Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
chucks

Veterano - nível 9

#918736
thomasromanopua escreveu:Muito bom texto. Só não entendi uma coisa... qual o resultado de um beta continuar sendo ele mesmo, ou seja, um beta continuar agindo como beta ? É errado então, um beta mudar seu jeito por características mais eficazes ? Abç.


pod cre veio como que fica isso, um cara sendo beta que não pega ninguem continuando ser ele mesmo,os mesmos costumes e habitos de beta?

ANÚNCIOS

MindSet

Veterano - nível 9

#918739 Eu sou meio que retardado mental por isso não liguem ,mas eu não consegui perceber o que é que ser eu significa. O que é o eu? Eu sou os meus desejos? Sou os meus pensamentos? É possível eu ser 2 coisas opostas ao mesmo tempo? Ser eu significa dizer tudo o que penso? Aguardo resposta. Estou curioso
Avatar pua
Mattio

Aprendiz

#918742 pois eh, conheço pessoas caídas, deprimidas, paradas que sempre soltam o clássico " quem gostar de mim, tem que gostar pelo que eu sou, não vou mudar por ninguém" Eu acredito Felipe que esse "seja você mesmo" deveria surgir após experimentar muitas coisas, como esportes. Ai sim a pessoa conhecendo algo que goste, poderá ser " ela mesma". ou melhor, primeiro ela precisa descobrir quem ela realmente é.
marcosfdc

Veterano - nível 9

#918745
chucks escreveu:
thomasromanopua escreveu:Muito bom texto. Só não entendi uma coisa... qual o resultado de um beta continuar sendo ele mesmo, ou seja, um beta continuar agindo como beta ? É errado então, um beta mudar seu jeito por características mais eficazes ? Abç.


pod cre veio como que fica isso, um cara sendo beta que não pega ninguem continuando ser ele mesmo,os mesmos costumes e habitos de beta?


Ao você cometer esses error, automaticamente você vai deixar de ser "beta", pois você vai estar evoluindo. A questão não é mudar e sim melhor, dar um upgrade nas suas habilidade/características . A partir do momento que você sabe que errou, dificilmente você não errará mais, basta parar, analisar a situação e fazer diferente agora. É como estudar para um concurso, eu me preparo faço e levo pau, vejo o que errei e conserto, ai da proxima vez já não erro mais aquilo e estarei mais perto/terei mais chances de passar na próxima vez. Isso para mim é ser você mesmo, você não estará mudando para agradar ninguém, vc está melhorando pq é preciso melhor, por você mesmo !!
Avatar pua
Nativex

Veterano - nível 10

#918747 Fala, meus caros! Peço licença ao dono do tópico para dar meu pitaco.

MindSet escreveu:Eu sou meio que retardado mental por isso não liguem ,mas eu não consegui perceber o que é que ser eu significa. O que é o eu? Eu sou os meus desejos? Sou os meus pensamentos? É possível eu ser 2 coisas opostas ao mesmo tempo? Ser eu significa dizer tudo o que penso? Aguardo resposta. Estou curioso


chucks escreveu:
thomasromanopua escreveu:Muito bom texto. Só não entendi uma coisa... qual o resultado de um beta continuar sendo ele mesmo, ou seja, um beta continuar agindo como beta ? É errado então, um beta mudar seu jeito por características mais eficazes ? Abç.


pod cre veio como que fica isso, um cara sendo beta que não pega ninguem continuando ser ele mesmo,os mesmos costumes e habitos de beta?


Então, MindSet... você é você! Hehehe! Sério, agora. É tudo isso que você falou, e nada disso, ao mesmo tempo. Depende de você. Quem é você? Tá, eu não ajudei em nada, né?!

E quanto a ser beta, o que é ser beta? Como um beta se comporta? Vocês são betas, Chucks e Thomas Romano? E, independente disso, quem são vocês?

Ok! Parei com a filosofia. Vou contar como eu me tornei eu. Não vai servir para vocês, pois vocês não são eu. Mas talvez dê uma ajuda.
Eu era um cara muito estranho. Sempre fui muito bom em fazer amizades e conversar com as pessoas, até mesmo com mulheres bonitas, mas elas me assustavam. Claro que minha simpatia só durava na fase da amizade, mesmo. Quando eu tentava pegar alguma mulher... Bem, eu não tentava. Era super tímido nesse ponto. Como eu era gordinho e branquelo, parecia que eu ia explodir de vergonha.

Além disso, sempre fui nerd pra caralho. O irmão de um brother meu, que é natural, sempre nos zoava, pois enquanto ele ia pra farra pegar a mulherada, eu e os meus amigos nerds virávamos a madrugada jogando videogame.
Comecei a trabalhar numa multinacional. Ganhava bem. Descobri o PUA Base. Li uma porrada de material. Coloquei em prática! Comecei com o MM, tinha um monte de openners e rotinas decoradas. Comecei a pegar bastante mulher. Já estava fazendo a faculdade que eu curtia. Fui morar sozinho... Resumindo, eu tinha uma vida foda, correto?

ERRADO!

Por quê? Porque eu não era eu! Aquilo tudo era bom, mas eu não era aquilo. Então, deixei meu emprego, tranquei a faculdade, me transferi para outra faculdade em outro estado vivendo de auxílio estudantil. Larguei o PUA base por um bom tempo. Não parei de tentar pegar a mulherada, mas parei de usar os métodos “tradicionais”. Quando eu achava que devia usar, usava. Quando não, ia na base da conversa normal, mesmo. Sim, do tipo “oi! Tudo bem? Meu nome é Nativex, e o seu?”. Arrumei uma namorada massa. Fiz amizades rapidamente, como já fazia antes do PU. Morei na casa do estudante, em repúblicas, incluindo uma onde só moravam colombianos, em pensões, até de favor. Quando faltava dinheiro, eu juntava a galera e fazia uma festa. Comecei a organizar eventos. Velho, já tomei um choque de taser na perna, ao tentar chegar bebaco numa mina, em uma festa da qual não me recordo nem da metade...

Terminei. Voltei pro PUA Base, li mais um monte de coisa. Sumi de novo. Virei um “cara do direct”. Uma mina que eu conhecia da faculdade veio conversar comigo, eu disse que eu poderia fingir ser legal, mas o que eu queria mesmo era comê-la! Acho que postei um relato sobre isso por aqui. Comi! Cansei de não ter grana para fazer o que eu queria, mas não queria perder meu tempo trabalhando o dia todo só para ter grana. É um paradoxo chato! Cansei de ficar longe de casa. Voltei...

Hoje trabalho por conta própria. Continuo no meu curso. Faço um monte de coisas novas. Já não tenho mais um estilo de jogo. Aliás, tenho o meu. Falo de coisas que eu gosto, do meu jeito, e elas que se adaptem a isso. Eu não uso leitura fria para pegar mulher, eu uso só porque eu acho legal. Quem foi o filho duma rapariga que disse que eu não posso virar a madrugada jogando videogame? Gosto de cerveja. Pra me soltar? Não. Porque eu gosto. E não vou deixar de bebê-la para me dedicar a malhação, ou para não atrapalhar na minha sarge. Corro porque quero aguentar correr. Ser gordinho, apesar de ser gostoso, me limitava demais. Então, montei minha própria dieta, onde posso comer qualquer coisa, e mesmo assim perdi 30kg em três meses.

Tudo isso que eu disse serve para ajudar vocês? Talvez, só a entender o que eu queria dizer. Mas para serve você, você deve ser você. A resposta ficou gigante. Se vocês lerão, ou não, não depende de mim. Olha eu sendo eu!

Abraços!
chucks

Veterano - nível 9

#918753
Nativex escreveu:Fala, meus caros! Peço licença ao dono do tópico para dar meu pitaco.

MindSet escreveu:Eu sou meio que retardado mental por isso não liguem ,mas eu não consegui perceber o que é que ser eu significa. O que é o eu? Eu sou os meus desejos? Sou os meus pensamentos? É possível eu ser 2 coisas opostas ao mesmo tempo? Ser eu significa dizer tudo o que penso? Aguardo resposta. Estou curioso


chucks escreveu:
thomasromanopua escreveu:Muito bom texto. Só não entendi uma coisa... qual o resultado de um beta continuar sendo ele mesmo, ou seja, um beta continuar agindo como beta ? É errado então, um beta mudar seu jeito por características mais eficazes ? Abç.


pod cre veio como que fica isso, um cara sendo beta que não pega ninguem continuando ser ele mesmo,os mesmos costumes e habitos de beta?


Então, MindSet... você é você! Hehehe! Sério, agora. É tudo isso que você falou, e nada disso, ao mesmo tempo. Depende de você. Quem é você? Tá, eu não ajudei em nada, né?!

E quanto a ser beta, o que é ser beta? Como um beta se comporta? Vocês são betas, Chucks e Thomas Romano? E, independente disso, quem são vocês?

Ok! Parei com a filosofia. Vou contar como eu me tornei eu. Não vai servir para vocês, pois vocês não são eu. Mas talvez dê uma ajuda.
Eu era um cara muito estranho. Sempre fui muito bom em fazer amizades e conversar com as pessoas, até mesmo com mulheres bonitas, mas elas me assustavam. Claro que minha simpatia só durava na fase da amizade, mesmo. Quando eu tentava pegar alguma mulher... Bem, eu não tentava. Era super tímido nesse ponto. Como eu era gordinho e branquelo, parecia que eu ia explodir de vergonha.

Além disso, sempre fui nerd pra caralho. O irmão de um brother meu, que é natural, sempre nos zoava, pois enquanto ele ia pra farra pegar a mulherada, eu e os meus amigos nerds virávamos a madrugada jogando videogame.
Comecei a trabalhar numa multinacional. Ganhava bem. Descobri o PUA Base. Li uma porrada de material. Coloquei em prática! Comecei com o MM, tinha um monte de openners e rotinas decoradas. Comecei a pegar bastante mulher. Já estava fazendo a faculdade que eu curtia. Fui morar sozinho... Resumindo, eu tinha uma vida foda, correto?

ERRADO!

Por quê? Porque eu não era eu! Aquilo tudo era bom, mas eu não era aquilo. Então, deixei meu emprego, tranquei a faculdade, me transferi para outra faculdade em outro estado vivendo de auxílio estudantil. Larguei o PUA base por um bom tempo. Não parei de tentar pegar a mulherada, mas parei de usar os métodos “tradicionais”. Quando eu achava que devia usar, usava. Quando não, ia na base da conversa normal, mesmo. Sim, do tipo “oi! Tudo bem? Meu nome é Nativex, e o seu?”. Arrumei uma namorada massa. Fiz amizades rapidamente, como já fazia antes do PU. Morei na casa do estudante, em repúblicas, incluindo uma onde só moravam colombianos, em pensões, até de favor. Quando faltava dinheiro, eu juntava a galera e fazia uma festa. Comecei a organizar eventos. Velho, já tomei um choque de taser na perna, ao tentar chegar bebaco numa mina, em uma festa da qual não me recordo nem da metade...

Terminei. Voltei pro PUA Base, li mais um monte de coisa. Sumi de novo. Virei um “cara do direct”. Uma mina que eu conhecia da faculdade veio conversar comigo, eu disse que eu poderia fingir ser legal, mas o que eu queria mesmo era comê-la! Acho que postei um relato sobre isso por aqui. Comi! Cansei de não ter grana para fazer o que eu queria, mas não queria perder meu tempo trabalhando o dia todo só para ter grana. É um paradoxo chato! Cansei de ficar longe de casa. Voltei...

Hoje trabalho por conta própria. Continuo no meu curso. Faço um monte de coisas novas. Já não tenho mais um estilo de jogo. Aliás, tenho o meu. Falo de coisas que eu gosto, do meu jeito, e elas que se adaptem a isso. Eu não uso leitura fria para pegar mulher, eu uso só porque eu acho legal. Quem foi o filho duma rapariga que disse que eu não posso virar a madrugada jogando videogame? Gosto de cerveja. Pra me soltar? Não. Porque eu gosto. E não vou deixar de bebê-la para me dedicar a malhação, ou para não atrapalhar na minha sarge. Corro porque quero aguentar correr. Ser gordinho, apesar de ser gostoso, me limitava demais. Então, montei minha própria dieta, onde posso comer qualquer coisa, e mesmo assim perdi 30kg em três meses.

Tudo isso que eu disse serve para ajudar vocês? Talvez, só a entender o que eu queria dizer. Mas para serve você, você deve ser você. A resposta ficou gigante. Se vocês lerão, ou não, não depende de mim. Olha eu sendo eu!

Abraços!


vei eu entendi o que voce escreveu! para min MM naum cola porque nunca tentei e nunca quero tentar porque deve ser ruim pakas fica tendo que decorar rotina sendo uma pessoa que voce naum eh,
eu acho que tudo eh habito se voce passa a vida inteira tendo habito de beta(se masturbando diariamente viciados em jogos online inseguro desmotivado e etc...e possivel catar mulher sendo assim?eu era assim e naum consegui) voce vai continuar sendo beta,apartir do momento que voce passa a mudar seus habitos ai sua vida muda!
por isso que perguntei um cara beta! deve continuar sendo ele mesmo beta para ter sucesso?
Avatar pua
Hapollo - MEMBRO EXCLUSIVO
#918758 Muito bom esse artigo. Comecei lendo sem muita pretensão e fui notando a profundidade dele. Parabéns por ter alcançado esse nível de maturidade. Estou me esforçando para alcança-lo também. Exemplos como o seu são bastante inspiradores e incentivam pessoas como eu a continuarem nessa jornada. Obrigado por compartilhar a sua experiência.
Avatar pua
Nativex

Veterano - nível 10

#918765
chucks escreveu:vei eu entendi o que voce escreveu! para min MM naum cola porque nunca tentei e nunca quero tentar porque deve ser ruim pakas fica tendo que decorar rotina sendo uma pessoa que voce naum eh,
eu acho que tudo eh habito se voce passa a vida inteira tendo habito de beta(se masturbando diariamente viciados em jogos online inseguro desmotivado e etc...e possivel catar mulher sendo assim?eu era assim e naum consegui) voce vai continuar sendo beta,apartir do momento que voce passa a mudar seus habitos ai sua vida muda!
por isso que perguntei um cara beta! deve continuar sendo ele mesmo beta para ter sucesso?


Cara, mas não existe ninguém beta! No máximo, a pessoa está presa a comportamentos que chamamos de beta. Você acha que o cara não queria estar comendo uma gostosa em vez de se masturbar? Se ele preferia comer uma mina e está batendo punheta, ele não está sendo ele. E o resto também é relativo, eu tenho esquemas com duas minas que eu como praticamente toda semana, sem contar as outras que pego quando saio para sargear, e mesmo assim eu me masturbo vez ou outra. Eu sou beta por causa disso? Talvez eu seja, mas e daí? Eu ainda jogo jogos online, ainda mais agora que eu tenho mais tempo livre. Minha vida não está parada por causa disso, pelo contrário. E me divirto pra caramba!
Avatar pua

Criador do tópico

felipbb

Veterano - nível 9

#918861 Obrigados pelos feeds !
Não por eu querer status ou likes, mas vendo isso, tenho certeza que vocês estão me entendendo, que é meu objetivo,
quando paro meu dia por algumas horas e escrevo um texto desses! Demora.... hahaha
______________________________________________________

Enfim, resumindo a dúvida que pairou sobre meu tópico, eis que vou explica-la:

Quando nós começamos, mais ou menos com 11, 12 anos, ter desejo nas menininhas que os rondam, nós percebemos que
não sabemos o que fazer (não sei o porque, apesar de muitos culparem a sociedade, não vou entrar nesse mérito) e aí tentamos o que
achamos que devemos fazer, vimos na TV, histórinhas, etc. etc. ... porém não funciona, não a princípio.
Depois de um tempo vemos quem se dá bem com as mulheres e tentamos copiar também.
Também, no final das contas, não dá muito certo...
Porém, as coisas vão evoluindo gradativamente.
Quando eu digo ser você, e você tem comportamento classificado como BETA, você acaba vivendo uma série de
situações que acabam por calejar você.
Quando ela acontece, e você viu que não agiu certo, você não age de novo daquela mesma maneira. Quando você
estiver prestes a agir daquela maneira de novo, você automaticamente lembra que vai te causar sentimentos ruins, até
a hora que você nunca mais vai estar prestes a agir daquele jeito.

Eu já fui dominado no relacionamento. Fui porque eu me punha naquela situação.
Agora, quando eu vi os sentimentos ruins que aquilo me causava, nunca mais quis estar.
Hoje, quando a mulher mais gata e gostosa do mundo vier tentar me por nessa situação, meu instinto não deixa.

E quanto a copiar os outros e seguir métodos prontos, eu vos digo:
Pode dar certo. Provavelmente vai. Porém, só até certo ponto.
Uma hora, você perde a congruência, ou você cede, até mesmo demonstra fraqueza na sua voz numa conversa qualquer,
porque nós não somos atores, nem somos a mística do X Man para nos transformarmos nos outro, e uma hora nosso eu
vem a tona.

- Pô Felipe, tá me dizendo que não devo seguir métodos nem imitar ninguém?
Claro que não, nunca, jamais vou dizer isso. Até porque eu só sou o que sou hoje porque segui.
As vezes nós somos betas e passamos por situações ruins, que não queremos passar de novo, não queremos agir
daquela maneira de novo. Porém, nós ficamos sem saber como, sem saber o que fazer.
Aí, os métodos entram! Eles dão uma resposta pra gente, e a gente pode acabar se achando no outro.

Como???

Suponhamos:
Imagina estilo de música clássica. Você pode ter até ouvido, mas nunca foi chegado nela.
Até que faz uma amizade que só escuta música clássica. E te faz escutar. Aí, você passa a amar de paixão música clássica.
Você se achou naquela pessoa. Desenvolveu uma característica que nem mesmo você sabia que você tinha.
Abraços e paz!
Avatar pua

Criador do tópico

felipbb

Veterano - nível 9

#918863 Resumindo mais ainda:
Bote seu EU pra fora.
Trabalhe ele e torne-o FODALHAÇO!
Aí você vai ser foda sem nem pensar, você só vai fazer o que você QUER FAZER,
E VAI SER COMPORTAMENTO ALFA, CAFAJESTE, MODE ONE, PORRA TODA JUNTA!
E não torça esse você por nada nem ninguém.
Pronto, resumi.
Pessoas depressivas tem problemas com elas mesmas, elas não são elas mesmas, elas acham que são.