Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!

Criador do tópico

mateusname

Aprendiz

#913988 Uma difícil decisão a tomar, é a de que carreira seguir, pois a escolha que você fizer vai definir muitas coisas na sua vida, como o quanto você vai ganhar, quantas horas por dia terá de trabalhar e o mais importante, se vai ser feliz exercendo essa profissão que escolheu. E por ser uma decisão tão importante que muitos jovens quando chegam nessa fase ficam em duvida do que escolher, e qual será a escolha certa?
Eu tenho 19 anos e estou vivendo esse dilema de escolher o que eu quero fazer pelo resto da vida, e olhando para essa frase “pelo resto da vida” vejo realmente que é uma decisão a ser pensada e repensada, pois essa decisão vai afetar as experiências de vida que terei daqui pra frente na minha vida.
Escrevo esse texto para que vocês, colegas de fórum, possam me ajudar a tomar essa decisão e por isso, peço que aqueles que tiverem tempo e paciência leiam até o fim e respondam, sei que isso não tem haver com pick-up, mais tem muito haver com a vida de quem quer ser um vencedor, e não é para isso que estamos aqui, para evoluirmos nossa vida o máxima possível, em todos os sentidos? Por isso espero que os moderadores do fórum não retire esse texto.
Dito tudo isso vamos um resumo da minha história, eu nasci em Salvador, capital da Bahia, mais com dois anos de idade mudei para uma cidade que hoje tem uns 300 mil habitantes. Criado por uma família bem unida, irmão, pai e mãe tímidos, mão religiosa, sempre me influenciou por esse caminho. Acredito que por ter uma criação muito protetora e por meus exemplos (pai e mãe) me tornei também uma pessoa tímida. Toda vida foi assim, poucos amigos, nenhuma amiga, nunca indo a festas e tudo isso que se faz na adolescência.
Quando cheguei ao ensino médio mudei de escola, e foi um baque, não conhecia ninguém na nova escola e demorei muito a fazer amizades, e enquanto isso pensava todo dia em voltar à escola antiga, para ficar com os poucos amigos que tinha mais que não os via mais. Minha história só muda no ultimo ano de ensino médio, ano passado, 2013, nesse tempo já tinha amizades, mais era muito fechado e eu não gostava de ser assim, mais não conseguia mudar, até que no começo do ultimo ano, tomei uma decisão, que seria mais aberto, que tentaria mais me socializar, e o fiz, nesse ano me comunicava mais, fiz amizades com meninas da minha sala, com quem antes não conversava muito, e até essas mesmo que me conheciam a 4 anos, mencionaram a minha mudança de atitude e o quanto eu estava mudado.
O ano de 2013 foi maravilhoso para mim, melhor ano da mina vida, me divertir, sair para algumas festas, viajei com minha turma, tomei umas e fiquei bêbado uma o outra vez, não me orgulho disso. Nunca pensei que ia acontecer assim, com uma estranha mais perdi meu bv nesse ano também, com uma menina que vi no ônibus, ela era linda, tive a coragem depois da terceira vez de vê-la no mesmo ônibus de chegar junto e começar a conversar e depois de uma semana saímos e bum, meu primeiro beijo. Vou lembrar e manter as amizades que fiz nesse ano e as pessoas que conheci, e agradeço a Deus que me deu a oportunidade de experimentar um gostinho que como a vida pode ser interessante e divertida para aqueles que lutam contra o medo de viver e ser julgado.
Nunca soube realmente o que queria ser quando adulto, mais boa parte da minha vida pensei em ser algum tipo de engenheiro, pois tenho facilidade em exatas, mais ao vê as matérias do meu irmão da faculdade vi que isso não é comigo, não vou ser feliz fazendo isso. O ano de 2013 também foi muito bom pois meu pai sofreu um acidente e conseguiu sair vivo e bem de uma situação onde os médicos disseram que a chance de sobrevivência era menos de 5%. Com as idas ao hospital e por na minha família, ter muito primos e tios médicos, decidir que era isso que iria fazer, ser médico, mais não passei, e esse ano estudei até agora com o objetivo de passar em medicina e seguir essa profissão.
Mais essa decisão nunca foi 100%, sempre tive pequenas dúvidas se era isso mesmo que deveria fazer, e essas dúvidas só vêm crescendo e é por isso que estou escrevendo esse texto. Minha família não é pobre, mais também não é rica, temos uma casa boa, grande, própria, e meu pai ganha e torno dos seus 3000 reais + ou -, e é por isso que não tenho todo o tempo do mundo para esperar a decisão de qual profissão escolher, e sei que devemos pensar no quanto vamos ganhar, pois dinheiro é uma poderosa ferramenta na nossa sociedade capitalista.
Meu pai diz que eu passando, seja onde for eu vou, sei também que não vai ser fácil, seja no sentido financeiro ou outro qualquer, seja qual for a minha escolha de profissão. Agora vocês devem está se perguntando, porque esse moleque falou tanto sobre a vida dele? É porque eu quero que vocês entendam um pouco quem eu sou, para que possivelmente vocês possam ajudar.
É o seguinte, ainda não contei isso para ninguém, mais tem uns 20 dias que venho pensando muito da carreira de ator, pode parecer estranho para uma pessoa tímida, que fica vermelho com qualquer coisa, pensar nesse tipo de carreira, mais esse pensamento vem crescendo em mim e não vou sossegar enquanto não resolver esse dilema. Primeiro que falar o porquê de pensar em ser ator, entre os porquês, está que seria muito bom para minha timidez, que treinando para ser ator, a timidez tem que ir embora, segundo que só de pensar em “viver” diferentes personagens e histórias isso me excita, terceiro é que ao trabalhar nesse ramo eu conheceria muita gente, e é como dizem, toda pessoa que você conhece te acrescenta algo. È algo que eu vejo que pode me trazer muita alegria, e vocês podem pensar que é pela fama ou algo do tipo, claro que o reconhecimento é legal, e divertido, mais depois isso passa, o que eu quero mesmo é escolher uma profissão, que não importe o tanto que eu trabalhe me faça feliz o máximo de momentos possíveis e não só um meio de ganhar dinheiro.
Agora vem a parte das complicações, primeiro eu não sei como seria a atitude de minha família caso eu fale que quero ser ator, não sei se concordariam e muito menos se me ajudariam financeiramente para seguir esse caminho e fora que seria um total choque, pois em minha família não tem uma só pessoa, seja primo ou prima que buscou um caminho parecido com esse, segundo para eu seguir por esse caminho eu teria que me mudar para o Rio ou São Paulo, pois é nesses lugares que as oportunidades desse ramo estão concentradas, e como não tenho muito dinheiro isso seria bem difícil, fora que nunca morei longe de meus pais, também teria que fazer algum tipo de curso de teatro, ou artes cênicas, para tentar esse caminho, fora que pelas pesquisas que venho fazendo no começo é muito difícil arranjar um emprego, e ganha pouco até você conquistar seu espaço, fora que muita gente tenta esse tipo de carreira e não consegue deslanchar. Outro problema é que já tenho 19 anos, sou muito tímido ainda, claro que melhorei em relação a antes, e geralmente esses atores começam cedo com os seus 16 anos, mais também isso não é muito problema, pois a olhar com um exemplo malhação da globo, que é um portal para quem está começando vejo que nem todos são novos, uns tem 18 e 19, mais outros tem 21, 23 e por ai vai, e vejo também alguns desses atores novatos dizendo que perderam a timidez a fazer escola de teatro.
Como não consigo tirar essa ideia da cabeça escrevi esse texto, com o objetivo de desabafar, e com a esperança de conselhos, mesmo que sejam para desistir dessa “loucura” ou mesmo conselhos daqueles que acham que eu devo perseguir esse sonho, pular de cabeça e me arriscar, e como eu posso fazer isso. EU AGRADEÇO AQUELES QUE LERAM ATÈ AQUI E AINDA MAIS AQUELES QUE POSSAM ME OFERECER ALGUM TIPO DE CONSELHO.
OBS: Muito difícil eu me abrir e falar muito da minha vida, esse texto é um prova do quanto estou tentando.

ANÚNCIOS

Avatar pua
dkpickart - MEMBRO EXCLUSIVO
#913991 Cara eu acabei meu ensino medio e ja entrei na faculdade com 16. Hoje eu trocaria de carreira, faria outra coisa. É muito dificil esse negocio de o resto da vida. Hoje isso é ilusão. Acho que voce pode decidir com firmeza o que voce quer, tendo um plano as coisas engrenam. Sucesso é relativo, eu considero um sucesso enorme estar vivo e ser saudavel!
Siga seus sonhos.
Abraços
Avatar pua
Gui understand

Veterano - nível 10

#913995 Primeiramente quero que você imagine como seria sua vida de ator... Imagine você fazendo novelas (peças de teatro, etc.) como você iria se sentir ?... Você poderia até servir de inspiração para algumas pessoa.... Mas sua privacidade não seria tão grande....
Cara eu escolhi fazer psicologia porque eu quero ajudar as pessoas a se tornar pessoas melhores... Quando eu imagino isso me sinto bem, pois sei que é isso que eu quero, mas não é 100% de certeza porque eu não gosto só de psicologia gosto de magica, biologia e de muitas outras coisas... Mas escolhi a psicologia porque ela me tornara uma pessoa melhor.
Se você quer mesmo ser ator VAI da a cara a tapa e segue seu sonho... Cara o importante é ser feliz... O dinheiro importa também, mas se você faz oque gosta, o dinheiro vem fácil porque você foca no seu trabalho e se empenha nele.
Você já sabe que não vai ser fácil... porém quanto mais difícil melhor porque depois da dificuldade vem o aprendizado e a recompensa, e se é isso mesmo que você quer fazer... você vai se dar bem pois as pessoas iram ver o seu empenho para conseguir oque você quer. Boa sorte


Off topic:
Fale com os seus pais eles iram te entender... deixe claro oque você quer que vai dar tudo certo... Se quiser falar comigo é só mandar uma mensagem privada :ae
Avatar pua
CesarFranco - MEMBRO EXCLUSIVO
#914008 Nós somos de uma geração que tem à disposição muitas escolhas, e mais do que isso, podemos escolher levando em conta nossos gostos pessoais e afinidades. E isso é bom, mas é também angustiante. Afinal, aumenta a nossa responsabilidade: como fazer uma escolha certa?

Acredito que boas escolhas se resumem à informação e força de vontade. Isto, aplicado ao seu caso, ficaria da seguinte forma: você conhecendo sobre a vida de ator, sobre a rotina, sobre as implicações (informação), ainda assim estaria disposto a seguir esse caminho (força de vontade)?

O que sugiro, portanto, é que você, antes de tudo, realmente conheça o que significa seguir carreira de ator. Te sugiro aquela coisa básica de todo manual do vestibulando: converse com pessoas da área. Aposto que na internet você encontra pessoas que já sejam atores ou pessoas que como você estão pensando em ser ator, ou que há pouco tempo começaram sua jornada por esse caminho. Converse com elas, troque ideias, na certa isso te dará mais informações e, portanto, mais bases para uma possível escolha.

Mas tirando isso, é preciso ter em mente aquilo que teu pai te falou: não importa o que você for fazer, toda escolha te levará a caminhos difíceis.

Arranjar emprego, ganhar bem, construir uma carreira sólida... Isso é complicado para todo mundo, não apenas para atores. Poucas são as profissões onde o sujeito se forma, ou faz um curso, e já sai engatado ganhando super bem, realizado, e com um futuro promissor pela frente. Essa é uma realidade para poucos, muito poucos.

Não digo isso para te desanimar rs. Apenas reforço que, infelizmente, a coisa tá russa pra geral, e em maior ou menor grau, seja lá o que você fizer, terá que penar, se esforçar, dar com o burro na água às vezes, porque o sucesso e a realização só vem com o tempo e com muita força de vontade (aquilo que falei ali no início).

Sobre você ter receio do que os outros dirão sobre tua escolha de ser ator... Francamente, toda escolha que você fizer vai ter como reação alguém falando mal ou dando pitacos sobre o que você deveria ter feito. Portanto, a menos que você simplesmente faça o que os outros querem que você faça, aceite que sempre será preciso confrontar a visão alheia - não é fácil, ainda mais quando é família, mas é preciso.

E uma outra coisa ainda, agora tentando te deixar mais tranquilo com essa coisa de 'decidir o que fazer da vida'. Nossa sociedade faz com que o vestibular pareça ser um contrato que, assinado, nunca mais poderá ser desfeito. Parece que o sujeito quando presta vestibular para, digamos, alguma engenharia, estivesse vendendo sua alma para a engenharia e nunca mais sua vida poderá tomar outro rumo... Claro que as coisas não são assim.

Hoje em dia cada vez mais os profissionais atuam em áreas diferentes daquela de sua formação, e cada vez mais as pessoas estão buscando formação profissional em idade avançada - na verdade, o certo é nunca parar de buscar essa formação, seja por necessidade ou por paixão.

Então não se pilhe achando que você está fazendo a escolha da sua vida, porque você não está. De agora, dos seus 19 anos até o dia de sua morte, você sempre estará fazendo escolhas atrás de escolhas, e a gente nunca sabe qual vai ser a mais importante delas - mas desconfio, sinceramente, que para a maioria das pessoas o vestibular não é a mais importante.

E tenha em mente que toda escolha pode ser mudada. Há desvios, retornos, até mesmo atalhos. Nada é fixo ou eterno. Engenharia, medicina, carreira de ator, esses são rótulos iniciais que mais tarde você pode alterar, adaptar, juntar com outros, ou simplesmente descartar.

Enfim, finalizando o sermão rsrs te faço sugestões práticas: 1) converse com pessoas mais velhas sobre essa tua dúvida na escolha; pessoas mais velhas podem ser chatas, mas já passaram pelo que você passou e podem te dar ótimas dicas (inclusive seus pais), 2) se você mora em uma cidade de 300 mil habitantes, é muito provável que ao menos uma companhia de teatro amador exista por aí, e tais companhias geralmente dão espaço para interessados em aprender a encenar; seria uma ótima oportunidade de você experimentar a coisa do ator sem precisar se comprometer muito, e 3) dinheiro importa, enche barriga, te mantém vivo, mas chegar aos 50 anos e olhar pra trás sentindo uma enorme frustração também não é bacana; se tem algo que você goste, ao menos experimente pra ver se dá certo.
Avatar pua
DaanCarvalhoo

Aprendiz

#914035 Tenho 16 anos . Até meus 13 , queria ser técnico em informática , ou qualquer coisa que mexesse com games e softwares e etc.. Aos 14 descobri a musculação , me apaixonei e dentro da musculação , veio a nutrição.Mas aí eu na escola em algumas aulas de português , descobri a advocacia , adorei. São coisas extremamente diferentes e sabe o que eu vou fazer? Todas. Primeiro vou escolher uma que me dê dinheiro e tempo, depois vou investir nas mais difíceis e oque eu me adaptar melhor , fica.
É difícil , mas tenho a vida inteira pra tentar, sem falar nas oportunidades que eu tenho.
Aomine

Veterano - nível 9

#914064 Comigo aconteceu algo parecido com o DaanCarvalhoo.
eu queria ser Técnico de Informática até +/- os 15 anos,depois descobri o Photoshop e quis ser WebDesign pois adoro usar o programa,já pensei até mesmo escolher uma profissão apenas por dinheiro. e agora com 18 anos,quero trabalhar com matemática que é outra coisa que adoro muito(mesmo não sendo muito bom) é uma dúvida cruel e não sei qual caminho seguir.

Faça o que os amigos acima disseram. tente ver como é a vida de um ator,tente conversar com alguém que você confie sobre isso ou com sua família também. tente começar a fazer algum curso relacionado a carreira de ator por um tempinho e vê como você vai reagir,se é aquilo que você realmente espera. você ainda pode tentar fazer outras coisas também caso não goste de ser ator. você tem uma vida inteira pra tentar!
Animal - MEMBRO EXCLUSIVO
#914076 Olha cara, quanto a parte profissional, ser ator é uma merda... é muito cansativo, sou ator de teatro e é foda mesmo cara, decorar textos, criação do personagem, escutar merda de diretor e tals... Se você quer ser ator de novela, procure por curso de cinema, esqueça o teatro cara.

E caso queira isso mesmo, sugiro que comece a ler "A preparação do ator" - Stanislavski


Sucesso cara.
Avatar pua
alfamg - MEMBRO EXCLUSIVO
#914472 Caro mateus ,

Sigo a linha do Cesarfranco , que foi muito feliz em suas colocações . Acrescentaria algo mais para te ajudar :
Primeiro , sei bem essa angústia que tem, já que está chegando na idade adulta. Já passei por isso há 15 anos atrás (vestibulares ultraconcorridos), e me sentia um merda quando sofria algum revés em algum deles . E sabe o que isso significa hoje para mim ? NADA !!!!!! Por que te digo isso ? Sinto lhe dizer , mas 19 anos na vida de alguém é pouco para se tomar decisões tão importantes, como a escolha de uma carreira mesmo . E nossas expectativas mudam com o tempo , devido a influências de mercado , influências de terceiros e tudo o mais.
Para mim , antes de ser ator , você quer resolver uma dificuldade que enfrenta ao longo da vida: a timidez. Entendo pouco da carreira , mas a pode ser que consiga resolver seus problemas com ela . Disse PODE. Pois deve ter em mente que se tem pouco a oferecer para a mesma , talvez ela te devolva na mesma moeda.
Lembre-se que hoje temos diversas opções de trabalho. E deve valorizar sim as que são rentáveis , pois elas podem te ajudar a buscar o seu sonho. Então , em vez de tentar profissionalizar-se em teatro, faça aulas disso como um hobby. Em vez de mudar para o Rio ou São Paulo, use ANTES suas férias ou alguns meses por lá e faça o curso de Wolf Maia ou algo do gênero , e veja se te agrada.
Mas antes disso , uma recomendação que você procurar e ajudar na escolha : pense um pouco mais na sua rotina em sua cidade . Observe o que a cidade não te oferece (por exemplo , aqui não tem um subway para comer um sanduba) . Será que se eu abrisse um me faria sentir bem ? Vai por mim ,seus pensamentos de necessidade podem ser coletivos , e você pode sair ganhando. E sua cidade também !!
Estou a seu dispor . Um grande abraço!!!!!!!!