Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

eternoaprendiz - MEMBRO EXCLUSIVO
#679753 [dividir][/dividir]
Off topic:
Eae eternos aprendizes, tudo bem com vcs? Eu sou o eternoaprendiz e estou aqui escrevendo meu primeiro tópico. Esse tópico vai ser baseado em um capítulo de um livro q eu estou lendo chamado "Seus Pontos Fracos" do Doutor em psicologia Wayne W. Dyer. Começei a ler esse livro no ano passado, mas pela leitura ser um pouco cansativa (pelo menos para mim), acabei deixando o livro de lado e só voltei a lê-lo agora. Não estou copiando e colando do livro, apenas falarei temas pelo livro citado e darei um pouco do meu ponto de vista. Caso eu copie algo, eu aviso. Esse tópico vai ser sobre o capítulo 4 do livro, "Libertando-se do passado". Entendo que o texto seja grande, mas saibam que escrevi com toda boa vontade do mundo e tentei fazer da melhor forma possível para que não fique chato para quem está lendo, peço para que sejam compreensíveis... Boa leitura!

[dividir][/dividir]
SEUS PONTOS FRACOS por EternoAprendiz : Libertando-se do passado.

"Só um fantasma se apega a seu passado, explicando-se a si próprio com autodefinições baseadas numa vida já vivia. Você é aquilo que escolhe ser hoje, não o que escolheu antes." - frase do livro conrespondente ao título.

Imagem


[dividir][/dividir]
A maioria das pessoas têm o péssimo hábito de se auto rotularem por coisas acontecidas no passado não que isso seja algo necessariamente negativo, mas acaba te prejudicando em muitas ocasiões. Esses rótulos geralmente são baseados em ocasiões passadas ou coisas que as pessoas dizem sobre você. O problema é que, ao tomar essas autodefinições como verdade, você pode acabar se impedindo de melhorar e ao mesmo tempo arranjar desculpas para o seu estado atual. "Eu sou assim", "sempre fui assim", "não posso evitar isso", "esta é minha natureza" são exemplos de conceitos que podem te atrapalhar.

[dividir][/dividir]
Uma das rotulações mais utilizadas é sobre a timidez. "Eu sou tímido", "não posso fazer isso porque eu sou tímido", "sempre fui tímido". Como indicado na frase acima, essas afirmações não são completamente verdadeiras, você que as torna verdade quando confia nelas. Não é o seu passado que define quem você é hoje, mas seu presente! O problema não é a autodefinição em si, mas você ou alguém querer se rotular e você acabar se prendendo ao rótulo.
Provavelmente essas definições que você carrega de si vieram de amigos ou familiares que te disseram que você é assim ou por alguma situação "traumática" em si. É bastante comum, principalmente em família, que você aponte para alguém e queira dizer a esse alguém suas características e, em grande partes das vezes, a pessoa aponta para um defeito. "Olhe para ele, tão tímido!", você acaba levando isso como uma verdade, aceitando o fato e agindo como uma pessoa tímida, já que é assim que te ensinaram a ser.


[dividir][/dividir]
Esses "eu sou", podem ser utilizados como desculpas para não se fazer alguma coisa. Veja dois exemplos tirados do livro:

"Eu sou tímido - Olhe que grupo simpático! - Acho que vou me aproximar deles - Não! Não posso... - Porque não? - Porque... - Eu sou tímido.

Eu sou ruim em matemática, sempre fui assim. - Aqui estão os problemas de álgebra que tenho que resolver essa noite. - Acho que não vou conseguir fazê-los. - (Depois de 10 minutos) "Não posso fazer esse negócio" - Por que não? - Porque... - Eu sou ruim em matemática, semrpe fui assim."

Viu só como um julgamento pode atrapalhar sua vida? Com é que você procura melhorar se realmente acredita nesse tipo de coisa? Você NÃO É TÍMIDO, NÃO É UM PERDEDOR e NÃO É RUIM DE MAIS PARA FICAR COM ALGUÉM, esses são tipos de rótulos que se transformam em pensamentos e acabam atrapalhando sua vida.


[dividir][/dividir]
Mas aprendiz, como eu faço para melhorar isso? Simples, procure não se julgar ou não cobrar tanto de si mesmo. As pessoas vão continuar apontando o dedo e te julgando porque foi dessa forma que elas foram ensinadas, não sinta-se mal por isso e nem pense que elas são pessoas más. Outra coisa que pode acontecer é você querer culpar as outras pessoas pelos seus fracassos por elas sempre te rotularem, isso é bobagem, assume seus erros, a culpa é sua e não deles. Nunca culpa outra pessoa pela sua falta de coragem ou de atitude. Você também pode falar com as pessoas que te julguem ou pedir para um amigo de confiança te avisar quando você for pego por esse tipo de pensamento que nada acrescenta em sua vida. Crie metas de comportamento, dessa forma além de se livrar do famoso "eu sou assim e pronto", você muda comportamentos que você não gosta. Deixei uma das dicas mais importantes para o nosso contexto pua dessa parte do livro para o final, a dica é: "encontrar uma coisa que você nunca fez e destinar-se uma tarde nessa atividade" (no nosso caso seria mais do que apenas uma tarde), ou seja aprendizes, PRATIQUEM SEMPRE QUE POSSÍVEL!

[dividir][/dividir]
Tem outra parte dessses famosos "eu sou" que eu não falei e nem está no livro. Se for utilizar esse tipo de pensamento, utilize com coisas boas: "eu sou uma pessoa espontânea", "tenho total confiança nas coisas que eu faço", "não deixo que minha ansiedade e meu medo tenham total controle das minhas ações" etc. Mas CUIDADO, ao fazer isso vc pode acabar caindo na zona de conforto por achar que já sabe tudo de que precisa, não deixe que isso aconteça, mantenha-se sempre ativo e aprendendo coisas novas.

[dividir][/dividir]
Off topic:
Então é isso, tentei ser o mais direto possível, o livro tem 301 páginas. Para todos aqueles que leram até aqui, peço para que dêem seu feedbak abaixo, ajudaria bastante. Aceito críticas, debates e a opinião de vocês sobre o tópico. Se eu ver que o pessoal gostou eu continuarei escrendo tópicos desse tipo, podendo ser baseado nesse, um outro livro ou até mesmo em experiências própria.

Boa sorte pra vocês em sua jornada e abração!


[dividir][/dividir]

ANÚNCIOS

Alive

Aprendiz

#680082 E ai brother.

Achei seu post sensacional. Penso que quando uma pessoa se intitula, como tímido e etc, a unica coisa que ele esta fazendo é tirando a responsabilidade dele e passando para outro. Além disso, ele tira a possibilidade de viver várias situações em que poderia estar se desenvolvendo socialmente mas ele age como um preguiçoso e prejudica a si mesmo.

Flw
Avatar pua
RussO.

Aprendiz

#680188 OLHA ELE AEEE.. EternoAprendiz, acho que esse seu artigo é um dos poucos que fala sobre o passado e como se libertar dele. Achei o artigo incrível cara, o passado pode mesmo afetar seu presente e seu futuro e a maneira mais lógica de agir é exatamente oque você disse "Não se julgar e não cobrar tanto de si mesmo"... As pessoas sabem os seus defeitos, mais o problema delas é em vez de tentar consertá-los, elas simplesmente os aceitam como se não tivesse outro jeito... e TEM OUTRO JEITO, Afinal "Você muda comportamentos que você não gosta".

ENFIMMMMM

EternoAprendiz, vou repetir, achei o artigo incrível cara, existem poucos artigos falando sobre esse assunto. Parabéns cara, MUITO OBRIGADO POR COMPARTILHAR, continue assim e sucesso :)

Abraços do Russoooooo!


OBS: (Me simpatizo com você haha)
Avatar pua

Criador do tópico

eternoaprendiz - MEMBRO EXCLUSIVO
#680194 [dividir][/dividir]
Alive escreveu:E ai brother.

Achei seu post sensacional. Penso que quando uma pessoa se intitula, como tímido e etc, a unica coisa que ele esta fazendo é tirando a responsabilidade dele e passando para outro. Além disso, ele tira a possibilidade de viver várias situações em que poderia estar se desenvolvendo socialmente mas ele age como um preguiçoso e prejudica a si mesmo.

Flw


Concordo plenamente com você! Eu acho que deveriam ensinar esse tipo de coisas parar as crianças, para que cresçam entendendo seus problemas emocionais. Um dos maiores erros da sociedade e não incentivar que as pessoas tenham autoconhecimento, mas sim apenas o necessário para passar no vestibular e gerar mais dinheiro.Tinha mais coisa para falar, tentei resumir ao máximo e passar aquilo que achava mais importante do capítulo do livro, esse capítulo tem 16 páginas! É bom saber q pelo menos tem gente lendo e dando respostas. Muito obrigado pelo feed, fique na paz :ae

[dividir][/dividir]
RussO. escreveu:OLHA ELE AEEE.. EternoAprendiz, acho que esse seu artigo é um dos poucos que fala sobre o passado e como se libertar dele. Achei o artigo incrível cara, o passado pode mesmo afetar seu presente e seu futuro e a maneira mais lógica de agir é exatamente oque você disse "Não se julgar e não cobrar tanto de si mesmo"... As pessoas sabem os seus defeitos, mais o problema delas é em vez de tentar consertá-los, elas simplesmente os aceitam como se não tivesse outro jeito... e TEM OUTRO JEITO, Afinal "Você muda comportamentos que você não gosta".

ENFIMMMMM

EternoAprendiz, vou repetir, achei o artigo incrível cara, existem poucos artigos falando sobre esse assunto. Parabéns cara, MUITO OBRIGADO POR COMPARTILHAR, continue assim e sucesso :)

Abraços do Russoooooo!

OBS: (Me simpatizo com você haha)

[dividir][/dividir]
Obrigado pelo seu feed RussO., acho que subestimei o pessoal do fórum. Por ser meu primeiro artigo escrito e por eu não ser um dos caras mais populares daqui, pensei que não ia ter muitas vizualizações, embora o feed do pessoal está como eu pensava, muitos vêem o post, mas poucos colaboram. Eu geralmente respondo relatos envolvendo crenças e, na maioria das vezes, vejo que as pessoas não conseguem dar o passo a frente por estarem muito presas ao seu passado. "Você muda comportamentos que você não gosta", grande frase! Minha idéia é fugir um pouco dos assuntos mais abordados aqui, não vejo a necessidade de haver 10 artigos sobre beleza e uns 50 sobre atitude alfa, quanto mais conhecimento diferenciado melhor ^^.

OBS: Agora eu sei de onde eu lembro de vc, nos trombamos em alguns tópicos kkkk. É bom saber disso, tbm me simpatizo bastante com vc, pelas suas respostas vc parece uma pessoa bem resolvida.Continue dando bastante feed como vc sempre faz, ajuda bastante. Abração!
Avatar pua

Criador do tópico

eternoaprendiz - MEMBRO EXCLUSIVO
#680196
TiagoFigueiredo escreveu:Parece-me tambem um artigo sensacional, vou ler com toda a atencao,





Venha o proximo




Abrc

;)


Leia sim e depois dê o seu feedback sobre o artigo, vai me ajudar bastante para ver se eu continuo escrevendo sobre esse livro e as coisas que posso, ou não, melhorar.
Se houver algo que vc não tenha gostado, algo que não concorde, alguma sugestão ou crítica pode falar que eu aguento hehe. Abraaz! :D
Avatar pua
Savrut

Veterano - nível 10

#681207
Mas CUIDADO, ao fazer isso vc pode acabar caindo na zona de conforto por achar que já sabe tudo de que precisa, não deixe que isso aconteça, mantenha-se sempre ativo e aprendendo coisas novas.

aí cara vc descreveu minha situação com esta frase o.O
O maior desafio, com certeza é MANTER o desejo de mudar, já que é muito fácil de se perder.
A zona de conforto é desgramada
O tópico ta fera irmão
Avatar pua

Criador do tópico

eternoaprendiz - MEMBRO EXCLUSIVO
#681334
Savrut escreveu:
Mas CUIDADO, ao fazer isso vc pode acabar caindo na zona de conforto por achar que já sabe tudo de que precisa, não deixe que isso aconteça, mantenha-se sempre ativo e aprendendo coisas novas.

aí cara vc descreveu minha situação com esta frase o.O
O maior desafio, com certeza é MANTER o desejo de mudar, já que é muito fácil de se perder.
A zona de conforto é desgramada
O tópico ta fera irmão


Nem me diga! É normal q depois de certo tempo, quando as coisas se estabilizam e a velocidade das melhoras diminuem todo aquele ânimo e vontade de aprender diminui. Essa é uma batalha difícil, pois muitas vezes a pessoa não enxerga que está na zona de conforto, isso pode acontecer até com quem já tem certo nível de experiencia no assunto. Que bom que vc tenha se identificado, espero que vc consiga MANTER esse desejo. Obrigado pelo seu feed, abração!