Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
Avatar pua
Alteror

Aprendiz

#1032127 Olá GRibeiro, lamento pelo que ocorreu com sua namorada e vc, isso é ultrajante. Primeiramente acredito que sim, é possível fazer denúncia junto a entidade de classe profissional dos psicanalistas. Pq? Diferente das outras profissões na profissão de terapeuta não há como construir um material palpável de provas para denúncias uma vez que a maior parte do trabalho está envolto no discurso, algo que é imensurável e incapaz de ser quantificado. Segundo uma das nossas principais ferramentas de trabalho é o próprio princípio ético, a ética na terapia não é parte integral do trabalho, é a terapia por si mesma, sendo assim ele feriu um princípio norteador do próprio trabalho. Trabalhar com pacientes com queixa depressiva exige do terapeuta muito cuidado no decorrer do trabalho, se durante o tratamento ocorresse algum processo de transferência da cliente (sua namorada) para o terapeuta (ele) e este agisse da maneira ética ele teria encaminhado ela a outro terapeuta ou tentado de alguma contornar essa situação, em vez disso, ele claramente incitou o contrário, indo contra o princípio ético. Pior ainda, sabendo do perigo de ser visto com sua cliente pediu para se encontrarem as escondidas (ele parece saber que o código proíbe). Para se ter ideia de como isso é sério, em meus atendimentos quando encontro um cliente na rua digo a ele q não poderemos ter uma conversa muito profunda e uma relação muito próxima para não prejudicar o setting terapêutico. Imagina só o q ele fez? O que a maioria do público leigo não sabe é que existem várias psicologias dentro da psicologia, várias abordagens, algumas dão conta melhor de uma queixa do que a outra, sendo assim, a psicanálise é indicada para tratar traumas, transtorno de personalidade, fobias; ja para a depressão sugiro a terapia cognitivo-comportamental que nasceu como forma de tratamento para essa queixa, pois ele é objetiva, trabalha em cima de crenças e comportamentos, afinal a depressão é um erro cognitivo sobre o mundo, o outro e si mesmo. concordo com o colega de profissão Chasen que disse para vc procurar uma terapeuta do sexo feminino. Espero ter ajudado. E acredite esse pseudoterapeuta não representa nossa bela profissão. Abraços do seu amigo Alteror

ANÚNCIOS

Avatar pua
BossDon

Veterano - nível 9

#1032130
Alteror escreveu:Olá GRibeiro, lamento pelo que ocorreu com sua namorada e vc, isso é ultrajante. Primeiramente acredito que sim, é possível fazer denúncia junto a entidade de classe profissional dos psicanalistas. Pq? Diferente das outras profissões na profissão de terapeuta não há como construir um material palpável de provas para denúncias uma vez que a maior parte do trabalho está envolto no discurso, algo que é imensurável e incapaz de ser quantificado. Segundo uma das nossas principais ferramentas de trabalho é o próprio princípio ético, a ética na terapia não é parte integral do trabalho, é a terapia por si mesma, sendo assim ele feriu um princípio norteador do próprio trabalho. Trabalhar com pacientes com queixa depressiva exige do terapeuta muito cuidado no decorrer do trabalho, se durante o tratamento ocorresse algum processo de transferência da cliente (sua namorada) para o terapeuta (ele) e este agisse da maneira ética ele teria encaminhado ela a outro terapeuta ou tentado de alguma contornar essa situação, em vez disso, ele claramente incitou o contrário, indo contra o princípio ético. Pior ainda, sabendo do perigo de ser visto com sua cliente pediu para se encontrarem as escondidas (ele parece saber que o código proíbe). Para se ter ideia de como isso é sério, em meus atendimentos quando encontro um cliente na rua digo a ele q não poderemos ter uma conversa muito profunda e uma relação muito próxima para não prejudicar o setting terapêutico. Imagina só o q ele fez? O que a maioria do público leigo não sabe é que existem várias psicologias dentro da psicologia, várias abordagens, algumas dão conta melhor de uma queixa do que a outra, sendo assim, a psicanálise é indicada para tratar traumas, transtorno de personalidade, fobias; ja para a depressão sugiro a terapia cognitivo-comportamental que nasceu como forma de tratamento para essa queixa, pois ele é objetiva, trabalha em cima de crenças e comportamentos, afinal a depressão é um erro cognitivo sobre o mundo, o outro e si mesmo. concordo com o colega de profissão Chasen que disse para vc procurar uma terapeuta do sexo feminino. Espero ter ajudado. E acredite esse pseudoterapeuta não representa nossa bela profissão. Abraços do seu amigo Alteror


O q vc acha sobre a historia ?!? Estou falando como foi todo esse processo , as artimanha que ele usou , esse processo de transferencia que ele usou , o uso das emoções dela .
busso - MEMBRO EXCLUSIVO
#1032132 Faço das minhas, as palavras do kbeza que abordou magistralmente todos os pontos desse caso...... E se tivesse felizaão assim não estaria investigando e abrindo topico aqui.... O pior cego é o que não que ver. VC venho aqui pra passarem a mão na sua cabeça...e aqui no forum o pessoal sempre é sincero, visando ajudar vc....como o amigo acima bem destacou, ela é uma bomba que pode explodir a qualquer momento....

o tempo vai mostrar quem está certo.... =)
Avatar pua
Opqf

PUA Avançado

#1032143
GRibeiro escreveu:Aparentemente o tópico tomou o rumo se decidir se a mulher tem a culpa ou não. As pessoas começaram a discutir se eu devo perdoar ou não. Meus amigos, se vocês tem ou já tiveram uma conexão profunda com certa pessoa, você sabe que ela está mentindo. Sabe porque entende essa quebra de rapport, como aconteceu nos últimos meses. Finalmente eu sinto a conexão de novo, renasceu mais forte do que nunca. Eu sabia que tinha algo de errado, mas não peguei o celular dela, vasculhei facebook nem nada, porque apesar de tudo ela tem sua vida privada e eu também tenho.

A questão aqui não é se a história é nebulosa e mal contada. Tem detalhes que não foram expostos, como o fato do abuso do veterinário ter ocorrido quando ela tinha 11 anos. E o fato dela ter me contado isso no início do namoro. Tenho essas provas para mim mesmo a respeito disso e eu não acho necessário ficar me justificando para os colegas do fórum a respeito disso. Eu não quero discutir sobre a participação da culpa dela, LÓGICO que ela teve sua culpa. Não é discutível.

Não estou passando a mão na cabeça dela, não estou sendo irracional, tampouco estou sendo hipócrita. Eu investiguei isso a fundo, querem saber os detalhes? Daria um box de 4 livros com no mínimo 600 páginas cada. A maioria aqui vê como isso o motivo para terminar um relacionamento e nunca mais voltar, porque supõem que eu sou coitado, que sou beta e não sei o que fazer. Supõem também que estou com o emocional lá embaixo, correndo atrás de uma cachorra qualquer. Se pensam assim, estão completamente enganados.

Querem a verdade? Nunca me senti tão bem nos últimos 8 meses. Isso também serviu para me engrandecer como pessoa, me fez enxergar até onde as coisas vão, me fez ver que a vida não é aquele conto de fadas.

Opqf, no seu tópico pedindo uma ajuda motivacional eu falei exatamente disso. Eu não vejo essas tralhas como um fracasso. Eu vejo como algo que me fortaleceu, assim como mudou meu relacionamento milhões de vezes, já que nos últimos meses éramos um casal couch-potato. Só víamos séries, não saíamos para nada, ficávamos naquilo preso. E você sabe (ou deveria saber) que parar = morrer. Assim como você está desempregado, com problemas na família e etc, eu tive meu problema no relacionamento.

Já que querem colocar a culpa em alguém e colocar nome aos bois, então faremos. Veremos porque todos são culpados:

- Psicanalista: ao meu ver, não tem nem o que discutir. O papel dele é simples: atender o paciente e ajudá-lo a melhorar. PONTO. Não há detalhes sobre se ele quis ou o paciente quis. Então quer dizer que ele tem imunidade se a paciente é ninfomaníaca e deu de cima dele? Aí quer dizer que como a iniciativa partiu da paciente, ele está isento de suas responsabilidades éticas? Não. Eu lhes digo que se minha namorada tivesse arrancado a roupa e pulado em cima dele, o dever do profissional seria recusar isso tudo.

- Minha namorada: ela teve sua culpa. Ela que ligou para ele. Ela foi atrás dele. Ela não foi estuprada de forma violenta. Ele não forçou ela a nada. Exceto que foi induzida. Venham me falar sobre transar com um amigo depois, que ela não é mais confiável. Amigos, eu trabalho com a mentalidade de que relacionamentos abertos funcionam. Eu tenho um caralho de um tesão em transar com outras mulheres, não é porque eu estou namorando ou comprometido que vou deixar de gostar de lindas mulheres. Eu sou bem liberal quanto à isso e sim, em algum ponto de minha vida, eu teria um relacionamento aberto. Aí vocês vem me falar de corno conformado e afins. Estamos no século XXI, em 2016. Pessoas roubam milhões sentados em suas camas. A corrupção do governo nunca esteve tão em alta. As coisas mudam. Nós não trabalhamos sobre relacionamento aberto anteriormente, mas eu penso em propor para ela algum dia. Sexo é algo isolado, quando não envolve sentimentos e quando não envolve abusos. Eu não quero tornar isso uma discussão sobre o que é relacionamento aberto, o fato é que eu não concordo que isso seja literalmente uma traição.

- Eu: minha culpa é clara. Eu não investia no relacionamento, eu virei um merda. Literalmente, virei um merda. Não só no relacionamento, mas na vida, nas minhas ambições, em tudo. Desde agosto eu venho me aperfeiçoando a virando um homem cada vez melhor. Voltei para a academia, comecei a sair mais e a aproveitar minha vida. Eu tecnicamente ajudei o psicanalista a deturpar minha imagem. Mas admitiremos uma coisa: se essa baderna não tivesse acontecido, eu não teria me tornado um homem melhor e a conexão de meu namoro jamais voltaria.

E eu confesso aqui pra vocês: EU ME SINTO ÓTIMO. ÓTIMO MESMO. Vocês não sabem como é bom descobrir a verdade. Estou trabalhando em prol disso com minha namorada, que foi atingida sim pelo psicanalista. Pessoas que não entendem doenças como depressão jamais saberão do que estou falando. ÉTICA ESTÁ ALI POR UM PROPÓSITO. Foda-se se a mulher é ninfomaníaca, foda-se as intenções dela. O profissional deve ser profissional. Estávamos passando por um rombo no relacionamento. Ele se aproveitou disso e ponto. Ela teve culpa, eu tive culpa e ele teve culpa ao quadrado.

Se vocês acham que vou discutir sobre continuar o relacionamento, não vou. Vocês não estão aqui para ver o estado da garota, não são vocês que tem que passar por isso. É doloroso? É. Mas não vejo motivo de eu chutar a bunda dela e chamar ela de vadia.

E como um amigo disse ali em cima, isso chama-se cultura de estupro nos olhos do feminismo. Pessoas que pensam fechado como vocês que contribuem para que canalhas como esses saiam impunes. Eu sou contra o feminismo por ser radical, assim como sou contra o machismo. Temos diferenças biológicas, mas não deixamos de ter os mesmos direitos.

Pessoas também dizem para EU ABRIR OS OLHOS! Abram os olhos vocês, meus amigos. Vejam a escória que esse mundo está se tornando por pessoas egoístas como essas que pensam dessa forma. Reflitam.


Sim, eu entendo o seu caso. Mas o meu caso é diferente do seu. É outro tipo de problema. Acho sim que a sua namorada sabe que você é uma "muleta emocional" dela e que ela pode usar quando bem entender, e tá apelando para as situações mais complicadas possível. Só acho estranho ela te contar isso e a própria mãe dela não dar crédito. Isso é, no mínimo, algo a se suspeitar, principalmente da conduta dela.

Eu acho, sincera e honestamente, que ela quer sim te enrolar de alguma forma e te escravizar emocionalmente a respeito disso, e essa é a minha opinião, meus sinceros perdões. Lembre-se, pondere a razão e só depois pense na emoção. A não ser pela situação seguinte...

Que você esteja visivelmente disposto a aceitar um relacionamento completamente ABERTO com ela. Aí sim, retiro totalmente o que eu disse e digo para você continuar, já que não há pressão nenhuma de ambas as partes. Mas se for algo realmente sério, eu pensaria duas vezes antes de continuar com essa mulher.

E ninguém se sente ótimo acontecendo uma coisa dessas, ninguém. Nem eu, que estou fazendo um trabalho sério de ressignificação desses problemas estou me sentindo tão ótimo assim. Toda dificuldade afeta por um tempo o Jogo interno e, pelo que me lembre, você chegou a ficar 5 dias sem fazer as coisas direito e isso já diz muito que as coisas não estão tão "boas" assim. Então Ribeiro, tem algo bem errado nessa história e isso não irá sair da minha cabeça. E só o fato de você compartilhar isso conosco mostra que o teu jogo interno tá é abalado pra caramba. Até quando vai se enganar?

Você tem 19 anos, tem uma vida imensa pela frente e pode arrumar uma mulher bem melhor e menos problemática que essa sua atual. Não fique "cego" por essa sua paixão por ela e deixe a razão entrar, e mostrar que isso só tende a te prejudicar mais e mais.

Primeiro foi o veterinário, depois o psicanalista. Depois vai ser o que, o ginecologista? O obstetra? O clínico geral?

Sinceramente, é o que acho e estamos querendo o seu bem sobre esse caso. Saia dessa.

Abraços.
busso - MEMBRO EXCLUSIVO
#1032147 pra quem critica o psicanalista..... Será que nas consultas, ela não falava mal do namorado (Ribeiro) e do relacionamento, e por isso ele incentivou o termino??? Pro cara oferecer o numero pra ela ligar se ela quisesse, com certeza ela deu a abertura necessaria....ele nao iria arriscar a profissão....
Avatar pua
Opqf

PUA Avançado

#1032148
busso escreveu:pra quem critica o psicanalista..... Será que nas consultas, ela não falava mal do namorado (Ribeiro) e do relacionamento, e por isso ele incentivou o termino??? Pro cara oferecer o numero pra ela ligar se ela quisesse, com certeza ela deu a abertura necessaria....ele nao iria arriscar a profissão....


Com a absoluta certeza! E isso com certeza pode ter partido dela. Eu, por exemplo, num relato meu seduzindo uma noiva mexi justamente no ponto fraco a respeito da falta de conexão entre eles e ela confirmou, e facilitou isso através da retirada da aliança. E isso foi consensual, e ela que decidiu fazer após um padrão de linguagem. Simplesmente isso.

Por isso sou bem desapegado pra essas coisas...geralmente você fica tão focado que acaba se esquecendo o quanto de apego pode te consumir por dentro e te prejudicar.
Avatar pua
Arth Kingsman

Aprendiz

#1032154 Pô cara, que barra essa situação!
O mais importante agora é você ajudar ela, tentar passar por isso dando forças à ela... Também não sei se você pretende voltar ou não com ela, mas apesar de você querer muito ajudar ela não esqueça de você, você também tem que estar bem, você tem que se sentir completo... Não adianta você fazer algo que te machuque somente pra ajudar ela... Pense no que for melhor para você... Força!
zodiacblood

Aprendiz

#1032162 É de fato , algo bem pouco profissional da parte dele , até porque é muito facil seduzir um cliente quando se é psicanalista e voce gera uma conexao muito forte .Ele realmente deveria ser relatado ao conselho de psicologia ou algo do tipo.

Criador do tópico

GRibeiro

Aprendiz

#1032163
busso escreveu:Faço das minhas, as palavras do kbeza que abordou magistralmente todos os pontos desse caso...... E se tivesse felizaão assim não estaria investigando e abrindo topico aqui.... O pior cego é o que não que ver. VC venho aqui pra passarem a mão na sua cabeça...e aqui no forum o pessoal sempre é sincero, visando ajudar vc....como o amigo acima bem destacou, ela é uma bomba que pode explodir a qualquer momento....

o tempo vai mostrar quem está certo.... =)


Então, colega busso. Você como grande entendedor do assunto poderá então me guiar no meu caminho, onde estou seguindo completamente errado. Eu não estou felizão e o objetivo do tópico é pegar opiniões de pessoas da área de psicologia e que entendem a respeito da profissão, que entendem sobre ética. Não vim aqui para passarem mão na minha cabeça, nem na dela, nem na de ninguém. Como sei que é um grande estudioso e entendedor do assunto, não vou duvidar de seu raciocínio assim como duvido do seu português e sua coerência. Enfim, quem não erra, não é mesmo?

busso escreveu: pra quem critica o psicanalista..... Será que nas consultas, ela não falava mal do namorado (Ribeiro) e do relacionamento, e por isso ele incentivou o termino??? Pro cara oferecer o numero pra ela ligar se ela quisesse, com certeza ela deu a abertura necessaria....ele nao iria arriscar a profissão....


Mais um caso onde o senhor, ou melhor, o doutor saberá me guiar melhor. Ela deu a abertura, sim meu amigo. E sim, ele iria arriscar a profissão. O jogo dele, teoricamente, durou 8 meses. Ele teve tempo para agir com cautela. O cara sabe onde está pisando. Mas claro, o senhor sabe disso. Foda-se se ela tirassa a roupa e ficasse de quatro, meu amigo busso, ele ainda não tem o direito de fazer o que fez. O senhor é um GRANDE entendedor, tenho certeza, mas leia o que um colega disse:

Alteror escreveu: Olá GRibeiro, lamento pelo que ocorreu com sua namorada e vc, isso é ultrajante. Primeiramente acredito que sim, é possível fazer denúncia junto a entidade de classe profissional dos psicanalistas. Pq? Diferente das outras profissões na profissão de terapeuta não há como construir um material palpável de provas para denúncias uma vez que a maior parte do trabalho está envolto no discurso, algo que é imensurável e incapaz de ser quantificado. Segundo uma das nossas principais ferramentas de trabalho é o próprio princípio ético, a ética na terapia não é parte integral do trabalho, é a terapia por si mesma, sendo assim ele feriu um princípio norteador do próprio trabalho. Trabalhar com pacientes com queixa depressiva exige do terapeuta muito cuidado no decorrer do trabalho, se durante o tratamento ocorresse algum processo de transferência da cliente (sua namorada) para o terapeuta (ele) e este agisse da maneira ética ele teria encaminhado ela a outro terapeuta ou tentado de alguma contornar essa situação, em vez disso, ele claramente incitou o contrário, indo contra o princípio ético. Pior ainda, sabendo do perigo de ser visto com sua cliente pediu para se encontrarem as escondidas (ele parece saber que o código proíbe). Para se ter ideia de como isso é sério, em meus atendimentos quando encontro um cliente na rua digo a ele q não poderemos ter uma conversa muito profunda e uma relação muito próxima para não prejudicar o setting terapêutico. Imagina só o q ele fez? O que a maioria do público leigo não sabe é que existem várias psicologias dentro da psicologia, várias abordagens, algumas dão conta melhor de uma queixa do que a outra, sendo assim, a psicanálise é indicada para tratar traumas, transtorno de personalidade, fobias; ja para a depressão sugiro a terapia cognitivo-comportamental que nasceu como forma de tratamento para essa queixa, pois ele é objetiva, trabalha em cima de crenças e comportamentos, afinal a depressão é um erro cognitivo sobre o mundo, o outro e si mesmo. concordo com o colega de profissão Chasen que disse para vc procurar uma terapeuta do sexo feminino. Espero ter ajudado. E acredite esse pseudoterapeuta não representa nossa bela profissão. Abraços do seu amigo Alteror


Esse colega nosso não chega nem aos seus pés, pois claro, o senhor estuda muito mais do que ele. Mas ele usou alguns termos que você não pensou em usar, talvez porque sua psicologia seja mais avançada. Como o amigo entendeu e você não, ele sabe o código de ética e agiu da melhor forma possível. Quer saber mais, colega busso? Ele jamais trocou uma mensagem em forma de texto com ela. Nunca encontrou com ela em público. Pelo amor da razão, amigo busso, veja as coisas através dessa grande parede que está em sua frente. O pior cego é aquele que não quer ver, não é mesmo? Então veja o quão delicado é um processo de terapia, enxergue os motivos, veja como o psicanalista jogou sujo. Independe das ações a minha namorada.

Mas meu colega busso, como um grande doutor da psicologia, acho que o senhor sabe disso tudo. O senhor só está aqui para matar tempo e com certeza tem seus motivos para ter seu pensamento deturpado. Desejo o melhor para você, que sua cabeça abra um pouco. Muito obrigado pelos seus sábios conselhos. Abraços.

P.S.: ignorantes não serão bem-vindos nesse tópico. Diferente de você, Opqf tem argumentos, você não.

Opqf escreveu:Sim, eu entendo o seu caso. Mas o meu caso é diferente do seu. É outro tipo de problema. Acho sim que a sua namorada sabe que você é uma "muleta emocional" dela e que ela pode usar quando bem entender, e tá apelando para as situações mais complicadas possível. Só acho estranho ela te contar isso e a própria mãe dela não dar crédito. Isso é, no mínimo, algo a se suspeitar, principalmente da conduta dela.Eu acho, sincera e honestamente, que ela quer sim te enrolar de alguma forma e te escravizar emocionalmente a respeito disso, e essa é a minha opinião, meus sinceros perdões. Lembre-se, pondere a razão e só depois pense na emoção. A não ser pela situação seguinte...Que você esteja visivelmente disposto a aceitar um relacionamento completamente ABERTO com ela. Aí sim, retiro totalmente o que eu disse e digo para você continuar, já que não há pressão nenhuma de ambas as partes. Mas se for algo realmente sério, eu pensaria duas vezes antes de continuar com essa mulher.E ninguém se sente ótimo acontecendo uma coisa dessas, ninguém. Nem eu, que estou fazendo um trabalho sério de ressignificação desses problemas estou me sentindo tão ótimo assim. Toda dificuldade afeta por um tempo o Jogo interno e, pelo que me lembre, você chegou a ficar 5 dias sem fazer as coisas direito e isso já diz muito que as coisas não estão tão "boas" assim. Então Ribeiro, tem algo bem errado nessa história e isso não irá sair da minha cabeça. E só o fato de você compartilhar isso conosco mostra que o teu jogo interno tá é abalado pra caramba. Até quando vai se enganar?Você tem 19 anos, tem uma vida imensa pela frente e pode arrumar uma mulher bem melhor e menos problemática que essa sua atual. Não fique "cego" por essa sua paixão por ela e deixe a razão entrar, e mostrar que isso só tende a te prejudicar mais e mais.Primeiro foi o veterinário, depois o psicanalista. Depois vai ser o que, o ginecologista? O obstetra? O clínico geral?Sinceramente, é o que acho e estamos querendo o seu bem sobre esse caso. Saia dessa.Abraços.


Vamos lá, Opqf. Eu entendo seu ponto a respeito disso, mas você mesmo disse que possui problemas familiares. Isso quer dizer que você é má pessoa e que eles estão certos? Não, você sabe que essa é uma visão distorcida. Eles podem estar errados, assim como você. Independente do seu problema com seus familiares, a minha namorada também tem alguns. E esse negócio da história do abuso iria ser a cereja do bolo nos desentendimentos. Por favor, seja humilde em ser honesto e saber que o julgamento dos pais não tem nada a ver com o que a pessoa é.

Quanto ao meu inner game, como expliquei, tenho lidado com isso da melhor forma possível. E como estava dizendo com o mestre da psicologia ali em cima, o busso, eu não postei isso para ser amparado e sim para ver se tinham colegas psicólogos dispostos a darem suas opiniões. E não duvide de mim quando eu falo isso: Eu levo todas as opiniões em consideração.

Sim, primeiro foi o veterinário, depois o psicanalista. O veterinário quando ela tinha 11 anos, ou vai me dizer que ela tem culpa também? Aí sinto muito, você está sendo um verdadeiro babaca.

Agradeço sua preocupação, eu entendo seu ponto de vista, mas de coração, queria que você pudesse acompanhar de perto. Quando o negócio é visto como um todo, as ideias mudam.

Mesmo discordando de você, obrigado por contribuir com o tópico e tornar essa discussão mais interessante, já que devemos explorar todos os pontos da situação. Eu só não aceito ignorantes como busso, mas você ainda tem seus pontos válidos. Seguirei seus conselhos, sempre estarei com o olho aberto, mas eu não acho sensato abandonar quem eu amo em um momento como esses.
Avatar pua
BossDon

Veterano - nível 9

#1032165 Cara , vc contou com 2 msg de 2 profissionais da área e vou repetir o que eles falar .

PROCURE UMA PSICOLOGA MULHER .

Vc esta em um fórum cheio de moleques ou de pessoas que se acham entendedores do assunto . Essa parada é mais complicada do que eles (nòs) pensamos , e so vc e principalmente ela podem contar a história e o histórico da tua namorada com detalhes , coisa que por texto escrito vc não vai conseguir fazer .