Depoimentos de mudança com o PUABASE.
Conte nos nessa área um pouco da sua evolução atingida com os conhecimentos adquiridos no PUABASE. Adoraremos ler a evolução de um membro da nossa irmandade.

O primeiro é fazer você refletir sobre o seu desenvolvimento e o segundo é conhecer um pouco mais a evolução dos outros membros.

Criador do tópico

leandro de macedo

Veterano - nível 3

#763894 Ta brincando o PUA foi épico, de uma simples quimera uma utopia, para algo palpável e consolidavel.

Antes do PUA
Sempre fui um cara curioso e sempre tentava identificar padrões nas coisas. Fui perde a virgindade com 17 anos, e beijei pela primeira vez um ano antes. Então como perdi tudo tarde, resolvi ficar até meus 25 anos sem namorar ninguém, e tentando aprender a melhor forma de se pegar mulher, foi árduo e muito duro o aprendizado, com tantos erros e tentativas.
Tinha noção da existência de padrões, li vários livros de psicologia de relacionamento e de linguagem corporal, mas tive muita dificuldade em aprender padrões mais refinados; os famosos NEG’s e coisas sutis como inclinar o corpo fazendo a HB vir até você.
Percebia que quando tratava uma HB10 como se fosse uma UG, ela vinha até mim, mas esses padrões mais refinados muitas vezes me sabotavam.
Tinha cara de pau, com o coração na boca chegava nas mulheres, o que conheci mais tarde como AA, mas enfrentava essa dificuldade, chegava em cerca de 20 mulher pra pegar 1. Não tinha muito problema pra conseguir FC, e tinha minha regras como de no maximo 5 encontros pro FC senão saia fora, mesmo se fosse top.
Fui evoluindo, quase me rastejando pra conseguir, via erros em outros e através de outros, ai mudava o meu, mas depois de um tempo, a evolução que tava sofrida se tornava mais difícil de se conseguir. Chegava nas mulheres e não conseguia entender porque com umas davam certo e outras não.
Então quando com meus quase 24 anos, sem mais pegas UG’s desde os 20, pois havia notado que isso não era bom para closar as gatas, na Universsidade, quando estava quase decidido em adiar minha aposentadoria da vida de solteirão, veio uma luz...

Depois do PUA

...um colega da UNI, me perguntou, depois de uma apresentação se eu era PUA, nem fazia idéia do que era aquilo, por causa do meu tom de voz (tinha noção que voz era importante).
Dias depois fazendo trabalho na casa ele me falo dessa comunidade, me interessei e ele me passou uns materiais, lia cerca de 3 livros por semana, achei aquele mundo incrível, o que eu não conseguia enchegar, C&F, push/pull, kino, coisinhas que me pareciam bobagens, agora faziam sentido os meus fracassos.
Eu achava que não tinha muita coisa, ai depois que conheci o PUA, percebi que os padrões eram bem mais complexos, apesar de insignificantes causavam um, fortre impacto.
Com menos de um mês lendo livros e vendo vídeos eu já estava administrando 4 mulheres de uma só vez, que eu havia conhecido em poucos dias. O numero de FC tinham dobrado e o tempo para serem realizados tinha diminuído.
De 20 set’s abertos para 1 close, passei para 5 set’s para 2 closes.
De HB’s em sua maioria nota 6 a 8,dificilmente uma 10 entrava na lista, passei a closar HB7 apenas se fosse muito simpática, por que aceitava apenas de HB8 para cima.
Com pouco mais de 1 mês resolvi ousar, abri um 12set em um bar com 8man, 2UG e 2HB; aquele jogo foi lindo, uma utopia, nunca mais na minha vida irei esquecer desse dia, dominei a mesa, e tomei a HB9 das garras do chaveco ruim do outro cara... haushaushaus e todos me adorando.
Não me tornei um MPUA, mas isto não é prioridade na minha vida, mas cada set que abro, é um novo grupo de pessoas que eu conheço. No momento tenho apenas uma dificuldade que me atrapalha muito, “choque de cultura”, tendo em vista que morei 8anos em MG e agora to no litoral de SP, e as realidades são bem diferentes, mas não to muito preocupado com isso.
O que o Pua fez por mim não tem palavras, e sim muita história pra contar.
Mas hoje com meus quase 26 anos e ainda na vida de solteirão, me preocupo com HB com uma boa conversa, já alimentei muito meu ego com algumas HB10... rsrsrsrsrs! Não me atenho apenas em abrir set’s, utilizo o PUA mais para relacionamento interpessoal, persuasão, alcance de objetivos de vida, sucesso e carreira, tendo em vista que PUA não se resume meramente a pega mulher e sim a “nos tornarmos melhores como pessoas, visando uma ótima qualidade de vida”

ANÚNCIOS