Pesquise antes de postar uma nova dúvida.
Utilize no máximo 10 linhas na sua dúvida.

Está é uma área para compartilhar conhecimentos e tirar dúvidas. Como homens de palavra, devemos sempre agradecer quem nos ajuda postando esses conhecimentos. Muitos usuários não possuem tempo necessário para ajudar, mas mesmo assim fazem questão de colocar uma palavra construtiva.

Criador do tópico

gamer_212

Aprendiz

#1081076 Boa noite. Escrevo essa dúvida em forma de desabafo. Procuro compreensão e não ser criticado pelo que vou falar. É simples, simplesmente não consigo me aproximar “realmente” de ninguém! Em uma festa, sem grandes dificuldades, me dou bem. Mas já estou em um momento que cansei disso, gostaria de encontrar uma garota legal, mas simplesmente não consigo. Faço faculdade e sou bem sozinho lá, acho que tenho cara de arrogante e as pessoas não se aproximam. Cansei de puxar papo com as meninas lá, busco forçar coincidências, pedir matéria, etc. Mas simplesmente não passa disso, nunca! Fico esperando elas tomarem alguma atitute depois da minha, demonstrarem algum interesse. Não sei até onde eu tenho que ir, “forçar” no início, até que fique algo bilateral. Já não sei o que fazer. Faço o primeiro contato, não tendo uma resposta calorosa eu já desanimo. As vezes acho que minha inteligência emocional é inexistente. Por favor, não me critiquem, estou pedindo ajuda! Eu tenho uma vida confortável, tenho uma boa aparência, dirijo um carro novo importado, mas simplesmente parece que ninguém se interessa por mim! Em uma balada não tenho problemas, na “vida real” um absoluto fracasso!

ANÚNCIOS

alguemaí

Aprendiz

#1081078 O que você precisa está em "criar rapport". Pelo que entendi você não consegue fazer com que as pessoas criem um vínculo com você, isto possivelmente se dá pois você não gera conforto quando se comunica. A comunicação não é binária, não é simplesmente dar e receber.
Mas um conselho que te dou é focar em fazer a HB rir, funciona pra mim, depois disso consigo ir facilmente para os kinos, resumindo, a risada é o gatilho que busco. Mas isso é comigo, sou bem engraçadinho e tenho um jeito bem marrento (tenho resposta para tudo). Você precisa se encontrar, não é o bastante falar de coisas iguais, tente visualizar a situação em terceira pessoa e pensar: "poxa, se eu falar isso vai ser bem legal e imprevisível". Ficar falando de matérias da facul, o que passou no jornal e sobre o jogo de futebol, no primeiro contato, é muito massante e soa forçado, no meu ver.
Se puder relatar como foram alguns de seus contatos, ajudaria bastante.
Abçs.
Avatar pua
Blonde Beast

Aprendiz

#1081081 Bom dia, amigo. Já pensou em analisar a sua body language, ou seja, como você se apresenta às pessoas? O que mais importa não é, necessariariamente O QUE você fala, mas COMO você fala.

Esse vídeo vai te ajudar muito, acredito que o ponto da sua dúvida pode ser resolvido nele. Depois comenta o que achou, valeu!