Artigos sobre sedução e afins. Tópicos com 60 dias sem resposta vão para área de Arquivos. Não poste dúvidas nessa área.

Você saberia socorrer seu pai ou mãe, caso acontecesse algum acidente?

5
29%
6
35%
6
35%

Criador do tópico

ElsonDIon

MEMBRO PROFISSIONAL

#116230 Ae pessoal acho fundamental todo pua saber manhas de vida, para ser mais alpha, e ainda se souber salvar vidas , será mais alpha ainda'

Então resolvi fazer esse artigo; para quem quer saber um pouco sobre PRIMEIROS SOCORROS!!!

Vamos lá.

[centro]Situações vitais[/centro]

O Que fazer em caso de acidente
• Dominar rapidamente a situação e prevenir perigos mortais.
• Afastar os feridos dos locais onde estes possam correr perigo (ex. estradas, fogo).
Quando não fôr estritamente necessário nunca se deverá mover um ferido!
• Em caso de acidente de viação deve-se colocar o triângulo de sinalização num local bem visível e usar o colete de sinalização.
• Caso haja necessidade de chamar uma ambulãncia deverá mandar-se um terceiro. Nunca se deve deixar um ferido sózinho.
• Devem verificar-se o tipo e importância das lesões, controlar o pulso e a respiração do ferido.
• Os feridos graves deverão ser cuidados de acordo os princípios explicados em baixo.

A - Paragem respiratória - desobstruir vias respiratórias, praticar respiração artificial.
B - Hemorragias - colocar o ferido numa posição correcta; aplicar atadura que impeça a hemorragia.
C - Estado de choque - tomar medidas preventivas: alívio da dor; repouso; protecção do frio.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Na maioria das situações, excepto nos casos de suspeita de fractura da coluna vertebral ou do pescoço, deverá colocar a vítima na posição lateral de segurança (PLS).

[centro]Posição Lateral de Segurança[/centro]

1 - Vire o corpo da vítima inconsciente, mas ainda a respirar, para a posição lateral de segurança, o que impedirá que sangue, saliva ou a língua obstruam as vias respiratórias.
2 - Estenda ao longo do corpo da vítima o braço que ficar mais perto de si. cruze o outro braço sobre o peito. Cruze a perna mais afastada sobre a que está mais próxima.
[centro]Imagem[/centro]
3 - Ampare a cabeça da vítima com uma das mãos e com a outra agarre-a pela anca mais afastada.
[centro]Imagem[/centro]
4 - Vire a vítima de bruços, puxando-a rapidamente para si e amparando-a com os joelhos.
[centro]Imagem[/centro]
5 - Puxe a testa da vítima para trás, de modo a que a garganta fique direita. Assim, as vias respiratórias manter-se-ão desimpedidas, o que permite que a vítima respire livremente.
[centro]Imagem[/centro]
6- Dobre o braço que fica mais próximo de si para lhe sustentar o tronco. Dobre a perna mais próxima para servir de apoio ao abdómen. Retire o outro braço de debaixo do corpo.
[centro]Imagem[/centro]

Quando há fractura de um braço ou de uma perna ou por qualquer motivo esse membro não puder ser utilizado como apoio da vítima na posição lateral de segurança, coloque um cobertor enrolado debaixo do lado ileso da vítima, o que elevará o corpo desse lado e deixará as vias respiratórias desimpedidas.
______________________________________________________________________________________________

[centro]Paragem cardíaca[/centro]

Os casos de parada do coração exigem ação imediata. Não espere a chegada do médico.
Se não perceber batimentos do coração
Se não conseguir palpar o pulso
Se a vítima apresentar acentuada palidez

FAÇA MASSAGEM CARDÍACA EXTERNA DO SEGUINTE MODO:
Coloque a vítima deitada de costas sobre superfície dura
Coloque suas mãos sobrepostas na metade inferior do esterno
Os dedos devem ficar abertos e não tocam a parede do tórax
Faça a seguir uma pressão, com bastante vigor, para que se abaixe o esterno, comprimindo o coração de encontro à coluna vertebral. Descomprima em seguida
30 pressões e duas Respiração Boca-a-Boca, 30 pressões e duas Respiração Boca-a-Boca, 30 pressões e duas Respiração Boca-a-Boca, 30 pressões e duas Respiração Boca-a-Boca (fechando 4x um ciclo completo)


CUIDADOS
Nos jovens, fazer pressão apenas com uma mão e nas crianças e bebês com os dedos, a fim de que não ocorram fraturas ósseas - esterno ou costelas.
CASO SE VERIFIQUE AO MESMO TEMPO parada respiratória, deverá ser feita, além da massagem cardíaca, a respiração de socorro(Boca-a-Boca).

PROCEDA DO SEGUINTE MODO:
Aplique a respiração de socorro usando o método boca-a-boca ou Sylvester e a massagem cardíaca
Executar quinze (15) manobras de massagem cardíaca e em seguida faça dois (2) movimentos de Sylvester ou sopre 2 vezes a boca da vítima se estiver usando o método boca-a-boca.
Aplique este processo tantas vezes quantas necessárias até o restabelecimento dos movimentos respiratórios e batimentos do coração, sempre no mesmo ritmo: 30 MASSAGENS PARA 2 SOPROS (BOCA-A-BOCA) Como dito acima.

NO CASO DE 2 SOCORRISTAS, o ritmo é de 5 massagens para 1 respiração.

PROCURE UM PROFISSIONAL DE SAÚDE CASO TENHA QUE TRANSPORTAR A VÍTIMA, CONTINUE APLICANDO OS SOCORROS.
____________________________________________________________________________________
[centro]Parada respiratória[/centro]

Como detectar:
Observar os sinais graves: Se o peito da vítima não se mexer ou se os lábios, face, língua e unhas ficarem azulados, certamente houve parada respiratória.

Como fazer a respiração artificial ou de socorro:
Afrouxe roupas, desobstrua a circulação do pescoço, peito e cintura. Desobstrua as vias aéreas (boca ou garganta). Coloque a vítima em uma posição correta. Ritmo: 15 respirações por minuto. Observação importante: ficar atento para reiniciar o processo a qualquer momento, caso seja necessário.

    Levantar o pescoço com uma das mãos, inclinando a cabeça para trás. Com a mesma mão, puxe o queixo da vítima para cima, impedindo que a língua obstrua a entrada e saída de ar. Coloque a boca sobre a boca. Feche bem as narinas da vítima com o polegar e o indicador. Depois sopre dentro da boca até que o peito se levante e deixe que o indivíduo expire livremente. Repita o processo na freqüência de 12 a 15 vezes por minuto (aproximadamente 1 insuflação de 5 em 5 segundos).
Imagem


    Durante a insuflação deve verificar-se se a caixa tóraxica se eleva indicando nesse caso que a via respiratória se encontra livre.
    Em certos casos, por exemplo, na presença de vómitos ou de lesões na cara, a insuflação pode ser praticada através de um lenço ou qualquer pedaço de pano colocado sobre a boca do acidentado.
    Se a existência de lesões na cara, ou outros motivos, não permitirem praticar a respiração boca a boca, insuflar-se-á o ar pelo nariz. Neste caso, coloca-se uma mão uma mão sobre a sua fronte para manter a cabeça inclinada para trás, e com a outra tapa-se a abertura bocal. Para não lhe comprimir as asas do nariz, abre-se a sua boca ao máximo.
Quando se suspeitar que existe uma lesão das vértebras cervicais, procura-se fazer com que as vias respiratórias fiquem livres elevando com cuidado o maxilar da vítima, introduzindo-lhe o polegar na boca ou pegando-lhe pelo ângulo do queixo.
Com crianças pequenas
Deitar a criança com o rosto para cima e a cabeça inclinada para trás. Levantar o queixo projetando-o para fora. Evitar que a língua obstrua a passagem de ar. Colocar a boca sobre a boca e o nariz da criança e soprar suavemente até que o pumão dela se encha de ar e o peito se levante. Deixe que ela expire livremente e repita o método com o ritmo de 15 respirações por minuto. Pressione também o estômago para evitar que ele se encha de ar.
Imagem
Cuidados:
Mantenha a vítima aquecida e afrouxe as roupas dela. Aja imediatamente, sem desanimar. Mantenha a vítima deitada. Não dê líquidos para a vítima inconsciente. Nunca dê bebidas alcoólicas logo após recobrar a consciência. São aconselháveis café ou chá. O transporte da vítima é desaconselhável, a menos que seja possível manter o ritmo da respiração de socorro. A posição precisa ser deitada. Procure um médico e transporte a vítima quando ela se recuperar.

O que pode causar:
Gases venenosos, vapores químicos ou falta de oxigênio. Procedimento: remover a vítima para local arejado e fora de perigo de contaminação. Em seguida, aplique a respiração artificial pelo método boca-a-boca.
Afogamento Procedimento: retirar a vítima da água. Inicie a respiração artificial imediatamente assim que ela atinja local plano, como por exemplo, no próprio barco. Agasalhe e comprima o estômago, se necessário, para expulsar o excesso de água.Sufocação por saco plástico Procedimento: rasgar e retirar o saco plástico, depois iniciar a respiração boca-a-boca.
Choque elétrico Procedimento: não tocar na vítima até ter a certeza que ela não está mais em contato com a corrente. Pode-se desligar a tomada quando possível ou tentar afastar a vítima do contato elétrico com uma vara ou algo semelhante que não seja condutor elétrico. Em seguida inicie a respiração artificial.
Abalos violentos resultantes de explosão ou pancadas na cabeça e envenenamento por ingestão de sedativos ou produtos químicos Procedimento: iniciar imediatamente a respiração boca-a-boca. Soterramento Procedimento: fazer respiração boca-a-boca vigorosamente, evitando novos desmoronamentos. Tentar liberar o tórax da vítima.
Sufocação por corpos estranhos nas vias aéreas do bebê, da criança, do adulto Procedimento: desobstruir as vias aéreas e iniciar a respiração artificial.

____________________________________________________________________________________________

[centro]Estado de choque[/centro]

Sinais e sintomas
Pele fria, sudorese, palidez de face, respiração curta, rápida e irregular, visão turva, pulso rápido e fraco, semiconsciência, vertigem ou queda ao chão, náuseas ou vômitos.

O que fazer??
    1 - Avaliar rapidamente o estado da vítima e estabelecer prioridades.
    2 - Colocar a vítima em posição lateral de segurança (PLS) se possível com as pernas elevadas.
    3 - Afrouxar as roupas e agasalhar a vítima.
    4 - Lembre-se de manter a respiração. Fornecer ar puro, ou oxigênio, se possível.
    5 - Se possível dê-lhe líquidos como água, café ou chá.

O que pode causar??
Queimaduras, ferimentos graves ou externos Esmagamentos Perda de sangue Envenenamento por produtos químicos Ataque cardíaco Exposições extremas ao calor ou frio Intoxicação por alimentos Fraturas

Desmaio
[*]Pode ser considerado um leve estado de choque.

Sinais e sintomas
Palidez, enjôo, suor constante, pulso e respiração fracos.

O que fazer??
    1 - Colocar a vítima em Posição lateral de segurança com as pernas elevadas.
    2 - Abaixar a cabeça e realizar leve pressão sobre a nuca.
    3 - Desapertar as roupas que estejam apertadas.
    4 - Nunca se deve dar de beber a uma pessoa desmaiada! Apenas quando recuperar o conhecimento (quando fôr capaz de segurar o copo por ela própria).

O que pode causar??
Emoções súbitas, fadiga, ar sufocante, dor, fome ou nervosismo.
rigner

Aprendiz

#116248 otimo post elson ,,nunca se sabe quando alguem precisara de um socorro,,,

ja pensou uma HB passar mal na hora da sarge ,,faz o boca a boca ,e closa logo depoiis ,,nem usa rotina kkkkk!!!

parabens pelo post !! :ae
Whitch

PUA Avançado

#116258 Beleza Elson como vai :ae

Esse tipo de artigo é sempre bem vindo porque eu acho que uma das coisas mais lindas da vida e salvar outras vidas..

Poder ajudar uma pessoas que precisa de ajuda em um momento dificil é um ato de um verdadeiro macho alfa, algumas coisas eu sabia, mais a maioria eu nem fazia idéia ashaushuashua, vou até colocar entre os meus favoritos para não esqueçer.

Abraços!!

Whitch :legal
GtOkAi

#117829 Na fase de recrutamento/treinamento da Marinha, eu aprendi noções de combate a incêndio e primeiros socorros...Pude ajudar um cara que teve convulsão graças ao HPS que tive(Higienes e primeiros socorros, o nome da instrução dada aqui).

Saber como se portar em uma situação dessa é de extrema importância e decisivo quando se trata da vida de um ser humano. É lógico que só lendo isso aqui não da para pegar 100%, mas se conseguirem decorar os procedimentos básicos, já se sinta alguém melhor :)