Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
Rica Villa

MEMBRO PROFISSIONAL

#1068163 Sou novato aqui. Após passar uns dias lendo os relato de tentativa de reconquista, terminos e apaixonamentos, acabei concluindo que tudo é muito parecido. Não se pode esperar que repetindo um padrão de comportamento é possível conseguir respostas muito diferentes. Mas mesmo alterando o padrão de comportamento as resposta novas não irão surgir por milagre. Mesmo pensando em desenvolvimento pessoal, sempre é importante ter a noção que devemos adaptar o sucesso dos outros para nossa realidade, desta forma impedindo que no final das contas a infelicidade venha, já que cada um sabe onde o calo está apertando e se eu fizer igual a quem idolatro, muito provavelmente não terei a mesma satisfação ou dor.
Acho que o pessoal precisa se dar conta que quando um relacionamento acaba, existem duas formas de se portar. Você pode se humilhar e vai ficar sem nada, você pode silenciar e ficar sem nada. Percebe a diferença? Mesmo que a humilhação gere, depois, um aprendizado, com aquela pessoa, mesmo que ela volte, jamais será a mesma coisa. Então depois de um tempo você percebe que ficou sozinho da mesma forma. Numa hipótese mais remota a pessoa ignorada pode até voltar, mas com certeza já terá passado tanto tempo que as formas de percepção suas serão diferentes. Neste momento você evolui, e com isso passa do primeiro degrau para o segundo. A dor virá de novo, mas com todo o crescimento necessário para saber que passará. Logo você estará pronto pra saber a hora que a cilada apareceu e que foi em tempo de fugir. Se for pra ter vida longa sem aprendizado, de nada vai adiantar levar tanta paulada na vida.

ANÚNCIOS