Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

Audax

Veterano - nível 6

#750191 Dando prosseguimento aos apontamentos do livro "Psicologia do Êxito", afim de modular estados mentais de pessoas de êxito para incorporarmos a nossa personalidade, segue o 2º artigo tratando sobre o "Otimismo". Confira a 1ª parte: Modulando Estados Mentais de Pessoas de êxito: modulando-estados-mentais-de-pessoas-de-exito-t75462.html


OTIMISMO

O homem deve preparar sua mente para o êxito através da sugestão, através de atitudes que podem ser adotadas com respeito ao futuro. Pode olhar adiante com indiferença, com pessimismo ou com otimismo. Cada uma dessas atitudes obedece à sugestão.

A aceitação da indiferença como coisa natural é algo que existe profundamente na natureza humana. Quando o individuo raciocina nesses termos, encontra mais facilidade para eliminá-la. E essa atitude(indiferença) deve ser eliminada para que o indivíduo possa progredir.

A oportunidade não é algo independente da mente; sempre esta relacionada com ela e depende da sua atitude. Uma perspectiva que se ofereça a uma mente indiferente não é uma oportunidade. Não é nada, simplesmente. A metade da oportunidade é oque existe na mente do indivíduo.
É sempre melhor um plano em mente do que não ter nenhum. Um plano ou propósito é a única coisa capaz de coordenar o gasto de energia e organizar a mente. Sem um plano ou diretriz, a mente não pode organizar-se, pois, essa organização é condição essencial de progresso.

Quem deseja alcançar o êxito, deve, antes de tudo, propor-se um rumo; decidir-se a chegar ao fim, custe o que custar; procurar sentir a influência da sua ambição; pensar nas grandes compensações que o consolarão depois que o tenha alcançado. Nunca o indivíduo deve esperar que as circunstâncias o arrastem, fazendo-o mudar de rumo; deve antecipar-se aos contratempos e preparar-se para sentir menos a depressão pelas emoções, que tem sua origem no temor. Deve preparar-se para enfrentar tudo, tanto as adversidades como as coisas agradáveis, nunca se esquecendo de que a vida compreende uma série de experiências variadíssimas, mas todas elas repletas de ensinamentos. Toda experiência vale a pena.

Só vencem aqueles que se dedicam a explorar possibilidades. (....) os triunfadores, os donos do êxito, põem de lado a indiferença, deixam as comodidades e o conforto, procuram o progresso, o melhoramento, desafiando as contingências. Geralmente a oportunidade não chega quando a esperamos. É necessário que o indivíduo parta para outras direções em busca dos meios para a conquista do êxito. (....) O homem tem que lutar, tem que se esforçar, tem que fugir da rotina e da imitação, tem que empregar seus próprios recursos e se empenhar para arrebatar da adversidade o seu prêmio, tem que avançar com passo firme para a conquista do que mais ambicione na vida.(pg. 47)
Para isso, entretanto, tem que abandonar a indiferença, tem que traçar um rumo, sair do comum, do habitual, da estrada batida.
Um indivíduo com um propósito ou plano encontra facilidade para pensar com clareza e de modo geral não fracassa em seus planos. A mente organizada ou planificada sempre ganha.

Qualquer idéia, uma vez posta em movimento, se faz mais forte, precisamente porque foi iniciada e continuada. (....) Tudo o que necessita o hábito é um ponto de partida. Seu próprio impulso lhe aumenta a força e o fortalece, o mesmo que acontece com a bola de neve descendo a encosta.

“A melhor maneira de acentuar uma idéia é expressá-la, falar dela com as outras pessoas. Como agimos com as pessoas, elas também agem conosco. Uma maneira de proceder, cria a mesma maneira de proceder.”(pg. 48)

De modo geral, o medo e ou os temores costumam assaltar os que nada tem a fazer. Os que se dedicam a empreendimentos superiores não encontram tempo para perder com idéias desalentadoras. Quando um indivíduo está muito ocupado na elaboração ou no estudo de importantes planos ou projetos, concebe mais razões para confiar em si mesmo e lutar pelo êxito. A inatividade, a falta do que fazer, produz temores, os quais podem ser vencidos por meio da ação. A presença do medo significa um aviso, um sinal de que é hora de entrar em ação.(pg. 49-50)
O indivíduo otimista obtém a confiança através de uma boa sugestão. (....) Descobre e cria suas próprias oportunidades, pois o otimismo prepara a mente para ver a oportunidade.

O otimismo é a condição mental que torna possível a oportunidade porque esta é tanto uma situação mental como uma circunstância. O otimista pode criar a oportunidade facilmente pois não acredita que o êxito seja um tesouro oculto nalguma caverna. Ele acredita no êxito, simplesmente.
“A oportunidade não é algo independente da mente; sempre esta relacionada com ela e depende da sua atitude. Uma perspectiva que se ofereça a uma mente indiferente não é uma oportunidade. Não é nada, simplesmente. A metade da oportunidade é oque existe na mente do indivíduo”.

“A preocupação, por sua própria natureza, é cega às alternativas. Indica que a mente se acha em um labirinto, não podendo nunca perceber possibilidades.”

“....para viver melhor, o homem deve lutar com denodo para não recordar as passagens amargas do passado, deve lutar para varrer da memória toda lembrança desagradável e animar-se com a certeza de que, se persistir em seu esforço, a situação se modificará.”(pg. 54-55, 1º§)

Quando o individuo olha para o futuro, confiante e firme, sente uma resolução mais forte para lutar, sua mente concebe idéias mais luminosas, descobre oportunidades mais promissoras e surge a energia que leva a grandes empreendimentos.

“....o pensamento existe para auxiliar o homem e não para o desanimar; sua função é essencialmente iluminadora (....) O pensamento é o foco da ação, Sustentando-o com imagens claras e estimulantes, logo o individuo sente-se impulsionado à ação.

Aqueles que se dedicam a coisas importantes, grandes realizações, empreendimentos notáveis, vivem rodeados de problemas tão urgentes que não encontram tempo para se assustarem diante das dificuldades e dos perigos.

Para alcançar o êxito o individuo terá que se dedicar com maior força e empenho a superar-se em todas as suas atividades, a aumentar a sua eficiência, “Atacar sempre” – deve ser o seu lema. “Sorrir sempre” – deve ser sua atitude normal.

O otimismo, da mesma maneira que a indiferença e o pessimismo, cresce pelo exercício. Quanto mais se mantém um estado otimista, mais ele se enraíza, convertendo-se em hábito estabelecido, (....).

O otimista alcança o êxito porque só pensa no êxito. (...) Quanto mais otimistas são as atitudes de um homem, tanto mais otimista se sente. Assim, está sempre disposto, em pensamento e ação, para enfrentar qualquer possibilidade”.

A coroa de todo vencedor é moldada por uma crise e o destino tem uma seção de emergência para elevar ou rebaixar os homens.

É necessário enfrentar os obstáculos com ânimo forte. Com o hábito, a luta para dominar cada novo obstáculo torna-se quase um prazer porque aumenta gradativamente a potência do espírito e a força do caráter. Quando o homem passa a encarar a coisa dessa maneira, seus recursos cerebrais se ampliam, sua vontade se faz mais forte e tudo se torna mais favorável.

Os amigos tendem a fazer do otimista um homem de êxito. E é precisamente devido ao seu estado de ânimo que os amigos lhe ajudam a conquistar a fortuna e o êxito. Um homem pode chegar mais facilmente ao êxito, comportando-se como um homem de êxito. Por efeito da lei de atração, sua mente otimista atrai a ajuda dos demais. A pessoa que encerra seu próprio futuro pessoal de maneira otimista, é sempre beneficiada.

O homem que busca o êxito trás consigo ou demonstra ter uma certa “atmosfera simpática” que inspira confiança aos demais. Essa “atmosfera” se traduz numa aparência calma, moderada, tranqüila, de força e confiança própria. Seu poder de vontade é fortemente desenvolvido e manifestado. Ele “impele” com o seu otimismo, as pessoas a fazerem as coisas. É desse tipo de homens que fica atrás das coisas e as impulsionam para a frente.

“Há ainda uma outra força que se manifesta poderosamente no indivíduo que busca o êxito: a “força do desejo”. Um indivíduo deve desejar fazer as coisas, antes que as queira fazer.”.

“É uma força que excita a vontade a agir e nunca se satisfaz.”

O otimista, porém, possui essa força manifestada mais fortemente que os outros. É essa força que o impele a fazer as coisas. Ele deseja fazer as coisas e quer fazê-las bem. Deseja conquistar certos objetivos e seu desejo se torna uma força tão atraente, tão acesa, que desperta o desejo em todos que o cercam, ao mesmo tempo que incita sua vontade à ação.

Desejando alguma coisa particularmente, ele se esquece das menores e procura atrair para si a coisa desejada, o êxito almejado.
Refletir, decidir, agir e persistir na ação decidida – eis a questão, para tornar-se capaz de adotar decisões importantes e prosseguir na ação, o homem deve começar sempre pelas mais fáceis, mais simples. Quando tentamos pôr em prática certas normas de conduta novas, compreendemos a necessidade de lutarmos contra automatismos formados em nós mesmos desde longos anos, (....). Assim, qualquer pequeno esforço requerido pela nossa vontade parece considerável, qualquer esforço a que não estejamos habituados nos parecerá penoso, dando-nos a impressão de incapacidade para avançar mais longe. Tal impressão todavia, se desvanecerá quando nos dispomos firmemente à luta. Quando um homem se dispõe firmemente à luta, logo lhe advém um pensamento reconfortante de confiança em si mesmo, e com a repetição do ato em questão, a dificuldade irá se desvanecendo até que tudo chega a normalizar-se.

É necessário ao homem que deseja vencer, estimular, fortificar os elementos ativos superiores do seu próprio ser e isso pode ser conseguido estabilizando no pensamento a intenção de fortificar a vontade; conservando a vontade ativa de um extremo a outro do dia; mantendo-se na firme resolução de nada aceitar nada fazer e nada emitir que não seja previamente deliberado e decidido; considerar todo esforço como um exercício atraente; manter a calma em todas as circunstâncias; prosseguir na execução do que estabeleceu e persistir em observar os princípios adotados, apesar de qualquer impressão, emoção ou sugestão contrária.

Como sugestão benéfica, o otimismo descobre e cria a oportunidade, organiza a mente, eleva a eficiência, cresce por seu próprio impulso e convida aos demais a favorecê-lo.

Para vencer, o homem deve adotar deliberadamente uma sugestão benéfica, capaz de favorecer uma atitude otimista. É o único caminho que deve seguir se deseja preparar-se para o êxito. Não há outro. A razão e o impulso pouco ajudarão. (....) convencer-se de que é necessário primeiro estabelecer na mente a atitude otimista, através da sugestão. É necessário que o individuo aceite, firmemente, a idéia do êxito vindouro. Que tenha fé. Deve estar intimamente ligado ou relacionado com a idéia, manter afastados todos os pensamentos de fracasso, derrota, etc. E o êxito virá, sem qualquer dúvida.

1º artigo: Modulando Estados Mentais de Pessoas de êxito: modulando-estados-mentais-de-pessoas-de-exito-t75462.html

ANÚNCIOS

Avatar pua
Clark

Aprendiz

#876300 Li o post todo. Não parece, e pode até parecer discurso manjado, mas a verdade é que ter uma atitude otimista na vida e manter-se firme e tenaz em nossos objetivos reprograma nosso subconsciente a alcançar maiores êxitos