acho que a sua cabeça não gostou muito de beijar um cara louco que te rouba do seu grupo, mas não é a isso que a sua boca demonstra.
- Você não bate bem da cabeça mesmo né?

Pensei em beijar ela perto dos outros, mas ai acho que seria fazer graça demais da minha parte, não queria arrumar confusão, nem com o garoto que estava lá falando com ela antes, não sei se ele me odeia ou algo do tipo, mas eu só fiz a coisa mais simples, fui lá e tirei ela daquele papo chato e proporcionei um momento incrivel pra ela. As pessoas quando querem algo hoje ficam fazendo mil de uma coisa mas não fazem a mais simples de se fazer. Não peguei o telefone, mas ela tem meu face, não vou correr atrás, sinto que só fiz o que deveria fazer, ou melhor já deveria ter feito a muito tempo atrás, o fato de eu adiar só tornou as coisas mais complicadas.

Espero que tenham gostado, ficou um pouco longo mas acho que abordei todos os pontos que considero importantes.

Sucesso na vida e no jogo!

ANÚNCIOS

Avatar pua
geral123

Veterano - nível 6

#898658 HAHAHAHAH irado irmão, belo relato... Mas tem que tomar cuidado nisso aí...
Dependendo do cara ou da HB solta briga fácil fácil.. Eu não arriscaria fazer numa balada por exemplo, com pessoas que eu não conheço, num alone sarge, mas nem fudendo...
Risco alto = Recompensa alta..
Abraço
Avatar pua

Criador do tópico

yg0zera

Aprendiz

#898895 Valeu pelo feed pessoal, esperando um moderador mudar o tópico de secção, postei no lugar errado, era pra postar nos relatos postei nos artigos.