Área exclusiva para artigos e debates focado a pessoas que estão namorando.
De tudo para saber como AGIR no namoro.
Avatar pua

Criador do tópico

DonCorleone

Veterano - nível 8

#922256 Buenas, galera! :louco

Há um bom tempo não apareço por aqui...
Acabei me distanciando da comunidade PUA pelo fato de eu ter passado na faculdade há 03 anos (é mais fácil entrar na faculdade do que sair... hehehe) e ter iniciado um namoro há pouco mais de 02 anos...

Faz tempo que não converso com ninguém a respeito dos meus sentimentos e senti que queria compartilhá-los aqui com vocês; num lugar onde todos buscam o constante aperfeiçoamento e ninguém julga ninguém! :ae

---- # ----

Bom.. há algum tempo tive uma viagem introspectiva que fez com que eu questionasse a real função de um namoro.. ou melhor, do meu namoro.

Tenho 21 anos e estou no 3º ano da faculdade; minha namorada, 22, e termina a faculdade no próximo semestre.
Começamos a namorar aproximadamente 6 meses após minha entrada na faculdade.
Tenho uma boa relação com a mãe dela; no entanto, o pai dela é daqueles que vive de cara fechada e não costuma "jogar papo fora".

Desde que entrei na faculdade (e que comecei o namoro) sinto que minhas prioridades foram mudando...
Amadureci pessoalmente e profissionalmente (acreditem, começar a trabalhar faz você rever bastante seus conceitos de vida)

No início do meu relacionamento estava bem apaixonado.. idealizava um futuro com ela, tinha ânimo de ir para a casa dela nos finais de semana, gostava de passear com ela e gostava de praticamente todas as outras coisas que os casais "in love" fazem.

No entanto, parece que com o passar do tempo isso foi diminuindo.. O que não quer dizer que não goste mais dela...
mas sim que:

1. que eu sinto que namorar ela limita meu circulo social (ela não tem muita facilidade em fazer novos amigos ou em conversar com desconhecidos);
2. que toma um tempo que eu deveria estar utilizando para desenvolver projetos pessoais e/ou aumentar meu círculo social;
3. que eu acabo criando uma barreira psicológica quando vou conversar com outras mulheres (como se eu tivesse que me policiar pra não ser muito "simpático", mesmo quando ela não está por perto);
4. que eu não consigo controlar meus gastos como eu conseguiria fazer, caso estivesse solteiro;
5. que eu estou na minha zona de conforto (não sei se mais alguém tem isso, mas eu não acredito que nós conseguimos crescer pessoalmente estando estagnados dentro de uma bolha de "pseudo" segurança e cheia de rotina);
6. que eu me distanciei dos meus amigos e amigas;

Então, em julho/14, acabei tomando a decisão de terminar com ela.....
Sentamos, falei pra ela que queria terminar nosso namoro, que sentia que precisava de um tempo pra me sentir melhor..

Ela começou a chorar, fiquei mal por ter magoado ela, e no final das contas nosso término não durou nem 1 semana.
Pois é... terminei, acabei me abalando e nós reatamos nosso namoro...
Mas, dado esse post, parece que essa reconciliação não funcionou muito bem...

Imagem


Estou um pouco perdido... quero terminar porque acho que seria a decisão mais racional a ser tomada no momento:

1. eu conseguiria aumentar meu círculo social
2. aumentaria minha zona de influência,
3. eu conseguiria guardar mais $$
4. sobraria mais tempo pra desenvolver meus projetos pessoais
5. não teria que dar satisfação à ninguém sobre minhas ações/decisões
6. minhas decisões não dependeriam de nenhuma outra pessoa, além de mim.


Mas é aquilo... eu gosto dela, temos uma história juntos e nos conhecemos bem..

Sinto que estou tendendo a terminar novamente, mas não quero magoá-la muito (ou melhor, não quero ficar mal por ter magoado-a)
E muito menos levar o namoro com "a barriga".


Então, gostaria de saber, de você, que leu até aqui, se você já teve algum pensamento parecido ou passou por algo semelhante..
Ou até mesmo se você já leu algum livro, post ou vídeo que pode me ajudar a "digerir" melhor essas dúvidas que estão na minha cabeça!

Qualquer ajuda/conselho/dica é bem vinda! :D


Carpe Diem!

ANÚNCIOS

Avatar pua
lospuas

Veterano - nível 9

#922265 Eai Cara blz, Cara tem que ser de você, você quer termina o namoro? , se fosse pra mim escolher entre namoro e crescimento pessoal eu escolheria crescimento pessoal até porque eu iria cresce na vida pessoal, profissional e amorosa, esse é meu ponto de vista e vai por você cara, vlw abraço
Thiagopc

Veterano - nível 9

#922269 Olha vou te dizer por experiência própria. As vezes nosso racional tende a falar mais alto quando estamos "bem" com a parte emocional. Porém , quando você terminou deve ter ficado muito confuso certo? (emocional). Eu não vou te dizer o que você deve fazer , até mesmo porque isso é uma decisão pessoal. Só quero te alertar para pensar MUITO BEM no que você quer. Porque você já terminou uma vez e voltou atrás, se você fizer isso de novo por perceber que a "ama" , cuidado , porque se ela perceber que está com o "poder" vão começar os jogos emocionais e você só tem a perder.

Então coloque numa balança , e esteja muito seguro quando decidir algo para não se arrepender !

Abraço.
MindSet

Veterano - nível 9

#922270 Eu sou um poligamico incurável. Nunca me comprometi com uma só e portanto eu não sei o que é isso de relacionamento monogâmico. Agora eu acho que talvez você nao tenha de escolher entre sua namorada e desenvolvimento pessoal. Na verdade eu acho que o desenvolvimento pessoal só vai fortalecer o seu namoro. E talvez o seu namoro também enriqueça o seu desenvolvimento pessoal. Eu não acho que estas duas áreas se excluam. Muito pelo contrário. Se levadas de forma correcta se completam.

Mas lá está, eu não passo de um libertino incurável :D
cedrakforever

Veterano - nível 5

#922275 e aí cara,blz?
concordo com o MindSet, acho que você não precisa dissociar o seu crescimento pessoal do seu namoro, na minha opnião isso é uma crença limitante sua, e talvez pra tentar se livrar disso sua mente está jogando a culpa do seu problema na sua namorada, quando na verdade o problema tá todo em você, ou seja, de nada vai adiantar você terminar com sua namorada, eu acho que você deveria sentar e conversar com ela sobre essa questão, e dependendo da resposta dela, você proprio vai perceber se ela tem algo a ver com seu problema.
um abraço e boa sorte! :legal
autodidata - MEMBRO EXCLUSIVO
#922276 Cara, realmente é um desafio equilibrar todas as áreas da vida, mas mais cedo ou mais tarde, você vai ter que aprender a fazer isso, então na minha opinião não há porque adiar.
Acho que a única pergunta que você deve responder, é se gosta mesmo dela, se gostar acha que deve prosseguir com o relacionamento. Só lembre_se de manter um tempo para si mesmo, para desenvolvimento pessoal, como você mesmo disse, eu por exemplo vejo minha namorada duas vezes por semana.
É realmente uma decisão pessoal, mas coloque tudo na balança, só não se mostre indeciso pra ela, porque se não daqui a pouco ela que não te quer mais, espero ter ajudado....
eu4992 - MEMBRO EXCLUSIVO
#922277
DonCorleone escreveu:Buenas, galera! :louco

Há um bom tempo não apareço por aqui...
Acabei me distanciando da comunidade PUA pelo fato de eu ter passado na faculdade há 03 anos (é mais fácil entrar na faculdade do que sair... hehehe) e ter iniciado um namoro há pouco mais de 02 anos...

Faz tempo que não converso com ninguém a respeito dos meus sentimentos e senti que queria compartilhá-los aqui com vocês; num lugar onde todos buscam o constante aperfeiçoamento e ninguém julga ninguém! :ae

---- # ----

Bom.. há algum tempo tive uma viagem introspectiva que fez com que eu questionasse a real função de um namoro.. ou melhor, do meu namoro.

Tenho 21 anos e estou no 3º ano da faculdade; minha namorada, 22, e termina a faculdade no próximo semestre.
Começamos a namorar aproximadamente 6 meses após minha entrada na faculdade.
Tenho uma boa relação com a mãe dela; no entanto, o pai dela é daqueles que vive de cara fechada e não costuma "jogar papo fora".

Desde que entrei na faculdade (e que comecei o namoro) sinto que minhas prioridades foram mudando...
Amadureci pessoalmente e profissionalmente (acreditem, começar a trabalhar faz você rever bastante seus conceitos de vida)

No início do meu relacionamento estava bem apaixonado.. idealizava um futuro com ela, tinha ânimo de ir para a casa dela nos finais de semana, gostava de passear com ela e gostava de praticamente todas as outras coisas que os casais "in love" fazem.

No entanto, parece que com o passar do tempo isso foi diminuindo.. O que não quer dizer que não goste mais dela...
mas sim que:

1. que eu sinto que namorar ela limita meu circulo social (ela não tem muita facilidade em fazer novos amigos ou em conversar com desconhecidos);
2. que toma um tempo que eu deveria estar utilizando para desenvolver projetos pessoais e/ou aumentar meu círculo social;
3. que eu acabo criando uma barreira psicológica quando vou conversar com outras mulheres (como se eu tivesse que me policiar pra não ser muito "simpático", mesmo quando ela não está por perto);
4. que eu não consigo controlar meus gastos como eu conseguiria fazer, caso estivesse solteiro;
5. que eu estou na minha zona de conforto (não sei se mais alguém tem isso, mas eu não acredito que nós conseguimos crescer pessoalmente estando estagnados dentro de uma bolha de "pseudo" segurança e cheia de rotina);
6. que eu me distanciei dos meus amigos e amigas;

Então, em julho/14, acabei tomando a decisão de terminar com ela.....
Sentamos, falei pra ela que queria terminar nosso namoro, que sentia que precisava de um tempo pra me sentir melhor..

Ela começou a chorar, fiquei mal por ter magoado ela, e no final das contas nosso término não durou nem 1 semana.
Pois é... terminei, acabei me abalando e nós reatamos nosso namoro...
Mas, dado esse post, parece que essa reconciliação não funcionou muito bem...

[ Imagem ]


Estou um pouco perdido... quero terminar porque acho que seria a decisão mais racional a ser tomada no momento:

1. eu conseguiria aumentar meu círculo social
2. aumentaria minha zona de influência,
3. eu conseguiria guardar mais $$
4. sobraria mais tempo pra desenvolver meus projetos pessoais
5. não teria que dar satisfação à ninguém sobre minhas ações/decisões
6. minhas decisões não dependeriam de nenhuma outra pessoa, além de mim.


Mas é aquilo... eu gosto dela, temos uma história juntos e nos conhecemos bem..

Sinto que estou tendendo a terminar novamente, mas não quero magoá-la muito (ou melhor, não quero ficar mal por ter magoado-a)
E muito menos levar o namoro com "a barriga".


Então, gostaria de saber, de você, que leu até aqui, se você já teve algum pensamento parecido ou passou por algo semelhante..
Ou até mesmo se você já leu algum livro, post ou vídeo que pode me ajudar a "digerir" melhor essas dúvidas que estão na minha cabeça!

Qualquer ajuda/conselho/dica é bem vinda! :D


Carpe Diem!


Amigo, saudações!!!

Vou deixar aqui a minha humilde opinião baseado no seu próprio texto:

Você de maneira muito simples e honesta mostrou para todos nós a atual situação do seu relacionamento. Além disso, listou 06 motivos que te levariam a terminar. Entretanto, você está emocionalmente ligado a garota (reconhece isso ao falar da zona de conforto) e por razões de carinho e sentimento para com ela você fica com um pé atrás, pois, não quer magoá-la. O fiel da balança neste caso é o seu emocional, pois, você próprio reconhece o lado negativo do seu atual relacionamento. Caso tome a decisão de terminar com ela, saiba que é inevitável o sofrimento por parte dela e também pela sua parte. Vocês dois viverão um período de luto que será maior ou menor de acordo com o grau de apego de cada um em relação ao outro. Você vai sentir muita vontade de voltar pra ela, pois, você já está acostumado (zona de conforto) ao relacionamento e isso você sabe como é porque terminou uma vez e uma semana depois voltou. Se for de fato agora terminar com ela, explique todos os seus motivos e porques para ela e saiba que mesmo assim ela ficará triste. Entretanto, fazer isso irá aliviar a sua consciência enquanto homem e protegerá o seu ego, pois, nota-se pelo seu relato que você não deseja brincar com os sentimentos dela e sim sair da relação causando o menor estrago possível para ambos os lados. Você não é um cafageste, mas sim, um homem de bem que ao descobrir o Pua buscou colocar em prática as técnicas para arranjar uma garota bacana para ser sua namorada. Porém, você descobriu que namorar é bom, mas, custa caro, pois, gasta-se tempo, dinheiro e saúde emocional. O bom do namoro é quando estamos no começo dele (o jogo da paquera e da conquista) e quando a outra pessoa é alguém que nos completa e agrega valor a nossa vida. Muito mais do que uma namorada, depois de um tempo buscamos uma companheira de viagem, uma companheira de jornada de vida. Os sentimentos e a carência afetiva nos geram apego a uma mulher e podem nos fazer acreditar que a pessoa "x" é esta pessoal especial que pode ser a nossa companheira de viagem de vida. Infelizmente, na prática não é assim. Caso sua namorada fosse essa pessoa, talvez você não viesse ao fórum para desabafar seu drama, talvez você não tivesse terminado a primeira vez, talvez você estivesse contando uma história de felicidade e não uma história de quase fim de um relacionamento.
Amigo, não é uma decisão fácil terminar um relacionamento, pois, quando a gente está dentro de um é porque gostamos da pessoa. No entanto, só gostar de alguém não segura um namoro, pois, outras variáveis terminam entrando nesta complicada equação. Caso faça a opção pelo término do namoro, foque ao máximo no seu desenvolvimento pessoal e crie algumas válvulas de escape emocionais para superar este momento pós término. Tenha consciência que você só colherá os frutos positivos desta decisão no futuro e que o período de solteirice terá que ser usado para muito estudo, trabalho e realização de ações que abreviem a chegada do seu sucesso definitivo. Você é um cara jovem e parece ter uma boa cabeça. Tem um futuro brilhante pela frente e, para tanto, bastará investir em você e nos seus ideais. Enfrentará obstáculos, mas, irá superá-los e chegará mais longe e estará muito mais feliz. Durante o período de solteiro sempre que puder sargeie uma garota, paquere outras tantas e use a solteirice para aprimorar o seu jogo, mas, sempre tendo em mente as metas de desenvolvimento pessoal que você quer atingir. No começo será dificil voltar a ficar solteiro, mas, após algumas semanas o cerébro e o corpo acostumam e as primeiras vantagens da decisão começarão a aparecer.

E se eu continuar o namoro?

Caso decida continuar o namoro você já sabe como tudo será e, portanto, não preciso falar sobre o que você já sabe. Assim sendo, avalie bem este seu momento de vida e, caso opte por terminar, esteja preparado para o período de luto e busque ao máximo cuidar do seu emocional. Será um momento de dor, mas também de superação, sempre lembrando que aos 21 anos você tem um mundo de oportunidades pela frente e que caso você avalie que ela não é aquela pessoa "x" que será a sua companheira de viagem, busque dar o melhor de você para se tornar um homem melhor, um ser humano melhor e mais bem preparado para a vida e os desafios do mundo. O seu desenvolvimento pessoal te levará fatalmente a crescer na vida, a conhecer novas HB's e a encontrar um leque de pessoas que vão agregar valor ao seu dia a dia. Mais do que isso, as melhores companhias de viagem nesta jornada de vida querem caras de valor e quando nos tornamos um fatalmente as encontramos. Se tudo na vida é aprendizado, leve o seu namoro como um processo natural de amadurecimento humano e foque na parte mais importante desta história, no caso, você. Invista no seu futuro, pois, é nele que você viverá e se chegar nele bem será lá que você encontrará uma outra história, uma outra realidade, um novo amor e uma nova e plena felicidade de vida. Reflita sobre isso. Abraços!!!
Avatar pua
tiagobfriedrich

Veterano - nível 9

#922282 seila meu, mas na minha opinião é EXTREMAMENTE ridículo tu limitar um namoro à "racionalidade", vendo o que ela traz de bom pra ti e o que tu perde estando com ela. acho que no amor não existe esse balanço.
se você ama ela, tem um bom relacionamento e sente que ela é a mulher, então continue! caso contrário, meta o pé.