Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!

Criador do tópico

Hankk

Aprendiz

#906422 Esse vai ser curto.

O título está errado. Não é 90% do jogo porque não é sobre você jogar. Você não precisa jogar, você não deve jogar.

Obs: Esse artigo não é sobre nenhum elemento externo da interação, é sobre o mais importante, o interno. Não pense que apenas falar o que está aqui para uma mulher vai adiantar de alguma maneira, você precisa sentir.

A chave do sucesso é perceber que a realidade é relativa. E você perdendo tempo com rotinas, negs, IDIs, IDDs, PNL, busca por Rapport (não que isso não funcione, é apenas o caminho mais longo e complicado e que nunca vai funcionar 100% se você não entender que o segredo vem de dentro).

No Mystery method (sim, até no mystery method, que sugere uma abordagem inversa), cita-se que se você tiver um frame foda, você irá ter sucesso mesmo sem seguir aquele bilhão de regras que ele oferece (não sei a passagem decorada para citar, quem souber, fique a vontade para fazer a citação nos comentários e enriquecer o tópico)

A realidade é relativa? É. A sua realidade é o que você percebe, a maneira como vê o mundo que te cerca. E você pode moldar a sua realidade em seu benefício. Cada pessoa vê o mundo de uma maneira, não é algo concreto, você pode remodelar a sua e isso fará de você invencível.
Quer dizer que não existe uma realidade verdadeira? Tá, existe. Então a realidade não é relativa? Em pontos absolutos não é, mas adivinha só: ninguém, repito, absolutamente ninguém é capaz de ter acesso a essa realidade, de maneira que para todos os efeitos, há relatividade em tudo o que você percebe, tudo é moldável, adaptável, e está na hora de usar isso em seu favor. Isso te dá poderes quase que de um deus sobre a sua vida. Reframing


A comunidade adora falar sobre matriz, então aqui vai uma citação do filme "O segredo não é tentar torcer a colher, é entender que não há colher".

Se sua realidade for suficientemente forte (você acreditar suficientemente nela) as outras pessoas serão sugadas para ela. A realidade mais forte predomina. Lembra de algum caso, quando era criança ou adolescente, em que alguém falou algo sobre você e você passou a aceitar e acreditar nisso, mesmo não tendo a mesma opinião antes? Acontece simplesmente que o frame dessa pessoa era mais forte que o seu e você reagiu às ações dela. Se sua realidade for forte, os outros que irão reagir a você. E se os outros reagem a você e não o contrário, você não precisa se preocupar com jogo. Esse é o segredo. Isso é a essência do blueprint decoded de Tyler resumida em 6 linhas.

Então vamos a algumas crenças que você deve ter se quiser ser um jogador de elite (repito que não gosto do termo jogador, porque não é um jogo). Por "eu" digo você

1-Eu sou o cara mais foda do mundo.
Eu sou? Claro que sou... não, provavelmente não sou do ponto de vista evolutivo e tal. Mas acreditar que é vai trazer isso para sua realidade, e realidade não é relativa? Se você acredita que é, então você será o cara mais foda do mundo para a única pessoa que tem controle direto sobre seu cérebro - VOCÊ.
IMPORTANTE: Se considere a pessoa mais foda do mundo, mas não associe seu ego a isso, ou você irá para a fossa ao menor sinal de falha.
IMPORTANTE 2: Não fique se achando o picudo e pare de abordar. Você deve ter o frame de comprador, mas precisa também dar à mulher a oportunidade de se vender para você.
IMPORTANTE 3: Ser foda não exime você de ser gente boa e um ser humano decente, é a diferença entre ter auto-estima e ser um bossal.

2-Mulheres adoram sexo. Estão sempre pensando sobre sexo. Elas querem minha piroca - o tempo todo.
Novamente, é verdade o tempo todo? Hum, não. Aquela velhinha que você andando na rua provavelmente não está pensando em dar sua boceta ressecada. Mas se essa crença fizer parte da sua realidade, vai fazer muito bem a você. E se você acreditar nisso, para todos os efeitos, será real, porque - novamente - os únicos olhos pelos quais você viu, vê e verá o mundo até o dia da sua morte são os seus. Sua crença é tão real quanto for real para você.

Incorpore essas crenças ao seu dia-a-dia, associe-as a experiências passadas e futuras. Lembre das experiências boas e descarte as ruins. Veja algo bom em cada interação (sempre há, mesmo dos piores erros, se tira aprendizado. Às vezes é de onde mais se tira)


Analise toda e qualquer dúvida sobre uma ótica de "Qual resposta vai me fazer bem"?, porque não existe uma verdade absoluta para nada. Exemplos

O jogo funciona? Vai fazer bem acreditar que sim? Então funciona.

Beleza importa? Não importa, o que importa é frame, postura e vibe, mas vamos dizer que importasse e você seja feio de dar dó, acreditar que importa vai mudar alguma coisa na sua vida? Vai te ajudar de alguma maneira? Não? Então beleza não importa.

Se ache foda e se aceite. Até o mais completo idiota (Julien falou num nerd cuja vida é jogar Magic, para dar um exemplo) poderia pegar mulheres de alto nível (note que não falei "pegar qualquer mulher" porque não existe homem em nível nenhum que possa pegar qualquer mulher e ter 100% de sucesso), bastaria ele ter uma atitude que não sugira estar pedindo desculpas por nada do que ele é. E você é o cara, lembra? Se um jogador compulsivo de magic espinhudo consegue sucesso se seguir esse princípio, imagina você?


É, não foi curto!
Mas valeu cada segundo. Essas linhas são 90% do que é ser bom no "jogo". Mas como a vida não é só boceta, cuide de estudar, trabalhar, se exercitar e comer bem, coisas que também vão fazer bem às suas próprias interações com mulheres mas principalmente a todo o resto da sua vida.

ANÚNCIOS