Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#933167 Olá meus nobres,

Na vida passamos por várias situações, em determinados momentos as frustrações são massacrantes e acabamos nos perdendo no meio de uma crise de proporções gigantescas, em todas as fases de nossas vidas nos mais variados setores da mesma, a crise deve ser vista não como um momento de derrota e sim como o momento de grande oportunidade e virada.

Sei que essas palavras são repetidamente utilizadas por pessoas que trabalham no campo da auto-ajuda, mais elas são sim verdade, e precisam ser entendidas não como o sonho colorido de uma palestra que dura algumas horas, ou um texto que pode ser consumido até em alguns minutos, mas como uma filosofia de vida.

Quando sentimos nossas costas contra a parede e nos vemos forçados a cumprir determinadas obrigações e tarefas sem as quais nossa vida se tornaria impraticável e não poderíamos alcançar outro patamar, retiramos uma força de dentro de nós que simplesmente nos faz planejar, focar, agir e vencer.

Vou dar um exemplo muito prático dessa situação com uma rotina constante que ocorria no meu segundo grau, eu estudei em duas escolas técnicas aqui no Rio de Janeiro da rede conhecida como FAETEC, a rotinas das escolas técnicas são muito pesadas, além de todo o conteúdo normal do ensino médio temos as matérias técnicas.

Isso fazia com que os alunos tivessem que fazer em torno de 20 matérias, e as vezes mais que isso devido ao acumulo de dependências tanto das matérias do segundo grau normal quanto do técnico, lembro que na minha geração existiam muitos rockeiros, comunistas, gays, evangélicos e todo quanto é tipo de loucos que vocês possam imaginar.

Minha escola era assolada por uma epidemia de uso de drogas, sexo e violência a níveis inimagináveis, as coisas simplesmente saiam de controle, hoje em dia sou amigo de vários ex-professores da escola, e eles sempre lembram de mim, dizendo que a minha foi a pior geração da escola e nisso já se passaram mais de 10 anos.

Essa mistura de um descontrole do alunado mais esse monte de matérias faziam com que muitos alunos simplesmente chegassem ao final do ano pendurado às vezes em 13 matérias, eu mesmo passei por isso, ficando preso em 15 matérias, vocês tem noção em maior ou menor grau de como é passar por isso.

E aqui vem o ponto principal desse artigo, mesmo bebendo como um gambá, fazendo arruaça na rua e praticando uma série de delitos e vandalismos, nesse momento surgia de dentro de mim e de muitos colegas um senso de responsabilidade e obrigação, que mudava nossos comportamentos num “passe de mágicas”.

De Metaleiros, grunges, punks, góticos, gays, comunistas e todo o tipo de maluquice subversiva que éramos, nos tornávamos o típico Nerd sem vida social, e simplesmente fazíamos milagres e conseguíamos ser aprovados em todas as matérias, cumprindo todos os prazos e assim indo para o próximo ano, ou concluindo o segundo grau.

Tenho contato com praticamente a integralidade da minha turma, lá somos meia dúzia de informatas, a maioria acabou seguindo a área e fazendo superior em TI, Sistema de informações, Ciência da computação ou qualquer coisa do tipo, mais uma renca de professores, dois médicos, militares e alguns que se quebraram, em resumo a maior parte esta formada e batalhando seus empregos e carreiras.

Depois do sufoco pra sair da Faetec que muitos chamam até hoje amavelmente de inferno, passamos pela experiência do vestibular, e na universidade a maioria se destacou, e eu atribuo isso a essa força que tiramos das situações difíceis e dos momentos de crise, experiência sem a qual não teríamos amadurecido muito antes que nossos colegas de universidade que nunca comeram o pão que o diabo amassou passaram.

Eu lembro que na Faetec muita gente tinha crises de choro devido ao nível de ansiedade e cobrança, e o ápice disso tudo foi uma colega nossa de outra turma tentando pular do terceiro andar da escola, gritando a plenos pulmões que iria se matar pelo final de um namoro, um professor nosso de física que estava dando aula ficava gritando pra ela se jogar, porque nas palavras dele: “aquela puta esta atrapalhando minha aula”.

Por volta e meia algum colega no colégio entrava completamente drogado na escola e os diretores, inspetores e coordenação pedagógica, simplesmente não sabiam o que fazer, menores de idade usuários de cocaína e álcool hora e meia paravam no hospital público do bairro sobre a responsabilidade de algum professor ou funcionário da escola.

Lembro de fazermos protesto na frente da escola, pararmos o transito e quebrarmos os vidros de um ônibus, um amigo evangélico empolgado estava na hora errada em um lugar errado e acabou sendo preso pela polícia depois foi liberado, uma menina grávida tomou cacetada da polícia, a coisa simplesmente saia de controle constantemente.

Sexo entre alunos, professores e funcionários não era muito raro, apesar de ser feito na encolha, o grêmio estudantil era apoiado pelo candidato miliciano da região, e quando tinha passeata no centro a escola ia em peso e boa parte caia na porrada com a tropa de choque da polícia, alguns desses colegas de segundo grau hoje estão presos e outros morreram.

Quando fui para Universidade já tinha passado por esse inferno, adição, drogas, joguinhos amorosos, visto amigos e colegas morrendo, sendo presos, por isso que durante toda a minha graduação nunca participei de uma única chopada, sempre fui considero o cara chato que entregava tudo no prazo por que eu amadureci com meus erros e com minhas experiências anteriores.

Durante o segundo grau eu debatia constantemente com meus professores, como era punk e anarquista eu conseguia desgastar completamente minha relação com muitos deles, durante a universidade nunca contrariei um professor sequer o que fez minha estádia por lá muito mais agradável, não participei do Departamento Estudantil nem do Centro Acadêmico.

Muitas pessoas não entediam minha postura, e nem sequer sabiam porque eu era tão averso a socialização por chopadas, Centro Acadêmico, viajens na univesidade, simplesmente com 16 anos eu já tinha usado tudo e feito tudo que meus amigos de universidade começaram a fazer com 22-23 anos de idade, eu não precisava mais me auto-afirmar, só queria meu diploma pra seguir minha vida, Assim os descolados e membros dos vários “clubes do bolinha” não chamavam mais minha atenção.

Invariavelmente encontrava amigos do segundo grau no meu curso, ou em outros cursos perambulando pela universidade, a maioria muito focada e com muita gana de vencer, depois de tudo que passamos, individual e coletivamente, tínhamos passado pelo banho de fogo e entramos na vida adulta completamente amadurecidos e modificados.

O mais interessante no meu ponto de vista é não esperar que as coisas fiquem fora de controle, que suas costas fiquem contra a parede, que o prazo esteja perto de inspirar, que você espere o pior momento para abordar aquela garota que você esta afim, não deixe as coisas pra ultima hora, usem o tempo a favor de vocês, planejem e diluam as coisas no médio longo prazo é a melhor estratégia.

Usem essa força realizadora que aflora nos momentos de pressão fora do momento de pressão, e realizem verdadeiros milagres na vida de vocês, um cardíaco não tem tempo de fazer caminhada até o primeiro infarto, após o infarto depois da cirurgia, no dia seguinte ele põe seu tênis e começa a caminhar, o tempo passa a existir, e o tempo existindo, tudo se torna possível.

Espero contribuir principalmente com os membros de 18 a 25 anos a refletirem seus comportamentos e repensarem suas estratégias, e por favor, repito sempre e volto a repetir, não usem drogas, não bebam, não fumem, aprendam a viver a vida caretas e dar a cara a tapa, droga não te faz descolado nem legal, as drogas matão você !

Paradisepunx !

ANÚNCIOS

Avatar pua
Supersonic

Veterano - nível 4

#933181 ÓTIMA POSTAGEM! PARABÉNS!

Essa sua escola era realmente um inferno.

"Sodoma e Gomorra"

Entrei no PUA pra esquecer ou reconquistar minha ex, hoje meu foco 80% é
crescimento pessoal, ter disciplina com meus projetos, vencer na vida!

Os outros 20% deixo pra estudar técnica de como pegar mulher apenas.
Esses 20% está me ajudando muito.

O Pua no geral é foda, o cara muda perspectiva de vida.
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#933185 Olá Supersonic,

Definindo seu objetivo, fazendo uma balanceamento entre fatores positivos e negativos, você consegue o que quizer, mas sempre antes buscando ser totalmente honesto com você mesmo, nós temos a tendência de enfeitar as coisas deixando elas mais bonitas do que realmente são, tanto a vida de uma pessoa comprometida, seja namorado, noivo, marido, como a vida de solteiro.

Ser solteiro assim como estar numa relação é algo complexo, e tem fatores a serem considerados, o mais importante na minha visão é sermos honestos com nós mesmos e estabelecer objetivos congruentes e depois não ter medo de dar a cara a tapa ir atacando até chegar ao ponto onde queremos chegar, ir atacando até conseguir aquilo que realmente queremos, fora isso é questão de foco e tempo, o mais importante você ja fez amigo, dar o primeiro passo !

Paradise !
Avatar pua
alfamg - MEMBRO EXCLUSIVO
#933208 Grande Paradise!
Maravilhado com suas ponderações camarada.
Posso dizer-lhe que tive algumas coisas parecidas,e seu tópico é muito relevante para os mais jovens de fato.
Estudei em colégio privado no segundo grau,com formação clássica.Sofria bullyng ao extremo na escola,era um analfabeto social por lá e não gerava atração nem numa barata.Era um nerd clássico.
Minha convivência social se resumia à minha família e a alguns amigos de infância do meu bairro.E por lá rolavam a maioria das transgressões que fiz na adolescência,bem semelhantes às suas.
À duras penas fui aprovado em Medicina em universidade pública após 3 anos de estudos intermináveis e de maratonas com vestibulares.
Por lá,constatei algo semelhante a você: meus colegas sabiam apenas competir uns com os outros sobre notas de provas,estágios etc,usavam de subterfúgios com os professores para ter benesses e nos momentos de lazer se arriscavam em bacanais,bebedeiras,iniciação às drogas.E no meu caso a contradição me parece maior por conta da área em que atuo(saúde).
Eu mais uma vez tinha dificuldades em estabelecer amizades e atrair as HBs,que antes recalcadas agora davam que nem chuchu na cerca para os MAGs da faculdade.
Logo,ingressei no movimento estudantil e liderei por algum tempo.Organizei congressos,fóruns políticos,passeatas e manifestações,calouradas e por aí vai.
Fiquei popular para mais de metro! Conhecia todos os meus calouros e estudantes Brasil afora.E muitas HBs me dando mole.E como betíssimo como era não pegava nenhuma.Sofri bullyng aqui também,mas não de colegas e sim de professores que me perseguiam pelas críticas que fazia sempre.
Após a faculdade,ingressei no mercado de trabalho e atualmente atuo em área bem escassa de bons profissionais.A maioria dos MAGs que vi da faculdade estão em suas zonas de conforto e as HBS insatisfeitas com suas profissões (exceto uma que é pupila do Ivo Pitanguy e está bem) e relacionamentos.Isso vale bastante para o meu círculo de amizade infantil (alguns deram certo,outros não e alguns já faleceram por uso de tantas drogas).
Como planejei diferente,colho resultados diferentes da maioria por pensar diferente de todos.Após o ingresso no mundo PUA,minha vida e carreira decolaram!Vale,claro,um depoimento futuro.
E passei por maus bocados também,inclusive dentro de casa (que é onde se fazem mais estragos).
Mas persisti,senti e passei as dores dos espinhos e cá estou erguido.
Vejo nas baladas jovens saindo carregados de embriaguez, uso de drogas nos banheiros,brigas por motivos cada vez mais fúteis.A juventude é um presente valioso.Usem com moderação pois dá para se aproveitar à beça.
Sempre mantenham o pensamento positivo.Nunca fiquem combalidos com as dificuldades.Elas aparecem sempre e conforme vai evoluindo,se tornam mais difíceis.Mas se tem a perspectiva de evoluir sempre se torna destemido e segue em frente.
Parabéns por mais um belo post.Mais admirado por sua sabedoria!
Sucesso e boa sorte!
Avatar pua
fernandoc.ramos - MEMBRO EXCLUSIVO
#933240 Excelente post

Me identifiquei com muitos pontos.

Acho que todos passaram ou ainda passam por períodos nebulosos, daqueles que você sente que algo esta errado, se sentindo fora do contexto.

Creio que a reação mais normal é a rebeldia. Nossa, meus pais sofreram também na minha adolescência.

O engraçado que muitas idéias que desenvolvi naquela época ainda se mantém em geral. A diferença é que, hoje, na vida adulta, as minhas posições são expostas de forma menos "violenta", de forma mais pontual, incisiva e principalmente respeitosa, ou seja, do jeito que um homem faz.

Espero que a geração que hoje se sente rebelde antecipe a maturidade psíquica e perceba que isso tudo pode ser usado ao seu favor.

Forte Abraço
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#933343 @Alfamg

Meu nobre amigo, é um prazer ler parte da sua história de vida, eu estou refletindo muito sobre escolhas e sobre como a vida nos reserva surpresas quando persistimos e continuamos no nosso caminho mesmo que tudo aparentemente esteja contra nós, os pontos convergem e tudo se repete, basta ter paciência e tentar analisar de um local mais alto e contemplativo.

Eu estou na platéia aguardando seu artigo sobre suas experiências no campo profissional-acadêmico, já que Medicina é a cadeira mais concorrida no vestibular principalmente em uma universidade pública, e sua experiência como vestibulando-concurseiro, no que tange a parte motivacional é uma ponto muito prático para membros que desejam seguir esse caminho persistente mesmo que em outra área de atuação.

Nesse momento estou no final da casa dos 20 indo pros 30 e chegando a conclusão de que um sedutor se faz com o tempo e a experiência, mesmo dominando as técnicas puas a maturidade e a observação da dinâmica social e profissional, só se dão tomando tapa na cara e errando com vontade de acertar.

Um bom artigo e um bom debate essa questão do tempo para maturar um estilo de vida realmente atraente e funcional não é amigo ? a vida passa vemos as gerações futuras e as gerações passadas, devemos colher os bons frutos de tudo o que essas histórias tem a nos oferecer de todos os lados, e estamos aqui no puabase pra isso, tamo junto irmão !!


@fernandoc.ramos

O nome original desse texto seria, seja você mesmo mais nunca seja o mesmo, você conseguiu pegar no ar a idéia central do texto, nós podemos mudar, podemos permanecer os mesmos, mais amadurecer é uma variável que simplesmente não pode ser negligenciada, com o ônus de acumularmos perdas que nos gerariam danos até mesmo irremediáveis.

Saber falar, saber usar o tom de voz adequado, expressar seu ponto de vista diplomaticamente ou enfaticamente, ter feeling para saber atacar e defender são habilidade de um pua não somente na sedução mais em todos os níveis de relacionamento, e principalmente no social proof, na verdade o que procedemos aqui é a adaptação dessas habilidades em vários campo.

A rebeldia adolescente é saudável quando ela é canalizada pro lugar certo, caso contrário isso gera muitos problemas, mas devemos ter cuidado num ponto específico que é a de criar uma geração de acéfalos que seguem a manda sem refletir suas ações e estão ligados no piloto automático.

Seguindo sempre o bom senso e o equilíbrio nas coisas, ai sim, chegamos ao melhor dos mundos, o excesso a escassez, a demasia para qualquer lado é o grande problema que enfrentamos em nossa vida todos os dias, a curto médio e longo prazo.

Paradisepunx !
Aomine

Veterano - nível 9

#933349 Muito bom!
Eu percebia isso quando eu queria emagrecer. Quando eu ficava exposto em uma situação onde eu não gostava do meu corpo (como em uma interação, por exemplo), essa "força realizadora" vinha com tudo, e depois sumia. T.T
Eu me identifiquei quando você falou das notas escolares. Sempre quando chegava o final do ano, eu não tinha nota pra passar. Estudava igual um louco e conseguia passar e nunca repeti nem fiquei de dependência, felizmente. A "força idealizadora" ajudando novamente. Com drogas, felizmente nunca usei e nem tenho o mínimo interesse. Nem mesmo nunca bebi ou fumei nada. Só preciso aprender a usar a "força idealizadora" mais vezes

Eu tenho 19 e você me ajudou.
Agradeço pelo tópico, Paradise!!! \õ/
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#933354 @Aomine

Na maior parte do tempo ingnoramos nossa capacidade de realizar as coisas simplesmente porque deixamos nosso psicológico nos atropelar como um trêm bala, quando acordamos da nossa preguiça percebemos o quanto de tempo e energia disperdiçamos sem fazer nada, a verdade é que entre ser um viciado em trabalho e não fazer nada existe um meio termo que nos trás resultados positivos sem afetar nossa saúde.

O mais importante pra mim nesse artigo era ilustrar situações que deixa-se claro que temos e usamos esse manancial de força e poder de realização que vem do nosso subcosciente e que podemos usa-lo sem deixar a coisa chegar nas ultimas consequencias, podemos dar o melhor de nós antes que isso seja a única alternativa, e isso percebo que pescou muito bem.

Fico realmente feliz desse artigo ter te ajudado, a intenção era essa, e se te faz crescer me faz crescer também, somos uma comunidade, uma família, uma tribo, devemos zelar pelo bem estar de todos os envolvidos, no mas estou disponível, se precisar de alguma dica mande uma mp.

Paradisepunx !
Avatar pua
FelipeFT - DOADOR

Veterano - nível 9

#933357 Eae Paradisepunx

Esse seu tópico me fez refletir e muito a minha vida, sempre fui muito estudioso, entre os melhores da turma, mesmo assim ficava com algumas hbs, era considerado popular.

No segundo grau me dediquei somente aos estudos, ganhei bolsa em colégios particulares, passei nas primeiras colocações em alguns simulados, mas como me dedicava apenas aos estudos e video-game, minha vida social estava nula e fiquei mais de um ano sem ficar com ninguém.

Perto do terceirão mudei da água pro vinho, comecei a beber, fumar, usar algumas drogas como maconha e ecstasy, ficar com muitas mulheres de todas idades, várias festas, muitos amigos, carro, roupa de marca e um emprego que hoje ganho bem, mas não tem chance de crescimento e é uma área arriscada ( área gráfica).

Seu tópico me fez pensar: Hoje minha vida está muito boa: carro, bom salário, várias hbs, festas, mas sei que me acomodei, preciso rever meus conceitos e pensar também no futuro, não quero viver a vida inteira no mesmo emprego sem crescimento e indo apenas em festas e caçando mulheres, pois sei que tudo isso é passageiro.

Entrei no Puabase depois de terminar um namoro complicado, e hoje me recuperei e também refiz todo meu círculo social e conquistei várias Hbs usando diversas técnicas aqui presentes, mas quero mais que isso, quero um futuro, ser um homem realizado em todas as áreas da vida, não somente na sedução, esse ano pretendo começar meu curso ou dar entrada em meu apartamento pois sei que apenas festas, drogas e vagabundas não vão acrescentar nada em minha vida.

Obrigado por este tópico reflexivo, abraços e evolução
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#933528 @ FelipeFT

Você detectou seus pontos fracos, percebeu o que deve fazer, e isso vai te levar ao como fazer, isso é pessoal e intransferível, mas basicamente pra começarmos nosso caminho é necessário darmos o primeiro passo, agora você começou a delinear sua rota no mapa do seu destino, feito isso comece a trabalhar de forma consistente nisso, e sem se dar prazos muito rígidos.

Não se auto-flagele, botando pensamentos na sua cabeça como, como faço merda, como sou sujo e errado, não! Não! Não! Aceite amigo que você cometeu deslizes e saiu da sua rota, mas que isso te serviu como experiência de vida e te deu bagagem pra não fazer de novo, e fazendo de novo, como voltar ao seu centro.

Não existe fórmulas prontas, receitas de bolo e mágica pra resolver isso, basicamente é usar o tempo e a paciência, e ir bolando estratégias, insistindo por ensaio e erro, buscando pessoas mais experientes no seu ciclo social que sejam confiáveis e ir vivendo a vida que é uma luta constante.

Não desanime, não se culpe, não se veja como um monstro, apenas faça o que é o melhor pra você, se dedique aos seus projetos, levante, limpa a sujeira, cabeça erguida, e é pra frente que se olha irmão, espero ter ajudado.

Paradisepunx !