Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua
paulpua12
#697465 a humanidade não se ajuda como deveria. A corrupção de muitas pessoas, a insanidade e mal caráter das pessoas com quem convivo e falo todos os dias são os motivos do meu desânimo pela humanidade. Sim, eu sou misantropo mas acho que ser misantropo não me faz uma pessoa isolada. Ao observar os "erros" da sociedade atual eu tento mudar e fazer algo de bom em relação a isso. Se eu não me socializasse entraria em depressão :( .
Tenho Aversão a natureza humana mas preciso deles em vários aspectos.
É isso ae! valeu pelo tópico, muito interessante e inusitado...
Killer
#697484 Eu sou exatamente assim.Quando saio me socializo até bem com as pessoas,mas quando estou sozinho não sinto necessidade de ter ninguém por perto.Tem horas que sinto desprezo pelas pessoas ao meu redor,mas isso as vezes passa.Por mais que eu tente,não consigo gostar das pessoas ao meu redor,já que elas na maioria das vezes tem a mente pequena e modo como agem irrita.Talvez isso tenha algo a ver com o fato de eu ter TDAH(Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade).
Avatar pua
DOMINANTTE
#697495 Por natureza sou assim


Isso no psicotécnico se chama afago. É a necessidade de ter outro por perto pra se sentir feliz.


Quando conheci o PU eu mudei bastante e não achei ruim não, é bom também :sorri


Olha, tudo hoje em dia está sendo rotulado, tão dando nome pra tudo... Não se rotule, apenas viva...

é o bastante



absss
Avatar pua
Shurns
#697608
celso22 escreveu:Tópico interessantissimo... E tenho que admitir, sou assim também e isso me deixa muito mal as vezes, e quando tento me socializar (infelizmente o único grupo que tenho é a escola, que por sinal a maioria lá é crente e eu sou ateu) me sinto muito mal por dias, penso nas coisas que deram errado e coisas bem pequenas mesmo e acabo me isolando. As vezes reparo que estou sozinho no canto da sala de aula enquanto todos conversam, me sinto mal por ser assim é um verdadeiro tédio, mas não consigo me socializar, me sinto cansado como se estivesse tentando fazer algo que não nasci pra fazer, não sou requisitado...

Não gosto de ser assim, eu queria mudar... Mas é meio que uma doença social. Não conhecia esse termo e este tópico me foi bem útil, pesquisei mais sobre o assunto e me identifiquei muito! Vlew!


Antes eu era realmente assim, de verdade. Hoje já não ligo tanto, passei a ser "autossuficiente", e pra isso tive que sair durante muito tempo só, ir a praia só, ir ao cinema só... até que eu não "precisasse" da companhia de terceiros. E sobre isso de "não conseguir se socializar", pode ser por causa da linguagem corporal, às vezes ela tá fechada demais etc.

Eu espero que com a prática de conversas, de encontrar novas pessoas, eu consiga adquirir o dom de me relacionar bem em qualquer ambiente, sem precisar me sentir mal. Tô muito longe de alcançar a maestria, mas vou me esforçar :D
Avatar pua
PDPS-94
#698328
celso22 escreveu:Tópico interessantissimo... E tenho que admitir, sou assim também e isso me deixa muito mal as vezes, e quando tento me socializar (infelizmente o único grupo que tenho é a escola, que por sinal a maioria lá é crente e eu sou ateu) me sinto muito mal por dias, penso nas coisas que deram errado e coisas bem pequenas mesmo e acabo me isolando. As vezes reparo que estou sozinho no canto da sala de aula enquanto todos conversam, me sinto mal por ser assim é um verdadeiro tédio, mas não consigo me socializar, me sinto cansado como se estivesse tentando fazer algo que não nasci pra fazer, não sou requisitado...

Não gosto de ser assim, eu queria mudar... Mas é meio que uma doença social. Não conhecia esse termo e este tópico me foi bem útil, pesquisei mais sobre o assunto e me identifiquei muito! Vlew!

Vish, tu acabou de descrever exatamente como me sinto. Sem contar que acertou na parte da religião, sou atéu também...

Não sabia que tantas pessoas se encaixariam nessa situação! Às vezes eu fico até meio deprimido por eu ser assim, mas não tem jeito. Eu sou assim e não vai mudar nunca, pelo menos não tão cedo né!

Abraços,
PetersonPS.
Avatar pua
Cruzado
#702725 PetersonPS, creio que é tudo questão de pespectiva, do modo como vc ver suas situação.

Sou tbm o que poderiam chamar de 'pessoa isolada' e não me abalo mais com isso a mais de ano e nem sei o que é ficar deprimido.
Ser sozinho é bem diferente de ser solitário. Pense nisso.

Mesmo vivendo sozinho sempre arrumo algo pra fazer...leio meus livros e revistas, jogo um pouco no PS2, assisto um DVD, arrumo minha casa, ouço minhas músicas e por aí vai, faço o que me deixa bem, o que me faz me sentir feliz.
Tente fazer isso isso tbm.

P.S.: Músicas e filmes influem muito no seu estado mental. Procure ouvir músicas e filmes que falem de coisas boas/positivas, que levantem seu ânimo.
Comigo isso tudo funcionou.
Avatar pua
DanielSilva
#719870 Realmente é um assunto muito interessante e que com certeza afeta MUITAS pessoas aqui.

Mano, refletindo rapidamente, vejo alguns pontos em que me assemelho a você.

Essa indiferença em agradar as pessoas, de buscar aprovação, etc.

Ja passei por essa fase de achar que ninguém gostava de mim e que o mundo conspirava contra a minha pessoa também.

Porém, cheguei em um ponto da minha vida em que tive que deixar essa indiferença de lado, por ela estar afetando a minha vida negativamente.

Pô, não precisamos ir muito longe. Sexta-feira passada fui almoçar com o pessoal aqui do trampo, pois era aniversário de um cara da equipe e no vai e vem da conversa, ele disse, de certa forma 'brincando' que tinha medo de mim - peraí, medo? - é, isso mesmo, medo! Por eu ser um cara fechado, que decide quando quer falar e quando calar-se.

Desde então, venho amolecendo meu comportamento no trabalho. Não totalmente pelo fato de eu me importar com a opinião alheia, e sim em provar que eles estão errados e que julgam muito mal. :ae

Abraços.
Avatar pua
ndnb
#719879 Acho que o termo se encaixa mais com aquelas pessoas que vão um pouco além dos limites quanto a isso, por que é completamente normal nós mesmos certos dias estarmos mais afim de conversar só com quem conhecemos, ou conhecer pessoas novas, ou não estar afim de nada. Realmente, a ideia deste termo é interessante, e eu fui um pouco misantropo quando era mais novo (além de tímido). Agora mantenho mais contato com aquelas pessoas que me agradam, mas também não me limito a não conhecer mais ninguém. Tudo é uma questão de equilíbrio na minha opinião, por que afinal, não podemos nos relacionar com todo mundo, nem sempre tais pessoas são a companhia ideal...Mas não é por isso que deixaremos de conhecer novas pessoas :ae
Avatar pua
sunshinebc
#730008 Eu sou misantropo, entrei no PUA para trabalhar isso. Porem comecei a namorar (2 anos) e nisso entrei em conflito com meu lado PUA. Parei de trabalhar esse lado de socialização e fiquei mais fechado.
Não sinto ódio de humanos, só não gosto de muto aglomero (muitas pessoas em volta) e principalmente de som alto (fico desnorteado, irritado, mau humorado, e meus ouvidos doem). Eu prefiro, lugares mais tranquilo como uma mesa de bar com amigos no lado de fora ou perto da janela. Até posso ficar em lugares movimentados, mas que eu não tenha que ficar esbarrando em minguem.
Para mim a parte de socialização era um fardo, pois conversar com pessoas era um fardo (tipo, a conversa custava a fluir e eu tinha que forçar a atenção para fazer a comunicação adequada).

É complicado trabalhar a misantropia. Aconselho a praticar um esporte que envolva pessoas (futebol, basquete, artes marciais) e com o tempo vai surgindo socialização de forma natural.
Avatar pua
Jvlivs Caesar
#730210 Misantropo ou realista? Qualquer pessoa que entenda minimamente de biologia evolutiva tem plena consciência que somos maus por natureza. O que me causa nojo não é a natureza intrínseca humana, mas as mentiras e artifícios usados para moquear a índole deletéria da mesma. É a necessidade de mentir para não ser escarnecido pela política hipócrita do "bom mocismo".

Eu lamento profundamente que sejamos assim. Mas não é nossa culpa, é algo inerente a nós. Portanto, seria injusto de minha parte fomentar raiva à natureza humana.

Não tenho problemas para me aproximar das pessoas. São as pessoas que não me aceitam do jeito que a vida quis que eu fosse. Compete a mim, portanto, mudar.

O misantropo nutre desconfiança e antipatia por acreditar que a maldade humana é uma opção, quando na verdade não é. Faz parte da índole humana. A misantropia é, diga-se de passagem, a incapacidade de reconhecer o ser humano na condição de apenas "ser", porque nele jamais houve "humanidade" alguma.