Aqui as rotinas e Openers antigos porem eficazes!
Avatar pua

Criador do tópico

Diih07

Aprendiz

#987998 E aí puazada belêz?

Quando eu comecei nesse negócio de tentar se um sedutor, um alfa, um homem melhor para possíveis amantes, um melhor filho para minha mãe e um melhor amigo para meus companheiros, eu comecei a trabalhar minhas limitações como timidez e certas crenças que eram como verdadeiros dogmas na minha mente. Neste processo, tentei me entupir de openers e rotinas que viessem me dar uma vantagem na tentativa de fazer amizades e me relacionar com belas mulheres, todavia meus resultados não eram como o esperado, porque ficava parecendo que eu era um robô contando histórias.

Eu consegui trabalhar minha timidez, inclusive, expliquei como se deu esse processo, em um dos meus posts por aqui no fórum, mas iniciar uma conversa e mantê-la com os "enlatados" me dispendiava muita energia. Eu tinha que pensar muito e agir de acordo com uma ordem que permanecia na minha cabeça e quando eu esquecia, tinha que ir ao banheiro para ler a "cola". Com o tempo, pensei em preparar meus próprios openers e rotinas, mas acabou dando no mesmo. Não nego que para muita gente pode funcionar inicialmente, mas não seria melhor se houvesse outras alternativas para se iniciar e manter uma conversa com alguém?

Pois há e se chama controle situacional. Tá eu inventei essa palavra, mas ela descreve bem o que penso que seja mais natural. Pra que perguntar para a Hb se ela viu uma briga lá fora se você pode comentar sobre qualquer coisa que realmente aconteceu ou está acontecendo no momento? É mesmo necessário perguntar se ela ficaria com um cara que é amigo da ex? Quem é que faz isso? Isso só é válido se você realmente tem essa curiosidade ou se você for um bom ator que possa além de falar, manter sua comunicação não verbal congruente.


Agora pensa comigo. Não é mais fácil fazer um elogio sincero? Uma crítica construtiva? Pergunta algo que você realmente queira saber? Informar, sugerir, apontar ou reclamar alguma coisa que você viu na hora? Qualquer coisa serve como opener. Você só precisa ter cuidado para não agir como um maníaco ou tarado. Isso é realmente difícil? E no que concerne às rotinas. Estas são simplesmente histórias. Se você está lendo isto, você está vivo, se está vivo, tem suas próprias histórias. Porque não contar elas? Porque contar histórias dos outros que serviram pra eles e não contar às suas próprias? Alguns opener e rotinas podem até ser úteis, engraçados e expressarem atitude e não faz mal se você gosta de um ou dois em particular, mas precisa decorar uma lista e sair distribuindo conteúdos que não são verdadeiramente seus por aí?

Observem a situação e a usem a seu favor. Vou dar um exemplo muito básico para vocês. Digamos que eu esteja chegando em um barzinho e até chegar ao local onde pretendo me sentar ou me estabelecer eu passe por uma mesa com um set bacana. O que soa melhor?

a) Buscar na sua lista mental de openers enlatados um que se adeque ao momento, horário, circunstância, pessoas e contexto para que sirva de gatilho para você lançar duas rotinas preparadas tbm em sua mente.

b) Dar um olá e comentar algo que você viu e achou interessante ou desinteressante no momento ou perguntar qualquer coisa que você tenha dúvida no momento.


Deixo essa relfexão para vocês.

~ Mr. Dih

ANÚNCIOS

ventania10

Aprendiz

#988951 Muito bom. É exatamente assim que eu penso. Saber usar a situação a seu favor, inclusive como assunto para iniciar a abordagem, é, a meu ver, uma habilidade poderosíssima pra quem curte indirect, principalmente.
Rey9

Aprendiz

#993129 Todos os métodos são válidos...

De começo trabalharei com enlatados porque citam muito a questão da calibração. Se ontem eu não falava com alguem por "não ter o que falar", hoje tenho um script que pelo menos vai me catapultar pra sets. Depois eu adapto, eu me acostumo com a situação, tudo fica mais natural e os enlatados nao sao mais necessários realmente. Mas pra haver essa adaptação, os enlatados são sim muito úteis. Não devemos nos esquecer que existem jogadores em diversos estágios do jogo, e toda ferramenta pode ser útil em algum desses estágios.

Abraço.
kr4ven - MEMBRO EXCLUSIVO
#996499 Eu sou totalmente padawan por aqui então acho que posso dar uma visão de um iniciante.

1 - A colocação não poderia ser mais perfeita sobre o que é ser um PUA (pelo menos é o que eu estou buscando aqui), não se trata apenas de seduzir uma mulher, é também de ser tornar melhor consigo mesmo. Ser pessoalmente interpessoalmente, para os mais diversos tipos de relacionamentos do dia a dia, (Familia, trabalho, amigos e mulheres).

2 - Entendo que um elogio seria uma forma natural de tentar chegar em alguém, mas muitas mulheres tem o bitch shield sempre ativado, aqui em Recife costumamos ganhar um não como resposta de um boa noite :P.. Um opener ajuda como um desarme, depois dele acredito que deve ser colocado um assunto que você se sente mais natural.(Isso me ajuda também a tirar a pressão do momento)
Avatar pua

Criador do tópico

Diih07

Aprendiz

#996598 O importante é não se viciar em enlatados e viver eternamente dependente deles, pois no dia em que você esquecer, der um branco ou se mesmo fores muito tímido, o enlatado sairá muito superficial, como se você estivesse decorando alguma coisa.
Serjo

Aprendiz

#996886 Concordo: usar para o desarme e depois ser natural. É a melhor coisa.
Avatar pua
MajorTon

Aprendiz

#996892 Sua observação é totalmente plausível brother, eu concordo contigo em diversos pontos.
No entanto, para que está começando e não tem a menor ideia de como conversar com mulheres, enlatados é a melhor forma de aprender.
Com o tempo e através de tentativas e erros o cara aprende a ter percepção social, e aprende também a analisar friamente uma interação ou um ambiente.
E com isso, alcança-se a calibração, onde você possui confiança e um jogo interno forte, e então a conversa flui de uma forma natural, pois você não precisará pensar para agir, pois isso tornou-se quem você é.

O processo de aprendizado consiste em 4 etapas:
Inabilidoso e inconsciente: Você faz as coisas erradas e não sabe que está fazendo errado.
Inabilidoso e consciente: Você sabe que está fazendo errado mas ainda não tem habilidade.
Habilidoso e consciente: Nessa etapa você tem habilidade e usa essa habilidade conscientemente
Habilidoso e inconsciente: Essa etapa é quando você atinge o sonhado nível natural, onde você é habilidoso e não precisa nem pensar para usar a habilidade corretamente.

Bom, para mim tudo é feito por etapas, uma pessoa que não tem a minima noção de como conduzir uma conversa dificilmente irá conseguir perceber alguma situação ou algo no ambiente para usar como opener.
Avatar pua
andre_arh

Aprendiz

#997379 Gostei do quanto o artigo mostrou ter os pés no chão!
Nos momentos de melhor humor é mais fácil ter o controle situacional; ficar pensando em enlatados só atrapalha...