Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.

Criador do tópico

corsbr

Aprendiz

#980936 Estou lendo um livro muito bom, chamado maestria, autor Robert Greene.
É um livro que te indica o caminho que deve ser percorrido para se chegar a maestria, seja em atividade, atitutes, etc.
Compatrilho com vocês um trecho bem bacana ue sem dúvidas se encaixa ao tema do fórum e pode ser aproveitado por todos nós.


"O que distingue os Mestres de outras pessoas é, em geral, algo surpreendentemente simples. Sempre que aprendemos uma habilidade, não raro chegamos a um ponto de frustração – o que estamos aprendendo parece além de nossas capacidades. Ao nos entregarmos a esses sentimentos, inconscientemente desistimos de nós mesmos antes de abandonar a tarefa. Entre as dezenas de pilotos na turma de Rodriguez que nunca passaram da fase eliminatória, quase todos eles tinham o mesmo nível de talento.

A diferença não é apenas uma questão de determinação, e sim de conança e fé. Muitas das pessoas que são bem-sucedidas na vida tiveram na juventude a experiência de terem dominado alguma habilidade – um esporte ou jogo, um instrumento musical, uma língua estrangeira, ou qualquer outra coisa. Enterrada em sua mente, encontra-se a sensação de haver superado suas frustrações e de ter entrado no ciclo de retornos acelerados.

Hoje, quando estão em dúvida, as lembranças da experiência passada vêm à tona. Enchendo-se de conança no processo, elas persistem, ao passo que as outras desaceleram e entregam os pontos. Quando se trata de dominar uma habilidade, o tempo é o ingrediente mágico. Supondo que sua prática prossiga em nível constante, ao longo de dias e semanas, certos fatores que contribuem para a habilidade cam entranhados no organismo. Aos poucos, toda a habilidade é internalizada, como parte de seu sistema nervoso.

A mente não mais se perde nos detalhes e passa a ver o panorama mais amplo. É uma sensação milagrosa, e a prática o levará a esse ponto, não importa o nível de talento inato. Os únicos impedimentos verdadeiros para chegar a esse nível são você mesmo e suas emoções – monotonia, pânico, frustração, insegurança. Não há como suprimir essas emoções; elas são inerentes ao processo e são experimentadas por todos, inclusive pelos Mestres. O que se pode fazer é ter fé no processo. O tédio desaparece quando se entra no ciclo.

O pânico vai embora depois de repetidas exposições. A frustração é sinal de progresso – indício de que a mente está processando a complexidade e exige mais prática. As inseguranças se transformam em conança quando se conquista a maestria. Certo de que tudo isso ocorrerá, você permitirá o avanço do processo natural de aprendizado e tudo o mais se encaixará."

ANÚNCIOS

Avatar pua
Millenium

Aprendiz

#980950 Cara, ótimo post.

Eu tô meio que estagnado no Day 4 do Stylelife Challenge e estou procurando textos e vídeos para elevar meu Inner Game para eu "desbloquear a opção conversar com garotas" dentro de mim ashaushaushuash Isto porque na minha cabeça, abordar garotas desconhecidas e pedir recomendação de loja de roupas masculinas... Por mais que seja esta a intenção, é impossível na parte subjetiva... a mulher VAI pensar que vc está dando em cima dela. A filosofia PUA dita: Who Cares? (quem se importa?). Mas ainda há um certo pânico e insegurança, apesar de eu nunca ser dispensado por nenhuma garota na vida (porque nunca flertei com alguma, apesar de algumas terem flertado comigo), não entrando a parte de frustração, e quanto a monotonia... acho que só serve quando você quer ser mestre em algo de certa forma inicialmente entediante (como aprender sobre Recursos em sentido estrito, em direito processual penal...), mas não se aplica a aprender a arte de relações interpessoais e conquista de mulheres. Para falar a verdade, os 3 DAYs anteriores que fiz foram os dias em que mais me senti "vivo" a muito.

Enfim, esta forma lógica, embasada e organizada de como se virá mestre em algo é tão clarificadora... acaba por se tornar um ponto a mais no meu Inner Game, de certa forma, e por isso me senti impelido a comentar. Portanto, quero agradecer-lhe.

See Ya ;)
Serjo

Aprendiz

#980967 Muito bom. obrigado pela postagem. Creio que mutos de nos aqui querem superar a insegurança e as frustrações sem se afundar nelas.
newlife

Veterano - nível 3

#980974
corsbr escreveu:Estou lendo um livro muito bom, chamado maestria, autor Robert Greene.
É um livro que te indica o caminho que deve ser percorrido para se chegar a maestria, seja em atividade, atitutes, etc.
Compatrilho com vocês um trecho bem bacana ue sem dúvidas se encaixa ao tema do fórum e pode ser aproveitado por todos nós.


"O que distingue os Mestres de outras pessoas é, em geral, algo surpreendentemente simples. Sempre que aprendemos uma habilidade, não raro chegamos a um ponto de frustração – o que estamos aprendendo parece além de nossas capacidades. Ao nos entregarmos a esses sentimentos, inconscientemente desistimos de nós mesmos antes de abandonar a tarefa. Entre as dezenas de pilotos na turma de Rodriguez que nunca passaram da fase eliminatória, quase todos eles tinham o mesmo nível de talento.

A diferença não é apenas uma questão de determinação, e sim de conança e fé. Muitas das pessoas que são bem-sucedidas na vida tiveram na juventude a experiência de terem dominado alguma habilidade – um esporte ou jogo, um instrumento musical, uma língua estrangeira, ou qualquer outra coisa. Enterrada em sua mente, encontra-se a sensação de haver superado suas frustrações e de ter entrado no ciclo de retornos acelerados.

Hoje, quando estão em dúvida, as lembranças da experiência passada vêm à tona. Enchendo-se de conança no processo, elas persistem, ao passo que as outras desaceleram e entregam os pontos. Quando se trata de dominar uma habilidade, o tempo é o ingrediente mágico. Supondo que sua prática prossiga em nível constante, ao longo de dias e semanas, certos fatores que contribuem para a habilidade cam entranhados no organismo. Aos poucos, toda a habilidade é internalizada, como parte de seu sistema nervoso.

A mente não mais se perde nos detalhes e passa a ver o panorama mais amplo. É uma sensação milagrosa, e a prática o levará a esse ponto, não importa o nível de talento inato. Os únicos impedimentos verdadeiros para chegar a esse nível são você mesmo e suas emoções – monotonia, pânico, frustração, insegurança. Não há como suprimir essas emoções; elas são inerentes ao processo e são experimentadas por todos, inclusive pelos Mestres. O que se pode fazer é ter fé no processo. O tédio desaparece quando se entra no ciclo.

O pânico vai embora depois de repetidas exposições. A frustração é sinal de progresso – indício de que a mente está processando a complexidade e exige mais prática. As inseguranças se transformam em conança quando se conquista a maestria. Certo de que tudo isso ocorrerá, você permitirá o avanço do processo natural de aprendizado e tudo o mais se encaixará."

Irmão, que dahora o post. Muito bom mesmo.Grande abraço.
Avatar pua
Vini00

Aprendiz

#980980 Mensagem muito bacana do autor... Certamente vou conferir este livro. Obrigado pela sugestão cara!
Abraço.