Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
Avatar pua

Criador do tópico

Don Eu

Veterano - nível 9

#816731 Fala, galera!

Já a algum tempo, eu não posto aqui. Estive envolvido em um relacionamento que realmente me tirou do jogo!

Estive apaixonado por essa mulher, mas não paixonite, aquela paixão verdadeira, quente, que faz você querer ser melhor e não pior! Foi real, acho que o relacionamento mais real que tive nos últimos tempos!
Estamos brigados, agora! Acredito que vamos terminar, embora eu ainda vou lutar pela mulher que conquistou meu coração! Nós nos magoamos, mas vou continuar com o esforço para fazer as coisas darem certo!

E se acabar, pelo menos foi real! Eu vivi de coração sincero e fui um homem como nenhum outro! Enfrentei meus medos e inseguranças e ganhei uma vida de verdade! Senti tudo queimando minha pele, marcando quem eu sou e quem serei daqui para frente!
Não tive medo de mostrar para ela que eu era bom e ruim! Mostrar minhas qualidades e meus defeitos... Sei até que assustei ela um pouco por isso! Hahhahaha!

Agora, com a possibilidade do término e a consequente frustração, eu fico pensando em como será minha vida sem ela. Será boa, farei minha vida ser feliz, gratificante e prazerosa, mas a minha vida amorosa está marcada!
Não quer dizer que não existirão novas mulheres, existirão aos montes! E espero que existam novas paixões e novos amores!

Só preciso ficar atento com meus sentimentos conflitantes para não me tornar misógino devido à frustração de um relacionamento mal resolvido. É um padrão, inclusive boa parte dos caras do fórum é assim!
E é por isso que eu desejo compartilhar a experiência e meus pensamentos...

Eu era um jogador! Seduzir, conquistar e transar sempre foi muito fácil, mas comecei a me sentir vazio... Comecei a considerar minhas transas piores do que me masturbar! Então comecei a pesquisar sobre os aspectos psicológicos da afetividade...
Tive contato com vários materiais, mas um deles ficou gravado na minha cabeça e fez com que eu mudasse o modo como eu lidava com as mulheres, principalmente em minhas abordagens. Esse vídeo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=iOHdZKDldIg (confesso que não é dos melhores nem dos mais renomados, mas mudou a minha vida!)

A nova estratégia que adotei foi que iria apenas conhecer as mulheres até conhecê-la mais profundamente. Só depois eu partia para uma definição: Mantinha um relacionamento, partia para uma transa rápida ou conhecia as amigas dela através do círculo social...
E fazia no cotidiano, não estava mais saindo à noite para guardar minha energia para meus projetos de vida!

Foi assim que eu conheci minha namorada... Estava indo em um ônibus para Campinas, fazer uma matéria do meu mestrado, e uma japonesa gata sentou ao meu lado.
Começamos a conversar e, em um certo momento, ela falou uma frase que definia um dos pensamentos profundos que guiam a minha vida. Disse como se fosse dela mesma, com sinceridade!
Eu, então, resolvi que a trataria diferente por aquilo, resolvi que ela seria uma vivência e não um jogo!

Trocamos telefone, saímos, não ficamos de primeira... Deixei as coisas fluírem, tomando atitude, mas sem arquitetar ou agir com segundas intenções. Fui sincero comigo e com ela!
Por fim, ficamos uma, duas vezes e as coisas fluíram rapidamente... Estávamos namorando!

Foi um tempo delicioso! A ligação foi real, boa e sincera!
Ela me apoiou nas dificuldades que tive este ano: Desde frustração com pessoas que eu considerava amigas a problemas familiares e profissionais...
Passamos por tudo e rimos juntos inúmeras vezes! Aquele sorriso está marcado em meu coração e confesso que vou demorar para lembrar dele sem desejar que ela esteja ao meu lado!

Eu sei, também, que eu ofereci a ela tudo o que recebi: Tornei ela mais forte, apoiei e mudei a visão de mundo dela! Ela nunca mais será a mesma! Eu mostrei muitas coisas novas para ela...

Entramos em um processo de brigas e mágoas, mas não quero falar disso... Isso ainda é meu! Ainda é algo que quero amadurecer e não quero dividir para qualquer um.
Pode ser apenas uma fase e eu estou lutando para que efetivamente o seja, mas não acredito que eu esteja tendo muito sucesso... Demos um tempo, vamos conversar de novo na terça e, então, tomar uma decisão definitiva!

Qualquer que seja o caminho que tomarmos, foi bom! Nós nos tornamos melhores por vivermos isso!
E era isso que eu queria compartilhar com vocês: Um relacionamento sincero e verdadeiro que você vive, desde que mantidos a autoestima e o respeito mútuo, é bom! Torna você mais forte!
Percam o medo de se apaixonar! Vivam! Jogar é muito pouco quando se pode viver...

Não estou dizendo que vou namorar todas as mulheres que eu conhecer daqui para frente, mas não vou perder a oportunidade de viver um paixão que seja boa e que me torna melhor!

Sei que escrevi muito e não tive tanto cuidado com o texto, mas eu estava compartilhando meu coração e é isto o importante do que passei aqui!

Um grande abraço a todos e sejam felizes!

ANÚNCIOS