Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

-1davinci

Aprendiz

#1033787 "aqui estão algumas idéias interessantes de minha jornada de estudos do medo com os maiores cientistas e pesquisadores no campo:

A maioria do que você chama de medo é realmente a ansiedade
Eu passei algum tempo na NYU com Joseph LeDoux, talvez levando pesquisador do mundo do cérebro emocional. E ele compartilhou uma importante distinção entre medo e ansiedade.
Medo, ele explicou, é uma resposta a uma ameaça imediata, como um urso pulando em sua direção. Ansiedade, por outro lado, é uma resposta a uma antecipa algo pode ser uma ameaça no futuro. É uma experiência de incerteza. E que ocorrem em locais totalmente diferentes no cérebro.
Além disso, quando se trata de ansiedade (antecipando as futuras ameaças), o nosso julgamento é geralmente pobre e facilmente manipulado. A maioria das coisas nas quais nos preucupamos nunca vai acontecer. No entanto, porque que a incerteza é tão desconfortável, a maioria das pessoas vai fazer más decisões para criar a ilusão de certeza.
A solução da Universidade de Pittsburgh, do sociólogo Margee Kerr é: "Aprenda a ter um grau de aceitação em torno de incerteza e ambiguidade, aprender a se sentir confortável com a mudança, e procurar entender as coisas que você pode ter medo, em vez de fujir delas."

Nós somos maus juízes de risco.
Há inúmeros exemplos de pesquisa psicológicas de que somos ruins no processo de tomada de decisão, respondendo mais para impacto emocional do que fatos reais.
Um estudo, por exemplo, demonstraram que as pessoas estavam dispostas a pagar mais por seguro de vôo para protegê-los do terrorismo do que para pagar seguro de vôo cobrindo "todas as causas."
O nome para esse fenômeno é a negligêncir as probabilidade . Em outras palavras, quando estamos emocionalmente agitados por alguma coisa, especialmente se é algo que podemos imaginar vividamente, vamos temer o seu resultado, mesmo que seja altamente improvável que ele nunca vai acontecer.
É por isso que temos mais medo de assassinato, o terrorismo, e todas as maneiras nas quais estranhos podem matar ou ferir-nos do que as formas que as pessoas que conhecemos podem nos matar ou ferir-nos, o que é muito mais provável de acontecer aqui na América e na maior parte do mundo.
Mas, além disso, a maior ameaça à sua segurança é realmente você. dirigir distraido, não usar cinto de segurança, fumar, comer porcaria, abuso de prescrição de remedios, alcoolismo, suicídio, e coisas similares são os maiores perigos que enfrentamos para a nossa vida. E eu não vi qualquer dos candidatos presidenciais falar sobre essas coisas.
Por quê?
Porque elas não evocam imagens vívidas de violência que fazem nossos cérebros emocionais trabalhado.
É por isso que, a nível social, nas Regras do Jogo, uma das dicas para superar a ansiedade é: Não projetar resultados negativos em sua mente.
Ao que eu acrescento: Olhe para os fatos legítimos, dados e estatísticas, e se eles não suportam a sua ansiedade, você pode enviar a ansiedade para a lixeira de sua mente.


Nós preferimos "não perder" do que ganha.
Os psicólogos sociais chamam isso de aversão à perda. É a ideia que as pessoas têm mais medo de perder algo do que eles estão animado sobre a ganhar algo equivalente-e, muitas vezes, ainda maior.
Aqui está um exemplo: Em um estudo, pacientes com câncer foram informados de que depois de passar por um determinado tratamento, eles têm uma chance 68 por cento de viver por mais um ano; Enquanto a outro grupo foi dito que após o tratamento, havia uma chance de 32 por cento que morreriam no ano seguinte.
Mesmo que as chances eram exatamente o mesmo, 44 ​​por cento dos pacientes optou para o tratamento no primeiro cenário, mas apenas 18 por cento escolheu no segundo.
Portanto, antes de tomar uma decisão, olhe para tanto o positivo e negativo, e analiseos números, antes de tomar uma decisão.

Não saio apenas com pessoas decrenças similares
Existe um perigo que ocorre em grupos sociais, e em mídias sociais, especialmente se você está seguindo várias contas de pessoas que partilham pontos de vista ou agendas semelhantes. Chama-se a lei da polarização de grupo, que afirma que, se pessoas parecidas estão preocupados com um problema, seus pontos de vista vai se tornar mais extremo depois de discutir isso juntos.
Então, se você quer manter uma mente aberta e permanecer enraizada na realidade, não se socialize com apenas um rebanho social. E da mesma forma, se você quiser avançar uma ideia para mudar o mundo, forme uma comunidade e se encontrem muitas vezes.


Desconecte-se das notícias
Estudos descobriram uma conexão direta entre a quantidade de tempo gasto assistindo as notícias e os seus níveis relatados de ansiedade.
Então, desligue esse feed "notícias" na tela inicial do iPhone, saia do Twitter e facebook, e pare de verificar sites agregadores de notícias. Especialmente os que têm algoritmos que determinam o que você clicar e te que jogam mais do seu maior medo pra cima de você.
Eu posso atestar isso: Eu apaguei uma série de aplicativos de sociais e notícias do meu telefone recentemente e tenho tido picos de felicidade instantâneo e contínuo. Eu recomend você fazer isso.
Menos mídia significa mais felicidade.

O Medo da morte e Insignificancia faz as pessoas serem cheias de ódio
Uma das minhas teorias favoritas em ciências sociais é a teoria de gestão de terror. Ela se baseia na ideia de que como seres humanos adultos, temos um desejo de viver, mas sabemos que, um dia qualquer e por uma causa desconhecida nós vamos morrer.
Então, para gerir essa ansiedade existencial, nós abraçamos uma visão de mundo cultural que nos fornece ordem, significado, importância, e, em última análise, auto-estima. A eficácia desta estratégia depende da concordância de outros que compartilham nossas crenças. E quando essas crenças são ameaçadas, vamos fazer de tudo para preservar e defende-la
Como resultado, quando as pessoas são lembrados de sua mortalidade, eles podem se tornar mais preconceituoso, mais agressiva em relação às pessoas com diferentes visões de mundo, e acreditamos que há um maior consenso social por suas crenças do que realmente é. Além disso, crenças políticas mudam para apoiar as políticas militaristas, nacionalistas carismáticos, e aumentar da vigilância doméstica.
Ora aqui está o que é interessante: Falei com Tom Pyszczynski, uma das pessoas que desenvolveram a teoria de gestão terror. E ele me disse:
"O medo fez as pessoas muito defensiva de suas crenças e valores, e desconfiado de pessoas que eram diferentes. Mas se lembrado do valor de sua cultura de um senso de humanidade compartilhada e que estamos todos juntos nisso, ele reverte o efeito, assim o medo na verdade aumenta o apoio a criação da paz ".
Em suma, a compaixão vence a ansiedade.
Então este post é uma maneira de lembrá-lo:
restrinja de forma massiva a ingestão de media relacionada com a notícia. Observe quantas vezes outlets de mídia, anunciantes, políticos, grupos de advocacia, advogados, e muitos mais estão tentando bombear o medo em você, a fim de servir a sua própria agenda.
Em vez disso, medite , faça yoga, viaje, aprenda, faça arte, conheça novas pessoas, faça aquela viagem ou faça aquila oficina que você sempre quis, e trabalhar para limpar sua mente para que você possa ver o mundo através de seus próprios olhos, não de outra pessoa.
Eu nunca vou esquecer o que Greg Long me disse em The Truth Barrel: Depois de sua experiência de quase-morte, a grama parecia que estava brilhando. As flores eram dez vezes mais colorido. E cada interação que teve com um amigo, mesmo apenas dizendo Olá na rua, foi uma poderosa ligação.
Portanto, este é um lembrete para hoje e todos os dias, para apreciar esta vida em sua plenitude. O mundo é tão assustador quanto você decide que é e é tão bonito como você decide que é.
melhor,
Neil

E por falar em medo, tenha um Dia das Bruxas feliz e cheio de aventuras!"

:ajoelhar :yaaah :parabens :ae