Aqui as rotinas e Openers antigos porem eficazes!
Avatar pua

Criador do tópico

Soft

Veterano - nível 8

#857110 Fala galera, estava meio parado em virtude de um relacionamento, contudo agora com o termino dele me sinto na obrigação de incomodar boa parte das mulheres da minha cidade em baladas...


O que pretendo passar aqui são coisas que USO/FAÇO em baladas e que surtam certos resultados comigo.
Minha intenção aqui não é doutrinar ninguém ou falar pra usar este "material" que vai dar boa, apenas acredito que possa ser de alguma importância para os Puas que atuam nesse meio.



Leve introduzida !

Via muitos Puas falar: Pista de dança é loteria.

A realidade é que eles estavam parcialmente corretos.
Uma coisa que deve-se ter em mente é de que em uma balada os mulheres estão mais VISUAIS que o comum, ou seja, nesse ambiente vc precisa ficar o mais IMPECÁVEL POSSÍVEL. Boa parte das vezes o fator que vai definir se a menina fica com vc ou não é a SUA APARÊNCIA; no restante das vezes o que vai definir será SUA ATITUDE.


A dinamica em uma balada é diferente das demais situações, aqui o que se busca são NUMEROS, vc precisa abordar o máximo de mulheres possíveis, quanto mais vc abordar maior as chances de um close; Isso não significa que vc vai abrir a mesma mulher apenas uma vez, comigo algumas vezes essa "persistência" que me rendeu o close.




O jogo !

Sou adepto ao direct game, e em balada acredito que seja o jogo mais congruente com o ambiente.
O volume da musica em clubs é enorme, o que compromete a linguagem verbal, tendo isso em vista a melhor alternativa é vc abusar da sua linguagem corporal.

Costumo começar a interação de FRENTE pra HB, encostando de leve no ombro dela e me aproximando do ouvido. Nesse momento, com o rosto próximo ao ouvido dela, tento escalar o kino apoiando minha mão na sua cintura e abrindo de forma DIRETA (ao bom modo DAVID X).

O que vejo com certo costume é o pessoal dançar perto da HB ou ficar cercando ela pra ver se algo acontece. NÃO FAÇA ISSO.
A partir do momento que vcs trocarem "olhares" vc tem a OBRIGAÇÃO de abrir ela, naquele exato momento. Contudo não se atenham a esse EC, mesmo que não haja nenhuma troca de olhares, abram a HB caso ela te agrade.

Algo que melhorou muito meu jogo nesse ambiente foi falar sempre em direção ao ombro da HB. Vc aproxima seu rosto do ouvido dela, mas fala em direção ao ombro. Desse modo ela te escuta e vc não BERRA no ouvido dela.

Normalmente por abrir de forma direta, vai CHOVER SHIT TEST em vc. Na grande maioria deles simplesmente faço cara de "que porra é essa que vc tá falando!? FUMOU!?" e sigo com a interação como se nada tivesse acontecido.

Acho importante falar sobre os dois shit tests que mais me acontecem (e saídas que costumo dar):

Tenho namorado - (Simplesmente ignore e continue a interação)
Virar de costas/ te ignorar - Heyy !! Vc é muito fofinha (apertando as bochechas dela) pra agir dessa forma comigo, vem vamos tentar de novo... ou - Já entendi, vc tá acostumada com caras de baixo nível que fica te bajulando né, não sou assim, então ou vc melhora seu comportamento ou saio fora e deixo um babaca vir te atacar.

Além do shit test o que rola muito é "DOCE" da menina na hora do KC, mas é algo normal e a grande maioria dos pick ups já estão acostumados com isso.

Deve-se sempre analisar o que ela faz, e não o que ela diz.... Em um lugar voltado pra pegarão, e menina tá em uma interação com vc por 10-15 minutos e falar que não quer nada........ AHH PARA NÉ! Imagem

Quanto ao set da HB, na maioria das vezes simplesmente ignoro ele e vou direto para o alvo. Quando é um 2 set isso complica bastante, nesses casos costumo pedir ajuda pra wing.
Moving set em balda costuma ser uma péssima opção para approach, dificilmente elas interrompem o movimento (pelo menos comigo), por este motivo evito esses sets.

........

Diria que o segredo no jogo de balada seria interagir de forma rápida e direta, focando na sua BL, aparência e atitude; sempre escalar kino, e regredir nessa escalação unicamente quando for fazer um body-rocking; usar bastante C&F, inclusive com freqüência acusar dela de tentar te seduzir; E aprender a hora de sair fora, algumas vezes a interação não vale o esforço.


Sinceramente não tenho mais nada em mente sobre o tema, contudo gostaria e muito de ajudar qualquer um que possa ter duvidas, assim como gostaria que o pessoal postasse suas dicas nos comentários.
Afinal, não vejo muitos tópicos criados por Usuários com intuito de compartilhar as coisas que funciona com eles em TERRITÓRIO NACIONAL . (e não material enlatado/ metodos de puas famosos).


Peço desculpas pelo tópico mal formatado e genérico, espero ter ajudado. Imagem

ANÚNCIOS

Mr.A7X

Aprendiz

#859426 Massa velho meu jogo é muito similar, base direta, eu só as vezes abro com um opener indireto aproveito a situação e improviso algo algum comentario meio indireto ou mesmo uso opener indireto que já tivera usado anteriormente isso em situações onde abrir de forma direta poderia assustar um poco, mas logo eu foco no alvo sempre, se é um 2set eu tento nao deixar a outra mina mto de lado, honestamente nao curto mto esse tipo de set hehe, na maioria das vezes posso abrir usando direct opener ou indirect opener, e isolar instantaneamente o alvo, em sets sentados se tem como me escorar rapidamente e fazer o alvo apenas me olhar e conversar comigo eu faço isso, entao de forma geral eu jogo direct game de duas formas, uma sendo direto desde opener e outra abrindo de forma indireta e logo em seguida sendo direto, buscando sempre isolar o alvo mais rapidamente possivel . abraço