Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.

Criador do tópico

Mr.kenny

PUA EXPERT

#992314 A adolescência é uma fase do desenvolvimento caracterizada por uma série de modificações biológicas decorrentes da ação hormonal que se inicia com o amadurecimento do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal que tem o objetivo de preparar o organismo para a maturação sexual e repridução. Mas é importante também estar atento à transformação psicossocial concomitante que estes indivíduos atravessam.

Muitas famílias acham estranho o comportamento de se rebelar, discutir, revoltar-se, chorar com facilidade entre outros dilemas. Isso é completamente normal, desde que não assuma um caráter exagerado e/ou persistente, adquirindo qualidade patológica neste caso, e faz parte do desenvolvimento psicossocial do ser humano. Diante dessa natureza de complexidade não se pode chamar tais indivíduos de crianças.

Baseado na teoria do desenvolvimento eriksoniana há a existência de alguns dilemas marcantes como: identidade vs confusão de papéis e intimidade vs isolamento. Vamos lá refletir melhor sobre essas questões!
Na adolescência há uma busca incessante da própria identidade, porém contraditoriamente há a necessidade de esperlhar-se em alguém, mecanismo de defesa do ego conhecido por IDENTIFICAÇÃO. A pergunta que insiste agora é: em quem vocês acham que o adolescênte vai procurar se espelhar? Nos pais? Em um adulto de bom exemplar? Não, a observação nos mostra que tais indivíduos comumente buscam espelhar-se em outro adolescente que vive os mesmos dilemas, as mesmas confusões e ainda na busca das mesmas respostas, tudo isso juntamente com o afastamento dos pais e de outros adultos.

Ainda pelo processo de IDENTIFICAÇÃO, é nessa fase que fica marcante a socialização em grupos de pessoas com gostos afins (roqueiros, nerds, cachaceiros e festeiros....).
Nesse momento se faz oportuno a reflexão de um trecho da música IDEOLOGIA do grande Cazuza que aborda muito bem essa temática da identificação adolescente: " MEUS HERÓIS MORRERAM DE OVERDOSE, MEUS INIMIGOS ESTÃO NO PODER".

Percebam a atenção que se deve dar a esta frase, pois o final do filme dos "heróis" pode ser o mesmo de tais indivíduos atravessando esta fase a depender de suas escolhas e percebam, ainda, que a palavra "inimigos" pode se tratar dos pais, mas será que são inimigos?

A essa altura já podemos temos a consciência da importância de quem são os nossos referenciais. Retomaremos em breve esta discussão.

Nesta etapa também é importante ressaltar o início das primeiras experiências e vivências sexuais que podem ser heteroafetivas ou homoafetivas contrastada com o superego bem atuante que tenta castrar a concretização dessas experiências íntimas.

Para seguir o curso do desenvolvimento psicossocial podemos enumerar alguns critérios que ajudam a nortear o nosso diagnóstico: O INDIVÍDUO VISLUMBRA UM FUTURO PROSISSIONAL; ASSUME COMPROMISSOS; POSSUI UM SISTEMA DE VALORES PESSOAIS, ÉTICOS E MORAIS; ASSUME UMA IDENTIDADE SEXUAL; e VOLTA A APROXIMAR-SE DOS ADULTOS DOS QUAIS HAVIA SE AFASTADO NO INÍCIO DA ADOLESCÊNCIA. A partir daí podemos de fato dizer que o indivíduo atingiu a fase adulta.

Voltando à nossa discussão, lembro-me muito bem do filme COACH CATER em que jovens adolescentes de uma comunidade pouco favorecida sonhavam ser jogadores profissionais de basquete e viver uma vida de colheitas da fama semelhante aos seus ídolos e heróis, mas o treinedor, um grande homem, sábio, lhes estimulou a algo que foi muito além das técnicas e táticas de jogo, que foi ao estudo, algo fundamental para o sucesso na vida. Todos estes jovens conseguiram com isso o acesso à universidade pelo talento no basquete e pela melhor dedicação nos estudos, a grande maioria não conseguiu ser jogador profissional, o que vai de acordo com as estatísticas, mas todos conseguiram uma vida de sucesso mais plausível através do estudo que vai muito além das suas expectativas pelo ambiente em que viviam e todas as circunstâncias deste.

Já me inspirei muito em Style, Bad boy, David X e outros grandes do mundo das artes venusianas, mas o sucesso na vida que vem exclusivamente do talento no jogo venusiano é para poucos estatisticamente independentemente do talento, já testemunhamos muitos talentosos artistas venusianos daqui do fórum, os maiores a meu ver, que tentaram este caminho, mas logo desistiram. É importante a frase do ilustre Riker T. "SUCESSO NA VIDA E NO JOGO", pois sem um o outro desmorona e a ele agradeço principalmente pela partilha da maior experiência de vida que é mais dura do que simplesmente aprender a jogar com a sedução, e o reconheço e recomendo como ótimo referencial pelo sucesso nesses dois quesitos.

Abraço

ANÚNCIOS