Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

Mike Logan

Veterano - nível 5

#1013076 Tradução minha do artigo original de Troy Francis, publicado em: http://www.returnofkings.com/86595/what ... to-give-up


O que fazer quando você já foi
rejeitado tantas vezes que está a ponto de desistir?



A ideia de que conhecer e atrair mulheres tem muito em comum com vendas não é nada nova. No entanto, tendo lido recentemente o ótimo livro de Jeb Blount “Fanatical Prospecting,” posso revelar que ele recai sobre um ponto em particular, que todo sedutor deveria manter sempre em mente:

“Quando der a hora de ir pra casa, ligue mais uma vez.” Esse mantra tão simples, se aplicado com consistência, é a garantia de aumentar o seu sucesso com mulheres, esteja você procurando por um relacionamento sério ou queira algo de curto prazo.



Prospecção fanática



Trabalhando atualmente para uma start-up que busca criar novos negócios em um mercado acirrado, eu retornei às bases e tenho buscado aperfeiçoar minhas habilidades e encontrar inspiração em livros de negócios e vendas. De longe, o melhor livro que encontrei é o Fanatical Prospectings. Blount, um vendedor americano que construiu um negócio multi-milionário de vendas e marketing do zero, através de pura determinação para fazer milhares de ligações, nos dá um conselho muito simples.


Todo negócio é construído através de vendas, ou em outras palavras, a venda é o sangue de qualquer negócio. Por esse motivo, é essencial manter sempre um fluxo de “negócios” possíveis. Alguns vão se concretizar, outros não, mas isso não vai importar tanto assim se você tiver outros dez engatilhados.


Por essa razão, a tarefa mais fundamental que o vendedor tem, acima das tarefas administrativas, preencher planilhas, lançar dados de clientes existentes, e assim por diante, é a "prospecção fanática." Colocando da maneira mais simples, quanto mais ligações você fizer, mais provavelmente você vai desfrutar do sucesso de, ao menos, algumas delas.



Faça mais uma ligação



É claro que o processo de vendas, bem como o processo de ir para uma balada ou para a rua para conversar com mulheres que você nunca viu antes, pode ser tanto aterrador quanto assustador. Rejeição após rejeição, elas vão se acumulando, e fazem com que você questione seu produto (você mesmo), suas habilidades, e o mercado.

Isso é normal.

Blount aponta corretamente que até mesmo os melhores nesse ramo não gostam do processo. Afinal de contas, ninguém gosta de se deparar com porta atrás de porta batendo na sua cara. Mas o que separa homens de garotos, por assim dizer, é saber levar os “nãos,” seguir em frente, e simplesmente fazer mais uma ligação.

Outra analogia útil é o treinamento para ganho de massa. Quantas vezes já não disseram que fazer uma última repetição é o que realmente faz a diferença? Se, ao final de uma sessão cansativa de supino, você conseguir se esforçar ao máximo para fazer uma repetição a mais - e fizer isso continuamente – então o efeito sobre o seu corpo ao longo do tempo será exponencial.



GRIT



A ideia de que “grit” é o coração do sucesso está na moda hoje em dia, com livros como o de Angela Duckworth “Grit: O Poder da Paixão e da Perseverança” ganhando muita popularidade nas comunidades de auto-ajuda. Na verdade, Duckworth afirma que grit é um preditor de sucesso melhor do que o QI.

Tal teoria é, obviamente, muito sedutora, quase uma variante do sonho americano, afirmando que qualquer um pode conseguir qualquer coisa que quiser se trabalhar duro para isso. Mas acontece que isso é verdadeiro. Em qualquer empreendimento, não é necessariamente o mais talentoso, mas sim aqueles dispostos a andar mais uma milha, que acabam bem sucedidos.



O que isso tem a ver com conhecer mulheres?



Grit não é só um componente essencial nos negócios – você também precisa disso quando sai para conhecer garotas. Por quê? Simplesmente porque a verdade dos fatos é que nem toda garota que você encontrar vai estar aberta para ter um relacionamento ou transar com você. De fato - a não ser que você seja excepcionalmente belo ou famoso – a maioria não estará. Portanto, você precisa ser resiliente o bastante para trabalhar as rejeições, superar as pancadas, e acertar alguém com quem você “clique.”

Houve inúmeras vezes e que eu vi esse princípio sendo aplicado em clubes e bares onde eu buscava pegar mulheres sem sucesso imediato. Lembre-se, basta um “sim” para uma noite péssima se tornar maravilhosa.

Eu me recordo de sair uma noite em que parecia que eu não teria sucesso de maneira alguma. Todas as minhas abordagens eram desdenhadas, e eu não conseguia atrair nenhuma das garotas. Aquilo começou a afetar o meu humor. Eu perdi a confiança e sentia que naquela noite não aproveitaria nada.


Mas eu continuei – abordando mesmo que tudo parecesse contra mim. E finalmente, no bar do piso térreo, lá estava ela – um anjo com asas de fada, saia curta, meias, e suspensório (sim, era aquele tipo de festa).

Tendo ido pouco além de abri-la com um mero “hey,” dentro de cinco minutos estávamos nos beijando calorosamente, e poucas horas mais tarde dentro de um táxi indo para a casa dela.

A lição aqui é clara – se eu não tivesse feito aquela ultima abordagem, eu não teria transado naquela noite. Então da próxima vez que você sair, não se esqueça: não acabou enquanto não tiver acabado. Não importa quão ruim as coisas possam parecer, apenas aborde mais uma vez. Você nunca sabe o que pode acontecer.
Avatar pua
BoyOfLaw

Entusiasta

#1013172 Se o pessoal soubesse o peso desse tópico, por certo que ele teria sido mais vezes. Parabéns pela tradução. O tema "saber lidar com os foras" é 80% de tudo que se pratica aqui e o povo não percebe isso. Repito a frase: "O que separa os homens dos meninos é a forma como lidam com o não". É simplesmente a pedra fundamental dos objetivos da vida.
Avatar pua
Manú

Veterano - nível 5

#1013210 Ótimo post
Cara o que é isso. Eu já li sobre rejeição uma porção de vezes. Mas esse texto me fez refletir.. não é por causa de um não de agora que devo ficar triste.. até porque esse "não" pode vir a se tornar um "sim" depois sejam nos negócios ou com hb's.
Excelente o post. Curti.
Abrass