Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
Avatar pua
Bili
#972012 Eu - Era um menino muito timido e educado. Hoje ele é assim, continua timido, mas é menos timido, continua educado, só que mais folgado, sou explosivo, puxei isso da minha mãe, gosto de aventuras, mas acabo indo pela cabeça dos outros as vezes por ser bestinha demias, hoje em dia eu não vou tanto assim. Sou gente boa e um pouco bestinha como já falei, eu sonho muito, sou viciado em sonhar, sonho muito mas não tenho muita atitude, me encanto pelas coisas muito fácilmente e não tenho foco nas coisas, tenho dificuldade em focar nas coisas, sou revoltado com pessoas que não me entendem e me julgam. nunca tive muita liberdade porque minha mãe me prende muito e hoje sofro as consequências disso.

Minha mãe - Ela é cheia de tráumas que a vida deixou, vive em função do medo, ela é possessiva, mainhosa, emotiva demais e explosiva também, é uma pessoa dificil de se conviver, ela quer mudar os outros para o jeito dela, se a pessoa não fazer o que ela quer, ela se revolta com essa pessoa, é endividada, pois gasta muito e não sabe administrar seu dinheiro, age por impulso, ela não vive para ela, vive para os outros, aposta nos outros para ser feliz, diz que a felicidade dela depende de mim, e que eu nós, os filhos dela, somos responsáveis pelos problemas que ela tem, ela não assume a culpa, ela é violênta, se mete em alguma confusão quase todos os dias, quer que a vida dela mude, mas não faz nada para isso acontecer.

Minha irmã - fofoqueira, fala da vida de todo mundo para todo mundo, gosta de se intrometer na vida dos outros, gosta de julgar os outros, reclama de tudo toda hora, ela se acha a dona da razão, sempre se acha a dona da razão, é uma falsa moralista e hipócrita, gosta de se mostrar a certinha para os outros, quer ser a santinha que faz tudo santa e com isso julga os outros e ela gosta de mandar em mim, só porque é mais velha e minha mãe da poder para ela fazer tudo isso.

Meu irmão - ele é o mais velho da minha mãe, veio morar com a gente em torno de 2 anos atrás para fazer faculdade aqui, ele morava com os avós e o pai, só vinha aqui uma vez no ano, pois ele morava no interior e a gente mora na capital, ele é gente boa, é o que mais me entende aqui, o defeito dele é só ser muito egoísta, mas não sou jinguém para julgá-lo, todo mundo tem seus defeitos, inclusive eu, ele fuma um as vezes, não como eu, mas fuma., já fumou várias vezes comigo aqui dentro de casa, só que o unico que tem fama de maconheiro aqui sou eu.

- enfim pessoal, vou partir para história..


Minha casa é um campo de guerra, há muitas brigas, as pessoas não se entendem nesse lugar, minha mãe não me dar liberdade, mal deixa eu sair para os cantos, gosta de me prender com medo do que pode acontecer comigo, ela acha que eu sou muito influenciado pelas pessoas, minha irmã também acha isso de mim, e se acha minha dona, vive me julgando e se intrometendo na minha vida, gosta de colocar minha mãe contra mim, pois ela tem ciúmes da gente, meu padrasto mal fala alguma coisa comigo e com meus irmãos, nem o necessário ele fala, ele é uma pessoa violenta e não quer ninguém aqui dentro de casa, e se acha o dono desse apartamento que conquistou junto com minha mãe, só que o apartamento teve que ficar no nome dele porque minha mãe tinha nome sujo e a gente era de menor.
Eu fumo maconha, e meu irmão fuma de vez em quando, só que aqui em casa eles acham que só eu fumo maconha, meu irmão ninguém sabe. Minha mãe descobriu a quase um ano atrás, minha irmã já sabia e era louca para falar para minha mãe, aliás ela falou já, mas minha mãe não acreditava, só acreditou quando viu uma conversa minha com um amigo meu no Facebook, na cabeça dela maconha e crack são a mesma coisa, ela não tem conhecimento sobre a maconha, acha que é uma droga perigosa e que causa dependência química (maconha é um produto natural), acha que eu sou um viciado, drogado que deve a traficantes e fumo porque não consigo controlar o vício, mentira ! Fumo porque gosto e me sinto bem com isso, não por força de um vício, e sim por querer ficar relaxado no meio de tanto caos que a gente vive.
Uma semana antes do natal, eu estava acordado de madrugada sem sono, era umas 4:10 da manhã na hora que eu ascendi um baseado para relaxar um pouco e tentar dormir, sabendo eu que meu padrasto e minha mãe acordavam as 4:30, mas como já estava acostumado a fumar dentro de casa quando estava todo mundo dormindo, eu arrisquei pensando que o cheiro ia sair rapidamente, meu padrasto acordou as 4:20 e sentiu o cheiro, logo falou para minha mãe, que saiu do quarto atacada dizendo que eu fumei maconha dentro de casa, fui logo para cama dormir e neguei tudo, mas não tinha como, a casa caiu para mim (ela já sabia que eu fumava), e desde esse dia meu padrasto inferniza minha vida (ele sempre infernizou), mas está se aproveitando dessa situação para atingir a minha mãe.
Ele vive dizendo a minha mãe que vai chamar a polícia para me prender, minha mãe de inocente acredita (ninguém é preso por fumar maconha, por tráfico sim, e eu não sou traficante), mas como eu realmente estava errado em fumar dentro de casa, eu parei com isso, um dia de domingo (domingo meu padrasto não trabalha e fica em casa), eu acordei de manhã, meus irmãos estavam dormindo, resolvi ir aqui na praia fumar 1, a praia fica aqui perto, bem perto. Então meu padrasto me viu saindo do meu condomínio, pois ele estava em frente bebendo com os amigos no bar. Minha mãe nesse dia chegou atacada em casa por causa dos problemas e porque pensou que meu padrasto estava com outra, quando ele chegou em casa ela começou a brigar com ele, e ele estava um pouco bêbado. Para atingir ela, ele perguntou onde eu estava e se eu já tinha chegado (ele não me viu, eu estava em casa), ele disse que me viu e algum lugar com má amizade, insinuando que eu estava fazendo coisa errada, eu fui fumar maconha na praia sozinho, quando fui saindo de casa encontrei um amigo meu que tem fama de maconheiro, e ele sabe, acredito que ele tenha me visto com esse menino, mas nem com ele eu ando e só fui andando conversando com ele, nisso eu fui na praia e ele foi pegar o filho dele (ele trabalha, tem filho e tem família, não é pessoa errada, mas fuma maconha, e eu não ando com ele), então ele colocou na cabeça da minha mãe que eu estou com más amizades, mexendo em coisa errada e está espalhando isso para todo mundo.

Vejam esse vídeo que foi retirado da série arrow e reflitam..

VIDEO | PUA | BASE


- Pessoal, essa é uma história que está acontecendo comigo, quero saber de vocês dicas de como encarar essa situação e se alguém não concorda com alguma coisa, eu aceito muito bem as críticas, espero que o texto tenha ficado bem explicado para vocês entenderem melhor, é isso ai pessoal, abraços!
Avatar pua
Bili
#972013 Esqueci de colocar as características do meu padrasto.. Meu padrasto - Violento, grosso, fofoqueiro, invejoso, nunca teve nada na vida, egoísta, ignorante, mal humorado, já bateu na minha mãe, se intromete na vida dos outros, não vale nada.
Avatar pua
On the Night
#972014 medina é você?

zuera mais brother se o cara bate na sua mãe chama a policia, se um dia alguem encosta na minha mãe eu arregaço
Avatar pua
Bili
#972017 kkkkk, só na foto mesmo. Não mano, ele não bate mais nela
Avatar pua
eu sou o futuro
#972028 Parceiro entendo isso, eu fumava maconha mas a casa caiu pra mim na noite de natal, um fdp que é pai do meu sobrinho falou pro meu pai que puta merda mano não desejo a ninguém aquele olhar quase lacrimejante de desgosto, essa imagem do olhar do meu pai me fez querer mudar por ele e por mim tbm ( tava fumando muita maconha prensada).
Agora não sou mais influenciado pelos círculos sociais querendo que eu volte a fumar porém minha madrasta ( que morre de ciumes de meu pai) já deu a notícia que sou um maconheiro pra toda a família, nesse momento até meus avós já sabem.
Cara merda na família todos temos mas respira fundo e tome a ação apropriada sobre isso, em outras palavras VENÇA na vida.