Aqui é a caixa de pandora das dúvidas antigas ou resolvidas.
Imagem
Lembre-se de agradecer se alguém realmente te ajudou. Membros que não agradecem são INSTRUÍDOS a não ajudarem mais o membro.
Avatar pua

Criador do tópico

Vulcanoxx

Veterano - nível 5

#1058551 Basicamente to namorando a 4 meses, minha namorada tinha varios problemas de comunicação e de personalidade, eu fui modelando ela e ajudando e hoje em dia ela digamos que esta muito melhor do que era antes, sempre que estamos juntos nos divertimos, porem ela tem atitudes muito infantis, ainda não controla o que sente, hoje, só por que uma garota me deu um beijo no rosto pra se despedir ela ficou puta da vida, me tratou mal na frente de todos os meus amigos, fiquei magoadão com ela, ela pediu desculpas e tudo, mas não aguento mais falar sobre a mesma coisa com ela, ja faz 4 meses que eu falo sobre isso e nada de evoluir, sera que vale a pena continuar assim? eu me sinto as vezes infeliz, as vezes feliz, não sei o que fazer, não aguento tanta infatilidade, ela tem 17 anos. :confuso

ANÚNCIOS

Avatar pua
bigbagual

MEMBRO PROFISSIONAL

#1058557 É por esses motivos que nunca namorei, não tenho paciência pra essas atitudes femininas. Quando achar uma controlada eu penso no caso.
Imagino o que sente, essas atitudes irritam a pessoa, a cobrança desnecessária. Mulher é assim cara, o caso dessa é extremo porque foi só um beijo no rosto. Eu acho que ela não vai mudar, com a idade ela pode melhorar um pouquinho. Apenas deixe claro que não gosta dessa atitude dela, quando ela se comportar mal como dessa vez dê um gelo nela, quando chegar em casa não responde no whats por um tempo, deixa ela pirada da cabeça. Aguente o quanto puder e quando não aguentar mais termine e vá ser feliz.
Avatar pua
Benjamin

PUA Avançado

#1058572 Cara, eu sei como se sente. Eu namoro há mais de 2 anos. Digamos que quando está tudo bem, é tudo perfeito, mas, quando não está, eu acabando passando por mais ou menos o mesmo que você: minha namorada faz cara feia, emburra na frente de todo mundo, emburra comigo, parece criança.

Como meu relacionamento tem um pouco mais de tempo que o seu, eu vou me atrever a te dar uns conselhos:
1- Assim como a sua, minha namorada melhorou bastante; ela era bem imatura, emburrava muuuito fácil, até mesmo na frente da minha família, o que me deixava muito puto. Ela se controla melhor hoje, mas esses "defeitos" não desapareceram, nem acho que vão desaparecer. Já cheguei várias vezes a "terminar" com ela, mas alguns dias depois acabávamos fazendo as pazes. Como eu curto a companhia dela e ela curtia a minha, a gente sempre acabou voltando. E com as pazes feitas era tudo um mar de rosas... por uns 3 dias, até a volatilidade emocional dela começar a me encher de novo. Como esse foi meu único namoro sério, eu tenho uma inclinação a acreditar que toda mulher tem essa instabilidade, então não tem muito o que fazer para fugir disso.

2- Agora aqui vão os conselhos que recebi nas últimas semanas, vindos de todos que são próximos a mim: "termina com essa menina", "ela nao te faz bem", "voce era feliz, hoje voce se tornou amargo como ela". Eu estou avaliando muito o que as pessoas estão falando para mim. Ultimamente tenho pensado que minha namorada não está melhorando, ela não mudou o jeito de pensar, ela não passou a achar que o jeito mimado dela de sair emburrando quando as coisas não a agradam está errado, ela simplesmente passou a evitar mostrar esse lado para mim, como ela faz com pessoas que são conhecidas dela, mas não tão próximas, como colegas e amigos em geral.
Digo isso, porque fui na casa dela e parece que o jeito que ela trata a família dela ainda é aquele.

Então, vou te dar 3 conselhos que estou tentando implementar para decidir se vou terminar ou não:

1- Perceba se essa "melhora" dela não é apenas teatro; se ela realmente tiver percebido que o comportamento infantil dela é nocivo para todos os relacionamentos que ela cultiva, ela não vai ter melhorado apenas com você, mas com todos aqueles que convivem com ela, principalemente os mais próximos.

2- Meio que uma continuação do conselho anterior: vá na casa dela e veja como ela se relaciona com a própria família; se ela for imatura com os pais, é bem provável que ela só esteja esperando se tornar mais íntima de voce para revelar "a verdadeira face" dela. Digo isso, porque uma pessoa que trata as pessoas próximas com falta de respeito e ingratidão não merece muita atenção.

3- Perceba o que as pessoas próximas de você falam do seu comportamento. Todos estão me falando que eu me tornei uma pessoa menos alegre e mais estressada depois que comecei a namorar. No começo eu achei que era bobagem e que essa galera estava viajando, mas depois tanta gente (que entre si não tem conexão, são ligadas apenas a mim) começou a falar isso,que eu estou dando ouvidos.

Enfim, também estou curioso para ver quais dicas vão te dar aqui, pois também quero conselhos.

Abraço,

Ben.
Avatar pua
Fellipe Andreas

Veterano - nível 1

#1058593 Existem um fator que faz os relacionamentos darem certo: as atitudes negativas não podem ser levadas como traços da personalidade do outro.

Isso quer dizer que se você acredita que ela é tão ruim assim tudo de errado que ela fizer vai ser porque ela é uma pessoa ruim e não porque todos nos cometemos erros.
Na minha experiência sempre que uma mulher faz algo errado eu não discuto com ela sobre o que ela fez, apenas me afasto e fico frio. Se ela perguntar eu digo a razão mas não discuto. Nunca, jamais, de maneira nem uma discuta com uma mulher! Apenas diga as coisas como são e deixe elas refletirem. Se te pedirem ajuda você dá. Se persistirem no erro ganham mais distanciamento e mais frieza.
Sei que é relativamente difícil ser assim, principalmente se você gosta muito mas eu tenho observado que é essa atitude que me faz ter os melhores relacionamento.

"Ha, e se chegar ao ponto de eu não falar mais com ela?" Ai vai do seu limite próprio, e sinceramente se chegar nesse ponto já passou da hora de procurar outra mulher né?
Avatar pua
Johnnie Walker

Veterano - nível 7

#1058614 Por esse motivo fiquei tanto tempo solteiro, comecei a namorar agora pq conheci uma que sabe se controlar..

Eu no seu caso colocoria ela na parede e mandava a real pra ela:
"Fulana, eu gosto de você, mas se vc não amadurecer e parar com esse ciúme infantil... vamos ter que terminar, tenho coisa mais importante pra me preocupar do que besteiras".

Se ela realmente quiser mudar ela vai mudar, do contrário termina logo pq vai te evitar dor de cabeça lá na frente.
Avatar pua
OPastor - MEMBRO EXCLUSIVO
#1058634 Boa tarde, amigo!

Atualmente venho passando por isso.. relacionamento é MUUUUUUUUUITO ou até TOTALMENTE diferente de pegação. Infelizmente mulheres são inconstantes, testam o homem o tempo todo. EU creio na maioria das vezes que seja um teste inconsciente para que elas possam medir o seu "grau" de amor e apego..

Tenho ido ao psicólogo e trocado uma ideia. Vou colocar entre "aspas" o que ele me disse e fazer pequenos comentários em NEGRITO para que você possa refletir da forma que eu refleti e que veio a melhorar minha relação com a tchuca.

Psi:"Às vezes temos frustrações com nós mesmos, algo interno que esperamos que seja suprido por outra pessoa.. (expectativa).."

Infelizmente já entramos em um relacionamento frustrados e esperamos que a pessoa aja de uma maneira que NÓS idealizamos, porém, a pessoa também pode desejar o mesmo, se ambos fazem isso, a insatisfação e a briga vem, pois se um não abre a mão pelo o outro e o que acontece...? DECEPÇÃO!

Eu estava brigando muito com a namorada alegando que ela não me amava mais, achava que minhas frutrações eram maior que as dela e ela não me entendia, ela queria carinho, atenção e amor, queria que eu corresse atrás dela, mas o medo de ser feito de trouxa me forçava a fazer tudo ao contrário.. ser o "Alpha" que muitos aqui, inclusive eu idealizava.

Psi:"Muitas das nossas brigas são criadas pelo medo.. medo da traição, medo do futuro, medo do passado, medo de ser enganado, medo, medo, medo.."

Infelizmente agimos por medo, magoamos a pessoa que amamos por simples receio que o oposto aconteça com a gente, imagina se fosse um cara que fizesse o mesmo? Claro que isso não é uma atitude correta, mas seja mais empático! A garota tem 17 anos! Eu com 17 anos namorava e era imaturo, guie a garota, seja paciente.. não tenha medo de dar a atenção necessária.. o diálogo é uma ótima forma para contornar os problemas.

Atualmente eu fui frio com a minha namorada (tá um pouco confuso e eu explico depois), então depois de umas brigas ela terminou alegando que temos que ser amigos antes de namorados. Muitos aqui desesperam, eu mesmo ficaria louco, porém o que aconteceu foi o problema da expectativa citada acima, queria uma mulher perfeita e elas não são! Quando ela fazia algo que EU, leia-se EU considerava errado, eu brigava, achava que era o certo e quando ela fazia, era o mesmo.

Psi:"Vocês se amam, porém, ela quer carinho, quer que você mostre que ama de forma constante, enquanto você achar que vai ser um cachorrinho e tiver medo de demonstrar seus sentimentos, você vai bater de frente com ela e vocês vão criar uma disputa pra ver quem tá mais certo, isso cria um vício, um relacionamento desgastado e venenoso, se você (eu) quer corrigir sua relação, submeta-se a ser mais atencioso, carinhoso e ficar calado algumas vezes que ela atacar ou administrar a chateação dela de uma forma mais amorosa e/ou divertida, desde que não pareça uma ironia a dor alheia, se ela retornar aos seus braços, ela é a mulher feita pra você, se ela não valorizar isso, é porque não era a mulher certa"

Às vezes, cara, elas farão algo que nos deixará louco, inseguros, chateados e afins.. somos humanos! Porém, agiremos de forma igualmente imatura ou pior, se não formos racionais e empáticos, já era! Estou atualmente terminado, se eu pedir conselho aqui, a maioria vai falar "cai fora, joguinho, etc..", mas ontem eu vi o poder da comunicação não agressiva. Ela viu uma foto minha com minha ex e já veio igual o Jackie Chan falando que nunca respeitei e tal, mas que ela não poderia fazer o mesmo que eu ia pirar, ficou me atacando e em nenhum momento eu devolvi de forma agressiva, eu fui firme e disse. "Você está completamente certa.. não tiro sua razão, porém, onde a certeza nos levou? Estou aqui com você, sendo seu companheiro, respeitando seu espaço e torcendo para que nós possamos nos alinhar, se ambos queremos ser certos em nossas razões, nossa relação não será possível, não tiro sua razão nessa situação, me ponho no seu lugar, mas se o passado não for esquecido, nunca viveremos o presente de forma plena. :omg Ela parou de me atacar na hora e foi toda carinhosa, inclusive me chamou pra sair amanhã (sábado) e assistir um filme no domingo. O que for pra ser será, se não for, existem bilhões de gatinhas no mundo.

Conclusão: Tente conversar com ela sendo empático e não pondo a sua felicidade nas mãos dela, seja feliz, não ESTEJA feliz. Ser feliz tem que fazer parte da sua essência e não é pessoa nenhuma reponsável por isso. Reflita por si se você realmente está querendo que ela namore da SUA forma e ela o mesmo.. se for assim busque conversar, abra mãos das coisas que não são desrespeitosas com você, e tente conversar de forma não agressiva.. fala sobre o que sente pra ela, elas sentem falta disso, de ouvir o que sentimos, não de forma carente e melosa , mas de forma sincera e firme. Aconselho que você saia com ela para um lugar agradável e comece a conversa dizendo "EU ME SINTO chateado pela forma que nossa relação está andando, essas atitudes, olhe como estamos aproveitando agora, você vê que estamos felizes, gosta disso? Então porque brigamos?"
NUNCA, MAS NUNCA comece uma conversa com "você faz isso, você faz aquilo, você faz aquilo outro, culpa sua.." pessoas tendem a se defender e atacar com essa forma de diálogo, a maneira mais fácil de você ser ouvido e ela respeita-lo é começar falando de como você se sente e buscando uma melhoria para OS DOIS, não para ela ou só para você. Lembre-se que ela é adolescente e você tem que liderar a relação sendo maduro, firme e atencioso.

Até!
Avatar pua

Criador do tópico

Vulcanoxx

Veterano - nível 5

#1058642 Olá pessoal, bom, eu consegui resolver a situação, antes obrigado a todos que me ajudaram nessa jornada, a todos os conselhos que concerteza eu irei seguir!

Um dos grandes motivos de eu namorar essa garota, é o fato de que ela tem noção de seus problemas, ela tem noção que agir pela emoção não é o certo a se fazer, e o que de fato vem mudando bastante nela é a personalidade, ela ta mostrando uma grande evolução esse mês e espero que continue nesse ritimo. Mas afinal como eu faço isso? sera que tem uma formula magica?

Como muita gente disse aqui no proprio Post, a formula magica é a conversa, ela ja tem um pensamento e quer mudar, eu tenho um conhecimento em mudança por ler livros e frequentar o pua em sí, evolui bastante desde o meu começo no pua, então formamos uma boa dupla, é muito revigorante o quanto que ela mudou durante esses tempos, temos apenas 4 meses e eu acredito com todas as minhas forças, que assim como ela resolveu um monte de problemas, ela pode resolver esse tambem, que é o que mais me incomoda de fato. O jeito é saber a forma que você fala e como você conversa com sua garota, tem varias dicas legais que inclusive eu ja uso, e funcionam muito bem, como a que o amigo recomendou

" me sinto.. "


Essa palavra é magica, se sua namorada não for muito aberta a mudanças, 2 simples palavras antes da frase transforma uma "agressão" direta em uma questão muito mais de preocupação para as garotas. Afinal toda namorada quer ver o seu namorado bem, e vice versa, se vocÊ fala como você se sente pra ela, e ela querer argumentar contra ou algo assim, você tem total direito de falar que esta falando o que sente e que não pode mentir pra ela.

Eu memso uso sempre " Eu tenho dificuldades pra falar o que eu sinto, mas com você eu consigo, confio em você, por isso to te falando isso"

Não tenho dificuldades pra falar o que eu sinto KKKKK porem, isso funciona muito bem, então eu sempre uso, é isso pessoal, espero que a galera que falou que passa pela mesma coisa consiga se resolver! e eu tambem né hehe, PEACEEEEEEE :yaaah
Avatar pua
statham

Veterano - nível 10

#1058660 4 meses se passaram! E vc batendo na mesma tecla... Ajudou ela, e ela melhorou mas não passa daquele ponto, minha opinião? Antes terminar com 4 meses do que 4 anos, pensa na qtde de mulheres que vc perde a chance de conhecer cada dia que está com ela, tentando arrumar coisas que talvez sejam "inarrumáveis"

Pesa o que dói mais, seguir com ela ou largar e conhecer/comer outras!

#statham
Avatar pua
joabipereira

Veterano - nível 9

#1058666
Benjamin escreveu:Cara, eu sei como se sente. Eu namoro há mais de 2 anos. Digamos que quando está tudo bem, é tudo perfeito, mas, quando não está, eu acabando passando por mais ou menos o mesmo que você: minha namorada faz cara feia, emburra na frente de todo mundo, emburra comigo, parece criança.

Como meu relacionamento tem um pouco mais de tempo que o seu, eu vou me atrever a te dar uns conselhos:
1- Assim como a sua, minha namorada melhorou bastante; ela era bem imatura, emburrava muuuito fácil, até mesmo na frente da minha família, o que me deixava muito puto. Ela se controla melhor hoje, mas esses "defeitos" não desapareceram, nem acho que vão desaparecer. Já cheguei várias vezes a "terminar" com ela, mas alguns dias depois acabávamos fazendo as pazes. Como eu curto a companhia dela e ela curtia a minha, a gente sempre acabou voltando. E com as pazes feitas era tudo um mar de rosas... por uns 3 dias, até a volatilidade emocional dela começar a me encher de novo. Como esse foi meu único namoro sério, eu tenho uma inclinação a acreditar que toda mulher tem essa instabilidade, então não tem muito o que fazer para fugir disso.

2- Agora aqui vão os conselhos que recebi nas últimas semanas, vindos de todos que são próximos a mim: "termina com essa menina", "ela nao te faz bem", "voce era feliz, hoje voce se tornou amargo como ela". Eu estou avaliando muito o que as pessoas estão falando para mim. Ultimamente tenho pensado que minha namorada não está melhorando, ela não mudou o jeito de pensar, ela não passou a achar que o jeito mimado dela de sair emburrando quando as coisas não a agradam está errado, ela simplesmente passou a evitar mostrar esse lado para mim, como ela faz com pessoas que são conhecidas dela, mas não tão próximas, como colegas e amigos em geral.
Digo isso, porque fui na casa dela e parece que o jeito que ela trata a família dela ainda é aquele.

Então, vou te dar 3 conselhos que estou tentando implementar para decidir se vou terminar ou não:

1- Perceba se essa "melhora" dela não é apenas teatro; se ela realmente tiver percebido que o comportamento infantil dela é nocivo para todos os relacionamentos que ela cultiva, ela não vai ter melhorado apenas com você, mas com todos aqueles que convivem com ela, principalemente os mais próximos.

2- Meio que uma continuação do conselho anterior: vá na casa dela e veja como ela se relaciona com a própria família; se ela for imatura com os pais, é bem provável que ela só esteja esperando se tornar mais íntima de voce para revelar "a verdadeira face" dela. Digo isso, porque uma pessoa que trata as pessoas próximas com falta de respeito e ingratidão não merece muita atenção.

3- Perceba o que as pessoas próximas de você falam do seu comportamento. Todos estão me falando que eu me tornei uma pessoa menos alegre e mais estressada depois que comecei a namorar. No começo eu achei que era bobagem e que essa galera estava viajando, mas depois tanta gente (que entre si não tem conexão, são ligadas apenas a mim) começou a falar isso,que eu estou dando ouvidos.

Enfim, também estou curioso para ver quais dicas vão te dar aqui, pois também quero conselhos.

Abraço,

Ben.


óitimas dicas benjamim, viou até favoritar aqui.