Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
LeoMiranda
#744320 A paixão é uma doença! - Por Filipe Altamir

Presto sempre o papel de alertar aos homens os perigos da famosa paixão, a mídia feminista e sentimental tenta expor através de novelas e produções audio-visuais, livros de ficção e romance, o sentimento de paixão como algo benéfico para ambos, aquele sentimento forte, profundo e intenso onde um belo casal moderno desfruta do pleno sentimento de forma como se não houvesse o amanhã, vulgo a história de viadinhos, como a saga Crepúsculo, a saga mais feminista que eu já vi na história do cinema.

O sentimento de paixão é uma falsa projeção da mente que você tem a respeito de seu parceiro ou parceira, é um sentimento de conexão e dependência da figura projetada, da ilusão, onde faz com que você seja tomado por sentimento de possessão doentia, e aquele que mais for dominado por esse sentimento, será o domado e submisso no relacionamento, e eu não preciso nem dizer quem é a vítima, não é?

A paixão é um sentimento forte baseado em uma projeção ilusória, onde você rapidamente deixa a racionalidade em sua mínima existência, sendo tomado pelos sentimentos de desejo, carência, ciúmes e possessão, ou seja, o que você projeta da sua parceira não é real, é uma completa fantasia, basta o homem descobrir a verdadeira face da mulher através do tempo, que logo vem à tona a realidade, o fim da projeção, o que resulta num sofrimento interno e tortura psicológica sem tamanhos ao homem.

Eu sei que a mulher também se apaixona, porém o homem é dez mil vezes mais prejudicado pois sua mente é racional, atua no campo da simplicidade, objetividade e racionalidade, e quando o homem é tomado pela emoção, sua racionalidade chega quase sumir, e obviamente as espertinhas, que já são emocionais e não perdem nada com o sentimento, pois já têm prática e sabem manipular e controlar tudo, se aproveitam dessa fraqueza masculina para ter o homem na palma da sua mão, fazendo joguinhos mentais e dissimulações com atitudes ambíguas que deixam o homem na tortura psicológica e emocional.

Várias das técnicas e joguinhos consiste em agir com ambiguidade a respeito do que elas sentem por nós, não querem demonstrar objetivamente que estão interessadas, e se mostram e entram num relacionamento, fazem joguinhos de retração, somem do mapa sem dar notícia, para deixa a dúvida na cabeça do homem a respeito do que ela anda fazendo, fazendo-o pensar que está sendo traído, deixá-lo louco, aumentar seu desejo, deixá-lo na ânsia e na espera por ela.

Elas usam isso de várias maneiras e obviamente alguma vez já aconteceu com você:

- Sumir do mapa por dias, sem deixar notícia e sem avisar nada, retornando dias depois como se nada tivesse acontecido.

- Não retornar e não atender propositalmente suas ligações.

- Ficar fechada e calada sem nenhuma razão, dando gelo em você.

- Furar e atrasar encontros propositalmente, para te deixar na ânsia e na espera por ela.

- Demonstrar interesse, e quando você se entregar, ela se retrai te rejeitando, mas logo depois demonstra interesse de novo, ativando seu desejo e depois frustrando ele, para manter você nos pés dela.

A melhor maneira de você evitar e desarmar suas artimanhas e joguinhos manipulativos é você prever que ela tomará tais atitudes e já se antecipar para quebrar o jogo ou desmascará-la logo em seguida. E essas são as melhores formas, sempre lembrando que é preciso você não estar apaixonado para usar essas técnicas ou pelo menos ter controle caso esteja, pois essas técnicas exigem disposição para acabar o relacionamento. Nunca, mas em hipótese alguma, invente de blefar, sempre cumpra com o que você falar:

- Se ela sumir do mapa por dias, ou se você prever que ela pretende fazer isso, apenas dê um ultimato, fale para ela que se ela ficar sem te ligar ou dar notícias por mais de 3 dias, resultará no fim do relacionamento ou você terá permissão de fazer o mesmo com ela.

- Fale para ela que se ela não retornar ou não te ligar em 2 dias, também será o fim do relacionamento. Não tenha medo de perdê-la, caso ela faça o joguinho mesmo assim, significa que ela não te merece e não estava levando o relacionamento à sério.

- Caso ela fique retraída, calada e fechada, essa técnica é uma forma de te deixar na dúvida e na tortura mental para ficar nos pés dela. Caso ela faça isso desmascare ou faça o mesmo que ela fez, só que por mais tempo ainda.

- No que se refere a atraso de encontros a mulher muitas vezes se atrasa propositalmente para deixar o homem na ânsia e testar se ele está mesmo aos pés dela, por isso logo fale que se ela atrasar mais de X horas ou minutos você irá embora, ou então quebre o feitiço dela falando "Ei, fique à vontade se quiser para se atrasar, até mais de 1h, pois eu tô resolvendo uns negócios aqui". Como essa tática consiste em te deixar na ânsia por esperar, você revelando que não se importará acabará de vez com o propósito dessa artimanha feminina, deixando-a desarmada.

Como eu falei, o sofrimento interno do homem apaixonado e romântico não só é baseado numa ilusão que beira à absurdidade, como também é a causa de tanta violência doméstica, depressão e suicídio. As decepções sempre vêem à tona e isso é inevitável, e quando se está apaixonado, o preço que o homem paga é sempre o sofrimento interno emocional intenso e psicológico, que chega a deixá-lo na loucura.

Não que a violência doméstica seja culpa da mulher, mas é óbvio em que a maioria dos casos são as mulheres com suas manipulações e atitudes ambíguas provocam com intenções maquiavélicas, a mover-se e e agredí-la. O homem que faz isso perde a razão, e muitas vezes perde a liberdade e até a vida, mas o meu ponto ai é que isso só acontece devido ao sentimento de paixão e amor romântico, e como os homens são débeis emocionalmente, e quando frustrados, acabam cometendo atitudes irracionais e grotescas, acabando com sua própria vida. Por isso é muito mais comum você ver um homem depressão e decepção do que a mulher, a taxa de suicídio segundo pesquisas é muito mais comum com o homem, e pode ter certeza que boa parte dessa taxa é suicídio por alguma decepção amorosa e sofrimento interno no qual o homem não conseguiu se controlar, coisa que se ele fosse independente e desprendido emocionalmente, não estaria nessa situação.

Os sintomas da paixão consiste em: você pensar muito na mulher; desejo quase que incontrolável de vê-la, tocá-la e abraçá-la; projeções de lugares ou situações onde está você e sua parceira no qual você está apaixonado; começar a confundir outras mulheres na rua com a sua parceira e muito mais.

O que eu pergunto é. Quantas vezes suas paixões terminaram em decepção e sofrimento interno? Todas, não é verdade? Um relacionamento consiste em parceria básica de exclusividade que exige fidelidade e sinceridade de ambas as partes, mas a partir do momento em que acontece a paixão, some-se o amor consciente e saudável para dar lugar à paixão egoísta e amor sentimental doentio, e o relacionamento logo é tomado por joguinhos, discussões, ciúmes, possessão, agressões verbais e até física. Como eu já cansei de falar, o amor saudável é o amor racional e consciente, onde você consegue sobrepor a racionalidade ao sentimento, é matar seu ego, crescer mentalmente e individualmente, seu parceiro ou parceira não é seu mundo, seu mundo é você, ninguém te completa, você é completo por si só, namoro ou casamento é apenas uma parceria, lembre-se disso, ninguém nasceu para ser dependente de ninguém.

Para encerrar, irei deixar dois padrões de PNL para você se desapaixonar e desprender-se emocionalmente e salvar a sua pele e do seu relacionamento:

- Toda vez que lembrar da sua paixonite, imagine a foto dela num lugar escuro, como se fosse um retrato, logo em seguida imagine esse retrato quebrando-se e despedaçando-se onde você pode ver detalhadamente os cacos de vidro com pedaços da imagem dela caindo.

- Outra técnica é você imaginar sua parceira, depois imagine-a toda em preto e branco, logo em seguida ela se distancia de você cada vez mais, você vira às costas e em sua frente terá uma porta, você seguirá até essa porta, e ao abrir, dará de cara com outro mundo, dessa vez colorido.

Essas técnicas irão cortar as associações emocionais que seu cérebro estabeleceu em relação a imagem da sua parceira, isso é para ser praticado sempre, toda vez que você lembrar-se dela.

Agora vou encerrando mais um artigo meu, quero deixar claro que o que me motiva a fazer tudo isso não é só os ataques feministas à página de humor que eu administro (Stifler Comedor), como também a vários amigos meus que sofrem ou já sofreram por se apaixonarem e caírem nas manipulações e joguinhos mentais das mulheres, conheço até um que chegou a tentar tirar a própria vida por isso. O que eu falo aqui não se aplica, em hipótese nenhuma, à mulher sincera, então se você mulher se sentiu ofendida e veio reclamar nos comentários, significa que a carapuça serviu.

Filipe Altamir - Trecho retirado do e-book "A Real".
Avatar pua
Kong
#744377 Po cara achei muito bom o post !!! e ainda curto a página do stifler comedor . Concordei com várias paradas que foram ditas .

Forte abraÇo
Avatar pua
joelson
#903036 Foi um dos melhores que vejo por aqui, vc resumiu bem .disse tudo poucas palavras
x-tudo
#905160 Fato!!!Excelente artigo.quantas paixonites foram nesse tempo da minha vida, ate hoje não tinha reparado que o grande problema que acarretava minha vida era a paixonite! Obrigado por compartilhar esse artigo conosco, homem que age por sentimento é um simples beta! Que sejamos grandes alfas, agindo pela consciência.
Avatar pua
Tom Cruise
#905181 A paixão é uma doença, uma patologia, uma alucinação, já que faz com que vejamos as coisas distorcidas da realidade.

Bom texto! ABC
Avatar pua
felipbb
#905190 Paixão é boa demais!
Ruim somos nós que não sabemos utiliza-la.
Se ela se retrai, é porque não sente atração suficiente pra ter algo mais adiante.
Os jogos mentais, quem deve fazer somos nós, afinal, nós é que estudamos sedução.
Não tenham medo de viver isso, mas também não sejam tolos quando rolar, é só saber se comportar como alfa,
e não deixa-la te dominar NUNCA.
Avatar pua
Statham Sedutor
#905198 Ótimo texto, muito bom mesmo.
Agora, tenho uma dúvida sobre um trecho:

LeoMiranda escreveu:
- Sumir do mapa por dias, sem deixar notícia e sem avisar nada, retornando dias depois como se nada tivesse acontecido.
(...)
- Se ela sumir do mapa por dias, ou se você prever que ela pretende fazer isso, apenas dê um ultimato, fale para ela que se ela ficar sem te ligar ou dar notícias por mais de 3 dias, resultará no fim do relacionamento ou você terá permissão de fazer o mesmo com ela.

- Fale para ela que se ela não retornar ou não te ligar em 2 dias, também será o fim do relacionamento. Não tenha medo de perdê-la, caso ela faça o joguinho mesmo assim, significa que ela não te merece e não estava levando o relacionamento à sério.


Se ela falar "ah, mas por que VOCÊ não me ligou, então? Por que EU que tenho que ligar?", qual seria a melhor contra-argumentação?