Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.

Criador do tópico

Lelouch

Veterano - nível 9

#1098794 Com essa quarentena, resolvi testar aplicativos de namoro.

Existem alguns padrões que percebi:
-Os aplicativos são extremamente visuais, e isso dificulta muito a vida de homens que não tem fotos boas. As mulheres acabam avaliando visualmente, mesmo que isso não seja o costume delas no mundo real. Por isso, as fotos são as coisas mais importantes e o que define o sucesso, independente de qual app usar.
-Há mais homem do que mulher e isso dificulta o match. A conversa também é complicada, porque tem que concorrer com os outros match dela.
-Gostosonas tem inúmeros match e procuram aumentar o número de fãs no instagram.
-Mulheres que não mostram o rosto inteiro tem "alguns" quilos a mais.
-As mulheres sempre vão dizer que estão procurando "amizade" (sei...).
-Superlike faz mais mal do que bem. Só funciona quando a mulher é novata no app e tem beleza mediana.

Os filtros de busca são geográficos e etários, mas uma coisa que me incomoda é a falta de filtros para o meu perfil, que basicamente é mulheres sem filhos, não fuma, magra e de mesma etnia.

Tenho nada contra gente gorda ou com filhos, mas eu não sou desses perfis. Por serem rejeitados no mundo real, acabam recorrendo a aplicativos. Acho que o app deveria ajudar essas pessoas a não terem vergonha e a se unir juntando gordo com gorda, e homem com filho com mulher com filho. Se o perfil exibido no aplicativo oculta essa informação, isso acaba causando decepção para os dois no primeiro encontro real.

Estes sãos os aplicativos que testei:

Tinder
-É o app que tem mais pessoas.
-Por mostrar pessoas uma por uma, a chance de match é maior porque dá a chance da mulher olhar para um perfil que não chama atenção em listas grandes.
-Tem muito tipo de mulher, mas a maioria tem uma visão muito liberal, com boemia e em alguns casos drogas.

Happen
-Aparentemente é o segundo mais popular.
-Apresenta um quadro listando mulheres que estão ou estiveram perto de onde você está para você curtir e aguardar match.
-Ao contrário do Tinder, lista todas de uma vez, em vez de uma a uma. A lista é boa para quem está dando like, porque consegue localizar as mulheres bonitas rapidamente, sem ter que passar uma por uma. Por outro lado, isso reduz muito as chances de match porque a mulher verá poucos perfis.

Badoo
-Apresenta uma lista de quem está próximo permitindo enviar mensagem diretamente para elas sem ter match. As mulheres recebem uma inundação de mensagem e escolhem os caras de melhor perfil.
-Dizem que dá para conseguir sexo fácil.
-Por alguma razão as mulheres do app são muito feias.

POF
-É muito parecido com o Badoo em termos de funcionamente e nível de beleza feminina.
-Tem um sistema de pesquisa usando vários filtros relevantes. Usando filtro, é possível ver mulheres bonitas, mas elas não entram no app há muito tempo.

OkCupid
-Por ser em inglês, tem um pessoal mais selecionado.
-Tem algumas perguntas para preencher o perfil que melhoraram a empatia e favorecem a conversa. Pessoas apressadas não tem paciência com isso.
-Essas perguntas ajudam o sistema a selecionar parceiras por afinidade. O resultado foi bom, mesmo eu ignorando a maioria das perguntas para evitar filtragens estúpidas (como prefere pizza ou hamburguer).
-O número de curtidas por dia é limitado, mas eu dei like na metade enquanto no Tinder é 1 like para cada 10. O número de usuários também não é grande.

Bumble
-É muito parecido com o Tinder, mas é mais rápido na hora de ficar passando os perfis por exigir menos cliques.
-Tem um número melhor de pessoas e por isso as opções acabam mais rápido. O app sugere para aumentar a distância, mas isso acaba chegando em outra cidade.
-Tem uma regra em que é a mulher que inicia a conversa. O match é desfeito automaticamente se ficar 24 horas sem resposta.
-Tem filtro para remover perfis indesejáveis (no meu caso, fumantes e com filhos), mas como os usuários não são obrigados a responder.


Opiniões e sugestões são bem vindas.

ANÚNCIOS

Seya

Aprendiz

#1098796 Bela análise;

Só um comentário breve, pra uma mulher qualquer coisa casual é fácil, chegar nesse tipo de app é o fundo do poço. Não espere encontrar alguém excepcional, no geral vai ser umas gordinhas frustradas mesmo. É bom pra fazer uns experimentos, eu mesmo já mantive contas fake em dois desses que você citou, mas não recomendo perder muito tempo nisso, muito menos se iludir.

Eu diria que o melhor app de paquera é sua rede social favorita. É lá que você vai achar pessoas realmente interessantes.
Avatar pua
TAKEYPUA - MEMBRO EXCLUSIVO
#1098800 Lelouch,
.
Cobrou o escanteio, correu pra área, chutou a bola e fez um golaço! Belíssima análise.
.
No entanto, faltou os dois principais "do momento": Facebook e Instagram.
.
O Instagram é o da "modinha" e está recheado das mulheres mais gatas. Certa vez, uma HB me mostrou o direct do perfil dela, 99% das mensagens era de algum cara querendo dar em cima. Como bem mencionado, é um ambiente muito visual, onde as suas fotos contam muito.
Kamov

Aprendiz

#1098804
Lelouch escreveu:Com essa quarentena, resolvi testar aplicativos de namoro.

Existem alguns padrões que percebi:
-Os aplicativos são extremamente visuais, e isso dificulta muito a vida de homens que não tem fotos boas. As mulheres acabam avaliando visualmente, mesmo que isso não seja o costume delas no mundo real. Por isso, as fotos são as coisas mais importantes e o que define o sucesso, independente de qual app usar.
-Há mais homem do que mulher e isso dificulta o match. A conversa também é complicada, porque tem que concorrer com os outros match dela.
-Gostosonas tem inúmeros match e procuram aumentar o número de fãs no instagram.
-Mulheres que não mostram o rosto inteiro tem "alguns" quilos a mais.
-As mulheres sempre vão dizer que estão procurando "amizade" (sei...).
-Superlike faz mais mal do que bem. Só funciona quando a mulher é novata no app e tem beleza mediana.

Os filtros de busca são geográficos e etários, mas uma coisa que me incomoda é a falta de filtros para o meu perfil, que basicamente é mulheres sem filhos, não fuma, magra e de mesma etnia.

Tenho nada contra gente gorda ou com filhos, mas eu não sou desses perfis. Por serem rejeitados no mundo real, acabam recorrendo a aplicativos. Acho que o app deveria ajudar essas pessoas a não terem vergonha e a se unir juntando gordo com gorda, e homem com filho com mulher com filho. Se o perfil exibido no aplicativo oculta essa informação, isso acaba causando decepção para os dois no primeiro encontro real.

Estes sãos os aplicativos que testei:

Tinder
-É o app que tem mais pessoas.
-Por mostrar pessoas uma por uma, a chance de match é maior porque dá a chance da mulher olhar para um perfil que não chama atenção em listas grandes.
-Tem muito tipo de mulher, mas a maioria tem uma visão muito liberal, com boemia e em alguns casos drogas.

Happen
-Aparentemente é o segundo mais popular.
-Apresenta um quadro listando mulheres que estão ou estiveram perto de onde você está para você curtir e aguardar match.
-Ao contrário do Tinder, lista todas de uma vez, em vez de uma a uma. A lista é boa para quem está dando like, porque consegue localizar as mulheres bonitas rapidamente, sem ter que passar uma por uma. Por outro lado, isso reduz muito as chances de match porque a mulher verá poucos perfis.

Badoo
-Apresenta uma lista de quem está próximo permitindo enviar mensagem diretamente para elas sem ter match. As mulheres recebem uma inundação de mensagem e escolhem os caras de melhor perfil.
-Dizem que dá para conseguir sexo fácil.
-Por alguma razão as mulheres do app são muito feias.

POF
-É muito parecido com o Badoo em termos de funcionamente e nível de beleza feminina.
-Tem um sistema de pesquisa usando vários filtros relevantes. Usando filtro, é possível ver mulheres bonitas, mas elas não entram no app há muito tempo.

OkCupid
-Por ser em inglês, tem um pessoal mais selecionado.
-Tem algumas perguntas para preencher o perfil que melhoraram a empatia e favorecem a conversa. Pessoas apressadas não tem paciência com isso.
-Essas perguntas ajudam o sistema a selecionar parceiras por afinidade. O resultado foi bom, mesmo eu ignorando a maioria das perguntas para evitar filtragens estúpidas (como prefere pizza ou hamburguer).
-O número de curtidas por dia é limitado, mas eu dei like na metade enquanto no Tinder é 1 like para cada 10. O número de usuários também não é grande.

Bumble
-É muito parecido com o Tinder, mas é mais rápido na hora de ficar passando os perfis por exigir menos cliques.
-Tem um número melhor de pessoas e por isso as opções acabam mais rápido. O app sugere para aumentar a distância, mas isso acaba chegando em outra cidade.
-Tem uma regra em que é a mulher que inicia a conversa. O match é desfeito automaticamente se ficar 24 horas sem resposta.
-Tem filtro para remover perfis indesejáveis (no meu caso, fumantes e com filhos), mas como os usuários não são obrigados a responder.


Opiniões e sugestões são bem vindas.


Isso tudo é um jeito de justificar a sua falta de abordagem fora do mundo virtual é isso ?
Avatar pua
TAKEYPUA - MEMBRO EXCLUSIVO
#1098807 Ponto interessante que eu observei é que as pessoas usam os recursos a seu favor.
.
Como estar nos melhores lugares e baladas do mundo ao mesmo tempo e sem sair de casa?
.
O Facebook e o Instagram pertencem a mesma empresa. Debaixo de cada foto, há o recurso de geolocalização. Você clica e aparece todas as fotos tiradas naquele local. Se estiverem abertas ao público, você tem acesso. Aí consegue ver as beldades que frequentam o local.
.
E aí basta ter um "perfil ótimo" para mandar um direct e ser respondido.
.
"Você usa as redes sociais para fugir da realidade". O artista da sedução tem que jogar com as armas que tem. Tem artista da sedução que mora em cidade pequena, se ele sair abordando toda e qualquer garota em menos de um dia ele já abordou até a avó dele. Tem artista da sedução que é tímido, portanto, ficar atrás de aplicativo só vai atrasar o desenvolvimento dele (e, neste ponto, a crítica é válida). Enfim, é preciso ter um equilíbrio entre "realidade" e "virtual".
Kamov

Aprendiz

#1098811
Neuromancer escreveu:Esse Kamov é um pela saco sem amigos mesmo kkkkk


Serviu a carapuça amigo ? :D
Avatar pua
Alex Turner

Aprendiz

#1098816 No lugar de agradecer a contribuição do cara
, tem gente que perde tempo com crítica não construtiva.

Sobre o que o TAKEYPUA
falou o recurso da gelocalização é muito bom pra vê perfil de pessoas na sua área também. Sobre o tinder ele permite anexar seu instagram na sua conta.

Seya eu já sai com várias que não eram gordas (mas lógico que existe, e assim como na vida real, você pode escolher) :rolf kkkkkkkk
Seya

Aprendiz

#1098823 Interessante KkkkkkK
Enquanto eu frequentei acho que vi 4 categorias reais;
> Sub-3 (as que eu chamei de gordinha, mas também inclui analfabetas e muito feias) - 70%
> Ninfo (Mulheres atiradas, geralmente com uma bagagem alta de vícios e frustrações) - 15%
> Iniciantes (Adolescentes que acabaram o primeiro ou segundo namoro e estão querendo um jeito fácil de preencher o vazio) - 10%
> Fakes (Uma delas foi de longe a melhor paquera virtual que eu já tive, durou umas duas semanas até eu perder a paciência e mandar um trojan pra descobrir quem era) - 5%

Eu usava duas fotos que eu roubei de um holandês aleatório e um nome coreano, então pode muito bem ser que isso tenha afetado o tipo de mulher com que eu dava match. Mas ainda assim não vi nenhuma lá que eu quisesse ter como namorada. Você tem uma impressão diferente?