Artigos e Técnicas com base em PNL ou Hipnose.
Não necessariamente voltada a sedução
Avatar pua

Criador do tópico

>>Psychokiller<<

Entusiasta

#675556 00 - Padrões de Linguagem e a utilização de Scripts

Dra. Virginia Satir escreveu:As palavras não têm energia alguma, a não ser que criem ou façam surgir uma imagem. A palavra em si mesma nada possui. Uma das coisas das quais sempre me lembro é: "Quais as palavras que fazem surgir imagens nas pessoas?" Então, as pessoas seguem o sentimento criado pela imagem.
Dra. Virginia Satir - Terapeuta Familiar


O que são Padrões de Linguagem e qual a sua relação com os Scripts?

Na PNL temos o conceito que é conhecido como padrão de linguagem, um padrão de linguagem é nada mais nada menos que uma técnica ou modelo de linguagem ou de comunicação que é constantemente usado em nosso leque de técnicas de comunicação, é importante fazer uma distinção entre os padrões e os Scripts, os padrões de linguagem não são scripts, eles são na verdade a técnica de comunicação, e na sedução temos como exemplos úteis para ilustrar este entendimento os Opnners situacionais, a Falsa pista de tempo, os Negs, as DVS e etc. Já na PNL temos como exemplos de padrões de linguagem a Sugestão Negativa, as Palavras de transição, os Operadores modais, a Voz cadenciada e etc.

Já um Script não é uma técnica ou nem mesmo um modelo de linguagem, o script é na verdade apenas um texto ilustrativo com vários padrões de linguagem embutidos e empregados neste texto como apenas um exemplo de aplicação deles em uma conversação real, ou seja, o script serve apenas para ilustrar como se deve empregar os padrões de linguagem, por isso o ideal não é decorar scripts, e sim descobrir a estrutura de linguagem que foi empregada nele, identificando os padrões de linguagem utilizados, e a ordem e maneira como os mesmos foram utilizados.

Exemplo:

Script com Padrões de linguagem do PU

Você - Ei, preciso lhe fazer uma pergunta rápida pois meus amigos estão me esperando e eu não posso demorar. (Falsa pista de tempo)
Garota - Tudo bem
Você - tem uma garota que eu estou afim, e quero sua opinião feminina sobre uma coisa importante, que tipo de presente uma mulher gostaria mais de receber, um objeto que ela pudesse se lembrar de mim sempre que o olhasse para ele, como um cordão por exemplo, ou que eu como um presente a proporcionasse uma nova experiência que ela nunca tivesse vivido antes e que fosse extremamente emocionante? (Opnner que captura a atenção da garota)
Garota - (provavelmente responderá a segunda porque parece muito mais interessante)
Você - Ok, vou lhe contar um historinha rápida, porque não posso demorar (Reforçou a Falsa pista de tempo)
Garota - Tudo bem (Foi receptiva)

Para utilizar os padrões acima, como Falsa pista de Tempo ou um Opnner não é necessário decora-los, e sim apenas entender o que são, o que significam, e como devem ser usados, e desta maneira você pode criar os teus próprios até mesmo na hora

Continuando. . .

Você - É uma historia bem rápida que vou te contar, e quero que você ouça atentamente. (Reforça novamente a FPT e adiciona o comando verbal com a ordem de focalizar a atenção dela no que você irá dizer)

E aqui começa o script com padrões de linguagem de PNL

Você - (Utilizando uma voz cadenciada) “Eu me lembro que uma vez um amigo me contou sua história. Sabe, ele tinha uma amiga. E essa amiga notou algo diferente quando ela ouvia alguém falar algo. Tipo assim, ela podia ficar consciente do som de sua voz... e enquanto ela ouvia o som de sua voz, ela podia ouvir também os outros sons das pessoas no local...e ela podia ficar consciente...do aumento e diminuição da respiração do seu peito....e o leve balançar de sua cabeça enquanto ela ouvia ...” (Padrão de linguagem utilizado conhecido como Truísmo, falando sobre verdades presentes na experiência perceptiva imediata da pessoa.)

"...A penetrante ,e profunda riqueza da voz dele... e ela ficou consciente ... de todas estas coisas...a pressão de suas mãos descansando na mesa..e o contorno do seu rosto enquanto ela via ele falar... sua atenção ficava mais fixa.. em um único detalhe do rosto dele... E mesmo que isso tenha fixado sua atenção... então como se ela observa-se mais e mais nessa parte do rosto dele..." (Depois foi adicionado ao truísmo palavras substantivacionais que provocam sensações, como penetrante e profundo )

"... E ela se tornava mais e mais fascinada pelas coisas que ele dizia... E mais e mais atraída e totalmente encantada com esta experiência com que ela estava tendo com ele... e como se ela permitisse que ele próprio realizasse essas coisas..ela poderia sentir um profundo desejo por ele dentro dela... e sentir seu toque... O suave toque dele em seu rosto. (estique a mão e acaricie o rosto dela com as costas de sua mão ou toque em seu pulso)...e quando ela sentiu esse toque e ela fechou os olhos com o prazer disso...Seu coração começou a acelerar, e começou a bater...bater... com a magnífica e esplêndida... ternura da voz dele... e essa a rica e penetrante ternura começava a se espalhar...começando pelas batidas no peito dela...e passando pela sua barriguinha.. e se aprofundando em suas coxas...Como um lugar em chamas..que é extenso pra ser completado...ansioso pra estar satisfeito..cheio como o pulsar de sua forte masculinidade.. e ela sentiu essas coisas....Profundamente, e profundamente e com mais intensidade... a emoção de sua mão tocando seu rosto (estique sua mão e toque ela do mesmo jeito novamente) como se fosse o toque em suas coxas... Fez com que ela entendesse que ela se abriria para esse homem completamente...se daria a ele...na hora que ele quisesse...” (E foi adicionado ao truísmo os comandos verbais com palavras substantivacionais que provocam emoções que ele desejava provocar nela, exemplo: Fascinada, atraída, esplêndida e etc)

Também foi utilizado Palavras transicionais durante toda a indução, como enquanto", "durante", "e", "Talvez", "Conforme", “mas”, “pois” e etc. que proporcionam uma ligação entre uma frase e outra, o que estabelecem uma mudança mais natural e suave entre uma sentença e outra, além de proporcionar uma relação entre elas aumentando a crédibilidade entre as mesmas.

Coffer Junnior escreveu:Vocês acharam muita coisa? Eu não, eu consigo formular um Padrão da mesma forma do apresentado acima sem ter que memorizar nada dele, e apenas tendo o lido uma única vez. O Script acima, vale notar, foi exagerado, pois não se precisa de tudo isso para hipnotizar alguém. Creio que ele foi construído no intuito de não deixar escapar dado algum a ser citado, mas se você seguir a formula: percepção = sensação = emoção, já terá criado um Padrão tão forte como o de cima. A formula é simples, não tente memorizar, mas entender. Tal como Richard Bandler e John Grinder comentam:


BANDLER & GRINDER escreveu:“Acreditamos que toda comunicação é hipnose. Essa é a função de todas as conversas. Digamos que me sento junto de você para jantar e começo a comunicar-lhe algo sobre certa experiência. Se eu contar-lhe algo a respeito de uma época em que tirei férias, minha intenção é induzi-lo a entrar num estado em que se tem experiências relativas a férias. Toda vez que é comunicado algo por quem quer que seja, este alguém está tentando induzir o interlocutor a determinados estados usando seqüências sonoras denominadas “palavras” ” (BANDLER & GRINDER, Sapos em Príncipes, p. 118 [grifos do autor]).


Não é necessário decorar nada, e sim apenas identificar a estrutura básica do Script como o roteiro, a intenção, ou seja, o que vocês desejam conseguir provocar na garota, e os padrões de linguagem que foram utilizados, e a ordem e maneira como foram utilizados. O Script serve só para isso, para ilustrar estas coisas, e o leitor inteligente só precisará ver para identificar as estruturas básicas utilizadas.

E com base apenas nisso, você pode criar a sua própria indução hipnótica.

Para mais informações leiam o tópico Como criar padrões de linguagem e o documento A verdade sobre os padrões de linguagem ambos do autor Coffer Junior.

Após a leitura destes documentos, se a tua curiosidade e fascinação sobre os Padrões de linguagem tiver aumentado lhe sugiro como leitura os livros Atravessando - Passagens em psicoterapia de Bandler & Grinder e o Manual de Hipnoterapia Ericksoniana de Sofia Bauer

ANÚNCIOS

Avatar pua
KINGRJ - MEMBRO EXCLUSIVO
#675582 Não costumo agradecer muitos posts no fórum, somente os que realmente me adicionam algo.

Esse achei realmente SENSACIONAL. entao eu feedei e agradeci!

Valeu Psychokiller, sou mto fá de PNL e estou estudando bastante o tema.

Abraços,

KINGRJ
Avatar pua
Kunrt

Veterano - nível 4

#676286 Ótima contribuição.
Agora o link que vc colocou ai: como-criar-padroes-de-linguagem-t1089.html . Eu, por não ser membro vip, não tenho acesso a esse material. Então se vc puder atualizar ou postar novamente me ajudaria bastante.
:ae
Avatar pua
Maxwell - MEMBRO EXCLUSIVO
#676291 Psychokiller seu post foi sensacional ! Pelo menos pra mim.

Cada vez mais me interesso por padrões de linguagem e tal...

Posts como este me acrescentam e animam bastante.

Mt obrigado

Vlw Brother
Avatar pua
femelo

Veterano - nível 9

#677420 Como disseram ali em cima, é difícil pra eu agradecer por um post/tópico.
Esse mereceu.

Agora vou acompanhar os seus tópicos, valeu pela postagem
Avatar pua
Taesy

Veterano - nível 7

#677981 Vlw >>Psychokiller<<
Estou me tornando um super Fã de PNL
e estar cada vez mais fácil de entender essa BELA Arte ;D
Avatar pua
FATE

PUA EXPERT

#679278 Sensacional a sua série de artigos, brother!
Vou passar a acompanhar as coisas que vc escreve. O meu abraço!